Rádio WNews

quarta-feira, 16 de junho de 2010

SAMU em Vacaria

SAMU passa por uma avaliação dos operadores e usuários do serviço

O atendimento vem sendo realizado há três meses

Em três meses de operação o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência(SAMU) de Vacaria já prestou 395 atendimentos até esta segunda-feira,14/06. Dentre as ocorrências pelo menos 24 mulheres já em trabalho de parto.
Devido ao grande número de reclamações dos usuários, principalmente, a série de perguntas que é feita pelo atendente da chamada, foi realizada nesta segunda-feira uma reunião envolvendo a coordenação do serviço, integrantes do conselho municipal de saúde, da prefeitura de Vacaria, e também da direção do Hospital Nossa Senhora de Oliveira.
O presidente do conselho Reinaldo Tessaro confirma as reclamações.

O coordenador regional de saúde Eduardo Iotti explicou que o protocolo de atendimento aos casos que são atendidos pelo SAMU obedece a uma norma internacional.

Em relação as operadoras de telefone móvel que não dispõem do serviço de atendimento do SAMU Eduardo Iotti destaca que o problema é verificado em todos a região e que a Anatel já fui comunicada.
Segundo ele até dia 18 a situação deverá estar normalizada.

A secretária municipal de saúde Angelita Hermann destaca que esses três meses iniciais do serviço servem para uma análise de que como está o atendimento e que medidas podem ser adotadas.

O grupo deverá se reunir em um prazo de 90 dias para novamente avaliar como está o atendimento do SAMU em Vacaria.


Tags: SAMU, saúde, hospital, Anatel

Rádio Fátima AM (Jornalismo), 14/06/2010, 16h59

Brigada Trabalha na Frente das Escolas em Vacaria RS

Brigada intensifica trabalhos nas proximidades das escolas

As pessoas que permanecerem por um longo período paradas em frente as escolas serão cadastradas.

A partir dessa terça-feira 15/06 a Brigada Militar está cadastrando as pessoas que permanecerem por um longo período paradas em frente as escolas. O Comandante da Primeira Companhia, Capitão Alecsandro Famoso fala que o objetivo é identificar as pessoas para posteriormente serem responsabilizados caso venham se envolver com algum delito nas imediações dos colégios.

Ele destaca com a ronda da patrulha escolar já se pode perceber uma redução nos delitos, Capitão Famoso destaca ainda que o estudo para a implantação das saídas alternadas está pronto, e em breve será apresentado ao professores.

O Presidente do Conselho Escolar de Segurança do Município Aladim Garcia de Freitas acredita que o cadastramento dos desocupados que permanecessem por longos períodos enfrentes aos colégios vai contribuir com a segurança da comunidade escolar.

A Primeira Companhia da Brigada Militar também está retomando
as operações especiais principalmente nos finais de semana com o pelotão de choque.


Tags: Escolas, Cadastramento, Segurança, Ronda Escolar, Vacaria

Rádio Fátima AM (Produção), 15/06/2010, 09h25

Prefeitura Realiza Obras em Vacaria RS

Prefeitura realiza obras para evitar alagamentos

Foram investidos cerca de 80 mil reais nas três frentes de trabalho.


Obras próximo ao novo Fórum(Fonte: Rádio Fátima) A Secretaria de Obras está concluindo os serviços que tenta solucionar três problemas de alagamentos. Na rua Cristovão Colombo esquina com a rua Campos Sales, bairro Glória, foram colocados 200 tubos de 60 centímetros de diâmetro.

A Obra vai solucionar os constantes alagamentos que vinham ocorrendo especialmente nas proximidades da clinica da Unimed. Já na rua Vila Lobos esquina com a Rua Antonio Ribeiro Branco estão sendo colocados 500 tubos de um metro e meio de diâmetro em fila dupla para a solução dos alagamentos na rua Borges de Medeiros próximo a ponte do Rio Carazinho nas proximidades do novo Prédio do Fórum.

