Rádio WNews

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Deise Nunes


Deise Nunes



Jornal Negritude



Deise Nunes



Jornal Negritude e Deise Nunes



Jornal Negritude



Jornal Negritude



Jornal Negritude



Jornal Negritude



Jornal Negritude



Jornal Negritude



Jornal Negritude



Jornal Negritude nº 06



Jornal Negritude nº 06



Piratini


Codesul I
Governadores aprovam grupo de trabalho para criação da Ferrosul
Yeda Crusius destacou a união dos governadores em favor do projeto. "Ao fazer isso, estamos desenvolvendo todo o Brasil". Codesul II
Aprovadas resoluções para avanço do comércio exterior
Protocolo de intenções foi firmado entre Região Sul do Brasil e Centro-Oeste da América do Sul. Escolas
Governo autoriza 1,4 milhão em obras no Alto Uruguai
Recursos serão utilizados na recuperação de 12 escolas da região, beneficiando 7 mil alunos da rede estadual. Ação Solidária
Rua da Cidadania leva serviços do Estado a Santana do Livramento
Serão disponibilizados serviços gratuitos em mutirão, das 9h às 17h, na Praça Central. Ensino Superior
Prorrogadas as inscrições para o vestibular de verão da Uergs
Candidatos têm prazo até 14 de dezembro para disputar uma das 1.360 vagas oferecidas em 2010. Serviço Público
Inscrições para a contratação de 82 servidores ao IPF seguem até sexta-feira
A iniciativa está alinhada às ações do projeto de Recomposição de Efetivos da Segurança, do Programa Estruturante Cidadão Seguro.

Agenda Cultural




Quarta-feira, 18 de Novembro de 2009

IVAN LINS E GERALDO FLACH

Dia 19 de novembro, Quinta às 21h no Teatro do Bourbon Country



O cantor e compositor de MPB Ivan Lins encontra o pianista, compositor e arranjador porto-alegrense Geraldo Flach no dia 19 de novembro, no Teatro do Bourbon Country. O carioca teve seu primeiro sucesso com a música “Madalena” e logo depois estourou com “O Amor é o Meu país”, “Desesperar Jamais” e “Aos Nossos Filhos”, cantadas por ele ou por Elis Regina e Simone, suas grandes intérpretes. Já o músico gaúcho também possui reconhecida trajetória no cenário musical, com destaque para a área instrumental. Com vários discos gravados no Brasil e no exterior, é um dos mais premiados músicos do sul do país. A apresentação que a dupla faz em Porto Alegre comemora os 40 anos desde que tocaram juntos pela primeira vez.



Ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.

Preço - 1° Lote Promocional
Galerias - R$ 50,00
Mezanino - R$ 60,00
Platéia Alta - R$ 70,00
Platéia Baixa - R$ 80,00
Camarote - R$ 100,00

Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card, e Rancho Card)
Desconto de 10% para titular cartão ZH

Descontos não cumulativos.

Não recomendado para menores de 12 anos

______________________________


EU FAÇO CULTURA - SHOW COM ZECA BALEIRO

Dia 22 de novembro, Domingo, no Teatro do Bourbon Country



Abertura do teatro: 18h
Show de abertura: 20h
Zeca Baleiro: 21h

O maior projeto cultural do Brasil incentivado com recursos do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) está de volta, desta vez homenageando o Ano da França no Brasil. Depois de dois anos de sucesso o Eu Faço Cultura, patrocinado pela Caixa Seguros e Lei Rouanet continua a percorrer o Brasil. Até o fim do ano, 33 cidades recebem as semanas culturais compostas por oficinas de música percussiva e produção musical, oferecidas gratuitamente para a comunidade. As cidades se agitam também com o show de grandes artistas convidados, que encerram a programação em grande estilo. Em Porto Alegre a atração principal é o cantor e compositor Zeca Baleiro. Quem abre a apresentação é o violinista Nicolas Krassik, radicado no Brasil e que descobriu a música brasileira em eventos realizados em Paris. Desde que chegou ao Rio de Janeiro, em 2001, Krassik teve imediato contato com o Samba, Choro, Forró, tocando com grandes artistas como Yamandú Costa, Beth Carvalho, João Bosco, Marisa Monte, Marco Pereira, entre muitos outros.

Ingressos:


Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.

Preço - 1° Lote Promocional
Pista - R$ 60,00
Galerias - R$ 60,00
Mezanino - R$ 80,00
Platéia Alta - R$ 80,00
Camarote - R$ 100,00

Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card, e Rancho Card)
Desconto de 10% para titular cartão ZH


Descontos não cumulativos.

