Rádio WNews

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Acusados de Matar Brigadiano Estão Presos

Tamanho do texto: A- A+Acusados de matar policial em Jaquirana estão detidos

Os três suspeitos foram presos em Viamão e encaminhados ao presídio central.

Os três suspeitos de terem matado o policial militar Valdecir Cândido Luiz, 40 anos, foram presos no último domingo em Viamão. O policial foi morto na tarde do dia 25 de dezembro de 2009, no centro de Jaquirana.
Na ocasião, durante a abordagem policial, dois homens reagiram e acabaram matando a tiros o policial militar, sendo que em seguida fugiram em um Corsa furtado em Caxias do Sul.
Na fuga, estourou um pneu do automóvel e os criminosos esconderam-se em um mato às margens da RS-110, ainda em Jaquirana. Foi feito grande cerco policial, mas os três suspetiso não foram localizados, reaparecendo dois dias depois na localidade de Princesa dos Campos. Na ocasião assaltaram um casal de aposentados, onde levaram uma caminhonete F-1000 - cabine dupla, cor marrom, aros de alumínio, que ainda não foi localizada.

Os três foram identificados, e a prisão temporária foi solicitada pelo delegado Carlos Alberto Defaveri que também responde pela delegaia de Jaquirana. A prisão foi decretada pela juíza da comarca de Bom Jesus, que entendeu que haviam dezenas de depoimentos convergentes à identificação do trio.

A prisão dos três suspeitos de terem matado o policial foi feita na noite de domingo em Viãmão.
Após receberem informações de que quatro homens haviam abandonado um veículo Renault Mégane, próximo ao posto da PRF em Viamão e terem ingressado em uma residência, uma guarnição da Polícia Militar foi ao local e acabou detende os três assaltantes. Um deles foi ferido com um disparo no braço. Um quarto assaltante foi preso por populares.
Foram apreendidos com eles uma pistola 380 com numeração raspada, dois carregadores e dois revólveres .38.
Os quatro assaltantes foram autuados em flagrante na delegacia de Alvorada e encaminhados ao Presídio Central.

Além do homicídio do policial militar Valdecir Cândido, eles praticaram pelo menos dois roubos em Jaquirana e dois roubos em Caxias do Sul no bairro Esplanada.
Foram presos Édson, 26 anos, de Canoas. Adílson, 39, de esteio e Fábio, 29, de Caxias do Sul. Os três estavam foragidos do sistma semi-aberto desde o dia 23 de dezembro do ano passado. Segundo o deegado Carlos Alberto Defaveri, o inquérito policial será concluído em 30 dias, onde irá solicitar a transformação da prisão temporária em prisão preventiva.



Rádio Fátima AM (Jornalismo), 12/01/2010, 08h06

Vacaria RS Copa Interncional de Categorias de Base




Tamanho do texto: A- A+Vacaria sedia Copa Internacional de Categorias de Base


Jogos estão sendo disputados em três locais(foto:Rádio Fátima) Começa nesta quarta-feira,13, a fase semifinal da Copa Internacional de Categorias de Base de Vacaria. Os jogos estão sendo disputados no estádio Municipal Francisco Guerra, campo do Cristal e do Brasil.
Entre as equipes de Vacaria que estão participando estão o CET Diprima, União Operária, Siesp Grêmio, Glória/Academos e o Cristal.



Rádio Fátima AM (Jornalismo), 12/01/2010, 16h13

Programa dos Direitos Humanos

NOTA
PÚBLICA


PNDH 3 É AVANÇO NA LUTA POR DIREITOS
HUMANOS


 


O Movimento
Nacional de Direitos Humanos (MNDH), rede que reúne cerca de 400 organizações de
direitos humanos de todo o Brasil manifesta publicamente seu REPÚDIO às muitas
inverdades e posições contrárias ao Programa Nacional de Direitos Humano (PNDH
3) e seu APOIO ao PNDH 3 lançado pelo governo federal no dia 21 de dezembro de
2009.


O MNDH entende
que o Programa Nacional de Direitos Humanos 3 (PNDH 3) dá um passo à frente no
sentido de o Estado brasileiro assumir direitos humanos em sua universalidade,
interdependência e indivisibilidade como política pública; expressa avanços na
efetivação dos compromissos constitucionais e internacionais com direitos
humanos e resultou de amplo debate na sociedade e no governo. As reações ao PNDH
estão cheias de motivações conservadoras e mostram que vários setores da
sociedade brasileira ainda se recusam a tomar os direitos humanos como
compromissos efetivos tanto do Estado, quanto da sociedade e de cada pessoa. É
falso o antagonismo que se tenta propor ao dizer que o Programa atenta contra
direitos fundamentais, visto que o que propõe tem guarida constitucional, além
de se constituir no que é básico para uma democracia moderna e que quer a vida
como um valor social e político para todas as pessoas, até porque, a dignidade
da pessoa humana é um dos princípios fundamentais de nossa Constituição e a
promoção de uma sociedade livre, justa e solidária são objetivos de nossa Carta
Política.


