Rádio WNews

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Editorial de Opinião

- Há muita polêmica sobre a questão dos pombos na Praça Daltro Filho na cidade de Vacaria RS, ao invés de se preocuparem em exterminar os pássaros deveriam melhorar e tentar fazer a nossa praça um lugar mais agradável e saudável para convivência humana.
- Na Av. Moreira Paz na cidade de Vacaria/RS recebi informações de moradores que há muita perturbação da ordem pública, verdeiros trio elétrico com som no último volume às 04:00 hs da manhã ,os moradores solicitam a presença de um efetivo da Brigada Militar de nossa cidade na Av. Moreira Paz.
Paulo Furtado
Editor

Encontros com o Professor Ruy

Próximos Encontros



Sessão de autógrafos do livro Encontros com o Professor - Cultura Brasileira em Entrevista IV

Data: 10/11/2009 - 19h30min
Local: Memorial do RS
(Sete de Setembro, 1020)
Saiba como ganhar o livro: www.encontroscomoprofessor.com.br




José Miguel Wisnik



Data: 11/11/2009 - 19h30min
Local: CCCEV - O Arquipélago
(Rua dos Andradas, 1223)


Entrada Franca!

Visite nosso site!





Simples e justo
Ruy Carlos Ostermann


Foi mesmo um ato justo, feito com generosidade e, sobretudo, com muito compromisso intelectual. É uma virtude do comportamento social, não exatamente comum, mas indispensável. Vive-se melhor assim, prestando atenção nos outros que não são estranhos, apenas estão a nossa frente, esperam alguma coisa, um gesto, um olhar de atenção, uma palavra amável ou simplesmente justa.

Agora, novembro de 2009, nessa terça-feira (10), em uma das extensões culturais da Feira do Livro que é o térreo do Memorial do Rio Grande – o grande palácio do entusiasmo e da felicidade do Voltaire Schilling, seu diretor –, é a noite do lançamento do quarto volume dos Encontros com o Professor. Juntam-se todos, entrevistados, amigos, leitores, convidados das vezes passadas, e descem as autoridades da Feira e do livro, trata-se de uma festa agradável e animada. O vinho da Salton é sempre bem-vindo, tinto ou espumante.

É o fecho dessa ideia que começou por uma provocação da Cristiane, da Signi, a partir da forma que tem um programa de entrevistas que faço há muito tempo na Rádio Gaúcha – sempre cultural, sempre em cima do protagonismo intelectual e que alcança índices dos melhores programas da rádio líder em audiência, um talk radio de notícias e reportagens. E foi um estalo só na sala: todos ficaram de acordo, só poderia ser assim, como tem sido há cinco anos ininterruptamente.

De quinze em quinze dias, com mínimas variações, acrescentando agora a Itinerância – só nesse ano já foram oito cidades do interior visitadas –, o Encontros começou no Hotel Embaixador, passou para o Café do Prado até acomodar-se gostosamente no StudioClio. Sempre assim: uma longa entrevista, perguntas dos assistentes, uma canja musical de homenagem.

Assim como um grupo de meninos que entrevistei como Patrono (2002) na Área Infantil e Juvenil da Feira me respondeu que a grande experiência que tiveram no Cais do Porto foi ver finalmente o Lago Guaíba, todos os participantes repetem que a melhor experiência dos Encontros é mesmo a de poder falar e ser ouvido. Simples e justo.














Agradecimentos
Patrocínio Apoiadores Realização






















Parceria








Se você não deseja mais receber nossas mensagens neste e-mail,
clique aqui.

Seu Imposto de Renda

CRIANÇA RS - Não dê para o leão, ajude uma criança ou adolescente, com parte do seu imposto de renda. Você ganha, as crianças mais ainda. A lei estadual 13.069 de 19/11/2008 ainda não pegou. Mas vai pegar. Quando entenderem seu propósito de "financiar" sua doação.

Acesse www.appio.com.br e saiba mais





Deputado Estadual Francisco Appio - www.appio.com.br

UAMVA debate a questão da Saúde

UAMVA debate situação da saúde em Vacaria

Carta será encaminhada à administração municipal, apontando problemas apresentando soluções para melhorar o atendimento a população.

