Inter 3 x 0 Figueirense

Inter 3 x 0 Figueirense
Brasileiro B 2017

quarta-feira, 30 de junho de 2010

News Negro

Moradores pobres na Cidade do Cabo foram removidos de albergues e prédios
invadidos perto de estádios e pontos turísticos e realocados em
Blikkiesdorp, um assentamento de barracões de ferro ondulado cercado por um
muro de concreto, informa o jornal americano "The Washington Post", após
denúncias de ativistas de direitos humanos.
O motivo para estarem ali? "A Copa do Mundo", responde ao jornal Shirley
Fisher, 41, que foi retirada de um albergue perto de um estádio onde as
estrelas do futebol treinam.....
...
http://www1.folha.uol.com.br/mundo/749469-pobres-foram-removidos-para-embelezar-a-cidade-do-cabo-acusam-ativistas.shtml
*****************************

Tava na cara que algo ia haver!
Aqui em PA esta havendo algo parecido, tem um terreno do Estado (da antiga
FEBEM) que esta para ser leiloado ou construido predios lá, aí aparecem um
monte de defensor da natureza dizendo que o terreno é do povo, que é area
natural que precisa ser preservada etc e tal, quando na verdade o que se
esconde por tras disso é que os que já moram naquela area não querem perder
a visão magnifica do Lago Guaiba, não querem perder o verde ao seu lado e
não querem vizinhança do lado, ou seja, quando eles foram morar ali, tudo
bem, aí tudo bem, foi legal, e eu gosto daqui! Agora na hora de outros
ocuparem a mesma area, aí é preservação ecologica etc e tal. Na mesma area
que era da FEBEM, tinha ao lado da quadra da Imperadores do Samba, uma
favela ao lado do Guaiba, um dia apareceu o tal partido da etica etc e tal,
e (agindo como todos os outros partidos no poder) a favela simplesmemnnte
desapareceu e não apareceu uma viva alma defensores do direitos humanos para
impedir a limpeza etnica de que PA foi alvo, hoje aquela gente da favela
esta lá na Restinga, Pitinga, Jari, etc, só na periferia, ou seja, quem mora
ali no Morro Sta
Tereza, ganhou uma visão limpa, (ainda com pobres mas que podem facilmente
serem removidos de maneira legal, através da compra dos terrenos) e agora
virou ecologico, pois tentam preservar uma area em nome de sua visão. Assim
tambem o foi o Sambodromo de PA, que em nome de "uma casa digna para o
carnaval de Porto Alegre" foi transferida do centro da cidade para o Porto
Seco, e nenhum integrante do MN levantou um dedo sequer pra impedir essa
limpeza etnica feita na cidade. A coisa sempre é assim, quando é nossa
gente, pode ser transferida, quando são eles existe direitos
inalienaveis!!!!

||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||
HEITOR (((((º_º))))) CARLOS
http://portodoscasais.blogspot.com/
||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||
...............................

11 de Setembro 2001

Revista Veja

11 de junho de 2010
------------------------------------------------

Caro leitor, aqui estão os destaques de VEJA desta semana.

VEJA.com - veja@abril.com.br

***********************************************

Edição da semana (nº 2169 - 16 de maio de 2010)

[Eleições]
----------
Empatados: Um junho como nunca se viu
A pouco mais de cem dias da eleição, José Serra e Dilma Rousseff estão em equilíbrio absoluto nas pesquisas. É a primeira vez que se vê no Brasil uma disputa tão renhida. Com a ajuda dos principais especialistas em pesquisas eleitorais do país, VEJA mostra o que pode ser determinante para decidi-la.
http://veja.abril.com.br/160610/empatados-junho-como-nunca-viu-p-068.shtml

Índice da edição
http://veja.abril.com.br/160610/sumario.shtml

[Entrevista]
---------------
Candidata Dilma Rousseff diz que o "Risco Brasil" acabou
http://veja.abril.com.br/160610/acabou-risco-brasil-p-019.shtml

[Brasil]
------------
A chave do cofre aloprado
http://veja.abril.com.br/160610/tres-homens-alguns-segredos-p-080.shtml

[Ordem de Grandeza]
-------------------
Conheça o maior iate do mundo
Ele pertence a um magnata russo e leva 20 jet skis.
http://veja.abril.com.br/160610/maior-iate-mundo-p108.shtml

[Crime]
--------
O monstro que abusou da filha
Pai tem seis filhos com filha. E abusa de filha-neta.
http://veja.abril.com.br/160610/horror-maranhao-p-084.shtml

[Tecnologia]
------------
Novos voos orbitais feitos pelas empresas privadas
http://veja.abril.com.br/160610/novos-donos-espaco-p-122.shtml

[Cinema]
----------
Kick-Ass inaugura uma nova era de super-heróis
http://veja.abril.com.br/160610/herois-supernormais-p-138.shtml

[Turismo]
---------
Fazendas do século XIX viram hotéis
No Rio de Janeiro esse locais são cercados de luxo.
http://veja.abril.com.br/160610/volta-luxo-p-128.shtml

[Guia]
----------
Durante a Copa, vá além do salgadinho
Opções para receber os amigos durante os jogos.
http://veja.abril.com.br/160610/muito-alem-salgadinho-p-134.shtml

[Claudio de Moura Castro]
-------------------------
O judeu de Bethesda
http://veja.abril.com.br/160610/judeu-bethesda-p-026.shtml

[Roberto Pompeu de Toledo]
--------------------------
O futebolês ao alcance de todos
http://veja.abril.com.br/160610/futeboles-alcance-todos-p-150.shtml

***********************************************

[Destaques on-line]
-------------------

[Copa 2010]
----------------
Acompanhe as notícias do Mundial de Futebol no Blog da Copa
http://veja.abril.com.br/blog/copa-2010/

[Reportagem]
----------------
O legado de Mandela – história recente da África do Sul contada por meio do futebol
http://veja.abril.com.br/noticia/esporte/copa-2010-africa-legado-mandela-entrou-campo-569109.shtml

[Reportagem]
----------------
Exército de Brancaleone – como a Coréia do Norte, primeiro adversário do Brasil, lida com o futebol
http://veja.abril.com.br/noticia/esporte/obrigada-brilhante-camarada-569081.shtml

[Eleições 2010]
-------------
Acompanhe a convenção do PSDB no Blog a Eleição
http://veja.abril.com.br/blog/eleicoes/

[Comportamento]
-------------
Namorados plugados
como os casais mantêm o namoro intenso por meio das ferramentas de internet.
http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia-tecnologia/dia-namorados-amor-tempos-rede-569008.shtml

[Galeria de fotos]
------------------
Fotos do Afeganistão
46 imagens enviadas pelo fotógrafo Adam Dean sobre as ações militares internacionais no Afeganistão.
http://veja.abril.com.br/galeria-de-imagens/adam-dean-afeganistao-568758.shtml

***********************************************
Colunistas

[Blog]
-------
Reinaldo Azevedo
Lula sempre foi um homem de palavras!
http://veja.abril.com.br/blogs/reinaldo/

[Radar on-line]
---------------
Lauro Jardim
Lula na Copa
http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/

[Coluna]
---------
Augusto Nunes
Para autoritários vocacionais, só vale maioria a favor
http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/

[Chegada]
---------
Renato Dutra
Esteira é aliada contra a balança
http://veja.abril.com.br/blog/saude-chegada/


*************************************************

[Blogs da redação]
-------------------

[Futebol]
------------
Blog da Copa
Espanha é a favorita nas casas de apostas
http://veja.abril.com.br/blog/copa-2010/

[Política]
----------
VEJA nas Eleições
Resfriado, Serra vai o MS buscar apoio do PMDB
http://veja.abril.com.br/blog/eleicoes/

[Variedades]
----------
Dez mais
As maiores zebras de todas os Mundiais
http://veja.abril.com.br/blog/10-mais/

[Literatura]
----------------
VEJA Meus Livros
Um escritor em um banco de praça
http://veja.abril.com.br/blog/meus-livros/

***********************************************

http://www.veja.com.br

Acesse http://veja.abril.com.br/pst/newsletter para cancelar o envio deste e-mail
Nosso serviço de cadastramento solicitará seu e-mail e senha. Se não souber a senha, digite seu e-mail e clique no item "Esqueci minha senha". Uma senha provisória será enviada para sua caixa postal para possibilitar o acesso ao serviço.

11 de Setembro de 2001 - Reportagem do Jornal Nacional

Palácio Piratini

Desenvolvimento
Yeda incentiva instalação de empresa no Distrito de Guaíba e consolida polo automotivo gaúcho
Decreto publicado nesta sexta-feira (11), no Diário Oficial do Estado (DOE), garante incentivos às empresas Vipal e Fate que fabricarão pneumáticos, protetores de borracha e câmaras de ar e a importação através do porto de Rio Grande. Saúde
Governo do Estado terá 5.118 locais de vacinação contra a polio neste sábado
O objetivo é vacinar mais de 700 mil crianças na primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação, que ocorre neste sábado (12). É importante que todas as crianças menores de 5 anos tomem as duas doses da vacina durante a campanha nacional, mesmo que já tenham sido vacinadas anteriormente. Fazenda
Governadora amplia número de agentes fiscais nomeando mais 112 servidores
No total, foram chamados 220 aprovados em concurso, representando a maior renovação de quadros no nível superior realizada na pasta. Com isso, estão asseguradas melhorias na arrecadação tributária, no combate à sonegação e à corrupção.



Parceria
Junta Comercial do Estado e MP oferecem consulta on line de cadastros empresariais
O serviço auxilia na prevenção a atos ilícitos através da disponibilização do banco de dados da Jucergs. As informações podem ser utilizadas pelo MP na instrução de inquéritos civis e criminais, peças de informação, procedimentos investigatórios criminais e processos judiciais em andamento. Justiça e Desenvolvimento Social
Estado repassa recursos para Pequena Casa da Criança
O convênio assinado nesta sexta-feira (11), garante o repasse de R$ 22,5 mil, sendo R$ 12,2 mil para execução de despesas correntes e R$ 10,3 mil para execução de despesas de capital, para o desenvolvimento do Projeto Teia das Artes.