Há setores que
estranham que o Programa seja tão abrangente, trate de temas tão diversos.
Ignoram que desde há muito, ao menos desde a Declaração Universal dos Direitos
Humanos, de 1948, direitos humanos é muito mais do que direitos civis e
políticos. Vários Tratados, Pactos e Convenções internacionais articulam o que é
hoje conhecido como o direito internacional dos direitos humanos, que protege
direitos de várias dimensões: civis, políticos, econômicos, sociais, culturais,
ambientais, de solidariedade, dos povos, entre outras. Desconhecem também que o
Brasil, por ter ratificado a maior parte destes instrumentos, é obrigado a
cumpri-los, inclusive por força constitucional, e que está sob avaliação dos
organismos internacionais da ONU e da OEA que, por reiteradas vezes, através de
seus órgãos especializados, emitem recomendações para o Estado brasileiro, entre
as quais, as mais recentes são de maio de 2009 e foram emitidas pelo Comitê de
Direitos Econômicos, Sociais e Culturais da ONU. Aliás, não é novidade esta
ampliação, visto que o Programa Nacional de Direitos Humanos 2 (PNDH II, 2002)
já previa inclusive vários dos temas que agora são reeditados e a primeira
versão do PNDH (1996) foi criticada e revisada exatamente por não contemplar a
amplitude e complexidade que o tema dos direitos humanos exige. Por isso, além
de conhecimento, um pouco de memória histórica é necessária a quem pretende
informar de forma consistente à sociedade.



Em várias das
manifestações e inclusive das abordagens publicadas há claro desconhecimento do
que significa falar de direitos humanos. Talvez por isso é que entre as
recomendações dos organismos internacionais está a necessidade de o Brasil
investir em programas de educação em direitos humanos para que o conhecimento
sobre eles seja ampliado pelos vários agentes sociais. Um dos temas que é
abordado no PNDH 3 e que poderia merecer mais especial atenção.


O PNDH 3
resulta de amplo debate na sociedade brasileira e no governo. Fatos atestam
isso! Durante o ano de 2008 foram realizadas 27 conferências estaduais que foram
coroadas pela realização da 11ª Conferência Nacional de Direitos Humanos, em
dezembro. Durante o ano de 2009, um grupo de trabalho coordenado pela Secretaria
Especial dos Direitos Humanos procurou traduzir as propostas aprovadas pela
Conferência no texto do PNDH 3. O MNDH e suas entidades filiadas, além de outras
centenas de organizações, participaram ativamente deste processo. Outros seis
meses, desde julho, o texto preliminar está disponível na internet para consulta
e opinião. Internamente no governo, o fato de ter sido assinado pela maioria dos
Ministérios – inclusive o Ministério da Agricultura – é expressão inequívoca do
debate e da construção. É claro que, salvas as consultas, o texto publicado
expressa a posição que foi pactuada pelo governo. Nem tudo o que está no PNDH 3
é o que as exigências mais avançadas da agenda popular de luta por direitos
humanos esperam. Contém, sim, propostas polêmicas e, em alguns casos, não bem
formuladas. Todavia, considerando que é um documento programático, ou seja, que
expressa a vontade de realizar ações em várias dimensões, tem força de
orientação da atuação, nos limites constitucionais e da lei, mesmo quando propõe
a necessidade de revisão ou de alterações de algumas legislações. Aliás, é
prerrogativa da sociedade e do poder público propor ações e modificações tanto
de ordem programática quanto legal. Por isso, não deveria ser estranho que
contenha propostas de modificação de algumas legislações. Assim que, alegar
desconhecimento do texto ou mesmo que não foi discutido é uma postura que ignora
o processo realizado. É diferente dizer que se têm divergências em relação a um
ou outro ponto do texto do que dizer que o texto não foi discutido ou que não
esteve disponível para conhecimento público.


 O MNDH entende que as reações publicadas
pela imprensa, vindas, em sua maioria de setores conservadores da sociedade,
devem ser tomadas como expressão de que o PNDH 3 tocou em temas fundamentais e
substantivos que fazem com que caia a máscara anti-democrática destes setores.
Estas posições põem em evidência para toda a sociedade as posturas refratárias
aos direitos humanos, ainda lamentavelmente tão disseminadas e que se manifestam
no racismo que discrimina negros, ciganos, indígenas e outros grupos sociais, no
machismo que mantém a violência contra a mulher, no patriarcalismo que violenta
crianças e adolescentes, no patrimonialismo que quer o Estado a serviço de
interesses e setores privados, no revanchismo de setores militares que insistem
em ocultar a verdade sobre o período da ditadura militar e em inviabilizar a
memória como bem público e direito individual e coletivo, na permanência da
tortura mesmo que condenada pela lei, na impunidade que livra “colarinhos
brancos” e condena “ladrões de margarina”, no apego à propriedade privada sem
que seja cumprida a exigência constitucional de cumpra a função social, na falta
de abertura para a liberdade e a diversidade religiosa que impede o cumprimento
do preceito constitucional da laicidade do Estado, no elitismo que se traduz na
persistência da desigualdade como uma das piores do mundo, enfim, na
criminalização da juventude e da pobreza e na desmoralização e criminalização de
movimentos sociais e de defensores de direitos humanos. 