A União das Associações de Moradores de Vacaria (UAMVA) realizou no sábado 07/11 segundo encontro sobre o direito à saúde. Além dos presidentes das associações, participaram alguns moradores de bairros. Foram discutidos principalmente problemas relacionados a falta de fichas para o atendimento médico e exames laboratoriais e a distribuição de medicamentos. Fizeram parte do debate presidente do conselho da saúde, a coordenadora de assistência farmacêutica do município e o presidente da comissão de saúde do poder legislativo. Na ocasião, o morador Paulo Rodrigues reclamou que o posto de saúde do bairro Monte Claro tem apenas oito fichas por dia para área médica e estas, são insuficientes para a demanda, ele revela ainda que na maioria das vezes é preciso se dirigir ao Centro Médico, mas não se tem garantia de atendimento. Por outro lado a coordenadora de assistência farmacêutica do município Marina Paim destaca que dos mais de 150 medicamentos básicos, hoje está faltando apenas um. Presidente da UAMVA, Iolanda Silveira fala que nesta semana será elaborado um documento para ser encaminhado ao prefeito municipal Elói Poltronieri e ao secretário de saúde Paulo Gilberto Silva apontando os principais problemas e ao mesmo tempo apresentando soluções para melhorar o atendimento a população de Vacaria.



Rádio Fátima AM (Produção), 09/11/2009, 08h16

Comunicador Por Um Dia

Tamanho do texto: A- A+Escolhidos vencedores do concurso "Comunicador por um Dia"
Foram selecionadas seis crianças de diferentes escolas de Vacaria

Foram escolhidas as frases vencedoras do concurso Comunicador por um Dia, que contemplou alunos da 5ª série de seis escolas da cidade de Vacaria. Ao todo participaram 16 escolas da sede do município entre estaduais, municipais e particulares. Os alunos trabalharam dentro de sala de aula o tema Criança e cidadania onde após deveriam completar a frase “Ser criança cidadã é...”. Confira os ganhadores e as frases escolhidas:

- Eduarda Rezende Cordova, da escola Padre Pacífico:
“Ser criança cidadã é ter direito de brincar, estudar, ter abrigo para morar, ser feliz, respeitar os idosos, ter liberdade com limites, ser honesta e sincera, respeitar a natureza e ter sucesso no futuro.”

- Maria Natália Masiero Teixeira, da escola Nossa Senhora da Oliveira:
“Ser criança cidadã é respeitar o próximo, é saber seus direitos e deveres, é saber ser solidário, é saber aproveitar a infância, é saber que a cidadania se constrói com o tempo.”

- Grasielly Segala, do instituto Irmão Getúlio:
“Ser criança cidadã é amar a comunidade, ser feliz, viver sem preconceitos, ter direitos e cumprir com os seus deveres.”

- Álisson Oliveira Prado, da escola Prof. José Fernandes de Oliveira:
“Ser criança cidadã é cumprir com seus deveres e responsabilidades, para viver melhor na sociedade e também lutar pelos seus direitos.”

- Wellington Naissinger Rodrigues, da escola Coronel Avelino:
Ser criança cidadã é ter responsabilidade porque o futuro do Brasil e do mundo está em nossas mãos.”

- Leonardo Della Giustina, do colégio Gustavo Vieira de Brito:
“Ser criança cidadã é algo que se aprende, é algo cultural, pois um indivíduo começa a ser cidadão através da educação.”

O evento é realizado pela Maisnova FM 101,5 e a Sala Digital Caindo na rede com o apoio da Rádio Fatima, 23ªCRE, SMEC, Correio Vacariense, Livraria Point Gospel, UCS - Vacaria. A expectativa é que em 2010 saia a 2ª edição do evento com todas as escolas dos Campos de Cima da Serra.


Rádio Fátima AM (Jornalismo), 07/11/2009, 10h57

Pardais já Emitiram 56 Mil Multas

Pardais já emitiram 56 mil multas em 2009
Só no mês de outubro, foram 2703 veículos notificados por estarem acima da velocidade permitida no perímetro urbano de Vacaria.