Aberturas da TV - Família Soprano (The Sopranos)

raul seixas maluco beleza

Abertura de novela: Direito de Amar

Israel

Para: cartaoberro@serverlinux.revistaoberro.com.brCarta O Berro.....................................................repassem


----- Original Message -----
From: vera vassouras


"Não resta outra solução além da nossa!", erigindo-se basicamente em um milagre da contradição oclofóbica. Trata-se de uma poderosa rede excludente: um sistema de elite capaz de se perpetuar no poder por meio de múltiplas pseudotransformações ideológicas e/ou deformações midiático-sistêmicas. Economiza-se em favor das minorias, governa-se para monopolizar, criam-se novas religiões para desespiritualizar, educa-se para excluir, civiliza-se hipnopedicamente para subjugar e constrói-se todo um mundo repleto de leis vazias de justiça". (Pablo Allegritti – As Redes Secretas do Poder, ed. Planeta)



Viernes 4 de Junio de 2010



Os donos do sistema

O poder oculto: De onde nasce a impunidade de Israel



(IAR Noticias) Junio-2010



A grande cumplicidade internacional com os massacres periódicos israelenses não se gesta por medo de Israel, senão por medo do que representa o Estado judeu. Israel é o símbolo mais emblemático, a pátria territorial do sionismo capitalista que controla o mundo sem fronteiras desde os diretórios dos bancos e corporações transnacionais. Israel, basicamente, é a representação nacional de um poder mundial sionista que é o dono do Estado de Israel tanto como do Estado norte-americano, e do resto dos Estados com seus recursos naturais e sistemas econômico-produtivos. O que controla o planeta desde os bancos centrais, as grandes cadeias midiáticas e os arsenais nucleares militares.



Por Manuel Freytas (*)

manuefreytas@iarnoticias.com



A) O poder oculto


Israel é a mais clara referência geográfica do sistema capitalista transnacionalizado que controle desde governos até sistemas econômicos produtivos e grandes meios de comunicação, tanto nos países centrais como no mundo subdesenvolvido e periférico.



O Estado judeu, mais além de sua incidência como Nação, é o símbolo mais representativo de um poder mundial controlado em seus resortes decisivos por grupos minoritários de origem judia e conformado por uma estrutura de estrategistas e tecnocratas que operam as redes industriais, tecnológicas, militares, financeiras e midiáticas do capitalismo transnacional estendido pelos quatro pontos cardeais do planeta.



Com uma população ao redor de 7,35 milhões de habitantes, Israel é o único estado judeu do mundo.



Porém, quando falamos de Israel, falamos (por extensão) da referência mais significante de um sistema capitalista globalizado que controla governos, países, sistemas econômicos produtivos, bancos centrais, centros financeiros, arsenais nucleares e complexos militares industriais.



Quando falamos de Israel, falamos antes de mais nada de um desenho estratégico de poder mundial que o protege, interativo e totalizado, que se concretiza mediante uma rede infinita de associações e vasos comunicantes entre o capital financeiro, industrial e de serviços que converte aos países e governos em gerências de enclave.



O lobby sionista que sustenta e legitima a existência de Israel, não é um Estado no distante Oriente Médio, senão um sistema de poder econômico planetário (o sistema capitalista) de bancos e corporações transnacionais com judeus dominando a maioria dos pacotes acionários ou hegemonizando as decisões gerenciais desde postos diretivos e executivos.



Quem se der ao trabalho de investigar o nome dos integrantes dos diretórios ou dos acionistas das grandes corporações e bancos transnacionais estadunidenses e europeus que controlam desde o comércio exterior e interior até os sistemas econômicos produtivos dos países, tanto centrais como "subdesenvolvidos" ou "emergentes", poderá facilmente comprovar que (em uma importante maioria) são de origem judia.



As direções e acionistas das primeiras trinta megaempresas transnacionais e bancos (as maiores do mundo) que cotizam o índice Dow Jones de Wall Street, são em sua maioria de origem judia.



Megacorporações do capitalismo sem fronteiras como: Wal-Mart Stores, Walt Disney, Microsoft, Pfizer Inc, General Motors, Hewlett Packard, Home Depot, Honeywell, IBM, Intel Corporation, Johnson & Johnson, JP Morgan Chase, American International Group, American Express, AT & T, Boeing Co (armamentista), Caterpillar, Citigroup, Coca Cola, Dupont, Exxon Mobil (petroleira), General Electric, McDonalds, Merck & Co, Procter & Gamble, United Technologies, Verizon, são controladas e/ou gerenciadas por capitais e pessoas de origem judia.



Estas corporações representam o creme do creme dos grandes consórcios transnacional judeu sionista que, através do lobby exercido pelas embaixadas estadunidenses e européias, ditam e condicionam a política mundial e o comportamento dos governos, exércitos, ou instituições mundiais oficiais ou privadas.



São os amos invisíveis do planeta: os que manejam os países e presidentes por controle remoto, como se fossem títeres de última geração.



Quem investigue com este mesmo critério, ademais, os meios de comunicação, a indústria cultural ou artística, câmaras empresariais, organizações sociais, fundações, organizações profissionais, ONGs, tanto nos países centrais como periféricos, vai se surpreender com a notável incidência de pessoas de origem judia em seus mais altos níveis de decisão.



As três principais cadeias televisivas dos EEUU (CNN, ABC, NBC y Fox), os três principais diários (The Wall Street Journal, The New York Times y The Washington Post) estão controlados e gerenciados (através de pacotes acionistas ou de famílias) por grupos do lobby judeu, principalmente novayorquino.



Da mesma forma as três mais influentes revistas (Newsweek, Time y The New Yorker), e consórcios hegemônicos da Internet como Time-Warner (fundidos com América on Line) o Yahoo, estão controlados por gerenciamento e capital judeu que opera a nível de redes e conglomerados entrelaçados com outras empresas.



Colossos do cinema como Hollywood e do espetáculo como The Walt Disney Company, Warner Brothers, Columbia Pictures, Paramount, 20th Century Fox, entre outros, formam parte desta rede interativa do capital sionista imperialista.



A concentração do capital mundial em mega-grupos ou mega-companhias controladas pelo capital sionista, em uma proporção aplastante, possibilita decisões planetárias de todo o tipo, na economia, na sociedade, na vida política, na cultura, etc., e representa o aspecto mais definido da globalização imposta pelo poder mundial do sistema capitalista imperial.



O objetivo central expansivo deste capitalismo sionista transnacionalizado é o controle e o domínio (por meio de guerras de conquista ou de "sistemas democráticos") de recursos naturais e sistemas econômico-produtivos, em um sistema que seus defensores e teóricos chamam "políticas de mercado".



O capitalismo transnacional, em escala global, é o dono dos estados e de seus recursos e sistemas econômico-produtivos, não somente do mundo dependente, senão também dos países capitalistas centrais.



Portanto, os governos dependentes e centrais são gerencias de enclave (pela esquerda ou direita) que, com variantes discursivas executam o mesmo programa econômico e as mesmas linhas estratégicas de controle político e social.



Este capitalismo transnacional "sem fronteiras" do lobby sionista que sustenta o Estado de Israel se assenta em dois pilares fundamentais: a especulação financeira informatizada (com assento territorial em Wall Street) e a tecnologia militar-industrial de última geração (cuja máxima de desenvolvimento se concentra no Complexo Militar Industrial dos EEUU).



O lobby sionista internacional, sobre o qual se assentam os pilares existenciais do Estado de Israel, controle desde governos, exércitos, polícias, estruturas econômicos produtivas, sistemas financeiros, sistemas políticos, estruturas tecnológicas e científicas, estruturas socioculturais, estruturas midiáticas internacionais, até o poder de polícia mundial assentado sobre os arsenais nucleares, os complexos militares industriais e os aparatos de deslocamento militar dos EEUU e das potências centrais.



A esse poder, e não ao Estado de Israel, é o que temem os presidentes, políticos, jornalistas e intelectuais que calam ou deformam diariamente os genocídios de Israel no Meio Oriente temerosos de ficarem sepultados em vida, sob a lápide do "anti-semitismo".



B) O lobby imperial



O lobby sionista pró-israelense, a rede de poder oculto que controla a Casa Branca, o Pentágono e a Reserva Federal não rezam nas sinagogas senão na Catedral de Wall Street. Um detalhe a ter em conta, para não confundir a religião com o mito e com o negócio.



Quando se referem ao lobby sionista (ao que denominam de lobby pró-israel) a maioria dos expertos e analistas falam de um grupo de funcionários e tecnocratas, em cujas mãos está o desenho e a execução da política militar norte-americana.



A este lobby de pressão se atribui o objetivo estratégico permanente de impor a agenda militar e os interesses políticos e geopolíticos do governo e do Estado de Israel na política exterior dos EEUU.



Como definição, o lobby pró-israel é uma gigantesca maquinaria de pressão econômica e política que opera simultaneamente em todos os estamentos do poder institucional estadunidense: Casa Branca, Congresso, Pentágono, Departamento de Estado, CIA e agências da comunidade de inteligência, entre os mais importantes.



Por meio da utilização de seu poder financeiro, de sua estratégica posição nos centros de decisão, os grupos financeiros do lobby exercem influência decisiva na política interna e externa dos EEUU, a primeira potência imperial, além de seu papel dominante no financiamento dos partidos políticos, dos candidatos presidenciais e dos congressistas.



A nível imperial, o poder financeiro do lobby se expressa principalmente por mio da Reserva Federal dos EEUU, um organismo chave para a concentração e reprodução do capital especulativo a nível planetário.



O coração do lobby sionista estadunidense é o poderoso setor financeiro de Wall Street que tem direta implicação e participação na nomeação de funcionários chaves do governo dos EEUU e dos órgãos de controle da política monetária e instituições creditícias (nacional e internacional) com sede em Washington e Nova York.



Os organismos econômicos financeiros internacionais como a OCDE, o Banco Mundial, o FMI, estão sob o controle direto dos bancos centrais e dos governos dos EEUU e das potências controladas pelo lobby sionista internacional (Grã Bretanha, Alemanha, França, Japão, entre as mais relevantes).