O MNDH também
repudia a tentativa de politização eleitoral do PNDH 3. O Programa pretende ser
uma política pública de Estado e não de candidato; não pertence a um partido,
mas à sociedade brasileira e, portanto, não cabe torná-lo instrumento de
posicionamentos maniqueístas. Não faz qualquer sentido pretender que o PNDH
tenha pretensões eleitorais ou mesmo que pretenda orientar o próximo governo.
Quem dera que direitos humanos tivessem chegado a tamanha importância política e
fossem capazes de efetivamente ser o 
centro dos compromisso de qualquer candidato e de qualquer
governo.


Assim, o
Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH), reitera sua manifestação,
publicada em nota no último 31/12/2009, na qual disse que “cobra uma posição do
governo brasileiro que seja coerente com os compromissos constitucionais e com
os compromissos internacionais com a promoção e proteção dos direitos humanos. O
momento é decisivo para que o país avance para uma institucionalidade
democrática que efetivamente reconheça e torne os direitos humanos conteúdo
substantivo da vida cotidiana de cada um/a dos/as brasileiros e brasileiras”.
Manifesta seu APOIO ao PNDH 3. Entende que o debate democrático é sempre o
melhor remédio para que a sociedade possa produzir posicionamentos que sejam
sempre mais coerentes e consistentes com os direitos humanos. REJEITA posições e
atitudes oportunistas que, desde seu descompromisso histórico com os direitos
humanos, tentam inviabilizar avanços concretos na agenda que quer a realização
dos direitos humanos na vida de todas e de cada uma das brasileiras e dos
brasileiros.


O MNDH também
manifesta seu apoio ao ministro Paulo Vannuchi e entende que sua permanência à
frente da SEDH neste momento só contribui para reforçar que o PNDH 3 veio para
valer. Entende também que se alguém tem que sair do governo são aqueles
ministros – entre eles Jobim e Stephanes – ou quaisquer outros prepostos que, de
forma oportunista e anti-democrática vêm contribuindo para gerar as reações
negativas e conservadoras ao que está proposto no PNDH 3, inclusive contribuindo
para enfraquecer a posição do governo e do presidente Lula que, corajosamente e
sabedor do conteúdo, assinou o PNDH 3 e o lançou com tão amplo apoio e adesão de
vários ministérios do governo federal, manifestação inequívoca de que o PNDH
3  tem apoio da maioria do governo e
que não serão uns poucos ministros que o derrubarão. 



Em suma, como
organização da sociedade civil, o MNDH está atento e envidará todos os esforços
para que as conquistas democráticas avancem sem qualquer passo
atrás.


 


Brasília, 11 de
janeiro de 2010.


 


Movimento Nacional
de Direitos Humanos (MNDH)


 

Destaque do Dia





Destaques do Dia
[Exibir Imagem]

Yeda Crusius sanciona projeto de lei que dá continuidade à reestruturação do Novo Detran
A Governadora Yeda Crusius, em seu discurso durante o Ato de Assinatura da Sanção do Projeto de Lei nº 286/2009, que estabelece vencimentos básicos dos cargos integrantes do quadro de Pessoal do DETRAN/RS.

Local: Porto Alegre - RS
Data: 11/01/2010
Foto: Jefferson Bernardes / Palácio Piratini
Código: 33070
[Exibir Imagem]

Secretário da Segurança entrega novas viaturas ao CRPO do Vale do Rio Pardo
O secretário da Segurança Pública, Gen.Edson Goularte, durante a entrega de novas viaturas ao Comando Regional de Polícia Ostensiva (CRPO), do Vale do Rio Pardo.

Local: Santa Cruz do Sul - RS
Data: 11/01/2010
Foto: Antonio Paz / Palácio Piratini
Código: 33077
[Exibir Imagem]

Yeda Crusius sanciona projeto de lei que dá continuidade à reestruturação do Novo Detran
A Governadora Yeda Crusius, acompanhada do presidente do DETRAN/RS, Sergio Filomena, durante o Ato de Assinatura da Sanção do Projeto de Lei nº 286/2009, que estabelece vencimentos básicos dos cargos integrantes do quadro de Pessoal da Autarquia.

Local: Porto Alegre - RS
Data: 11/01/2010
Foto: Jefferson Bernardes / Palácio Piratini
Código: 33068
[Exibir Imagem]

Yeda Crusius reúne-se com o secretário da Copa 2014
A Governadora Yeda Crusius em audiência com o Secretario Extraordinário da Copa do Mundo 2014, Paulo Odone.

Local: Porto Alegre - RS
Data: 11/01/2010
Foto: Jefferson Bernardes / Palácio Piratini
Código: 33072
[Exibir Imagem]

Yeda Crusius sanciona projeto de lei que dá continuidade à reestruturação do Novo Detran
O Secretário da Administração e Recursos Humanos, Elói Guimarães, em seu discurso no Ato de Assinatura da Sanção do Projeto de Lei nº 286/2009, que estabelece vencimentos básicos dos cargos integrantes do quadro de Pessoal do DETRAN/RS.