Não recomendado para menores de 12 anos

______________________________


ERASMO CARLOS

em seu novo show Rock n' Roll
Dia 27 de novembro, Sexta às 21h, no Teatro do Bourbon Country



Erasmo Carlos está de volta à estrada, agora com seu novo show, “Rock’n’Roll”, homônimo do recém-lançado CD, indicado Grammy Latino. O Tremendão promete uma “festa de arromba” na noite de sexta-feira, 27 de novembro, no Teatro do Bourbon Country, com canções inéditas e sucessos de toda a carreira, como “Sentado à Beira do Caminho” (Erasmo Carlos/Roberto Carlos), “Fama de Mau” (Erasmo Carlos/Roberto Carlos), “Mulher” (Erasmo Carlos/Narinha), entre outras. Aos 68 anos, o cantor faz do palco sua confraria, arregimentando músicos de diferentes gerações, mas com requisitos em comum: talento, bom humor e paixão pela música. Com arranjos do maestro José Lourenço (teclados), há 25 anos tocando com Erasmo, a banda conta com Dadi Carvalho (que trocará o baixo pela guitarra), Billy Brandão (guitarra solo) e com os novatos “Filhos de Judith” Pedro Loppez (baixo, 27 anos), Luiz Loppez (guitarra, 28 anos) e Alan Fontenele (bateria, 26 anos), que gravaram vocais no seu mais recente disco.

Ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.

Preço - 1° Lote Promocional
Galerias - R$ 60,00
Mezanino - R$ 80,00
Platéia Alta - R$ 90,00
Platéia Baixa - R$ 120,00
Camarote - R$ 150,00


Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card, e Rancho Card)
Desconto de 10% para titular cartão ZH

Descontos não cumulativos.

Não recomendado para menores de 12 anos

______________________________


ROBERTA SÁ

Dia 29 novembro 2009, Domingo às 20h, no Teatro do Bourbon Country

A cantora apresenta seu primeiro DVD e CD gravados ao vivo. Resultado do show produzido em abril deste ano, no Vivo Rio (RJ), o CD e o DVD “Pra se ter alegria” reúnem músicas dos discos “Braseiro” (2005) e “Que Belo Estranho Dia pra se ter Alegria” (2007). A capital gaúcha conhece o novo trabalho no show que acontece no Teatro do Bourbon Country, dia 29 de novembro, quando a artista também interpreta canções de seus álbuns anteriores.

Ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.


Preço - 1° Lote Promocional
Galerias - R$ 50,00
Mezanino - R$ 70,00
Platéia Alta - R$ 70,00
Platéia Baixa - R$ 80,00
Camarote - R$ 150,00

Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card, e Rancho Card)
Desconto de 10% para titular do Cartão Clube do Assinante ZH


Descontos não cumulativos.

Não recomendado para menores de 12 anos

______________________________


CAFE DE LOS MAESTROS

Devido ao grande sucesso os maestros voltam a Porto Alegre
Dia 05 de dezembro, Sábado às 21h no Teatro do Bourbon Country



O projeto Café de los Maestros é a impressionante reunião dos melhores músicos, compositores e intérpretes vivos do tango, em uma celebração imperdível para os amantes do ritmo eternizado por Gardel e Piazzola. São criadores de verdadeiros clássicos deste estilo, fundadores de escolas ou genuínos porta-vozes dos estilos das orquestras de Troilo, Pugliese, D’Arienzo e Di Sarli. O projeto foi organizado inicialmente como um documentário sob direção de Miguel Kohan e tem como mentor o músico e produtor musical Gustavo Santaolalla, ninguém menos que o ganhador de dois Oscars para Trilha Sonora Original pelo filme O Segredo de Brokeback Mountain e Babel, além de 9 Latin Grammys e 3 Grammys. Santaolalla ainda lidera o famoso grupo que ajuda a reinventar o tango do século 21: Bajofondo.

Ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.


Preço - 1° Lote Promocional
(cota limitada)
Galerias Mezanino - R$ 30,00
Galerias Alta - R$ 100,00
Mezanino - R$ 150,00
Platéia Alta - R$ 150,00
Platéia Baixa - R$ 200,00
Camarote - R$ 300,00

Valor ingresso não promocional
Galerias Mezanino - R$ 80,00
Galerias Alta - R$ 120,00
Mezanino - R$ 200,00
Platéia Alta - R$ 200,00
Platéia Baixa - R$ 300,00
Camarote - R$ 350,00


Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card, e Rancho Card)
Desconto de 10% para titular cartão ZH


Descontos não cumulativos.