Na rua São Manoel Bairro Kenedy os serviços estão em fase de conclusão. Administração municipal está investindo em torno de 80 mil reais para solucionar os três problemas de alagamentos.


Tags: Obras, Alagamentos, Vacaria

Rádio Fátima AM (Produção), 16/06/2010, 08h14

Semana de Prevenção ao Uso de Drogas em Vacaria

Policia Civil participa da Semana de Prevenção ao Uso de Drogas em Vacaria
15/06/2010 11:12


A Polícia Civil de Vacaria, através da 25ª Região Policial, e o Conselho Municipal Antidrogas realizam entre os dias 21 e 27 de junho, a Semana de Prevenção ao Uso de Drogas. O evento contará com a palestra “O Crack e a prevenção sobre as demais drogas”, no dia 25, às 20 horas, na Câmara Municipal de Vereadores de Vacaria. A palestra será ministrada pelo diretor da Divisão de Prevenção e Educação, do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico, delegado de Polícia Roberto Leite Pimentel.

Fonte: Ascom/ PC

Delegacia da Mulher

Delegacia para a Mulher da Capital registra mais de cinco mil ocorrências neste ano
15/06/2010 11:57


A Polícia Civil gaúcha, por meio da Delegacia para a Mulher de Porto Alegre (DM), contabiliza, de janeiro ao final do mês de maio deste ano, mais de 5 mil ocorrências policiais.

Coordenados pela delegada Tatiana Barreira Bastos, os servidores registraram delitos de todos os tipos. Entre os mais comuns estão ameaça, lesão corporal, crimes contra a honra (injúria, calúnia e difamação) e contravenções penais (perturbação de tranquilidade e vias de fatos).

Durante o ano de 2007, um total de 9.399 ocorrências policiais havia sido registrado, enquanto que no ano de 2008 houve um aumento significativo, para 13.099. Conforme o levantamento, a média de ocorrências realizadas em 2009 chegou a mais de 40 por dia.

Fonte: Ascom PC

Gols Brasil 2x1 Coréia do Norte- Dia 15/06/2010- Copa 2010

Gols Itália 1x1 Paraguai- Copa do Mundo 2010

Dunga Comemora


Dunga comemora, mas admite falhas
Treinador concordou que a atuação do Brasil no primeiro tempo deixou a desejar, mas elogiou o desempenho nos 45 minutos finais

Para o técnico, a estreia em uma Copa do Mundo é sempre um dos jogos mais difíceis, já que existe uma ansiedade maior por parte dos jogadores depois do período de preparação
Crédito: FABRICE COFFRINI / afp / cp
Para o técnico, a estreia em uma Copa do Mundo é sempre um dos jogos mais difíceis, já que existe uma ansiedade maior por parte dos jogadores depois do período de preparação
Crédito: FABRICE COFFRINI / afp / cp


Assim que a Seleção Brasileira entrou em campo e as câmeras focalizaram o técnico Dunga, a expressão de nervosismo estava estampada no rosto do treinador. A estreia em Copas como treinador foi mais difícil do que ele esperava. O gaúcho vibrou muito gol com os dois gols no segundo tempo e admitiu, em sua entrevista coletiva, que o desempenho do Brasil na primeira etapa deixou a desejar.

"Nos primeiros 45 minutos não tivemos mecanismo de jogo, erramos muitos passes", avalia. Questionado a respeito do futebol eficiente que a Seleção Brasileira vem apresentando em detrimento do futebol arte, Dunga afirmou que trata-se de uma tendência. "Todas as seleções que vieram para a Copa do Mundo têm que jogar com eficiência, ter qualidade para atacar e defender. A Alemanha é a única até agora que fez um placar mais dilatado. Mas nós também fizemos um bom jogo, principalmente no segundo tempo", comenta o treinador.

Aliviado com a vitória, Dunga ressalta a importância de vencer na estreia. "O primeiro jogo é sempre um dos mais difíceis em uma Copa do Mundo. Existe toda uma ansiedade para entrar em campo após o longo período de preparação", lembra.