Organizações e alianças internacionais como a ONU, o Conselho de Segurança e a OTAN estão controladas pelo eixo sionista USA-União Européia, cujas potências centrais são as que garantem a impunidade dos extermínios militares de Israel no Meio Oriente, como sucedeu com o último massacre de ativistas solidários com o povo de Gaza.



As principais instituições do lobby (Goldman Sachs, Morgan Stanley, Lehman Brother, etc.) e os principais bancos (Citigroup, JP Morgan e Merrill Lynch, etc.) influem decisivamente para a nomeação dos titulares da Reserva Federal, o Tesouro, e a secretaria de Comércio, ademais dos diretores do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional.



C) O mito do "anti-semitismo"



É este fenômeno de "poder capitalista mundial judeu", e não a Israel, que temem os presidentes, políticos, jornalistas e intelectuais que evitam tremulamente condenar ou nomear os periódicos genocídios militares de Israel em Gaza, repetindo o que já fizeram durante o massacre israelense no Líbano em 2006.



A grande cumplicidade internacional com os massacres periódicos israelenses não se gesta por medo do Estado de Israel, senão por medo do que representa o Estado de Israel.



Não se trata de Israel, um Estado sionista a mais, senão do "Grande Israel", a pátria do judaísmo mundial (com território roubado dos palestinos), da qual todos os judeus do mundo s sentem seus filhos pródigos dispersos pelo mundo.



Não se trata de Israel, senão das poderosas organizações e comunidades judias mundiais que apoiaram em bloco o genocídio militar de Israel em Gaza, que utilizam seu poder e "escala de prestígio" (construída mediante sua vitimização histórica com o Holocausto) para converter em um leproso social aquele que se atreva a criticar ou levantar a voz contra o extermínio militar israelense em Gaza.



Os governos do mundo capitalista, os jornalistas, intelectuais, organizações sindicais e sociais não tem Israel, senão a sua lapidação social como "antizímica" (mote que se lhe outorga ao que enfrenta /ou denuncia o sionismo judeu.



Não temem o Estado de Israel, senão aos filhos de Israel camuflados nos grandes centros de decisão do poder mundial, sobretudo econômico-financeiros e midiático-culturais.



Os políticos, intelectuais e jornalistas do sistema não temem Israel, senão que temem aos meios de comunicação, organizações e empresas judias, e sua influência sobre os governos e processos econômico-culturais do sistema capitalista sionista apoiados por todos os países em escala planetária.



Definitivamente, temem que as empresas, as universidades, as organizações e as fundações internacionais sionistas que financiam e/ou promovem suas ascensões e postos na maquinaria do sistema os declarem "antisemíticas" e os deixem sem trabalho, sem férias e sem aposentadorias.



Essa é a causa principal que explica porque os intelectuais, acadêmicos e jornalistas do sistema vivem elucubrando sérias análises da "realidade" política, econômica e social sem a presença da palavra judeu o do sistema capitalista que paga por seus serviços.



Se bem que há um grupo de intelectuais e de militantes judeus de esquerda (dentre eles Chomsky e Gelamn, entre outros) que condenarão e protestaram contra o genocídio israelense em Gaza, a maioria considerável das comunidades e organizações judias em escala planetária apoiou explicitamente o massacre de civis em Gaza argumentando que se tratava de uma "guerra contra o terrorismo".



Apesar de que Israel não invadiu nem perpetrou um genocídio militar em Gaza com a religião judia, senão com aviões F-16, bombas de racimo, helicópteros Apache, tanques, artilharia pesada, barcos, sistemas informatizados, e uma estratégia e um plano de extermínio militar em grande escala, quem questione esse massacre é condenado por "anti-semita" pelo poder judeu mundial distribuído pelo mundo.

Apesar de que o lobby judeu sionista que controla Israel, tanto como a Casa Branca, o Tesouro e a Reserva Federal dos EEUU não rezam nas sinagogas senão na Catedral de Wall Street, aquele que critique é alcunhado de imediato como "anti-semita" ou "nazi" pelas estruturas midiáticas e culturais controladas pelo poder judeu mundial.



As campanhas de denúncia de anti-semitismo com as quais Israel e as organizações judias buscam neutralizar as críticas contra o massacre, abordam a questão como se o sionismo judeu (sustentáculo do Estado de Israel) fosse uma questão "racial" ou religiosa, e não um sistema de domínio imperial que abarca interativamente o plano econômico, político, social e cultural, superando a questão da raça ou das crenças religiosas.



O lobby sionista não controla o mundo com a religião: o maneja com bancos, transnacionais, hegemonia sobre os sistemas econômico-produtivos, controle sobre os recursos naturais, controle da rede informativa e de manipulação mundial, o manejo dos valores sociais através da publicidade, a cultura e o consumo estandardizado e globalizado pelos meios de comunicação



En definitiva, el lobby judío no representa a ninguna sinagoga ni expresión racial, sino que es la estructura que maneja el poder mundial a través del control sobre los centros económicos-financieros y de decisión estratégica del sistema capitalista expandido como civilización "única".



Antes que por sua religião e raça, o lobby sionista e suas redes se movem por uma ideologia política funcional: o sionismo capitalista-imperial que antepõe o mercado, a concentração de riqueza, a "política de negócios", a qualquer filosofia que roce nas noções do "bem" ou do "mal" entendidos dentro de parâmetros sociais.



Então: De que falam quando falam de "anti-semitismo" ou de "anti-judaísmo religioso? Em que parâmetros referenciais se baseiam a condição de "anti-semita"? Quem é anti-semita? Quem critica os judeus por sua religião ou por sua raça nas sociedades do mundo?



Em síntese, aos judeus, como está provado na realidade social de qualquer país, não se os critica pro sua religião ou condição racial, senão pelo seu apego excessivo ao status do dinheiro (também cultivado por outras coletividades) e por integrar estruturas ou hierarquias de poder dentro de um sistema injusto de opressão e de exploração do homem pelo homem, como é o sistema capitalista.



Exceto os grupos minoritários de fanáticos e racistas que só representam a si mesmo, nas sociedades (salvo o nazismo alemão e algumas exceções) quase nunca houve "perseguição religiosa ou racial" do judeu, senão que houve uma associação do judeu com a "pior cara do capitalismo", representada no sistema econômico-financeiro especulativo.



Em resumo:



O lobby sionista que protege o Estado de Israel (pela "direita" e pela "esquerda") está conformado por uma estrutura de estrategistas e tecnocratas que operam as redes industriais, tecnológicas, militares, financeiras e midiáticas do capitalismo transnacional estendido pelos quatro pontos cardeais do planeta.



Suas redes se expressam através de uma multiplicidade de organizações dedicadas a promover o atual modelo global, entre as quais se encontram principalmente: The Hudson Institute, The RAND Corporation, The Brookings Institution, The Trilateral Commission, The World Economic Forum, Aspen Institute, American Enterprise Institute, Deutsche Gesellschaft für Auswärtigen Politik, Bilderberg Group, Cato Institute, Tavestock institute, e a Carnegie Endowment for International Peace, entre outras.



Todos estes think tanks ou "bancos de cérebros" reúnem os melhores tecnocratas, cientistas e estudiosos em seus respectivos campos, egressos das universidades dos EEUU, Europa e todo o resto do mundo.



O lobby não responde somente ao Estado de Israel (como afirmam os analistas da "cara direitista" dos neocons) senão a um poder mundial sionista que é o dono do Estado de Israel tanto como do Estado norte-americano, e do resto dos Estados com seus recursos naturais e sistemas econômico- produtivos.



O lobby não somente está na Casa Branca, senão que abarca todos os níveis das operações do capitalismo em escala transnacional, cujo desenho estratégico está na cabeça dos grandes charmans e executivos de bancos e consórcios multinacionais que se sentam no Consenso de Washington e repartem o planeta como se fosse um pastel.



Nem a esquerda, nem a direita partidária falam deste poder "totalizado" pela sensível razão de que ambas estão fundidas (a modo de alternativas falsamente enfrentadas) aos programas e estratégias do capitalismo transnacional que controla o planeta.



Portanto, e enquanto não se articule um novo sistema de compreensão estratégica (uma "terceira posição" revolucionária do saber e do conhecimento) o poder mundial que controla o planeta seguirá perpetuando-se nas falsas opções de "esquerda" e "direita".



E o lobby judeu de "direita" dos republicanos conservadores seguirá sucedendo ao lobby judeu "de esquerda" dos democratas liberais em uma continuidade estratégica com as mesmas linhas reatoras do Império sionista mundial.



E os massacres do Estado de Israel seguirão, como até agora, impunes e protegidos pelas estruturas do sistema de poder mundial sionista capitalista que o considera como sua "pátria territorial".



Y las masacres del Estado de Israel seguirán, como hasta ahora, impunes y protegidas por las estructuras del sistema de poder mundial sionista capitalista que lo considera como su "patria territorial".



---------------------------------------------------------------------



(*) Manuel Freytas es periodista, investigador, analista de estructuras del poder, especialista en inteligencia y comunicación estratégica. Es uno de los autores más difundidos y referenciados en la Web.

Ver sus trabajos en Google y en IAR Noticias



Trad. Vera Vassouras



Nota: Há, no entanto, um terceiro pilar de sustentação no plano místico/psicológico e religioso: a falsa ruptura entre os assassinos de cristo e os que dizem falar em seu nome, com apoio explícito dos últimos e a institucionalização do judaísmo como propaganda da tortura e do assassinato. Crucifixos, evangelização e roubo de dinheiro e da sanidade dos povos submetidos à hegemonia pseudo-religiosa. Além disso, a permissiva imbecilização dos povos, como cordeiros imolados nos altares dos holocaustos diários, uma aberração chamado estado constitucionalmente organizado em nome do "deus" judaico-cristão, de direito. E de fato.