Não recomendado para menores de 12 anos

______________________________


MUMMENSCHANZ

The Best Of
Dia 06 dezembro 2009, Domingo às 19h, no Teatro do Bourbon Country



A companhia foi fundada em 1972 pelos suíços Bernie Schuerch e Andreas Bosshard, e pela ítalo-americana Floriana Frassetto, com o objetivo de criar uma nova forma de teatro para o mundo de hoje, sem a utilização da fala e sem quaisquer fronteiras lingüísticas ou culturais. O grupo tornou-se popular com suas máscaras e contornos construídos em espuma de borracha que criam — a partir de efeitos de luz e sombra e de uma coreografia sutil baseada na expansão/encolhimento de formas que sugerem mais do que afirmam — uma mensagem peculiar no imaginário de cada um. Absolutamente nenhuma palavra é pronunciada ao longo do espetáculo e é a partir desta ausência da verbalização que os artistas nos contam muitas histórias.



Ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.

Preço - 1° Lote Promocional
Galerias - R$ 50,00
Mezanino - R$ 80,00
Platéia Alta - R$ 80,00
Platéia Baixa - R$ 100,00
Camarote - R$ 150,00

Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card, e Rancho Card)
Desconto de 10% para titular cartão ZH


Descontos não cumulativos.

Não recomendado para menores de 12 anos

______________________________


PERNAS PRO AR

Musical com Claudia Raia
Dias 15 e 16 dezembro,Terça e Quarta 21h no Teatro do Bourbon Country



“Pernas Pro Ar” é uma história divertida de uma dona de casa que, com muito humor, canta e dança a aventura de mudar de vida através de grandes sucessos Pops e da Broadway versionados à moda Brasileira.

Com texto de Luiz Fernando Veríssimo e Marcelo Saback, direção artística de Cacá Carvalho, co-direção e coreografias de Alonso Barros e direção musical de Paulo Nogueira.

O Musical tem participações especiais de Marcus Tumura e Rubem Gabira e conta com mais nove atores/cantores/bailarinos completando o elenco e oito músicos na orquestra.


Ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.

Preço - 1° Lote Promocional
Galerias - R$ 50,00
Mezanino - R$ 80,00
Platéia Alta - R$ 100,00
Platéia Baixa - R$ 120,00
Camarote - R$ 150,00

Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card, e Rancho Card)
Desconto de 10% para titular cartão ZH


Descontos não cumulativos.

Não recomendado para menores de 12 anos

______________________________


FESTIVAL DÉCALAGE

Dia 11 de dezembro, Goethe 200

Em breve mais informações.

______________________________


NO FUN AT ALL

Low Rider Tour
Dia 27 janeiro 2010, Quarta-Feira no Teatro do Bourbon Country

Em breve mais informações.

______________________________


CHICO.TOM

O espetáculo do ano
APOIO DE MÍDIA AGENDA OPUS
Dias 20 e 21 de novembro, Sexta e Sábado às 21h, no Teatro do Bourbon Country



Dois dos maiores humoristas brasileiros, mestre e discípulo, os conterrâneos cearenses Chico Anysio e Tom Cavalcante estrearam no palco do City Bank Hall, em São Paulo, após Claro Hall e Canecão no Rio de Janeiro. O espetáculo batizado de CHICO.TOM, começa percorrer outras grandes cidades brasileiras.

Cada um deles faz uma apresentação - solo de 40 minutos e, então, brindam o público com a soma desses dois talentos nos respectivos papéis de Professor Raimundo e João Canabrava. Vale lembrar que foi na Escolinha do Professor Raimundo, exibida pela Rede Globo, onde Chico Anysio deu a oportunidade para que o então redator Tom Cavalcante mostrasse seu desempenho diante das câmeras como o hilariante personagem bêbado. Unidos pela admiração mútua, Chico e Tom celebram a amizade nesta parceria histórica de duas gerações do humor nacional.


Ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.

Inicio de vendas 03/11

Preço - 1° Lote Promocional

Galeria - R$ 60,00
Mezanino - R$ 80,00
Platéia Alta - R$ 100,00
Platéia Baixa - R$ 110,00
Camarote - R$ 140,00


Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card, e Rancho Card)

Desconto de 20% no Cartão Fidelidade TAM
Desconto de 20% no Cartão Porto Seguro

Descontos não cumulativos.