A Guarda Municipal informou que no mês de outubro os doze pardais instalados no perímetro urbano de Vacaria emitiram 2703 notificações. Foram 580 multas a mais em relação ao mês de setembro deste ano, quando foram emitidas 2123 notificações.
O maior número de notificações foi emitido pelo pardal instalado na área industrial – saída de Vacaria – totalizando 733. Em segundo foi o equipamento também instalado na área industrial de chegada a Vacaria com 618 multas. Em terceiro foi o pardal localizado na BR 116 – próximo ao Trevo da Avenida Samuel Guazzelli - que flagrou 307 condutores trafegando acima de 60km/h. Das 2703 notificações emitidas em outubro apenas 16 foram de veículos com placas de Vacaria.
Foram 131 multas consideradas gravíssimas, onde os condutores trafegavam acima de 120km/h na área urbana, sendo que o valor de cada multa é de 540 reais.
Somente nos primeiros dez meses deste ano, os doze pardais instalados no perímetro urbano de Vacaria já emitiram 56125 notificações, sendo que somente no mês de janeiro deste ano foram 22436. Das notificações emitidas, apenas 163 foram de condutores residentes em Vacaria .
As notificações, por enquanto, apenas foram lançadas no sistema, sendo que os valores ainda não são contabilizados porque o condutor pode recorrer na Junta de Julgamento do Município – Jari - e no Detran . As multas serão pagas e os valores serão recebidos pelo município somente no licenciamento de 2010.
Os motoristas estrangeiros somente pagarão o valor da notificação se voltarem ao Brasil no próximo ano. Pelo convênio, 35% do valor das notificações ficam para a empresa Kopp e a prefeitura Municipal, 15% para o DETRAN, 10% para Policia rodoviária federal e 5% para o Fundo Nacional de trânsito. Os pardais já estão emitindo multas há três anos e três meses . Neste período a PRF registrou um acidente com vítima fatal no perímetro urbano de Vacaria. No ano anterior ao funcionamento dos pardais, de agosto de 2005 a agosto de 2006, a foram registradas seis mortes na área urbana de Vacaria.


Rádio Fátima AM (Jornalismo), 09/11/2009, 14h54

Desaparecidos Políticos






Segunda-Feira, 09 de Novembro de 2009



Carlos: mulato, baiano, comunista, brasileiro
Os 40 anos passados desde sua morte na luta revolucionária de resistência à ditadura, só multiplicaram a imagem de Carlos Marighella, como dirigente revolucionário brasileiro e latinoamericano. Identificado com os projetos revolucionários de libertação da América Latina desde a década de 30, teve um protagonismo central nos momentos mais difíceis vividos pelo PCB depois do golpe de 1964, quando debateu as razões do golpe e os novos horizontes de luta da esquerda brasileira. O artigo é de Emir Sader.
> LEIA MAIS | Política | 04/11/2009


Carlos Marighella, 90 anos
Devemos dar a Marighella o que é de Marighella: poucos homens demonstraram tamanha bravura e destemor na árdua luta pelo progresso social e pela emancipação econômica deste país. Ele nunca tergiversou no que é essencial: foi solidário aos oprimidos e aos excluídos, empenhando-se, até o último instante de vida, por um Brasil mais justo e digno. Esse Marighella que aprendemos a medir pela firmeza na práxis política era, segundo Paulo Mercadante, um dos raros dirigentes comunistas de sua geração com preocupações intelectuais. O artigo é de Dênis de Moraes.
> LEIA MAIS | Política | 04/11/2009



A Crise Brasileira, de Carlos Marighella
Em "A Crise Brasileira", obra de 1966, Marighella analisa a realidade do Brasil e evidencia suas divergências em relação às teses que vinham sendo adotadas pelo Partido Comunista Brasileiro. Essas divergências levariam ao seu rompimento com o partido no ano seguinte e a sua opção pela luta armada contra a ditadura. Para Marighella, as elites brasileiras já tinham mostrado seu fracasso e uma estratégia revolucionária deveria levar em conta a separação entre o partido do proletariado e os partidos da burguesia. O artigo é de Edileuza Pimenta de Lima.
> LEIA MAIS | Política | 04/11/2009