A fraca atuação no primeiro tempo não fez com que o treinador alterasse a equipe na volta para a segunda etapa. As alterações só foram realizadas quando o Brasil já vencia o jogo por 2 a 0. E Dunga explica o que pretendia colocando Daniel Alves, Ramires e Nilmar. "O Daniel tem características parecidas com o Elano. O Ramires entrou para dar maior dinâmica ao time e o Nilmar é um jogador de velocidade. Poderíamos ter feito o terceiro gol, mas infelizmente acabamos tomando, é do futebol, acontece", diz ele.

Dunga concedeu uma entrevista curta, e em uma das respostas não escondeu a insatisfação com o gol da Coreia do Norte, o adversário em tese mais fraco do Grupo G. "Não estou muito feliz (com o gol tomado). Mas no segundo tempo eu acho que a equipe teve velocidade e boa troca de passes", acrescentou.

E depois da estreia, nada de folga para os jogadores. Hoje, o grupo volta a treinar em Johanesburgo. Sem nenhum atleta no departamento médico, Dunga deve repetir o mesmo time no confronto contra a Costa do Marfim, no próximo domingo. O técnico espera que os marfinenses saiam mais para o jogo, ao contrário do que fizeram os norte-coreanos. "Quando se encontra uma seleção que também te ataca, você cria espaços. A movimentação da Coreia para fechar os espaços era quase perfeita. Nesse tipo de jogo tem que ter paciência, ser persistente. A gente quer sempre mais, todos querem mais, não podemos nos contentar com o que passou", finalizou o treinador da Seleção Brasileira.








--------------------------------------------------------------------------------

ESPORTES > esportes@correiodopovo.com.br

Corretor de Seguros

Está tramitando na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei número 149/2010, que obriga bancos, lojas e estabelecimentos que comercializem seguros, a manterem em seus quadros corretores de seguros, reconhecidos pela SUSEP- Superintendência de Seguros Privados . O PL depois de receber emendas, está na Comissão de Constituição e Justiça para receber Parecer.


Clique aqui e conheça o projeto e a justificativa




As últimas do www.twitter.com/franciscoappio



SERRA sem vice, YEDA sem vice. Os tucanos precisam resolver logo esta questão, para metade do Rio Grande entrar na campanha sucessória.
SEMANA decisiva para a FASE e as crianças de rua de Porto Alegre. Votação prevista para quarta-feira 16 (Assembleia Legislativa). Passará.
CARLOS RIGOTTI (artista plástico) festejado pelos seus 80 anos. Neste domingo, no Atelier Livre de Vacaria, por conta da Daniela Caieron.
PARECER FAVORÁVEL será lido e votado no dia 22 de junho. Se ninguém pedir vista.
QUEIMADA É OUTRA COISA. Conheça os estudos científicos da UCS, na publicação digitalizada em www.appio.com.br
QUEIMA-DE-CAMPO ou "sapecada" è necessária nos Campos de Cima da Serra (estudos científicos), não afeta florestas e tem normas de precaução.
PROJETO DE LEI DA FASE. A retirada de quorum foi bem articulada, mas mal executada.



Deputado Estadual Francisco Appio - www.appio.com.br

A Ludas Mulheres

Sábado Resistente
19 de Junho de 2010, das 14h às 17h30

Memorial da Resistência de São Paulo – Largo General Osório, 66 – Luz

A LUTA DAS MULHERES POR DEMOCRACIA E LIBERDADE

As décadas de 1960 e 1970, no mundo inteiro, foram marcadas por importantes avanços na luta por direitos e pela libertação das mulheres de todas as opressões que historicamente elas foram (e ainda são) submetidas.