Não recomendado para menores de 12 anos

______________________________


OSPA

Concerto Especial Ospa – João Carlos Martins
APOIO DE MÍDIA AGENDA OPUS
Dia 24 de novembro, Terça às 20h30min, no Teatro do Bourbon Country


L.V.Beethoven - Sinfonia nº 3, Op. 55 – Eroica

W.A.Mozart - Concerto nº 21 em Dó menor, KV467 – Andante

S.Rachmaninoff - Concerto nº 2 para Piano, Op. 18 - Adagio Sostenuto

E.Morricone - Cine Paradiso

Maestro: João Carlos Martins


Ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.

Início das vendas ao Público: 03/11

Preço - 1° Lote Promocional
Galerias - R$ 20,00
Mezanino - R$ 20,00
Platéia Alta - R$ 20,00
Platéia Baixa - R$ 40,00
Camarote - R$ 60,00


Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card, e Rancho Card)

Desconto de 30% para Titular do cartão ZH e um acompanhante


Descontos não cumulativos.

Não recomendado para menores de 12 anos

______________________________


UM NATAL EM FAMÍLIA

com Isabela Fogaça
APOIO DE MÍDIA AGENDA OPUS
Dia 08 dezembro 2009, Terça às 21h, no Teatro do Bourbon Country



Ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.


Preço - 1° Lote Promocional
Galerias - R$ 20,00
Mezanino - R$ 30,00
Platéia Alta - R$ 50,00
Platéia Baixa - R$ 50,00
Camarote - R$ 100,00

Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card, e Rancho Card)
Desconto de 10% para titular do Cartão Clube do Assinante ZH

Descontos não cumulativos.

Classificação etária: Livre

______________________________





______________________________

Cultura Africana parte 2


Cultura Africana




Fonte: http://racabrasil. uol.com.br / / CULTURA-gente/ 137 / artigo155789- 3.asp


Culto aos antepassados
A grande alavanca que reergue os valores das mais diversas etnias e nações africanas e as suas raízes na terra

por Janaina Azevedo *



Quem assiste às imagens que retratam a África nos dias atuais vê um continente riquíssimo em cultura, recursos naturais e muitos outros bens, mas que ainda vive soterrado sob os escombros das guerras, da colonização que terminou há menos de 40 anos e da transculturaçã o. este último processo foi o que mais deixou marcas profundas: mais do que dominar o continente para explorar sua mão-de-obra e seus recursos naturais, muitas foram as tentativas de culturalmente Subjugar como nações ali existentes, despojando-as de suas religiões, de sua arte, de seu modo de se vestir, de suas festas e incutindo a do europeu civilizado. reverter um quadro destes pode ser muito difícil. Mas, desde o início das lutas pela libertação do continente, um recurso Proveniente do povo próprio e de sua força, tem Sido uma grande alavanca que reergue os valores das mais diversas etnias e nações africanas: o culto aos antepassados e às suas raízes na terra .
Mais do que falar que o continente africano é o berço das civilizações e que lá foram encontrados os fósseis mais antigos do gênero Homo (sapiens, neandertal, erectus, Etc), uma parte da história que nos interessa remete aos dois últimos milênios, em especial, aos contatos entre as civilizações subsaarianas (que ficam abaixo do deserto do Saara, também conhecida como África Negra e) as civilizações e impérios europeus por conta de expansionismo seu e dos processos colonizatórios que infringiram uma Povos outros. A África, falando de colonização, passou por dois grandes momentos de intervenção Europeia: o primeiro mais longo e menos invasivo, a partir do século XV, com uma expansão marítima eo comércio de escravos. O segundo no século XIX, muito mais agressivo, que dividiu as Regiões africanas entre as nações mais poderosas da Europa naquela época, entre elas Inglaterra, França, Bélgica, Portugal e Alemanha. tal fato comunidades separou e Criou grandes processos migratórios por conta da Necessidade de mão-de-obra para exploração dos recursos naturais, agrícolas e Pecuários do Continente. Mais que isso, separou famílias este processo, Gerações, homens e mulheres, pais e filhos.
Não obstante, Surgia um transculturaçã o, um processo que dividiria o continente e suas nações de maneira incomparável e cruel: Para aqueles que se destacavam de alguma maneira era dado "o direito eo privilégio" de ser branco - ao menos no papel; classificações surgiam pela cor, pelo local de nascimento, pela língua que se falava. tudo isso, numa tentativa de reverter o colonizado um um membro passivo do processo de dominação, resistências em, sem uma cultura em que se apoiar, sem uma causa pela qual viver. E foi justamente a percepção desta condição que fez surgir movimentos como o da negritude, grandes impulsionadores das guerras de libertação em toda a África. Esse movimento, em particular, tem origens tanto Baseadas em negros, brancos e mestiços em quanto que vinham lutando por um Renascimento Africano desde as décadas de 1910, 1920 e 1930, com uma valorização na arte e na literatura africanas das Raízes - movimento este que se propagaria até a América dando origem, a grandes personalidades como Martin Luther King, Billy furacão e feriado. na própria África, inspiraria figuras como Mandela Pepetela, entre outros.

