Anuncie em Nossa Revista de Classificados

Anuncie em  Nossa Revista de Classificados
Para Porto Alegre RS

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

CTG Porteira do Rio Grande

Neste final de semana, 11 e 12/02, o CTG Porteira do Rio Grande realiza a disputa do Torneio de Laço Troféu Biriva. Podem participar todos os CTGs que pertencem a 8ª Região Tradicionalista.
 
Cada entidade filiada a 8ª RT poderá inscrever duas equipes de cinco laçadores cada e para o amistoso poderá inscrever quantos laçadores desejar.
 
O patrão da Campeira, Clodoaldo Rezende (Pingo) ressalta que serão exigidos os exames equinos. Ele informa ainda que a partir do sábado de manhã haverá veterinário responsável no local do evento.
 
O torneio acontece no Parque Nicanor Kramer da Luz, com a seguinte programação:
Sábado (11/02)
13h30mim – Laço Individual (R$40,00)
Eliminatório: Quem laçar 5 armadas divide a premiação, 20% arrecadado+ troféu para inscrição de menor número.
           
Após Laço Duplas 3 e 4 (R$ 80,00)
Premiação: Força A – 12% (com 4 armadas) e Força B – 8% (com 3 armadas) - Duas classificadas na mesma força.
 
Domingo (12/02)
08h30mim – Laço Raspadinha (R$ 60,00). Premiação 20% - arrecadado

10 horas- Troféu Biriva – Equipe de 5 homens (R$ 180,00)
Premiação:
1º lugar: 10%
2º lugar: 6%
3º lugar: 4%
 
Independente de concorrer ao Troféu Biriva, qualquer entidade pode se inscrever, concorrendo somente à premiação em dinheiro.       
           
Após Laço Duplas 3 e 4 (R$ 80,00)
Premiação: Força A – 12% (com 4 armadas) e Força B – 8% (com 3 armadas) - Duas classificadas na mesma força.
 
HISTÓRIA DO TROFÉU BIRIVA
     O Troféu Biriva foi idealizado pelo tradicionalista César Vieira, de André da Rocha, no ano de 1984.
      Os objetivos desse evento regional foram estabelecidos como uma forma de promover a integração entre as entidades tradicionalistas, relembrando os Birivas ou Tropeiros, como grandes difusores de nossa cultura, com presença bastante significativa nos municípios da 8ª Região Tradicionalista, a qual foi rota das tropas e teve vários municípios fundados por tropeiros.
     Nesse sentido, organizou-se o torneio de laço com o Troféu Biriva, disputado apenas por entidades filiadas a 8ª Região Tradicionalista, sendo o evento final da alta temporada de laço.
      A trajetória da 1ª edição do Troféu Biriva durou 23 anos, haja vista que é um troféu rotativo, onde a entidade, para ficar com o mesmo em definitivo, precisa ganhar 3 vezes consecutivas ou 5 vezes intercaladas.
      No ano de 2006, o CTG Alexandre Pato, de Lagoa Vermelha, ficou com o troféu pela 5ª  vez, encerrando-se assim, a 1ª edição do Troféu Biriva.
 
 A 2ª edição do Troféu Biriva iniciou no dia 06 de maio de 2007, promovida pelo CTG Alexandre Pato, em Lagoa Vermelha, tendo como vencedor o CTG Planalto Capoense.
 
No ano de 2016, o CTG Porteira do Rio Grande foi vencedor do Troféu Biriva, em disputa realizada no município de São José dos Ausentes, sediando, portanto, em 2017, mais uma edição do evento.
 