Camarada Marighella!
Marighella não pertence apenas ao PCB nem à ALN. Pertence a todos os revolucionários e se inscreve na galeria de heróis que, em todo o mundo, lutaram e lutam contra a opressão e a exploração, por uma sociedade em que todos nos possamos chamar de companheiros. Quarenta anos depois de seu covarde assassinato, são justas e necessárias todas as iniciativas para homenagear este herói. O artigo é de Ivan Pinheiro.
> LEIA MAIS | Política | 04/11/2009



A morte de Carlos Marighella, 40 anos depois
Neste 2009, 40 anos depois de sua morte, Carlos Marighella vai receber o título de cidadão da cidade em que foi assassinado. Tais paradoxos da história mostram que, afinal, no fim daquela escuridão do túnel em que se viaja no tempo para diante e para trás, havia, de fato,alguma luz, nem que fosse apenas a de um clarão, uma chama de vela, um piscar de olhos, aqueles olhos que ficaram para trás, mas cuja presença não podemos esquecer. O artigo é de Flávio Aguiar.
> LEIA MAIS | Política | 04/11/2009


A atualidade de Carlos Marighella
Estivesse entre nós Carlos Marighella ele diria que o principal inimigo continua sendo o imperialismo, agora travestido de globalização; o capital especulativo que está transformando o mundo num grande cassino; os burocratas incrustados na administração pública trabalhando em favor dos interesses imperiais; os oligarcas e burgueses responsáveis e co-responsáveis pelo desmanche do Estado e da Nação. O artigo é de Paulo Cannabrava.
> LEIA MAIS | Política | 04/11/2009


Marighella, herói do povo
Ele não partiria para o exílio. Tinha responsabilidades, noção do seu papel dirigente da revolução brasileira. Quem samba fica, quem não samba vai embora. Gostava de repetir isso. Ficava, apesar de tudo. Sentia o cheiro dos cães farejadores, seus dentes afiados, a baba raivosa de cada um deles. Cães como Fleury. Ouviu tiros na noite escura, muitos. Caiu. Ainda pensou nela, na musa, Revolução. Era o dia 4 de novembro de 1969. Carlos Marighella, inimigo número um da ditadura militar tornava-se imortal. Herói do povo brasileiro. O artigo é de Emiliano José.
> LEIA MAIS | Política | 04/11/2009



O ressurgir dos espíritos livres: uma homenagem a Marighella
A grande maioria daqueles que nos insurgimos, que buscamos nos anos sessenta destruir os grilhões que aprisionavam os espíritos, fomos cruelmente esmagados pela reação. Formou-se, de todo modo, uma geração de perseguidos, torturados, aprisionados, os melhores dentre nós, assassinados. E então, os esbirros dos porões da ditadura entoaram seus gritos de vitória. Mas, idiotas, enganaram-se a cada alma nobre que julgavam assassinar. Porque, os espíritos livres de toda uma época, podem ser trucidados, mas não derrotados. O artigo é de Carlos Russo Junior.
> LEIA MAIS | Política | 02/11/2009


Marighella e os dilemas da revolução brasileira
Marighella participou da I Conferência da Organização Latino-Americana de Solidariedade (OLAS), realizada em Cuba em 1967. Nesse conclave buscou-se, contra a vontade dos soviéticos, articular uma espécie de Internacional revolucionária latino-americana. Na ilha firmou convicções sobre os caminhos da revolução brasileira. A guerrilha agora era reconhecida como “o caminho fundamental, e mesmo único, para expulsar o imperialismo e destruir as oligarquias”. O artigo é de Augusto Buonicore.
> LEIA MAIS | Política | 04/11/2009


Marighella e os desafios da revolução socialista no século XXI
A maior homenagem que esse revolucionário de ação poderia receber é uma avaliação acerca da atualidade de seu exemplo e contribuições frente aos desafios impostos à revolução socialista neste Brasil de início de século XXI. Inúmeras são as possibilidade de avançarmos nessa direção. Escolhi uma delas: a de buscar em Marighella correspondências entre o contexto e os desafios dos anos 1960 e os dos dias de hoje. O artigo é de Carlos Henrique Metidieri Menegozzo.
> LEIA MAIS | Política | 04/11/2009