O africano especializou- se em guardar suas histórias por meio da música e da poesia, memorizando- as. Surgiram os historiadores da palavra, conhecidos como grioots. Eels Fixam em suas mentes que passam e histórias de pai para filho, não só sobre uma família física, mas sobre toda uma comunidade.

As raízes e seu tronco
Ao reconhecer-se como um ser de alma religião, cultura e coração, Capaz de valorizar o sagrado, o que haveria de mais sagrado a que dar valor Aqueles que vieram antes de nós, às nossas raízes, à nossa história, aos nossos antepassados ? Este foi o Princípio do resgate de uma identidade Abalada pelos Constantes ataques da máquina da colonização e da exploração. Embora existam muitos exemplares dos cultos aos antepassados, mais um dos significativos, por sua abrangência e manifestações diretas e indiretas no Brasil, é o Culto do Baobá, uma árvore mítica, ancestral. As raízes ancestrais são os já abraçados pela terra, que coexistem e Habitam num plano contiguo ao nosso, ajudando na vida dos que aqui estão, reencarnando para voltar ao seio da família e estar com Aqueles que são do seu sangue. O tronco é formado pelas crianças em crescimento ainda, subindo em direção ao ápice de suas vidas. Os galhos e as folhas são o amadurecimento. Quando uma folha cai, ela retorna à terra para alimentar as raízes e, assim, volta a fazer parte delas. O Baobá é uma árvore da vida, do eterno ciclo de renovação. O mesmo ciclo de renovação que faz renascer uma África, sob os passos MOROSOS dos que ainda andam descalços sobre a terra castigada pela exploração, ou os que levam firmes o negro como um Revalorizar suas origens.




Léopold Sédar Senghor: Suas obras ajudaram um reerguer a cultura do Senegal, e de Outros Países Africanos
Falou-se pela primeira vez em negritude
... em um livro de poemas de Aimé Césaire, de 1938, Cahier d'un retour au pays natal (Memórias de um regresso a minha Terra Natal). A obra estava Intimamente ligada às reivindicações dos estudantes africanos em Paris, nos Princípios da década de 1930, contra a exploração da África ea violência com que a cultura negra nas colônias era banida. O ápice do movimento acontece quando Léopold Sédar Senghor (1906-2001), o primeiro africano a completar o curso na Sorbonne, publica suas obras Exaltando uma identidade negra, mas lamentando o impacto negativo da Cultura Europeia nas tradições africanas. Essas obras marcariam os valores tarde, que mais, ajudariam uma reerguer uma cultura de tantos outros Países Africanos, além do seu próprio Senegal. Dentre estes valores, o mais importante foi um grito de libertação para a cultura, a religiosidade ea espiritualidade: "O homem negro é Essencialmente religioso e cultural, ritual e celebrante, porque para ele existe um ente supremo, o 'sagrado', é que o verdadeiro real. O homem negro é simbólico, porque o seu mundo é o mundo das imagens e do concreto, todas as realidades materiais, visíveis e imediatas são anunciadoras e portadoras de outras realidades. O homem negro é o homem de coração porque, Para além do corpo, da habilidade da força vital, do entendimento e de todas as outras qualidades humanas, é ainda pelo coração que o homem se define, que vale o homem e é julgado, para usar uma categoria de um provérbio africano: o Coração do Homem é o seu rei ".