Local: Porto Alegre - RS
Data: 11/01/2010
Foto: Jefferson Bernardes / Palácio Piratini
Código: 33071
[Exibir Imagem]

Entrega de novas viaturas ao CRPO do Vale do Rio Pardo
Entrega de novas viaturas ao Comando Regional de Polícia Ostensiva (CRPO), do Vale do Rio Pardo.

Local: Santa Cruz do Sul - RS
Data: 11/01/2010
Foto: Antonio Paz / Palácio Piratini
Código: 33073
Destaques do Dia
[Exibir Imagem]

Yeda Crusius sanciona projeto de lei que dá continuidade à reestruturação do Novo Detran
A Governadora Yeda Crusius, em seu discurso durante o Ato de Assinatura da Sanção do Projeto de Lei nº 286/2009, que estabelece vencimentos básicos dos cargos integrantes do quadro de Pessoal do DETRAN/RS.

Local: Porto Alegre - RS
Data: 11/01/2010
Foto: Jefferson Bernardes / Palácio Piratini
Código: 33070
[Exibir Imagem]

Secretário da Segurança entrega novas viaturas ao CRPO do Vale do Rio Pardo
O secretário da Segurança Pública, Gen.Edson Goularte, durante a entrega de novas viaturas ao Comando Regional de Polícia Ostensiva (CRPO), do Vale do Rio Pardo.

Local: Santa Cruz do Sul - RS
Data: 11/01/2010
Foto: Antonio Paz / Palácio Piratini
Código: 33077
[Exibir Imagem]

Yeda Crusius sanciona projeto de lei que dá continuidade à reestruturação do Novo Detran
A Governadora Yeda Crusius, acompanhada do presidente do DETRAN/RS, Sergio Filomena, durante o Ato de Assinatura da Sanção do Projeto de Lei nº 286/2009, que estabelece vencimentos básicos dos cargos integrantes do quadro de Pessoal da Autarquia.

Local: Porto Alegre - RS
Data: 11/01/2010
Foto: Jefferson Bernardes / Palácio Piratini
Código: 33068
[Exibir Imagem]

Yeda Crusius reúne-se com o secretário da Copa 2014
A Governadora Yeda Crusius em audiência com o Secretario Extraordinário da Copa do Mundo 2014, Paulo Odone.

Local: Porto Alegre - RS
Data: 11/01/2010
Foto: Jefferson Bernardes / Palácio Piratini
Código: 33072
[Exibir Imagem]

Yeda Crusius sanciona projeto de lei que dá continuidade à reestruturação do Novo Detran
O Secretário da Administração e Recursos Humanos, Elói Guimarães, em seu discurso no Ato de Assinatura da Sanção do Projeto de Lei nº 286/2009, que estabelece vencimentos básicos dos cargos integrantes do quadro de Pessoal do DETRAN/RS.

Local: Porto Alegre - RS
Data: 11/01/2010
Foto: Jefferson Bernardes / Palácio Piratini
Código: 33071
[Exibir Imagem]

Entrega de novas viaturas ao CRPO do Vale do Rio Pardo
Entrega de novas viaturas ao Comando Regional de Polícia Ostensiva (CRPO), do Vale do Rio Pardo.

Local: Santa Cruz do Sul - RS
Data: 11/01/2010
Foto: Antonio Paz / Palácio Piratini
Código: 33073

Viaturas para o Interior

Mais 189 viaturas reforçam a segurança pública no interior do Rio Grande do Sul
11/01/2010 20:38

Nesta segunda-feira (11), às 14h, em frente à sede do Comando Regional de Polícia Ostensiva/Central (CRPO/ Central) em Santa Maria, o governo do Estado, por meio da Secretaria da Segurança Pública e em conjunto com a Brigada Militar (BM), iniciou uma série de entregas de viaturas. Às 17h30min, em Santa Cruz do Sul, houve nova entrega de veículos, no CRPO/Vale do Rio Pardo.

O prefeito de Arroio do Tigre, Marciano Ravanello, elogiou a ação do governo do Estado em promover a segurança e o aparelhamento da Brigada Militar. O secretário de Segurança, Edson Goularte, destacou que o benefício aos municípios somente foi possível graças ao déficit zero promovido pela governadora Yeda Crusius.

Os municípios beneficiados do CRPO/ Central são Faxinal do Soturno, Dona Francisca, Nova Palma, Pinhal Grande, São Martinho da Serra, Toropi, Formigueiro, Itacurubi, Mata e Jaguari. No CRPO/ Vale do Rio Pardo, foram contemplados Vale Verde, Gramado Xavier, Boqueirão do Leão, Vale do Sol, Lagoa Bonita do Sul, Arroio do Tigre, Tunas, Cerro Branco, Santa Cruz do Sul, Paraíso do Sul, Novo Cabrais, Vera Cruz e Rio Pardo.

Nesta terça-feira (12), às 10h e às 15h, haverá entregas em Marques de Souza e Cruz Alta, respectivamente. Em Cruz Alta, o ato será na Avenida General Osório, em frente ao Ginásio Municipal de Esportes. Na quarta-feira (13), às 10h, serão entregues viaturas na sede do 3° Batalhão de Polícia Militar, em Novo Hamburgo.