Relato de uma conversa com Marighella
Como o Partido, em Ribeirão Preto, se conduzia pela luta pacífica, falei com o Indio e fui fazer um contato com Marighela. No encontro fiz as exposições da opção de muitos quadro do PCB pela luta armada. Ele perguntou se o Índio estava conosco. Eu disse que sim. Daí me respondeu que ainda não era hora de rachar o Partido e que deveríamos ganhá-lo como um todo para a posição armada. Perguntei sobre as armas. Ele disse: estão nos quartéis. É lá que iremos buscar. Isso encerrou a conversa. O artigo é de Vanderley Caixe.
> LEIA MAIS | Política | 04/11/2009


Marighella receberá título de cidadão paulistano
No dia 4 de novembro, completam-se 40 anos do assassinato de Marighella, em uma emboscada armada pela polícia política comandada pelo delegado Fleury, no centro da cidade de São Paulo. Nesse dia, Marighella tinha um encontro marcado com frades dominicanos. Acabou sendo emboscado e fuzilado, sem chance de defesa. A data será motivo de várias homenagens. Entre elas, a entrega do título de Cidadão Paulistano "in memorian", às 19h, no salão nobre da Câmara de Vereadores de São Paulo.
> LEIA MAIS | Política | 29/10/2009




--------------------------------------------------------------------------------





-----Anexo incorporado-----


_______________________________________________
Cartaoberro mailing list
Cartaoberro@serverlinux.revistaoberro.com.br
http://serverlinux.revistaoberro.com.br/mailman/listinfo/cartaoberro

Piratini


Educação
Piso do Magistério proposto pelo governo é o triplo do salário mínimo
Proposta eleva em 57% o piso salarial de cerca de 30 mil professores com 40 horas semanais de trabalho. Gestão Pública
Secretários detalham Plano de Valorização dos Servidores
Foram abordados temas como premiação por desempenho e reajustes a professores e policiais. Educação
Investimentos estaduais nas escolas chegam a R$ 124 milhões em 1.900 obras
Governo investe também em salas de aula digital: já são oferecidos 1,8 mil ambientes informatizados nas escolas públicas. Educação
Obras em escolas beneficiam 1,2 mil estudantes da rede estadual
As melhorias serão entregues à comunidade escolar da região de Pelotas a partir desta terça-feira. Saúde
Governo investe R$ 8 milhões na construção de 50 postos de saúde no Estado
Cada município receberá R$ 160 mil do Fundo Estadual de Saúde, e as prefeituras ficam responsáveis pela execução das obras. Detran
Translado dos veículos da Atento se inicia na quarta-feira
Transferência será feita por 11 Centros de Remoção e Depósito credenciados pela autarquia. Geral
Frota para fiscalização de obras é reforçada
Veículos serão usados para acompanhamento e fiscalização de obras em escolas, postos de saúde, presídios e delegacias no Interior.

Curso Gratuita

Oportunidade de qualificação profissional para italianos e descendentes, na Região Metropolitana de Porto Alegre

Curso gratuito de administração de restaurantes inclui estágio na Itália

Na próxima sexta-feira (13), às 18h45, palestra de apresentação do curso, na Massolin de Fiori Società Taliana (Av. Carlos Barbosa, 590. Fone: 32.17.2356 – Porto Alegre). Entrada franca

Oferecer uma atividade de qualificação profissional, ligada ao ramo da administração de restaurantes. Este é o objetivo do curso “Ristorazione e Turismo Integrato”, destinado a italianos e descendentes de italianos em processo de reconhecimento da dupla cidadania. As inscrições são gratuitas e os selecionados receberão uma bolsa auxílio no valor de 900 euros para alimentação e deslocamento. São oferecidas 25 vagas. Os melhores colocados serão premiados com um estágio de 40 horas na Itália.

A promoção é das empresas italianas Consorzio Quality In Training e DES S.r.l., com o apoio da Associação União dos Italianos no Mundo (UIM) e financiamento dos Ministérios do Trabalho e Assistência Social e de Relações Exteriores da Itália.