No Brasil, durante tal período, além de terem também que se defrontarem com a Ditadura Civil-Militar – contra a qual muitas, de diversas origens e idades, se engajaram ativamente -, por todas estas razões o período constituiu um marco para o movimento de mulheres, com suas vertentes de movimento feminista, grupos de mulheres pela redemocratização do país e pela melhoria nas condições de vida e de trabalho da população brasileira. Em 1975, por exemplo, comemorou-se, em todo o planeta, o Ano Internacional da Mulher e realizou-se a I Conferência Mundial da Mulher, promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU), instituindo-se a Década da Mulher. Na segunda metade desta década, no Brasil, formou-se o Centro de Informação da Mulher (CIM), importante iniciativa para o fortalecimento da formação crítica do ativismo das mulheres.

Em fins dos anos setenta e durante a década de oitenta, o movimento se ampliou e se diversificou, participando da formação dos partidos políticos, sindicatos e associações comunitárias por todo o país. Com a acumulação de discussões, formações e de lutas diretas, o Estado Brasileiro e os governos estaduais e federal passaram a reconhecer a especificidade da condição feminina, acolhendo propostas do movimento na Constituição Federal e na elaboração de políticas públicas voltadas para o enfrentamento e superação das privações, discriminações e opressões vivenciadas pelas mulheres. Muitas questões e muitos desafios, no entanto, ainda permanecem por serem enfrentados, e a cada ano se atualizam. Este Sábado Resistente buscará refletir e discutir sobre estas questões.

Durante a atividade será distribuído o livro “LUTA: SUBSTANTIVO FEMININO” (SEDH, Brasília, 2010).

Haverá ainda uma Homenagem Especial à Madre Cristina, fundadora do Instituto Sedes Sapientiae


14h - Boas-Vindas - KATIA FELIPPINI – Museóloga - Memorial da Resistência de São Paulo

14h15 – Apresentação/Coordenação – RITA SIPAHI – Advogada, militante social desde a resistência contra a Ditadura Civil-Militar brasileira, atualmente é Conselheira da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça

14h30 – DEBATE: “A LUTA DAS MULHERES POR DEMOCRACIA E LIBERDADE”

NALU FARIA – Psicóloga, militante feminista, é coordenadora geral da Sempreviva Organização Feminista (SOF) e integrante da Secretaria Nacional da Marcha Mundial das Mulheres no Brasil

VERA SOARES – Física, pós-graduada em Educação e Economia; pesquisadora e militante feminista, Conselheira do Conselho Científico do Núcleo de Estudos da Mulher e Relações Sociais de Gênero - NEMGE da USP

17h– HOMENAGEM PÓSTUMA À MADRE CRISTINA pelo seu papel na resistência à Ditadura


Os Sábados Resistentes são promovidos pelo Núcleo de Preservação da Memória Política do Fórum dos Ex-Presos e Perseguidos Políticos de São Paulo e pelo Memorial da Resistência de São Paulo. Trata-se de um espaço de discussão entre militantes de diversas causas, de ontem e de hoje, pesquisadores, estudantes e interessados em geral no debate sobre temas ligados às lutas contra a repressão, em especial à resistência ao regime civil-militar implantado com o golpe de Estado de 1964. Os Sábados têm como objetivo central estimular a discussão e o aprofundamento dos conceitos de Liberdade, Igualdade e Democracia, fundamentais ao Ser Humano em busca de sua libertação.













-----Anexo incorporado-----


_______________________________________________
Cartaoberro mailing list
Cartaoberro@serverlinux.revistaoberro.com.br
http://serverlinux.revistaoberro.com.br/mailman/listinfo/cartaoberro

Valeu o Resultado


Valeu pelo resultado
Seleção Brasileira não encanta na estreia, mas vitória por 2 a 1 sobre a Coreia do Norte garante pelo menos a liderança isolada do Grupo G



Crédito: VALERY HACHE / AFP / CP


Sem apresentar um futebol brilhante - longe disso - a Seleção Brasileira jogou apenas o suficiente para derrotar a Coreia do Norte por 2 a 1, ontem, em sua estreia na Copa do Mundo. Burocrático e pouco criativo no primeiro tempo, o time brasileiro subiu de produção na segunda etapa e fez dois gols com certa naturalidade. Mas houve tempo para um início de sufoco depois do gol dos norte-coreanos nos minutos finais. A vitória garante o Brasil como líder isolado do Grupo G. O próximo adversário é Costa do Marfim, domingo.