-----Anexo incorporado-----


_______________________________________________
Cartaoberro mailing list
Cartaoberro@serverlinux.revistaoberro.com.br
http://serverlinux.revistaoberro.com.br/mailman/listinfo/cartaoberro

UM SONHO POSSÍVEL (The Blind Side) - Trailer HD Legendado

URUGUAI 2 x 1 Coreia do Sul , Copa do Mundo -2010

OS GOLS DE ALEMANHA 4 X 1 INGLATERRA PELA COPA DO MUNDO DE 2010.

Holanda 2 x 1 Eslováquia - Soccer World Cup 2010 South Africa - Copa do...

Holanda 2 x 1 Eslováquia - Soccer World Cup 2010 South Africa - Copa do...

Destaque Vermelho


DESTAQUES DA EDIÇÃO DE
HOJE DO PORTAL VERMELHO



Serra, em pânico, rebola para responder perguntas embaraçosas

Documentário registra apoio popular à Guerrilha do Araguaia




Lei da Ficha Limpa vale para as eleições deste ano

Mandela com a Copa do Mundo
Mundial África do Sul inaugura a 19ª Copa do Mundo de Futebol
Assim que o árbitro uzbeque Ravshan Irmátov trilar o apito no jogo África do Sul versus México, começará a 19ª Copa do Mundo, sob os olhares de mais 2 bilhões de pessoas por todo o planeta e de Nelson Mandela, ícone da luta do povo sul-africano contra o regime racista do apartheid.



Vitória da UNE
Estudantes conquistam 50% de recursos do pré-sal para educação Eleições 2010
Isolado e com discurso frágil, PV formaliza candidatura de Marina
Entrevista
Renato Rabelo: PCdoB tem propostas para o programa de governo Eleições 2010
PCdoB realiza convenção dia 16 rumo à terceira vitória popular



Hillary Clinton, em busca do tempo (e do prestígio) perdido


Renata Mielli
No jornalismo nada é por acaso...

Fernando Borgonovi
Dá para ganhar em São Paulo?

João Guilherme Vargas Netto
Dois livros importantes

Venicio A. de Lima
Celebrando a liberdade (da imprensa)

Cloves Geraldo
"Faça-me Feliz": Humor inteligente

Lejeune Mirhan
O império contra-ataca





Esta é uma mensagem automática, favor não responder

Destaques do Vermelho é um serviço diário gratuito do www.vermelho.org.br

Morte de Adolescente - Noticia do Jornal Pioneiro de Caxias do Sul

28/06/2010 | N° 10777
Alerta
Voltar para a edição de hoje CRIME
Adolescente morre a tiros
Homicídio foi cometido na saída de baile Vacaria – Um adolescente de 16 anos morreu a tiros na saída de um clube na madrugada de sábado. Patrich Camargo da Silva chegou a ser encaminhado ao Hospital Nossa Senhora da Oliveira, mas não resistiu. O crime ocorreu às 5h, em frente ao Clube Realce II, no bairro Glória.

Com base na ocorrência policial, o soldado Auri Clério Dumke, do Comando Regional de Policiamento Ostensivo da Serra (CRPO/Serra), relata que Patrich apresentava ferimentos na região do tórax.

Também ficou ferido durante os disparos Robson Cristiano da Silva, 22. Até ontem, Robson estava em observação no mesmo hospital.

O autor dos tiros ainda é desconhecido pela polícia. Segundo o escrivão plantonista da Polícia Civil de Vacaria Valério Rodrigues, o corpo foi submetido à necropsia no posto do Departamento Médico Legal, em Vacaria. Patrich foi sepultado ontem, às 10h, no Cemitério Santa Clara.


Fonte: Pioneiro

Pepe sugere Vinícolas no Simples



Pepe sugere inclusão de vinícolas no Simples

O deputado federal Pepe Vargas (PT/RS) sugeriu a inclusão das vinícolas na Lei Geral da Microempresa e a ampliação do limite de faturamento para o enquadramento no Simples nacional. A proposta foi apresentada durante o Seminário Nacional sobre Aprimoramentos da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas, realizado ontem pela Comissão de Finanças e Tributação (CFT), presidida pelo parlamentar. “A inclusão das vinícolas significa reduzir a carga tributária”, diz Pepe. Leia mais.
Édison Castêncio

Seminário abordou a inclusão das cooperativas no Simples
Novas regras para os planos de saúde
Estão em vigor as novas regras para os planos de saúde estabelecidas pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Com a mudança, as operadoras de saúde serão obrigadas agora a incluir na cobertura básica 70 procedimentos e ampliar o limite de consultas em algumas especialidades médicas. Os serviços deverão constar em todos os planos contratados a partir de 2 de janeiro de 1999. Na análise do deputado federal Pepe Vargas, integrante da Frente Parlamentar da Saúde, as alterações demonstram que a legislação do sistema de saúde no Brasil é uma das mais avançadas a frente, inclusive, das regras americanas. A mudança deve beneficiar 44 milhões de usuários de planos de saúde. Já o Sistema Único de Saúde (SUS) atende 146 milhões de brasileiros e é considerado também uma referência mundial.
Veja os procedimentos médicos incluídos.
Veja os procedimentos odontológicos

Emily Arcari

Operadoras incluirão 70 novos procedimentos

Édison Castêncio

Pepe trabalha pelo ensino público de qualidade ProUni vai beneficiar mais 60 mil estudantes
O Ministério da Educação estima em 60 mil, pelo menos, o número de estudantes que serão beneficiados, no segundo semestre, pela concessão de bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni). Serão concedidas, no mínimo, 39 mil bolsas integrais, para estudantes com renda familiar mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa, e 21 mil bolsas parciais. Estas, no valor de 25% e de 50% da mensalidade, beneficiam candidatos cuja renda familiar mensal por pessoa não seja superior a três salários mínimos. Leia mais.





Gabinete Regional
Av. Júlio de Castilhos, 3658 - CEP 95010-002 - Bairro Cinquentenário, Caxias do Sul, RS - Tel.:(54) 3025.1301

Gabinete Nacional
Câmara dos deputados, Anexo IV, gabinete 545 - CEP 70160-900, Brasília, DF - Tel.:(61)3215.5545 / Fax:(61)3215.2545 - dep.pepevargas@camara.gov.br

Samblog

Samblog - clicRBS


--------------------------------------------------------------------------------
Praiana define enredo para 2011

Posted: 09 Jun 2010 03:15 PM PDT

O vinho ficou no copo e a Academia de Samba Praiana optou pelos ciganos para 2011. O povo nômade, aliás, vai invadir o Porto Seco. Ontem, a escola Os Filhos da Candinha também anunciou a cultura cigana como tema para desfilar pelo Grupo A no próximo Carnaval (releia)...
Um convite para dançar com os Imperadores

Posted: 09 Jun 2010 09:45 AM PDT

Meninas, querem integrar uma ala que já ergueu oito vezes o troféu Estandarte de Ouro? Então sambem até os Imperadores. A ala coreografada Perigosas Peruas está com inscrições abertas. A idade mínima é 13 anos e as meninas precisam de uma virtude: carregar a escola no coração ou ser simpatizante da vermelho e branco...
You are subscribed to email updates from Samblog - clicRBS
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now. Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610

Palácio Piratini

Desenvolvimento
Yeda dá partida a megainvestimento de R$ 2 bilhões para ampliar fábrica da GM/RS
Serão gerados mil empregos diretos, além dos 6 mil postos atuais, nesta que é a segunda grande ampliação nos 10 anos da planta industrial de Gravataí. Do valor total, R$ 1,4 bilhão irá para a produção de dois novos modelos de veículos, além do Celta e do Prisma. Infraestrutura
Governadora vistoria duplicação da ERS-118 em Gravataí
Para melhorar o fluxo diário de 20 mil veículos, o Estado está investindo R$ 27,5 milhões na obra de 10,4 quilômetros. Yeda também esteve nos trabalhos do viaduto sobre a avenida Dorival Candido de Oliveira, ação que recebeu R$ 2,5 milhões. Desenvolvimento
Assegurados investimentos de R$ 2,2 milhões na área industrial de Alvorada/Viamão
Decreto assinado pela governadora, permite a implementação de projetos junto ao Distrito Industrial de Alvorada/Viamão. A área, de propriedade do Estado, ficará sob a responsabilidade da Secretaria do Desenvolvimento e dos Assuntos Internacionais (Sedai). Segurança Pública
Saúde prisional recebeu R$ 1,2 milhão do Estado neste Governo
Os recursos foram aplicados na formação de equipes compostas por médico, dentista, enfermeiro, técnico de enfermagem, psicólogo, assistente social e auxiliar de consultório dentário para atendimento nos presídios.
Gestão Pública
Experiência exitosa do Governo é tema da palestra proferida por Yeda na Unisinos
A governadora abordou o tema Virando a página: do Ajuste fiscal à Retomada dos Investimentos, detalhando as ações que permitiram modificar o patamar econômico do Rio Grande do Sul.

Seleção da Nigéria Suspensa

ABUJA (Reuters) - O presidente nigeriano, Goodluck Jonathan, suspendeu a seleção de futebol por dois anos de participações em competições internacionais após o fiasco do time na Copa do Mundo, disse um assistente sênior nesta quarta-feira.

"O senhor presidente determinou que a Nigéria vai se ausentar de todas as competições de futebol internacionais pelos próximos dois anos, para permitir à Nigéria reorganizar seu futebol", disse Ima Niboro, assessor especial de Goodluck Jonathan, aos repórteres.

"Esta diretiva se tornou necessária depois do desempenho medíocre da Nigéria na atual Copa do Mundo da Fifa."

A seleção nigeriana foi eliminada ainda na fase de grupos após duas derrotas e um empate.

(Reportagem de Felix Onuah)

Exploração Espacial



Exploração Espacial
Das Américas a Marte
O cientista brasileiro Ramon Perez de Paula, executivo da NASA, fala de Marte, visto pela ciência como o planeta do sistema solar mais parecido com a Terra, e compara a exploração espacial de hoje com os bandeirantes que desbravaram as Américas há 500 anos
Marco Túlio Pires

Grand Canyon marciano

O "Grand Canyon" marciano, visto pelas lentes da sonda Odyssey, é 10 vezes mais longo, 20 vezes mais largo e cinco veze mais profundo do que o original, localizado nos Estados Unidos. (NASA/Arizona State University vi)

“Não sabemos o que pode acontecer com alguém depois de 2 anos vivendo em condições mínimas de sobrevivência e longe da Terra”

“O sonho dos bandeirantes era expandir os limites das nossas fronteiras, chegar até o Pacífico... Nosso espírito não mudou desde àquela época - continua sendo desbravador, questionador e sonhador."