No total, o lote soma189 unidades, entre carros e motocicletas, para auxiliar no serviço de segurança pública no Rio Grande do Sul. O secretário Goularte e o comandante-geral da BM, João Carlos Trindade, participam das solenidades de entrega em nome do governo do Estado.

Fonte: Site do Estado do RS

Casal Preso

Brigada Militar prende casal com drogas em Viamão
11/01/2010 21:08

Nesta segunda-feira (11), às 14h15min, na Rua Olímpio Laurindo de Oliveira, Vila Elza, em Viamão, após denuncia de tráfico, o efetivo do 18º BPM prendeu um casal e apreendeu 1,010 quilo de crack, 84 pedras da droga embaladas para venda, 1,970 quilo de maconha, 380 gramas da droga dividida para venda, uma balança de precisão, uma faca, um revólver calibre 38, R$ 308,00 em pequenas notas e uma motocicleta Honda.

Fonte:PM5-Imprensa/BM

Preso Suspeito de Morte

Polícia Civil de São Leopoldo prende segundo suspeito da morte de Leonel Bueno da Silva
11/01/2010 21:18

Policiais Civis de São Leopoldo, sob o comando do delegado Delmes Colombo Feiten, prenderam, nesta segunda-feira (11), a prisão de um homem de 22 anos de idade, segundo suspeito da morte de Leonel Bueno da Silva, ocorrida na última sexta-feira (08). Com 26 anos de idade, Leonel foi morto a tiros, na Rua Um, próximo ao nº 245, no Bairro Santa Marta, em São Leopoldo.

Segundo testemunhas, dois jovens que estavam numa motocicleta deram origem aos disparos. Durante a perseguição policial foi preso, em flagrante, um rapaz de 23 anos, que portava um revólver calibre 38, com cinco cartuchos deflagrados. Várias diligências foram realizadas para identificar o segundo envolvido no homicídio, até que, nesta segunda, a Polícia prendeu o suspeito, que foi encaminhado à Penitenciária Estadual do Jacuí.
Fonte: Ascom PC

Polícia Elucida Homícidio

Polícia Civil de Uruguaiana elucida caso de homicídio
11/01/2010 21:25

Agentes da Investigação da DEFREC — Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas —, de Uruguaiana, elucidaram um caso de homicídio, ocorrido na madrugada de 1º de janeiro último. Nesta data, um homem foi morto a pauladas, na Vila Proficar, periferia da cidade, por outros dois homens.

Foram presos como suspeitos dois homens, de 19 e 23 anos. O que, no primeiro momento, aparentava ser um latrocínio, verificou-se ser, no decorrer das investigações, um crime por vingança. A vítima seria amiga de dois suspeitos de um assalto ao pai de um deles, ocorrido na noite de Natal. Ambos já estavam recolhidos na Penitenciária Modulada de Uruguaiana — o mais velho porque cumpre pena em regime fechado e estava com dispensa judicial na noite de Ano Novo e o mais jovem porque foi preso em flagrante na madrugada do último domingo (10) por furto — onde receberam o mandado de prisão preventiva por homicídio.

Fonte: Ascom PC

Traficantes Presos

Polícia Civil prende jovem e apreende adolescente por tráfico de drogas em Porto Alegre
11/01/2010 21:33

Agentes da 4ª DIN — Delegacia de Investigações do Narcotráfico — do Denarc — Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico — prenderam, em flagrante, no final da tarde desta segunda-feira (11) um jovem de 20 anos de idade por tráfico de drogas. Com ele estava um adolescente de 16 anos, que foi apreendido. A dupla estava na Rua Romeu Samorani Ferreira, Bairro Campo Novo, na Capital, com 13 petecas de crack, uma pistola 9mm, municiada com dez cartuchos e R$ 63,00 reais em notas de 2, 5 e 10.

Segundo o delegado Daniel Ordahi, a ação ocorreu durante averiguação de denúncia anônima. O rapaz mais velho fazia segurança do local, enquanto o menor vendia o entorpecente. A pistola estava em poder do maior, o dinheiro e a droga com o adolescente.

O jovem de 20 anos foi autuado por tráfico de drogas, associação ao tráfico, corrupção de menores e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Depois de ouvido foi encaminhado ao Presídio Central. O adolescente foi encaminhado ao Departamento Estadual da Criança e do Adolescente (DECA) para realizar procedimento de apuração de ato infracional.

O Denarc recebe denúncias através do número 0800 518 518.

Fonte: Ascom PC

Cubanos Presos nos Estados Unidos


2.1.10

Queridos amig@s :

me acaban de llegar estas fotos de los tres andinistas que hicieron cumbre en el Aconcagua y desplegaron unas mantas, en castellano e inglés, exigiendo la liberación de "los cinco". Les ruego que les den la mayor difusión posible en la prensa de sus respectivos países.

A continuación va también una breve nota mía sobre el tema, que la pueden publicar si les parece oportuno.