A Seleção começou a partida em ritmo lento no estádio Ellis Park, em Johanesburgo. Com Kaká pouco inspirado, a equipe tinha dificuldades de criar oportunidades de gol. Robinho era o mais interessado e participava da maioria das jogadas ofensivas. Aos 6 minutos, ele recebeu na entrada da área e arriscou, mas a bola passou à esquerda do gol. Bem marcado e visivelmente abaixo da condição física ideal, Luís Fabiano não repetiu as boas atuações que o levaram à titularidade.

Aos 20 minutos, Robinho recebeu dentro da área, girou sobre a marcação e chutou fraco. Os coreanos pouco ameaçaram e Júlio César praticamente não trabalhou nos primeiros 45 minutos. Em contrapartida, o sistema defensivo da Coreia do Norte funcionou muito bem. Aos 33 minutos, Michel Bastos finalizou de fora da área com um chute forte que passou próximo ao travessão do gol defendido por Myonge Guk.

No único lance de perigo por parte dos coreanos, Tae Se fez jogada individual pela direita e chutou para firme defesa do goleiro brasileiro.

A postura da Seleção Brasileira mudou na segunda etapa. E a mudança se deu, principalmente, pela maior participação de Kaká. O meia se movimentou mais, deu opção para os companheiros e passou a criar boas jogadas. O avanço dos laterais também se tornou mais intenso. E foi com Maicon que o Brasil chegou ao gol. Aos 10 minutos, o lateral-direito, em velocidade, recebeu de Elano e, quando o cruzamento parecia a saída mais óbvia, chutou direto para o gol, sem ângulo: 1 a 0. Foi o primeiro gol brasileiro na Copa da África do Sul, justamente pelos pés de um gaúcho - Maicon é natural de Novo Hamburgo. O goleiro da Coreia achou que o brasileiro iria cruzar e a bola passou entre ele e a trave. Na véspera da estreia, Maicon, que chorou na comemoração, havia declarado: "Fazer gol é para os atacantes, mas seria um sonho marcar um na Copa". Aos 18, Luís Fabiano teve sua primeira e única chance de marcar. O centroavante recebeu de Robinho dentro da área, driblou um zagueiro e chutou para fora.

Mais animado em campo, o Brasil voltou a balançar as redes aos 26. Robinho deu um belo passe para Elano na direita, o meia avançou, invadiu a área e tocou na saída do goleiro, no canto direito, 2 a 0.

Nilmar, que substituiu Luís Fabiano, quase marcou o terceiro em duas oportunidades. Em uma delas, se livrou de dois marcadores e finalizou forte, o goleiro segurou firme, no meio do gol. Aos 43, Yun Nam, com um chute no canto direito, descontou para a Coreia, 2 a 1.

Brasil 2 x 1 Coreia do Norte

Brasil: Júlio César; Maicon, Lúcio, Juan e Michel Bastos; Gilberto SIlva, Felipe Melo (Ramires), Elano (Daniel Alves) e Kaká (Nilmar); Robinho e Luís Fabiano. Técnico: Dunga.


Coreia do Norte: Myonge Guk; Jong Hyok, Chol Jin, Jun Il, Nam Chol e Kwang Chon; In Guk (Kum Il), Yun Nam, Yong Jo e Yong Hak; Tae Se. Técnico: Kim Jong Hun.


Árbitro: Viktor Kassai (Hungria).


Gols: Maicon (10'' do 2 tempo), Elano (26'' do 2 tempo) e Yun Nam (43'' do 2 tempo).