Não é à toa que Marte é o planeta mais assediado pela ciência. Desde 2008, quando a espaçonave Phoenix, da Agência Espacial Norte Americana (NASA), deu por certo a existência de água congelada no planeta, há uma corrida espacial para desvendar os segredos do vizinho misterioso. Atualmente, existem seis missões ativas no planeta unindo esforços das agências espaciais americana e européia. Além disso, graças aos dados reunidos desde 1976, com a chegada da primeira missão ao planeta, o orbitador Viking, é possível estabelecer semelhanças importantes em relação a Terra que ajudarão, a longo prazo, a enviar uma missão tripulada a Marte.

Por exemplo, lá existem estações durante o ano, como invernos frios e verões quentes. O dia marciano dura apenas 39 minutos a mais que o nosso. O planeta vermelho também possui calotas de gelo nos dois pólos, nuvens, ventos, temperaturas, tempestades de poeira, vulcões e canais. Porém, ainda que existam muitas semelhanças entre os dois, Marte não é um planeta hospitaleiro. Será muito difícil dar condições para que o homem sobreviva a uma missão lá. Para se ter uma idéia, a temperatura média na superfície do planeta é de -130º C, ou seja, bem mais fria que os -89º C medidos na Antártida em 1983 — considerada a temperatura mais baixa já registrada na Terra. Além disso, ela varia tanto, que se alguém ficar de pé na superfície durante o dia, os pés ficariam mais aquecidos que a cabeça. E para tornar as coisas ainda mais difíceis, as tempestades solares das quais estamos protegidos pelo campo magnético da Terra seriam fatais a qualquer astronauta na superfície de Marte. Com a tecnologia atual, o tempo de viagem até lá é estimado entre seis meses e um ano. Isso porque a distância entre os planetas muda o tempo todo, devido a rotação de ambos em volta do sol. Mas ainda falta muito.

Divulgação
Ramon de Paula ao lado do Mars Science Laboratory

Ramon Perez de Paula ao lado de um protótipo do Mars Science Laboratory (MSL) (JPL/NASA)

Há 20 anos na NASA, o brasileiro Ramon Perez de Paula é um dos principais executivos da agência espacial e participa ativamente das decisões relativas às missões espaciais relacionadas com Marte. Nascido em 1952, Guaratinguetá, interior de São Paulo, passou a juventude em Pirassununga e mudou-se para os Estados Unidos quando tinha 17 anos por causa do pai, que trabalhava na Força Aérea Brasileira. Mesmo quando a missão do pai terminou, Ramon permaneceu nos Estados Unidos para concluir os estudos. Depois de cursar duas faculdades de engenharia (elétrica e nuclear) e um doutorado, ele trabalhou para a marinha americana e uma empresa particular. Em 1985, foi para o JPL, o laboratório de propulsões da NASA, e posteriormente para o quartel general da agência, em Washington.

Ramon conversou com Veja.com de um hotel nas proximidades de Washington, onde estava participando de um encontro com representantes da NASA e da European Space Agency (ESA, Agência Espacial Européia, em inglês). As cúpulas das duas agências estão escolhendo os instrumentos científicos que vão fazer parte da missão ExoMars, prevista para 2016 — um esforço conjunto para ampliar o escopo das explorações em Marte. Comparando seu trabalho com o dos bandeirantes, ele fala sobre a descoberta de gelo em Marte, as chances de encontrarmos vida no planeta, os desafios de uma missão tripulada e porque a pesquisa espacial é tão importante para a humanidade.

De quais missões o senhor participa na NASA?
Atualmente sou o que chamam de Program Executive e trabalho nas missões dentro do programa de exploração a Marte, uma delas o Mars Reconnaissance Orbiter (MRO), que começou em 2000 e foi lançada em 2005. Em operação, além do MRO, temos a missão Mars Odyssey, que teve seu lançamento em 2001. São dois orbitadores que operam em volta de Marte para observações da atmosfera e superfície do planeta. Temos também os jipes que foram lançados em 2003 e que ainda estão operando na superfície de Marte. Os dois são iguais, mas estão posicionados em lugares diferentes. Eles conseguem tirar fotos e fazer análises simples de materiais, mas não conseguem recolher amostras. Além disso, participo da missão Mars Science Laboratory (MSL), prevista para lançamento em 2011, que tem o objetivo de procurar e medir materiais orgânicos que podem ter vindo de alguma forma de vida no passado. É uma missão que está recebendo muito investimento.


A NASA possui algum plano para preparar Marte para receber os seres humanos?
Conceitos existem. Existem livros de autores famosos sobre como o ser humano poderia sobreviver em Marte. Como usar o gelo para convertê-lo em água ou utilizar o oxigênio e o hidrogênio como combustível. Existem muitas idéias e conceitos por aí, mas o que é realidade e ficção científica fica a critério de cada um. É verdade, no entanto, que muitas coisas da ficção científica viram realidade. Se não sonharmos, nunca chegaremos lá.

Que tipo de ambiente os astronautas encontrariam em Marte?
Uma das coisas que temos notado é que o planeta Marte é muito inóspito. As temperaturas variam muito do dia para a noite e existem tempestades de poeira o tempo todo. Além disso, apesar das descobertas recentes, não há água líquida em abundância. Em Marte, já sabemos que, em certas regiões, a água existe em forma de gelo abaixo de em uma fina camada do solo. Não é um lugar muito hospitaleiro, por assim dizer. Fazendo uma comparação, Marte é parecido com um deserto em que as condições climáticas mudam drasticamente em curtos espaços de tempo.

Quais passos precisamos dar antes que o homem seja enviado à Marte?
O caminho à Marte vai requerer um plano bem específico que vai incluir bastante exploração robótica - que já estamos fazendo há algumas décadas e seguiremos fazendo nos próximos anos. Depois, vai incluir o que chamamos de "Mars Sample Return", ou seja, ir para lá, colher amostras do solo e da superfície e trazer de volta para a Terra. Isso ainda não fizemos. Aqui, elas seriam analisadas para melhor entendimento sobre as condições do planeta. Além disso, temos que desenvolver certas tecnologias de propulsão melhores que as atuais. Seria algo parecido com o que utilizamos quando o homem foi à Lua, mas melhores.

Quais são os maiores desafios enfrentados hoje para que isso se torne realidade?
O mais importante é desenvolver uma tecnologia que possa dar condições necessárias ao ser humano sobreviver a uma viagem de 22 a 26 meses. Os astronautas precisam sobreviver à viagem de ida, descer no planeta, depois sair de lá e sobreviver à volta. O combustível, por exemplo, é outro grande desafio. Levar esse combustível até Marte e trazê-lo de volta é muito complicado por causa do peso e do espaço ocupado. Além disso, é preciso ver a questão psicológica dos astronautas. Não sabemos o que pode acontecer com alguém depois de 2 anos vivendo em condições mínimas de sobrevivência e longe da Terra.

E como esses problemas podem ser resolvidos?
Provavelmente terá que ser uma missão dividida em etapas. Um foguete leva o combustível, outro leva a tripulação, comida, e assim por diante. Tudo isso terá que ser estudado. O conhecimento já temos, mas não sabemos como resolver o problema do combustível. É difícil especular porque ainda precisamos desenvolver muitas técnicas para que isso aconteça, mas a NASA está apontando nessa direção com certeza.

Até hoje, menos da metade das missões à marte tiveram sucesso. Não é um número desanimador? Como a NASA se prepara para não repetir os mesmos erros?
Tivemos duas grandes falhas em 1998 e 1999 quando perdemos duas naves, um orbitador e uma cápsula. Isso causou grandes mudanças no programa de Marte. Desde então, temos tido um nível de sucesso muito bom. Não quer dizer que estamos livres das falhas no futuro. Sempre há riscos e dificuldades em missões à Marte. Por exemplo, fazemos cálculos para prever o local de aterrissagem das naves, mas muitas coisas mudam naquele planeta. Por exemplo, nossos planos são baseados em modelos da atmosfera de lá e se alguma mudança brusca ocorrer, isso pode afetar a descida da nave, danificar algum instrumento, e assim por diante. Sempre temos grandes surpresas.

O que poderia dar errado, por exemplo?
A descida de uma nave é uma das coisas que podem dar errado. Fazemos os cálculos para essas descidas utilizando o paraquedas e uma certa densidade da atmosfera. Quando a densidade muda, ou os cálculos não estão corretos, temos que prever uma grande margem de erro para estar dentro das capacidades da nave. O problema é que a concentração de gás na atmosfera de Marte muda bastante dependendo da quantidade de vento. Se o gás estiver mais rarefeito do que prevíamos no momento da descida, o sistema de paraquedas não irá funcionar adequadamente e isso pode danificá-la com a queda.

Por que as missões a Marte só acontecem a cada 2 anos?
Porque a Terra e Marte precisam ter um alinhamento geométrico para que a cápsula chegue ao destino final com maior velocidade percorrendo a menor distância. Existe um período muito exato, chamado "janela de lançamento", que ocorre a cada 780 dias, ou cerca de 26 meses, em que você pode lançar determinada missão para lá. É o período em que você pode mandar o foguete levando-se em conta o combustível que ele possui. Cada foguete tem uma determinada capacidade de energia e velocidade.

Quais são as chances de encontrarmos vida em Marte? E que tipo de vida seria?
A primeira coisa que temos que fazer é tentar encontrar material orgânico. Se isso acontecer, poderemos fazer mais especulações sobre que tipo de vida há em Marte. Atualmente, estamos considerando tipos de vida aqui na Terra que desenvolveram condições de sobrevivência em ambientes extremos no fundo do mar e em lugares muito quentes ou muito frios. Ou seja, é possível que haja esse tipo de vida lá, mas ainda não temos certeza. Até agora, não há nenhum indício de que Marte seja habitado dessa maneira. Porém, pensamos que pelo fato de haver água, energia, calor, luz e outros tantos complexos químicos que encontramos por aqui, é possível que exista organismos similares por lá. Mas, de novo, não temos como confirmar isso hoje.