Un fuerte abrazo,

Atilio




“Los 5” en el techo de América

Atilio A. Boron





El 10 de Enero tres jóvenes andinistas argentinos, de la provincia del Neuquén, hicieron cumbre en el Aconcagua, el pico más alto de América que se eleva a 6.959 metros sobre el nivel del mar. Esta verdadera hazaña, realizada por Santiago Vega, conductor radial y televisivo; Aldo Bonavitta, empleado bancario, y Alcides Bonavitta, activista social, tuvo un objetivo político tan claro como noble: expresar la solidaridad del pueblo argentino con la causa de los cinco luchadores antiterroristas cubanos, mantenidos en prisión por el imperio durante once años, en condiciones que ni siquiera se le aplican al más feroz criminal serial de ese país. Condenados, además, mediante juicios absolutamente viciados que torna el encarcelamiento de los cinco una afrenta al debido proceso y el imperio de la ley. Ramón Labañino, Gerardo Hernández, Antonio Guerrero, Fernando González y René González fueron injusta e ilegalmente encarcelados, y su caso constituye un rotundo mentís a la pretendida lucha contra el terrorismo que dice librar Washington.

El caso de “los cinco” revela como pocos los alcances de la putrefacción moral del imperio. Si están presos en Estados Unidos es precisamente por haber luchado contra el terrorismo. En cambio, disfrutan de la libertad terroristas probados y confesos como Orlando Bosch Ávila y Luis Posada Carriles, responsables de la voladura del avión de Cubana de Aviación causante de 73 muertes, habiendo sido el primero de los nombrados beneficiados con un indulto presidencial es porque Washington ampara y protege al terrorismo, como en su momento lo hizo con Osama bin Laden, Saddam Hussein, Videla, Pinochet y la tenebrosa red de mercenarios que en el marco del Plan Cóndor desapareció y torturó a casi medio millón de latinoamericanos.

La reclusión de los héroes antiterroristas cubanos es un escándalo cuya inmoralidad denuncia a los gritos que a Estados Unidos no le interesa en lo más mínimo combatir al terrorismo y que su prédica en este sentido es una monumental hipocresía. Si Barack Obama quiere ser fiel a la memoria de quien en su discurso de Oslo considerara como uno de sus mentores, Martin Luther King, debería indultar a “los cinco” ya mismo y rechazar con firmeza y dignidad la gritería de la mafia terrorista enquistada en las principales agencias y departamentos de los tres poderes del estado norteamericano. Mafia, además, articulada con la derecha radical y los grandes intereses del complejo militar-industrial, opositores intransigentes a cualquier iniciativa medianamente progresista que quisiera poner en práctica quien llegara a la Casa Blanca seduciendo al electorado con sus promesas de cambio y su consigna de “Sí, podemos.”

Si Obama no indulta a los luchadores antiterroristas, como lo exige la comunidad internacional -y lo reclama la bandera que los valientes andinistas neuquinos enarbolaron en la cumbre del Aconcagua-, es porque o bien su integridad moral está carcomida por insanables flaquezas (lo cual es gravísimo para un Premio Nóbel de la Paz ) o porque carece de la audacia y valentía necesarias para enfrentarse con el “gobierno permanente” de Estados Unidos: el fatídico complejo militar-industrial que es quien realmente rige los destinos de ese país haciendo de la tan exaltada democracia norteamericana una burla sangrienta. La insanable degradación moral del imperio y del nuevo elenco gobernante brotó como el pus cuando meses atrás el Departamento de Estado negó la visa de ingreso temporario a Estados Unidos a Adriana Pérez O’ Conor , esposa de Gerardo Hernández Nordelo. En esa farsa legal montada en Miami con el consentimiento de Bill Clinton, de George W.Bush y, ahora, del Premio Nóbel de la Paz , Gerardo fue condenado a dos cadenas perpetuas más quince años de prisión. Como si tamaña monstruosidad penal no fuera suficiente la “justicia” estadounidense le prohibió, a lo largo de once años, la visita de su esposa, algo que no se lo niegan siquiera al peor criminal confinado en sus cárceles. En este infame episodio, digno de figurar como un nuevo capítulo del memorable libro de Jorge Luis Borges, Historia Universal de la Infamia , la actual la Secretaria de Estado Hillary Clinton declaró para justificar lo injustificable que la visita de Adriana “constituye una amenaza a la estabilidad y seguridad nacional de los Estados Unidos”. Pocas expresiones pueden superar a ésta a la hora de demostrar la podredumbre moral del imperio. Ojalá que la proeza de Santiago, Aldo y Alcides en el Aconcagua sirva para que Obama tome conciencia del universal descrédito en que está cayendo por mantener la política de sus predecesores en relación a dos temas clave: el injusto encarcelamiento de “los cinco” y el mantenimiento del criminal bloqueo en contra de Cuba.








Dr. Atilio A. Boron
Director del PLED, Programa Latinoamericano de
Educación a Distancia en Ciencias Sociales
Corrientes 1543 (C 1042 AAB) Buenos Aires, Argentina
Teléfono: (54-11) 5077-8021, 8022 y 8024
http: //www.centrocultural.coop/pled
Visita mi blog http://www.atilioboron.com

Cubanos Presos nos Estados Unidos

2.1.10

Queridos amig@s :

me acaban de llegar estas fotos de los tres andinistas que hicieron cumbre en el Aconcagua y desplegaron unas mantas, en castellano e inglés, exigiendo la liberación de "los cinco". Les ruego que les den la mayor difusión posible en la prensa de sus respectivos países.