--------------------------------------------------------------------------------

ESPORTES > esportes@correiodopovo.com.br

Brasil Estréia Mal no Caminho da Hexa


A porta está aberta
Caminhada do Hexa começa com 2 a 1 contra a Coreia do Norte

Passe excelente de Robinho e Elano faz o 2º gol, aquele que garantiu a vitória na estreia na Copa, e sai para 'agradecer aos céus'
Crédito: CHRISTOPHE SIMON / afp / cp
Passe excelente de Robinho e Elano faz o 2º gol, aquele que garantiu a vitória na estreia na Copa, e sai para 'agradecer aos céus'
Crédito: CHRISTOPHE SIMON / afp / cp


O jogo não foi brilhante, o Brasil não fez uma exibição de encher os olhos de satisfação dos torcedores e de alimentar grandes esperanças, mas venceu por 2 a 1, superando a retranca e a muralha montada pela Coreia do Norte. Os gols só surgiram no segundo tempo. O primeiro gol brasileiro da caminhada rumo ao Hexa foi do gaúcho Maicon, lateral-direito que joga na Internazionale de Milão. E o segundo foi de Elano, ex-Santos e atualmente no Manchester City da Inglaterra. A Coreia do Norte reagiu no final, fez um gol e tentou o empate, mas o Brasil, bem postado, não permitiu que a sua "vida" ficasse complicada.

O próximo jogo é no domingo contra Costa do Marfim, também em Johanesburgo. O time africano empatou ontem com Portugal em 0 a 0, também pelo grupo brasileiro. O técnico Dunga ficou satisfeito com o resultado na estreia na Copa, mas admitiu que a Seleção Brasileira pode render mais do que mostrou na apertada vitória no estádio Ellis Park. "Estou satisfeito pela vitória, mas a gente quer sempre mais, nunca se contenta", explicou o treinador. Dunga lembrou também que a estreia é sempre difícil. "Tem a ansiedade e o nervosismo e, para completar, o adversário era uma muralha."








--------------------------------------------------------------------------------

CAPA > correio@correiodopovo.com.br

Movimento Negro Brasileiro

Brasil, 15 de Junho de 2010.

Ao
Senado da Republica do Brasil, aos Senadores Brasileiros e ao Povo Brasileiro

A propósito, da possibilidade de entrada em pauta e da votação do Estatuto da Igualdade Racial no Senado Federal, as entidades do Movimento Negro vêem conclamar os senhores Senadores a retirarem de pauta o referido projeto.

A compreensão de grande parte do Movimento Negro brasileiro é que a atual versão, proposta pelo senador Demóstenes Torres, vai contra tudo o que estava como premissa básica do cerne original da proposta. Ao não reconhecer o racismo como advindo de um processo de escravização e violação da liberdade de vários povos africanos; ao não reconhecer a dívida histórica do país com sua população negra; ao não permitir sequer que medidas compensatórias e/ou afirmativas sejam colocadas como vitais para reparar todas as desigualdades oriundas do racismo brasileiro; compreendemos que o Estatuto cumpriu seu papel de suscitar debate mas, ao mesmo tempo, esgota-se e torna-se inútil à medida em que o que se quer votar não corresponde em nada à proposta original.

Assim, nós entidades nacionais do Movimento Negro, reivindicamos aos Senhores Senadores a retirada em definitivo do referido projeto de pauta, de modo que os movimentos e a população negra possam retomar e recuperar as propostas originais do projeto, em uma outra legislatura.