Não há riscos de que se trouxermos material de Marte ele possa oferecer algum risco à saúde da humanidade?
Sim. Um dos aspectos mais importantes da nossa pesquisa é o que chamamos de “proteção planetária”. Não só do material que entra no planeta, mas principalmente das naves que enviamos. Todas são verificadas para termos certeza de foi feita a melhor esterilização possível e de que não há nenhuma bactéria capaz de contaminar outros ambiente. E se formos trazer objetos de outros lugares, temos que ter a preocupação de que não estamos trazendo alguma contaminação que causaria algum problema aqui na Terra.

Quais aspectos de Marte já conhecemos e podemos simular aqui na Terra?
Podemos simular as temperaturas, a pressão atmosférica e até a atmosfera. Sabemos quais gases existem na atmosfera e poderíamos simulá-la dentro de uma cápsula especial. A gravidade é um pouco mais difícil.

Em sua opinião, qual é a maior motivação da pesquisa espacial?
Uma das coisas que mais queremos saber, como seres humanos, é de onde viemos. O que significa nossa vida? Como ela foi formada? Como os planetas foram formados? Qual é a origem da nossa história? É por isso que Marte é um planeta muito importante. Sendo o planeta mais parecido com a Terra, ele provavelmente foi formado na mesma época do nosso. Porém tudo indica que teve um processo bem diferente por alguma razão que desconhecemos. E conhecendo Marte, quem sabe poderemos entender de onde os planetas vieram e de onde viemos? Essa é parte da nossa exploração.

Como o senhor enxerga o trabalho de exploração espacial?
O sonho dos bandeirantes era expandir os limites das nossas fronteiras, chegar do outro lado do pacífico. Naquela época, a cordilheira dos Andes foi um grande obstáculo. No entanto, desbravamos as florestas, os rios e os territórios inexplorados até então. Você pode aplicar o mesmo conceito ao ser humano. Nosso espírito não mudou desde àquela época - continua sendo desbravador, questionador e sonhador.

Muitas pessoas entendem que o dinheiro investido em pesquisas espaciais deveria ser direcionado a problemas enfrentados aqui na Terra, como a pobreza e desastres naturais. Como o senhor lida com isso?
E eu pergunto a elas: as expedições dos bandeirantes foram um grande desperdício? É possível que naquela época muitos portugueses diziam "Por que precisamos ir para este matagal? Qual o sentido disso?". É a mesma coisa, é uma filosofia. Primeiro, somos exploradores, queremos conhecer outros lugares, conhecer a nossa origem. É importante entender e estudar sobre a origem da família de cada um? Quanto investimento fazemos pessoalmente para entendermos os ramos das nossas famílias e de onde elas vieram? É a mesma coisa. Queremos entender a nossa origem. Estamos aqui sozinhos? Somos o único tipo de vida nesse formato em milhões de planetas que existem no universo?

O que o senhor diria para os jovens estudantes que estão lendo essa entrevista e gostariam de trabalhar com pesquisa espacial?
A recomendação é a mesma que dei para os meus filhos. Primeiro, é preciso estudar bastante, tem que ser dedicado ao assunto, ter muita persistência e muita paciência. Tem que fazer os trabalhos da escola e tem que estudar muitas áreas diferentes. Isso se aplica não apenas à NASA, Europa ou Brasil, mas a muitas áreas técnicas e de negócios. Muitas pessoas da área científica, mais cedo ou mais tarde, vão trabalhar na área de negócios. É muito importante que você seja um aluno dedicado, que está interessado em fazer os trabalhos e estudar muito. É igualmente importante que você tenha uma mente bem aberta e olhe bastante como as diferentes áreas científicas e não-científicas se complementam. Espero que muitos jovens brasileiros procurem essa área e vão trabalhar no programa espacial brasileiro. O Brasil tem uma capacidade tremenda na área espacial com cientistas e engenheiros com grande capacidade e grande expertise em muitas áreas.
Tags: bandeirantes, esa, espacial, exploração, foguete, galáxia, marte, nasa, opportunity, phoenix, planeta, sistema, solar, sonda, spirit, viagem.
Comentários
Fonte: Site de Veja

Veja





26 de junho de 2010

VEJA.com - veja@abril.com.br




Caro leitor, aqui estão os destaques de VEJA desta semana.

VEJA mudou, e tem a partir de hoje a mesma dinâmica dos sites noticiosos de maior audiência do planeta, com atualizações em tempo real das notícias mais relevantes do Brasil e do mundo, minuto a minuto, 24 horas por dia, sete dias por semana.


A navegação ficou mais intuitiva, simples e atraente, com muito mais vídeos, galerias de fotos e infográficos interativos.Um clique na aba TEMAS dá acesso a conteúdo mais profundo, multimídia, interativo e histórico reunido em torno de determinado assunto. Os atuais:

• Enchentes em Alagoas e Pernambuco
• As fichas dos "fichas-sujas"
• A guerra no Afeganistão
• O desastre da BP no Golfo do México
• Eclipse - O terceiro filme da série Crepúsculo
• Irã - A corrida pela bomba dos aiátolás atômicos
• Dossiês - A política de porão dos aloprados



As REPORTAGENS ESPECIAIS são mantidas mais tempo no site e atualizadas com frequência. Elas são enriquecidas com conteúdo multimídia e interatividade:



MODA - Clique nas perguntas sobre as tendências para os próximos anos e curta as respostas em vídeo dadas por quatro dos maiores nomes da moda brasileira.




LONGEVIDADE - O geriatra e psiquiatra Robert Butler, ganhador do Prêmio Pulitzer com o livro Why Survive? Being Old in America ("Para que ficar vivo? Ser velho nos Estados Unidos"), é o entrevistado de estréia da seção de reportagens especiais de SAÚDE. Butler preside o Centro Internacional para a Longevidade e é autor de três centenas de estudos sobre como manter o bem-estar físico e mental por mais tempo.




CIÊNCIA
Os marcianos só falam em filmes de ficção científica. Se existissem, pudessem e quisessem falar, certamente seu primeiro interlocutor seria o cientista brasileiro Ramon de Paula, chefe do programa de telecomunicação e exploração de Marte da Nasa. Antes que um marciano o faça, VEJA conversou com Ramon sobre o cronograma de conquista do planeta vermelho.




MEDICINA
Os telefones celulares podem funcionar como instrumentos muito precisos de diagnóstico remoto. Já estão em teste aplicativos que fazem eletrocardiograma em pacientes e enviam o resultado instantaneamente para centros médicos a distância. VEJA falou com o brasileiro Vitor Pamplona, que faz doutorado no Massachusetts Institute of Technology (MIT) e acaba de criar um aplicativo que permite diagnostiocar com precisão miopia, astigmatismo e hipermetropia pelo celular.


Blogs



GPS
Saber onde você está é o primeiro passo para descobrir aonde ir. Localize-se. A coluna estreia com uma entrevista exclusiva de Paula Neiva com Ricardo Amaral, o GPS da era gloriosa das noites cariocas.




SOBRE PALAVRAS
As palavras, não as frases, são a unidade mínima do pensamento. Elas nascem, amadurecem, envelhecem, morrem - e renascem.
•Para começar, Sérgio Rodrigues escreve sobre uma palavrinha zangada: Dunga.




BAMBO-BAMBA
Pela internet, Julio Cesar de Barros manda avisar que sua coluna não vai tirar amor dos outros para depois fazer feitiço. Ele só quer falar de samba e outros ritmos brasileiros.
• Na estreia, a história do samba para ver e ouvir.




PERDIDOS NO ESPAÇO
Lost acabou mal, mas a coluna de Fernanda Furquim sobre as hipnóticas séries de televisão vai começar onde os melhores pararam.
• A coluna de estreia é sobre Mad Men, cuja quarta temporada tem início em breve, com Don Draper (John Hammer) tentando recuperar o espaço perdido.




DIZ O ESTUDO
A ciência parece trabalhar só para os camundongos e macacos. Afinal, são eles que surgem nos estudos curados do câncer ou voltado a andar depois de terem a espinha dorsal decepada. Aqui não. Aqui as pesquisas são para quem movimenta o mouse.
• Atração de estréia: barriga de chope e Alzheimer? Tudo a ver.




+TECH
A coluna para quem não fugiu da faculdade em Stanford nem abriu uma fabriqueta na garagem de casa junto com o amigo Steve Wozniak, mas que adoraria ser ele, Steve Jobs.
• Na estréia, como escapar das armadilhas dos e-mails venenosos, os spams da Copa.


Consulta



ECONOMIA BRASILEIRA...
...em 23 indicadores interativos e com cruzamento de dados


Especiais



ELEIÇÕES 2010
A maneira mais eficiente de não desperdiçar seu voto.

Informe-se
• Origem e trajetória dos candidatos

Interaja
• Diga-me com que frase você se identifica e lhe direi quem é seu alter ego na política: Dilma, Serra ou Marina
• Eles sabem tudo sobre você. Mas você é capaz de relacionar fotos, palavras, siglas, partidos políticos, profissões ou cargos a cada candidato? Tente.




EU, TU, ELES, NÓS NA FITA
Mande-nos um vídeo com uma mensagem para seu candidato ou para os demais e diga o que pretende ver realizado no próximo governo. Segure a onda, pois vamos pedir que os outros votem em sua proposta.




EU, TU, ELES, NÓS NA NUVEM
Mande-nos mensagens sobre o que espera ver realizado no próximo governo. As palavras-chave de seus desejos vão engordar na nossa "nuvem de tags".




OLHA O PASSARINHO!
O Twitter dos candidatos está a mil. Nosso "tuitômetro" vai mostrar de hora em hora como está a imagem de cada um na área mais agitada da internet.

Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados

Novo Serviço

Novo serviço da Polícia Civil já apresenta resultados na identificação de criminosos
26/06/2010 15:02

Mais de 5 mil acessos no site da Polícia Civil já foram realizados desde o dia 18 passado, quando entrou em operação o novo serviço do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), que colocou no site www.pc.rs.gov.br imagens de criminosos gravadas por circuito interno de TV de bancos e empresas que foram alvo de assaltos. Em menos de uma semana, 200 denúncias já estão sendo investigadas.

De acordo com o titular da Delegacia de Roubos e idealizador do projeto, delegado Juliano Ferreira, a polícia espera resolver muitos inquéritos que contam com boas imagens, mas sem a identificação do criminoso. "Se o criminoso não tem antecedentes, fica mais difícil a identificação dele somente pela imagem. Com o apoio da comunidade, a tendência de identificação aumenta muito, e o índice de elucidação de crimes, graças a isso, é grande", afirmou. Ferreira garantiu que a resposta da população já pode ser vista no curto período em que o serviço se iniciou, um sinal de que a sociedade está apoiando a Polícia na identificação de criminosos.

Por meio do site da PC ( www.pc.rs.gov.br ), o usuário poderá acessar, à direita da tela, a seção Participe, no banner Auxilie a Polícia. As informações prestadas tanto pelas empresas como pelos cidadãos, no caso de reconhecimento, serão sigilosas.

Fonte: www.estado.rs.gov.br

Informatização nas Delegacias

Informatização transforma rotina nas delegacias do Rio Grande do Sul
26/06/2010 15:11

Informações policiais contidas em pilhas de papel agora podem ser acessadas rapidamente por meio eletrônico na maioria das delegacias do Rio Grande do Sul. Em funcionamento em 351 delegacias, do total de 534 órgãos policiais do Estado, o Sistema de Polícia Judiciária (SPJ), que até o final do ano atingirá todos os órgãos operacionais da Polícia Civil (PC), está transformando as rotinas de seus usuários. "É uma ferramenta excelente, exclusiva da PC gaúcha, que facilita o trabalho dos delegados e seus agentes, agilizando o atendimento aos cidadãos", diz a delegada Viviane Francisco Pinto, diretora da Divisão de Sistemas e Equipamentos do Departamento de Informática Policial, órgão responsável pelo desenvolvimento do sistema, juntamente com a Procergs.

Idealizada desde 2004, a implementação do SPJ ganhou força a partir de 2009, como parte das ações do projeto de Modernização e Integração do Sistema de Inteligência da Segurança Pública, dentro do Programa Estruturante Cidadão Seguro, do Governo do Estado. Naquele ano, o sistema entrou em teste em duas delegacias. Com o aporte de R$ 4 milhões do Estruturante, que possibilitou a infraestrutura necessária - instalação dos pontos de rede; canal de dados compatível com o sistema e microcomputadores - em dezembro de 2009 já estava implementado em 285 órgãos da PC/RS.

Para os cidadãos, o sistema propicia maior agilidade e qualidade nas demandas junto a esses órgãos. Para o Estado, as vantagens são muitas: melhor aproveitamento das atividades-fim da PC, já que o SPJ otimiza o tempo de trabalho nos feitos policiais; diminuição nos custos que envolvem despesas com material de expediente e deslocamentos dos policiais, já que a operacionalidade é eletrônica, dentre tantas outras.

Com a ferramenta eletrônica, os delegados detêm amplo controle dos procedimentos por eles instaurados, com o acompanhamento de todo o andamento até a remessa dos procedimentos ao Poder Judiciário. Em 2009, a Polícia Civil do Rio Grande do Sul registrou cerca de 1,3 milhão ocorrências policiais.

"Somente com a informatização é possível gerenciar todos esses dados, já que somos, atualmente, apenas 380 delegados no Estado. Eventos criminais aumentaram muito nos últimos anos, portanto é necessária a informatização em benefício da sociedade. O Governo do Estado, por meio desta instituição está trabalhando muito para ampliar a tecnologia em benefício da sociedade", afirma Viviane.

Além da modernização dos sistemas de Inteligência, o Governo do Estado, por meio do Estruturante Cidadão Seguro, promoveu ações de recomposição do efetivo da Segurança Pública. Somente na Polícia Civil, estão em curso de formação, via concurso público, 161 novos delegados e 607 novos agentes, dentre escrivães e inspetores. Em maio, a governadora Yeda Crusius autorizou concurso para o preenchimento de mais 250 vagas para inspetores, bem como 250 vagas para escrivães.

De acordo com a governadora, conquistas como essas só estão sendo possíveis graças ao ajuste fiscal, interropendo um ciclo de 37 anos em que o Estado gastava mais do que arrecadava, e que proporciona ao Governo aumentar os investimentos em áreas prioritárias como a Segurança Pública.

Fonte: www.estado.rs.gov.br

Brigada Apresenta Estudo científico

Brigada Militar apresenta estudo científico sobre neurofisiologia da drogadição
26/06/2010 15:22

A Brigada Militar, por parte do Comando de Policiamento da Capital (CPC), apresenta, nesta terça-feira (29/6), às 14h, no Auditório da Academia de Polícia Militar, em Porto Alegre, os resultados de um trabalho científico na área da Neurofisiologia da Drogadição e Segurança Pública.

A pesquisa expressa o estudo da percepção da interface existente entre o Funk, Bondes e Meios de Comunicação Virtual com as Drogas, a partir dos resultados obtidos pela realização de palestras de esclarecimento, informação e prevenção da dependência química através dos conhecimentos em Saúde Mental, Neurociências e Segurança Pública.

O trabalho foi desenvolvido pelo major Thomaz, chefe do Gabinete Regional de Polícia Cidadã do CPC, no período de Abril à Junho 2010, abrangendo 4200 pessoas do ensino médio das escolas da Zona Sul de Porto Alegre, área de abrangência do 1º Batalhão de Polícia Militar.

Fonte: Ascom BM

Oficial da BM na ONU

Oficial da BM está atuando junto ao Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU
27/06/2010 16:19

Após ser transferido da Missão da ONU de estabilização do Haiti (MINUSTAH), em março deste ano, para a seção de segurança do Alto Comissariado de Direitos Humanos (OHCHR), com sede em Genebra, o capitão Ricardo Freitas da Silva está atuando na seção de coordenação de segurança em missões no terreno do OHCHR.

A equipe de analistas é responsável por coordenar, planejar e fiscalizar as missões de investigação ou visitas de especialistas de Direitos Humanos, designados pela ONU para avaliar países em conflito ou casos isolados de violação dos direitos humanos (exemplo Quirgisquistao, Bolívia, Colômbia, Faixa de Gaza).

Atualmente, o oficial da Brigada Militar está designado para planejamento e coordenação das Américas, Oeste Africano e Àsia, sendo que dependendo do grau de risco e nível de segurança do país e/ou grau de complexidade da missão, o oficial coordenador de segurança poderá embarcar para coordenar a proteção do staff do Alto Comissariado no "terreno", ou em missão no exterior.

Desde o dia 4 deste mês o capitão Freitas encontra-se em missão na Guinea (capital Conakry), acompanhando a delegação dos Direitos Humanos para avaliar e observar o processo eleitoral naquele país, que vive uma ditadura militar. Durante a missão eleitoral, Freitas pôde desempenhar a função de coordenador de segurança e oficial de ligação com o Comando da Gendarmeria Guineana, a fim de facilitar o acesso dos observadores nas regiões do país.

Neste domingo (27/6), após visitar quatro importantes regiões da Guinea, percorrendo mais de 1700 km de estradas, Freitas observa o pleito eleitoral democrático. O capitão destaca que "o tema Direito Humanos e Policia Militar sempre será conturbado e exige contínua aprendizagem e treino. Orgulho-me da nossa PM que investe no ensino dos Direitos Humanos (...)".

Fonte: Ascom BM

Reciclagem de Armas de Fogo

Susepe realiza curso de reciclagem no uso de arma de fogo
27/06/2010 16:30

A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), através da Escola Penitenciária, e realizando as metas do Estruturante Cidadão Seguro que, entre as prioridades tem a recomposição e qualificação do efetivo da segurança pública a fim de melhorar o atendimento à comunidade gaúcha, está realizando o Curso Tático de Espingarda Calibre 12.

A reciclagem faz parte de um cronograma de aperfeiçoamento e capacitação dos Agentes Penitenciários de todo o Estado quanto ao uso tático da arma de fogo, com finalidade de melhorar a atuação do servidor penitenciário no Sistema Prisional.

O curso é dividido em teoria e prática. As lições teóricas abordam regras de segurança, apresentação da arma, principais peças, tipos de coronhas, fundamentos do tiro, munições e suas peculiaridades. Nas aulas práticas, os agentes penitenciários têm contato com o manejo do armamento, montagem e desmontagem, limpeza e lubrificação, além de exercitar os disparos como tiro em deslocamento avançado, deslocamento evasivo e deslocamento lateral.

Ainda estão previstos cursos para habilitação ao uso de Pistola .40 e Carabina CT .40. A primeira etapa da qualificação abrange 300 servidores, priorizando os que trabalham na área operacional. O curso têm duração de nove horas/aula (9h/aula), ministradas pela Escola Penitenciária da Susepe.

Fonte: Ascom Susepe

Susepe Lança Projeto de Inclusão Social

Susepe lança projeto de inclusão social e profissional
27/06/2010 16:39

A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), através do Departamento de Tratamento Penal (DTP), realiza em julho o Curso de Inclusão Social e Profissional Para Presos. As aulas iniciam-se na ala feminina da Penitenciária Modulada de Montenegro, com 12 apenadas do regime fechado.

Acatada imediatamente pela diretora do departamento, Tatiana La Bella, a iniciativa virou projeto de inclusão, ganhou o patrocínio da Pastoral Carcerária e CNBB, Fiergs, e apoio do Ministério Público. De acordo com a idealizadora e uma das gerentes do Projeto, Maria Lucia Brum, serão dois meses de profissionalização na técnica de patchwork e quilt, que são trabalhos manuais feitos em pedaços de tecido emendados.