Antepassados Vínculos
Assim, é essencial falar sobre dois fatores importantíssimos dessa equação: a família ea História. O conceito de família para uma grande parte das comunidades africanas é muito mais diverso do que conhecemos. A família não é um mero laço de sangue direto (pai, mãe, filhos, tios e avós). A família compreende todo o espiritual ambiente cercado de um indivíduo que está e está Baseada na relação de cooperação, de ajuda mútua, de aprendizado. Em algumas comunidades, por exemplo, como um CRIANÇAS NÃO TEM NOME próprio até cerca dos sete anos de idade. E isso não acontece - como alguns pessimistas Tentam provar - Devido às altas Taxas de Mortalidade. E por que o africano considera que, a partir de então, é que a criança começa a Desenvolver sua personalidade. Antes de ser um indivíduo, ele DEVE estar integrado ao ambiente coletivo e espiritual e, mais do que isso, ele não apenas tem uma única mãe: tem as mães espirituais, aquelas que precederam a que hoje estão encarnadas (além de ter todas as mulheres daquela comunidade como sua mãe). A individualidade é um conceito europeu. por isso uma africana convivência social, o respeito pelos mais velhos e pelas tradições é tão mais intenso e presente nas comunidades tribais. A família eo coletivo transcendem uma carne eo mundo físico. Baobá o tal qual, com profundas raízes, mas Cuja copa tenta Alcançar o mais alto do céu. O Baobá é uma fonte da ancestralidade ea história de todos os que estão em suas raízes, tronco, folhas e galhos. Entretanto, é Necessário lembrar que A maioria das línguas africanas não possuía escrita até o contato com o europeu e, mesmo nos dias de hoje, uma grande parte ainda não a Possui. Então, como era guardada uma história? O africano especializou- se em guardar suas histórias por meio da música e da poesia, memorizando- as. Surgiram os historiadores da palavra, os griots conhecidos como. Eels Fixam em suas mentes e as histórias que passam de pai para filho, não só sobre uma família física, mas sobre toda uma comunidade. Histórias de reis e de gente comum, guerras, batalhas, derrotas e vitórias; histórias de migrações, secas e chuvas, de boas colheitas e de estiagem. Os griots Mantêm viva a chama ancestral, eles pois não permitem que Aqueles que viveram antes Sejam da memória perdidos. Eles não apenas guardam histórias. e guardam conhecimentos, justamente por isso, é que se diz que em nenhum momento que um griot morre na África é como se toda uma biblioteca de exemplares únicos fosse queimada. Embora hoje exista o recurso da escrita, mais do que história e conhecimento, o papel do griot diz respeito ao compromisso com o ancestral, o de não Permitir ao jovem, à criança, ao homem e à mulher, que se esqueçam de onde vieram, para ter POSSAM que passos seguros na direção Seguirem em que. Essa segurança, poderia dar algum livro.

* Janaina Azevedo é formada em Linguística e Ciências da religião e trabalha com difusão cultural de assuntos sobre África e afro-brasilidade nestas áreas

Coração




Ataques Cardíacos e Beber Água Tépida






Este é um bom artigo. Não só sobre a água tépida após a sua refeição, mas sobre Ataques Cardíacos Os Chineses e Japoneses bebem chá quente durante as suas refeições, não água fria, talvez desta vez nós adoptemos o seu hábito de bebida enquanto comemos.

A quem gosta de beber água fria, o presente artigo é aplicável. É bom ter um copo de bebida fria após uma refeição. No entanto, a água fria vai solidificar as coisas oleosas que você acabou de consumir. Ela vai abrandar a digestão. Uma vez que esta "mistura" reage com o ácido, ele irá quebrar e ser absorvido pelo intestino mais rápido do que o alimento sólido. Vai desgastar o intestino. Muito em breve, vai transformar-se em gorduras e levar ao câncro. É melhor beber sopa quente ou água tépida após uma refeição.Usuais sintomas de ataque cardíaco ... Uma grave nota sobre ataques cardíacos - Você deve saber que nem em todos os ataques cardíacos o sintoma vai ser o braço esquerdo doer. Estar ciente de intensa dor na linha do maxilar. Você pode nunca ter a primeira dor no peito durante o curso de um ataque cardíaco. Náuseas e intenso suor também são sintomas comuns. 60% das pessoas que têm um ataque cardíaco enquanto estão dormindo, não despertam. A dor no maxilar pode desperta-lo de um bom sono. Vamos ter cuidado e estar cientes. Quanto mais sabemos, melhor a chance de poder sobreviver. Um cardiologista diz que se todos os que lêrem esta mensagem a enviarem para 10 pessoas, você pode ter certeza que vamos salvar pelo menos uma vida. Leia isto e envie a um amigo. Ela poderá salvar uma vida. Então, por favor, seja um verdadeiro amigo e envie este artigo para todos os seus amigos de quem gosta.













--------------------------------------------------------------------------------