Assinam
1. Movimento Negro Unificado
2. Coletivo de Entidades Negras CEN
3. Circulo Palmarino
4. Fórum Nacional de Juventude Negra
5. Associação de Comunidades Remanescente de Quilombos do Estado Rio de Janeiro - ACQUILERJ/CONAQ
6. Conselho Estadual de Comunidades Quilombolas da Bahia - BA
7. Federação Estadual das Comunidades Quilombolas de Minas Gerais - N'GOLO/CONAQ
8. Coordenação Estadual das Comunidades Negras e Quilombolas da
Paraíba - CECNEQ/CONAQ
9. ARQPEDRA - Associação da Comunidade Remanescente do Quilombo Pedra do Sal
10. ARQIMAR - Associação Remanescente do Quilombo da Ilha de Marambaia
11. ARQBC - Associação dos Remanescentes de Quilombo de Botafogo-Caveira
12. ACQS - Associação da Comunidade do Quilombo Sacopã - RJ
13. Associação dos Remanescente do Quilombo da Rasa - RJ
14. Associação Quilombo da Família Silva RS
15. Associação Quilombo Candiota RS
16. Associação de Pequenos Produtores e Quilombola Picada das Vassouras - RS
17. Associação das Comunidades Remanescentes de Quilombo de Palmas - RS
18. Rede Quilombos do Sul - RS
19. Associação dos Remanescente do Quilombo da Invernada dos Negros - SC
20. Associação Comunitária Rosa Osório Marques - RS
21. Associação Quilombo dos Alpes Dona Edwirges - RS
22. GT Quilombos - MNU/RS
23. Associação Comunitária Quilombola do Povoado de São Tomé
24. Associação Quilombola Rosa Osório Marques - ( Quilombo do Morro Alto)

SUA PARTICIPAÇÃO É FUNDAMENTAL!
ASSINE VOCÊ TAMBÉM!
Acesse: http://www.petition online.com/ mobnm/petition. html








CEN Brasil.
Acesse: http://www.cenbrasi l.org.br

Celso Roth Apresentado no Inter


Com Roth, dirigentes querem disciplina e seriedade no vestiário do Inter
Perfil do técnico contrasta com bom humor apresentado na coletiva de terça-feira

Com Roth no comando, dirigentes querem disciplina e seriedade no vestiário do Inter
Crédito: Jefferson Bernardes/VIPCOMM
Com Roth no comando, dirigentes querem disciplina e seriedade no vestiário do Inter
Crédito: Jefferson Bernardes/VIPCOMM
Celso Roth voltou ao Beira-Rio exibindo o um bom humor incomum. Simpático, sorriu e cumprimentou todos os jornalistas presentes na entrevista coletiva concedida na terça-feira, ao meio-dia. Mas quando trouxeram o técnico, os dirigentes buscavam exatamente a antítese do treinador visto ontem. Eles trouxeram Roth justamente por sua seriedade e capacidade de impor uma severa disciplina ao vestiário.

É provável, porém, que os sorrisos cessem em breve. Afinal, não são naturais do perfil sisudo do técnico.
Fernando Carvalho, Roberto Siegmann e companhia conhecem o treinador há muito tempo. Sabem que se trata de um profissional de boas largadas, mas que geralmente não consegue finalizar satisfatoriamente seus trabalhos. Mas o que importa são os quatro jogos que restam na Libertadores. Os dois da semifinal contra o São Paulo e os dois da decisão, caso o Inter chegue lá.

"Essa oportunidade que o Inter está me dando é impar. Foi o clube que abriu as portas para mim no início da minha carreira. Voltei agora, num momento importantíssimo. Estamos numa semifinal de Libertadores. Será difícil, mas temos muitas possibilidades de chegar ao objetivo", disse o treinador.

Ele fez questão de elogiar a qualidade do grupo colorado. Segundo Roth, trata-se do "melhor ou um dos melhores" do Brasil: "O Inter tem grupo para jogar no 4-4-2 ou no 3-5-2. Tem potencial para jogar em qualquer esquema. Aliás, esse é um mérito da direção, que conseguiu formar um grupo que deixa o treinador à vontade para decidir. O mais importante é ter os jogadores imbuídos do projeto que temos pela frente", argumenta o treinador.

A qualidade do elenco, deixou escapar Roth, deve ser acrescida de Renan e Tinga, já contratados, e de Rafael Sobis, cuja desfecho da negociação deve ocorrer a qualquer momento. Segundo o que falou Roth na coletiva, a direção está otimista quanto a possibilidade de inscrevê-los na Libertadores: "A expectativa é positiva. Espero que aconteça, têm potencial técnico altíssimo".