Confira os vencedores desta edição:
2007- CTG Planalto Capoense (Muitos Capões)
2008-CTG Tropeiro Lagoense (André da Rocha)
2009- CTG Alexandre Pato-Cabanha Sucará (Lagoa Vermelha)
2010-CTG Tronco do Ipê (Ipê)
2011-CTG Serranos do Laço (Ipê)
2012-CTG Porteira do Rio Grande (Vacaria)
2013-CTG Presilha do Rio Grande (Bom Jesus)
2014-CTG Rodeio da Saudade (São José dos Ausentes)
2015- CTG Rodeio da Saudade (São José dos Ausentes)
2016- CTG Porteira do Rio Grande (Vacaria)
 
 

Plano Nacional de Segurança

O deputado Ronaldo Santini (PTB) esteve participando da apresentação do Plano Nacional de Segurança, pelo ministro da Justiça em exercício, José Levi Mello do Amaral Jr, no Palácio Piratini, nesta sexta-feira (10).
Durante reunião com o governador José Ivo Sartori e o secretário estadual da Segurança Pública, Cezar Schirmer, também foi assinado o Pacto Federativo pela Segurança Pública. O Rio Grande do Sul é o terceiro Estado a receber a comitiva do ministério. O plano já foi lançado nas capitais Aracaju (SE) e Natal (RN) e prevê construção de presídio de segurança máxima, bloqueadores de celular, tornozeleiras e veículos. Ainda foi anunciado policiamento preventivo de 600 policiais, 200 da Força Nacional e 400 da Brigada Militar. A União deverá repassar ao Estado mais de R$ 100 milhões para construção de presídios e melhorias para o sistema prisional.
 Santini, presidente da Comissão Especial da Segurança Pública na Assembleia Legislativa, falou da necessidade de ampliação dos equipamentos de scaner veicular para abordagem de veículos. “O RS dispõe de apenas cinco equipamentos e 6.100 kms de rodovia federal”, frisou.
Ele também solicitou as autoridades uma interligação dos sistemas de vídeo monitoramento da Polícia Rodoviária Federal e Guardas Municipais.
Texto: Nathalia Kurtz
Foto: Rodrigo Ziebell /SSP
--


Gabinete do Deputado Estadual Ronaldo Santini (PTB)
Assessoria de Comunicação
Jornalistas: Ederson da Rocha e Nathalia Kurtz
(51) 3210 1906 
(51) 99548 3591 (51) 99243 -4731

Acompanhe e siga o deputado Ronaldo Santini (PTB/RS):

Outras Palavras

http://www.outraspalavras.net
Boletim de atualização - Nº 770 - 10/2/2017

Espírito Santo: o Brasil de amanhã?
Redução do gasto social, PM sem controle e mídia alinhada ao governo. Os três ingredientes do caos capixaba já compõem a cena nacional. Por Mateus Cordeiro (Outras Palavras)

“Reforma” da Previdência: o Bradesco por trás do relatorBraço de previdência privada do banco financiou deputado que pode ser decisivo na tentativa de desmontar da Seguridade Pública brasileira (Previdência, Mitos e Verdades)

Casa Grande, século 21
Com os R$ 45,5 bilhões que os três maiores bancos tiraram da sociedade em 2016, seria possível pagar cinco salários mínimos a cada desempregado. Por Mauro Lopes (Caminho pra Casa)

Em resposta ao neoliberalismo, o Comum. Por que caminho?
George Monbiot aposta em redes adensadas, autônomas em relação ao Estado. Mas como promover a redistribuição e as políticas públicas? Por Antonio Martins (Outras Palavras)

Fotografando mulheres
Acontece algo ali naquele instante, através da lente. Uma forma de verdade em que ambas nos revelamos. Eu deixo de posar de fotógrafa. E nós nos vemos. Duas mulheres. Por Maria Bitarello (Outras Mídias)
O carronaval das Bacantes reocupa o Oficina, com descontos para Outros Quinhentos
Em tempos de xenofobia crescente, um contraponto: neste fim de semana projeto Visto Permanente exibe expressões dos povos que nos formam: da poesia à performance, da música ao teatro, da fotografia à dança (Outros Quinhentos)
--

Boletim
 de atualização do site Outras PalavrasA rep rodução é bem-vinda. Interessados em recebê-lo devem clicar aqui. Para deixar de receber, aqui. Acompanhe nossas novidades também no Facebook
 e noYouTube
--

_______________________________________________
Boletimdiplo mailing list
Boletimdiplo@listas.tiwa.net.br
https://listas.tiwa.net.br/listinfo/boletimdiplo