A continuación va también una breve nota mía sobre el tema, que la pueden publicar si les parece oportuno.

Un fuerte abrazo,

Atilio




“Los 5” en el techo de América

Atilio A. Boron





El 10 de Enero tres jóvenes andinistas argentinos, de la provincia del Neuquén, hicieron cumbre en el Aconcagua, el pico más alto de América que se eleva a 6.959 metros sobre el nivel del mar. Esta verdadera hazaña, realizada por Santiago Vega, conductor radial y televisivo; Aldo Bonavitta, empleado bancario, y Alcides Bonavitta, activista social, tuvo un objetivo político tan claro como noble: expresar la solidaridad del pueblo argentino con la causa de los cinco luchadores antiterroristas cubanos, mantenidos en prisión por el imperio durante once años, en condiciones que ni siquiera se le aplican al más feroz criminal serial de ese país. Condenados, además, mediante juicios absolutamente viciados que torna el encarcelamiento de los cinco una afrenta al debido proceso y el imperio de la ley. Ramón Labañino, Gerardo Hernández, Antonio Guerrero, Fernando González y René González fueron injusta e ilegalmente encarcelados, y su caso constituye un rotundo mentís a la pretendida lucha contra el terrorismo que dice librar Washington.

El caso de “los cinco” revela como pocos los alcances de la putrefacción moral del imperio. Si están presos en Estados Unidos es precisamente por haber luchado contra el terrorismo. En cambio, disfrutan de la libertad terroristas probados y confesos como Orlando Bosch Ávila y Luis Posada Carriles, responsables de la voladura del avión de Cubana de Aviación causante de 73 muertes, habiendo sido el primero de los nombrados beneficiados con un indulto presidencial es porque Washington ampara y protege al terrorismo, como en su momento lo hizo con Osama bin Laden, Saddam Hussein, Videla, Pinochet y la tenebrosa red de mercenarios que en el marco del Plan Cóndor desapareció y torturó a casi medio millón de latinoamericanos.

La reclusión de los héroes antiterroristas cubanos es un escándalo cuya inmoralidad denuncia a los gritos que a Estados Unidos no le interesa en lo más mínimo combatir al terrorismo y que su prédica en este sentido es una monumental hipocresía. Si Barack Obama quiere ser fiel a la memoria de quien en su discurso de Oslo considerara como uno de sus mentores, Martin Luther King, debería indultar a “los cinco” ya mismo y rechazar con firmeza y dignidad la gritería de la mafia terrorista enquistada en las principales agencias y departamentos de los tres poderes del estado norteamericano. Mafia, además, articulada con la derecha radical y los grandes intereses del complejo militar-industrial, opositores intransigentes a cualquier iniciativa medianamente progresista que quisiera poner en práctica quien llegara a la Casa Blanca seduciendo al electorado con sus promesas de cambio y su consigna de “Sí, podemos.”

Si Obama no indulta a los luchadores antiterroristas, como lo exige la comunidad internacional -y lo reclama la bandera que los valientes andinistas neuquinos enarbolaron en la cumbre del Aconcagua-, es porque o bien su integridad moral está carcomida por insanables flaquezas (lo cual es gravísimo para un Premio Nóbel de la Paz ) o porque carece de la audacia y valentía necesarias para enfrentarse con el “gobierno permanente” de Estados Unidos: el fatídico complejo militar-industrial que es quien realmente rige los destinos de ese país haciendo de la tan exaltada democracia norteamericana una burla sangrienta. La insanable degradación moral del imperio y del nuevo elenco gobernante brotó como el pus cuando meses atrás el Departamento de Estado negó la visa de ingreso temporario a Estados Unidos a Adriana Pérez O’ Conor , esposa de Gerardo Hernández Nordelo. En esa farsa legal montada en Miami con el consentimiento de Bill Clinton, de George W.Bush y, ahora, del Premio Nóbel de la Paz , Gerardo fue condenado a dos cadenas perpetuas más quince años de prisión. Como si tamaña monstruosidad penal no fuera suficiente la “justicia” estadounidense le prohibió, a lo largo de once años, la visita de su esposa, algo que no se lo niegan siquiera al peor criminal confinado en sus cárceles. En este infame episodio, digno de figurar como un nuevo capítulo del memorable libro de Jorge Luis Borges, Historia Universal de la Infamia , la actual la Secretaria de Estado Hillary Clinton declaró para justificar lo injustificable que la visita de Adriana “constituye una amenaza a la estabilidad y seguridad nacional de los Estados Unidos”. Pocas expresiones pueden superar a ésta a la hora de demostrar la podredumbre moral del imperio. Ojalá que la proeza de Santiago, Aldo y Alcides en el Aconcagua sirva para que Obama tome conciencia del universal descrédito en que está cayendo por mantener la política de sus predecesores en relación a dos temas clave: el injusto encarcelamiento de “los cinco” y el mantenimiento del criminal bloqueo en contra de Cuba.