Fonte: Fabrício Falkowski/Correio do Povo

25 Anos de Luz nos Altos da Glória


sábado, 12 de junho de 2010
Há 25 anos, um Altos iluminado




Em 12 de junho de 1985, era inaugurado o sistema de iluminação do Altos da Glória com um amistoso contra o Internacional, que terminou em 6 a 1 para o Colorado. Mas o placar, na verdade, foi o que menos importou: a partir daquela noite, o Glória começava um ciclo que culminaria com o título da Divisão Especial em 1988 e a inédita promoção à elite. O presidente era Eugênio Marques, no último ano à frente do clube.
Fonte: Blog do Glória

Brasil Vence mas não Convence

A Seleção Brasileira jogou muito mal, uma chave quem não é fraca, a Costa do Marfim e Portugal jogaram bem. A Seleção Brasileira de Dunga é muito limitada técnicamente com certeza nas oitavas ou nas quartas de finais vamos ter muitas dificuldades. O Luis Fabiano não tem condições de ser titulo, o Elano apesar do gol e outro que nem deveria estar na seleção. Se ganharmos da Costa do Marfim estamos classificados, mas na minha opinião não iremos muito longe. A Coreia do Norte jogou bem dentro de suas limitações técnicas mereceu até fazer o gol.

Jornais da África do Sul Justificam Atuação do Brasil


Jornais da África do Sul justificam atuação apagada do Brasil na estreia
Seleção ficou apenas no 2 a 1 contra o fraco time da Coreia do Norte

Brasil de Kaká estreou ontem na Copa com vitória magra sobre a Coreia
Crédito: Valery Hache / AFP
Brasil de Kaká estreou ontem na Copa com vitória magra sobre a Coreia
Crédito: Valery Hache / AFP
Os jornais da África do Sul deram algumas desculpas para a atuação sem brilho na estreia do Brasil na Copa do Mundo. O The Times Sport brincou dizendo sobre a vitória por 2 a 1 sobre a Coreia do Norte: "Como você pode jogar o jogo bonito quando você não pode sentir as pontas dos dedos, e muito menos as pontas dos dedos dos pés? Futebolistas precisam de seus dedos, pois eles precisam de seus pés, também, e quando seus pés se endureceram com a consistência de picolés de morango - como fizeram durante a última noite de temperaturas abaixo de zero e em torno de Joanesburgo - a idéia de o jogo ser bonito parece um pouco rebuscada."

Disse mais: "A Coreia do Norte jogou ultra-defensivamente, por vezes, defendia com quase todos jogadores. Os homens de camisas amarelas foram ao jogo para ganhar, mas foram muito conservadores no ataque". O jornal não gostou de Kaká e elogiou Maicon.

O The Star, de Joanesburgo, foi mais ácido: "Sem inspiração, o Brasil garantiu o suficiente. Uma vitória 2 a 1 sobre a Coreia do Norte no Grupo G." Prosseguiu: "Um momento de puro brilhantismo individual de Maicon garantiu a abertura do escore após um primeiro tempo que foi tão monótono como o som das vuvuzelas". O jornal foi mais longe: "Resta saber se a peça ocasional de magia (Maicon) será suficiente contra times melhores do que a Coreia do Norte, que lutou arduamente em seu retorno à Copa do Mundo após uma ausência de 44 anos e deu ao Brasil um susto quando Ji Yun-nam bateu Júlio César com um final terrível para o Brasil.

O jornal City Press diz que os meios de comunicação oficiais da Coreia do Norte elogiaram a estreia da seleção que travou uma "luta" feroz em sua primeira partida da Copa do Mundo depois de 44 anos. Segundo o City Press, "os norte-coreanos criaram chances de pontuar e não perderam a fé quando estava 2 a 0 para o Brasil. O jornal tratou a Coreia do Norte como "o empobrecido Estado comunista" e afirmou que o pais "tem sido varrido pela febre da Copa do Mundo, com pessoas colados aos televisores.

Fonte: Hiltor Mombach/Johanesburgo



--------------------------------------------------------------------------------

» Tags:Copa do Mundo 2010 Copa do Mundo Futebol