O curso tem duração de cinco meses, totalizando 600 horas, sendo 440 horas de aulas teóricas e 160 horas desenvolvidas na forma de estágio em empresas do setor - 120 horas no Brasil e 40 horas na Itália. A carga horária será de 5 horas diárias, de segunda a sábado, das 13h às 18h. As aulas serão ministradas na ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) e no SINDPOA (Sindicato de Hotelaria e Gastronomia de Porto Alegre).

Os candidatos devem possuir cidadania italiana ou número de protocolo de agendamento junto ao Consulado Geral da Itália em Porto Alegre. Os requisitos são estar desempregado, ter idade mínima de 18 anos (preferencialmente até 35 anos), residir em Porto Alegre ou na Região Metropolitana e ter conhecimento básico do idioma italiano.

A seleção será feita por meio da análise do currículo do candidato, prova escrita e entrevista. Não é necessário possuir conhecimentos técnicos ou nível de instrução alto, mas características como motivação e disposição empreendedora. Será reservado um percentual mínimo de vagas ao sexo feminino.

Informações, em Porto Alegre, pelo telefone 51.3508.2414; inscrições e envio de currículos pelo e-mail p.a.r.t.i.projetopoa@hotmail.com .

Unegro

São Paulo, 09 de novembro de 2009





CONTRA A IMPUNIDADE DOS CRIMES DE COLARINHO BRANCO, EM DEFESA DO DELEGADO PROTÓGENES QUEIROZ







A Corregedoria da Polícia Federal encaminhou pedido de suspensão por 60 dias do delegado Protógenes Queiróz, responsável pela Operação Satiagraha, que prendeu o banqueiro Daniel Dantas, o megainvestidor Naji Nahas, o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta e outras pessoas acusadas de compor a quadrilha especializada em fraudes e crimes financeiros. Ao mesmo tempo em que solicita o afastamento de Protógenes, a cúpula da Polícia Federal articula arbitrariamente sua demissão. Enquanto isso os verdadeiros réus estão soltos com a proteção da mais alta autoridade judiciária do país. Esta ação da Cúpula da Polícia Federal ocorre pela pressão das elites brasileiras, acostumadas com a impunidade dos seus atos, e contam com forte apoio dos meios de comunicação de massa que fazem uma ampla campanha contra o delegado Protógenes Queiroz e o juiz Fausto De Sanctis.









A União de Negros Pela Igualdade - UNEGRO manifesta apoio e solidariedade ao delegado Protógenes Queiróz, repudia a inversão de objeto da cúpula da Polícia Federal que desde a eclosão da Operação Santiagraha tem investido na criminalização de quem cumpriu corretamente suas funções. Atesta que o arbítrio, a corrupção e a impunidade são armas poderosas de desestabilização da democracia e de manutenção das desigualdades sócio-econômica que assola o país. Considera essa iniciativa impregnada do mesmo princípio daqueles que criminalizam os movimentos sociais, ou seja, tratar com tirania e violência todos os atores que se voltam contra os privilégios da elite dominante.









Conclamamos todo movimento negro e popular a manifestarem-se:







Pelo arquivamento dos processos disciplinares promovidos pela Polícia Federal contra o delegado Protógenes Queiróz;





Pelo julgamento e punição dos culpados dos crimes investigados pela Operação Satiagraha;





Pelo fim de qualquer forma de criminalização dos movimentos sociais e das forças progressistas.

Destaque do Dia




Destaques do Dia
Yeda crusius prestigia homenagem à José Alencar na FIESP em São Paulo
A governadora, Yeda Crusius, acompanhada do governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira(C) durante a solenidade de entrega do título de presidente emérito da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) ao vice-presidente da República, José Alencar(D), na sede da Federação, na capital paulista.


Local: São Paulo - SP
Data: 09/11/2009
Foto: Jefferson Bernardes / Palácio Piratini
Código: 32395

Coordenadora Estadual da Mulher autográfa livro sobre a história das Prendas Gaúchas
A Coordenadora Estadual da Mulher, Maria Helena Gonzalez, autografa ao presidente da CORAG, Luciano Silva, um exemplar do livro Prendas Gaúchas - 39 Anos, durante sessão de autógrafos, na 55ª edição da Feira do Livro de Porto Alegre.