Dr. Atilio A. Boron
Director del PLED, Programa Latinoamericano de
Educación a Distancia en Ciencias Sociales
Corrientes 1543 (C 1042 AAB) Buenos Aires, Argentina
Teléfono: (54-11) 5077-8021, 8022 y 8024
http: //www.centrocultural.coop/pled
Visita mi blog http://www.atilioboron.com

Segurança Agride Cliente em Supermercado em Vacaria RS

* Segundo informações o Super Mercado do centro da cidade de Vacaria RS continua através de uma empresa de segurança particular agredindo pessoas no ambiente do estabelecimento comercial. O gerente do Supermercado segundo informações é de Porto Alegre com certeza se lá ele fizesse isso estaria morto ou respondendo um processo criminal e civel por danos morais e seria colocado na rua da rede de Supermercado. Segundo outra informação recebida o segurança agressor recebeu um prêmio do Supermercado foi contrato para trabalhar no estoque da empresa. Mas aqui em Vacaria parece que acontece coisas estranhas.
Paulo Furtado
Editor

Copa Internacional de Futebol Vacaria RS


Inscrições: (ficha de inscrição)


Informações Adicionais:
I N F O R M A Ç Õ E S C O M P L E M E N T A R E S
- Socorro Médico: Todo atendimento a atletas será prestado via (SUS).A Organização, não se responsabiliza por qualquer despesa.
- Atestado Médico: O atestado médico do atleta é de responsabilidade de cada equipe.
- Transporte: Será de responsabilidade de cada delegação, tanto o transporte interno quanto externo.
Muitas cidades possuem campos na área rural do município.
- Documentação: RG Original ou Passaporte Original do país de origem do atleta.
-Não serão devolvidos valores pagos para equipes que desistirem da participação, qualquer que seja o motivo.
- Atletas inscritos: Cada categoria poderá inscrever até 24 pessoas, sendo no MÁXIMO 20 atletas, 3 dirigentes e 1 guarda. Exemplo: 20 atletas e 3 dirigentes e 1 guarda ou 18 atletas e 5 dirigentes e 1 guarda.
- Toda equipe deverá trazer um guarda.
Local: Vacaria-RS

Data: de 09/01/2010 a 16/01/2010

Categorias: 93- 94- 95/96- 97- 98/99

Descrição:
V A L O R E S P O R C A T E G O R I A
ATÉ DIA 30/10/2009 R$ 1.390,00 REAIS POR CATEGORIA
APÓS DIA 30/11/2009 R$ 1.490,00 REAIS POR CATEGORIA
As equipes participantes dos torneios de JULHO de 2009 ganharão um BONUS de R$ 100,00 nas inscrições dos torneios de JANEIRO.
Para confirmar sua inscrição terá que fazer um depósito simbólico de 20% por categoria participante.
- Contas: Bradesco: Agência nº 1082-0 / Conta corrente nº 41941-9
Banco do Brasil: Agência nº 3284-0 / Conta corrente nº 7267-2
Obs: não aceitamos cheques
Incluso:
- Alimentação: Três refeições diárias (Café, almoço e jantar). Os participantes deverão trazer pratos, talheres e copos.
- Alojamento: Será em salas de aulas, clubes, ginásio ou entidades. Os participantes deverão trazer colchões, roupas de cama e objetos de uso e higiene pessoal.
- Arbitragem: Os valores com as taxas de arbitragem já estão inclusas.
- Organização: Os valores com a organização também estão inclusos no valor.


Equipes inscritas Vencedores Fotos Arquivos
ACADEMIA DEPORTIVA HERNAN GUZMAN
ARAÇA ESPORTE CLUBE -RS
C.T. PELÉ BARCELONA -SAPIRANGA -RS
CANELLITAS- CHILE
CIRESNORTE - ARGENTINA
CLUBE DO COMERCIO -RS
COBRELOA- CHILE "PROFISSIONAL"
Cristal e Glória Academos-RS
CT CARECA -RS
CT GREMIO MOSQUITEIRO -RS
Diprima e Clube do Comércio-RS
EC JUVENTUDE-RS "PROFISSIONAL"
ESCOLINHA DE FUTEBOL LULA JUVENTOS -RS
ESPORTE CLUBE 2014-RS
FERNANDINA DE ESCUELA FUTEBOL -PY
FORÇA AERIA -PY
GENOMA IJU- RS
GLÓRIA ACADEMOS -RS
NIKKEY -PY
S.C PRÓ-EUROPA -POA - RS
SELEÇÃO SÃO BERNARDO -CHILE
SIESP- GRÊMIO VACARIA -RS
UNIÃO OPERARIO -RS
UNION ESPONHOLA - CHILE
UNION FUSION - CHILE
Fotos não disponíveis Clique para abrir













DOM BOSCO PROMOTION
Rua Joaquim Mendes Sobrinho, 73 - Vila Progresso - Cep: 87080-025 - Maringá - Paraná - Fone/Fax: (44)3224-7081
Copyright Dom Bosco Promotion. Todos os direitos reservados. Email: domboscopromotion@uol.com.br

Campeonato Internacional de Futebol em Vacaria RS


Cultura


III Copa Internacional de Vacaria - Categorias de Base

De 09 à 17 de Janeiro de 2010.

Categorias:
99 - 98
97
96 - 95
94
93

Informações e ficha de inscrição:
www.domboscopromotion.com/competicoes.php?id=31