Local: Porto Alegre - RS
Data: 09/11/2009
Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini
Código: 32392

Yeda Crusius recebe convite para festa dos 54 anos da Cooperativa Languiru
A governadora, Yeda Crusius, recebe convite para solenidade em comemoração aos 54 anos da Cooperativa Languiru e inaguração do Supermercado da Instituição.


Local: Porto Alegre - RS
Data: 09/11/2009
Foto: Antonio Paz / Palácio Piratini
Código: 32390

Yeda Crusius recebe executiva estadual do PSDB
A governadora, Yeda Crusius, reúne-se com a executiva estadual do PSDB, em seu Gabinete, no Palácio Piratini.


Local: Porto Alegre - RS
Data: 09/11/2009
Foto: Antonio Paz / Palácio Piratini
Código: 32388

Secretários estaduais detalham o Plano para Valorização do Serviço Público Gaúcho
Os secretários,(esq/dir), da Administração e dos Recursos Humanos, Elói Guimarães, do Planejamento e Gestão, Mateus Bandeira e da Fazenda, Ricardo Englert, detalham, durante entrevista coletiva à imprensa, o Plano para Valorização do Serviço Público Gaúcho.


Local: Porto Alegre - RS
Data: 09/11/2009
Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini
Código: 32387

Aluna Expulsa


Reitor da Uniban revoga expulsão de aluna
Seg, 09 Nov, 07h33



O reitor da Universidade Bandeirante (Uniban), Heitor Pinto Filho, decidiu no início desta noite anular a expulsão da aluna Geisy Arruda, de 20 anos. A expulsão foi decidida pelo Conselho Universitário (CONSU) da instituição na última sexta-feira e divulgada ontem. A aluna foi hostilizada, em 22 de outubro, por alunos após usar minivestido nas dependências da instituição. O assessor jurídico da reitoria da instituição, Décio Lencioni Machado, informou que a decisão foi tomada pelo "reitor, como pessoa física".

PUBLICIDADE
Amanhã, a Uniban concederá uma entrevista coletiva onde o vice-reitor Ellis Brown explicará as motivações da universidade em voltar atrás na decisão de demitir a aluna.


A estudante de turismo sofreu assédio e ameaças de agressão no dia 22 de outubro, quando cerca de 600 estudantes a cercaram, com gritos e ameaças. Ela teve de ser escoltada para fora do câmpus de São Bernardo pela Polícia.


Na sexta-feira, depois de concluir uma sindicância interna, a Uniban decidiu expulsar Geisy "por entender que ela foi responsável, que provocou a situação com sua atitude". No domingo, um comunicado da instituição foi publicado em jornais da capital informando sobre a expulsão.


O texto afirmava que Geisy frequentava "as dependências da universidade em trajes inadequados e que indicam uma postura incompatível com o ambiente da universidade". A instituição alega que ela foi avisada "constantemente sobre a inconveniência de seus trajes".
Fonte: Yahoo

Carlos Simon

terça-feira, 10 de novembro de 2009
Ele não pode ver azul...

Quero fazer uma retratação. Durante muito tempo, pensei que Carlos Simon beneficiava o Inter com suas arbitragens desastradas, mas não é nada disso. Na verdade, o que ele não pode ver pela frente é um time com a camisa azul, só! Quando isso acontece, os erros que comete beneficiam sempre o adversário do clube que cometeu a impropriedade de escolher a cor para figurar entre as suas. O Glória que o diga!
Pior para o Palmeiras, que no domingo, na derrota para o Fluminense, foi prejudicado por Simon. Jogava de azul. A CBF cansou e resolveu mandá-lo para a geladeira até o fim do Brasileirão. Faço votos que ele aproveite as "férias" para procurar auxílio médico e tentar descobrir nos recônditos de sua mente o porquê de tamanha aversão à cor!
Postado por André Carvalho às 00:25
Fonte: Blog do Glória