A capacitação é dividida em quatro módulos que vão da introdução da técnica até a habilitação profissional. Ao final do curso, os trabalhos serão colocados à venda para o público em geral em local ainda não definido.

Fonte: Ascom Susepe

News Negro

Um ano após sua morte, cantor continua a vender milhões de discos
Bom Dia Sorocaba
Nesta sexta-feira, os passos de um bailarino que nasceu negro e morreu branco serão recordados por uma imensa comunidade em todo o mundo. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
“Invictus” eo esporte como ativismo político
Gazeta do Povo
Quatro anos depois se torna o primeiro presidente negro do país, que apesar da maioria racial nunca teve direitos reconhecidos. O cenário é de tensão, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Netinho diz que aliança com petistas precisava de "escurecida"
Grande Prêmio
Em sua campanha, ele tem usado a ligação com a periferia, onde se criou, eo fato de São Paulo jamais ter eleito um candidato negro para o Senado para ...
Veja todos os artigos sobre este tópico

Com direito a bateria, Netinho canta em convenção do PT
R7
Em seu discurso, Netinho disse que é hora de dar "uma escurecida" na política brasileira e defendeu a eleição de um negro para o Senado. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico


|||||||||||| ||||||||| ||||||||| ||||||||| ||||||||| ||||||||| ||||||||| ||||||||| ||||||||| ||||
HEITOR (((((º_º))))) CARLOS
http://portodoscasa is.blogspot. com/
|||||||||||| ||||||||| ||||||||| ||||||||| ||||||||| ||||||||| ||||||||| ||||||||| ||||||||| ||||
............ ......... ......... .

Abordagem da Brigada

Brigada Militar aborda mais de 14 mil pessoas nas estradas gaúchas
28/06/2010 09:46


Durante o final de semana, compreendido de sexta-feira (25) até a meia noite de domingo (27), o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) executou ações de combate a criminalidade e redução de acidentes. No período, mais de 14 mil pessoas foram abordadas, 8047 veículos fiscalizados e 1868 condutores autuados por infrações de trânsito, sendo 176 por excesso de velocidade flagrado em radar fotográfico. Outros 22 foram autuados por embriaguez ao volante.

Ainda durante o final de semana, 59 motoristas tiveram suas carteiras de habilitação apreendidas, sendo 20 por embriaguez e outros cinco por suspensão do direito de dirigir imposto por excesso de pontuação no prontuário da carteira de habilitação. Foram registrados 98 acidentes de trânsito, envolvendo 170 veículos, causando lesões em 68 pessoas e a morte de outras três.

Três de Maio
Na noite de sexta-feira (25), às 23h, um acidente ocorrido na RS 342 Km 39 em Três de Maio, acabou por ocasionar a morte de L.P., de 23 anos, que conduzia um automóvel, sem ser habilitado, e ao tentar efetuar ultrapassagem em local proibido pela sinalização, acabou colidindo com outros dois veículos que trafegavam em sentido contrário.

Novo Hamburgo
No domingo (27) por volta das 20h, um atropelamento ocorrido na RS 239 Km 16 em Novo Hamburgo, ocasionou a morte do pedestre G.N.E., de 25 anos. Segundo levantamento efetuado pelos policiais militares do Grupo Rodoviário de Sapiranga, o acidente ocorreu no momento em que inesperadamente o pedestre tentou atravessar a rodovia e não observou a aproximação de um ônibus, sendo atropelado e falecendo ainda no local.

Não Me Toque
Também no domingo (27), ainda no final da tarde, por volta das 18h50 o choque de um automóvel, contra uma árvore às margens da rodovia, ocasionou a morte da passageira M.H.R.S.M., de 58 anos. Segundo levantamento feito no local, o condutor perdeu o controle do veículo saindo da pista e se chocando contra uma árvore, na RS 142 Km 17 em Não Me Toque.

As ações de combate a criminalidade ocasionaram a prisão de 46 pessoas, sendo quatro foragidos da justiça e 23 por ocorrências de menor potencial ofensivo que geraram a confecção de termos circunstanciados.

O CRBM relembra que a segurança no trânsito é responsabilidade de todos. Obedecer à sinalização e os limites de velocidade são fatores que contribuem para a diminuição dos índices de acidentalidade. No trânsito somos todos pedestres, priorize a vida. Em casos de urgência, emergência ou em situações que requeiram a intervenção do policiamento rodoviário da Brigada Militar, ligue para o telefone 198 em qualquer rodovia ou estrada estadual.

Fonte: www.estado.rs.gov.br

Deputado Estadual Gilmar Sossella

Prezado jornalistas e radialistas:



Atualizamos a lista das obras dos municípios sem asfalto

Também publicamos o áudio com anúncio das obras

O material pode ser acessado e baixado no site:



www.gilmarsossella.com.br

PL de Corredores

Na sessão ordinária de terça-feira (29/06) foi aprovado o Projeto de Lei 235/2009, de autoria dos deputados Francisco Appio e Jerônimo Goergen, que estabelece a obrigatoriedade de inspeção fitossanitária em todas as cargas de maçã, pera e pêssego, procedentes de países do Mercosul, bem como dos meios de transporte.

O chamado Corredor Fitossanitário protegerá os pomares gaúchos de pragas existentes em outros países. O Projeto de Lei será sancionado pela Governadora nas próximas duas semanas e implementado pela Secretaria da Agricultura.

“Entre os produtores a proposta era considerada muito importante, para garantir a sanidade das macieiras. Entre os consumidores, mais uma garantia da qualidade da fruta gaúcha”, afirma Appio.



Leia as últimas do www.twitter.com/franciscoappio



PROJETO DE LEI vai denominar a RS437 como Rodovia Frei Rovílio Costa, jornalista, escritor, educador e editor de mais de 2.600 publicações.

RS437 (Vila Flores e RS448/Antônio Prado, 30 km ) existe desde 1890. Seu projeto está sendo licitado pelo DAER, 120 anos depois.

RST470 (ANDRÉ DA ROCHA, 14 km ). Contrato repactuado pela Toniollo Busnello que contratou o projeto Ambiental (em estudos).

RS122 (Antônio Prado/Ipê/Campestre/BR116 em Vacaria). A restauração está sendo licitada. Faz parte dos 18 lotes, em licitação.

RS437 (Vila Flores/RS448 Antônio Prado, 30 km ). Projeto de Engenharia está em estudos, com pesquisa de campo. Poderá ser Licitado neste ano.

PONTE NOVA ROMA/NOVA PÁDUA tem Convênio em elaboração, podendo ser assinado até o dia 3 de julho, entre o DAER e a Prefeitura de Nova Roma.

MUITOS CAPÕES, acesso de 2 km da cidade a BR285. Até sexta-feira será completada a documentação, para o convênio ser assinado dia 3 de julho

AEROPORTO REGIONAL de Vacaria, em obras, com recursos suficientes para sua conclusão, neste ano, pela Toniollo Busnello.

ACESSOS de Santo Expedito ( 10 km ) e Tupanci ( 18 km ) foram repactuados pela Bolognesi Engenharia que contratou os estudos do Projeto Ambiental.

RS126 (São Jorge/Guabiju, 5 km ). Contrato repactuado, contratado o Projeto Ambiental. Idem dos acessos de Muliterno e Santa Cecília.

RS461(Capão Bonito do Sul, 14 km ). Repactuado o contrato com a Técnica Viária que contratou o Projeto Ambiental (em estudos).

RS470 (André da Rocha,14 km). Projeto Ambiental (em estudos) contratado p/ Toniollo Busnello. RS126 (Ibiraiaras/São Jorge) em obras (Tedesco).

ACESSO JAQUIRANA ( 13 km ), obras adiantadas. Conclusão da RS110 BOM JESUS/ROTA DO SOL ( 8 km ) em plena atividade pela Sultepa.

ACESSO MONTE ALEGRE DOS CAMPOS/BR285( 14 km ). Contrato repactuado pela J.Maluccelli que está contratando o Projeto Ambiental.

RS456 (PINHAL DA SERRA- 23,3 km ) J.Maluccelli tem Pendência Jurídica a ser resolvida nesta semana (documentação). E falta o projeto ambiental.

RS456 (Esmeralda) tem licença ambiental, ordem de serviço, mas falta o depósito da Caução pela Empreiteira Castelari. RS456 (Pinhal). Siga-me.

AUDIÊNCIA no DAER (29/6) com o Diretor Eng.Vicente Pereira clarificou a situação das estradas da Região Nordeste e Campos de Cima da Serra.









Deputado Estadual Francisco Appio - www.appio.com.br

Lamentável Crime Ocorrido em Vacaria RS

A cidade de Vacaria está muito violento nos últimos dias agora uma trabalhadora assassinada em sua residência na Vila Municipal, por enquanto as informações que seria latrocínio morte seguida de roubo. É lamentável neste país temos que rever as leis e a conduta do próprio judiciário que deixa esses vermes soltos matando e colocando em perigo a sociedade de Vacaria RS. Vamos aguardar os acontecimentos.

Projeto Mulheres da Paz em Vacaria RS

Projeto Mulheres da Paz foi aprovado
A Câmara Municipal de Vereadores realizou ontem a última sessão ordinária do mês de junho, sob a presidência do vereador Amadeu de Almeida Boeira.

Na pauta estava o seguinte projeto:
01 – Projeto de Lei Executivo nº 79/2010. 1ª Discussão.
“ Altera a redação do art. 1º da lei nº 2.898 de 29 de março de 2010”.
( O referido projeto tem por finalidade corrigir equivoco no Projeto 28/2010, onde constou que o imóvel do antigo Colégio São Francisco estava matriculado no cartório de registro de imóveis sob o nº 28.809, quando na verdade, a matrícula é a de nº 9.435). O projeto teve o pedido de urgência/urgentíssima por parte do vereador Dagmar Dengo do PDT, sendo incluído na ordem do dia e aprovado por unanimidade.

Na ordem do dia estavam os seguintes projetos para votação:
02 – Projeto de Lei Executivo nº 75/2010. Com Parecer.
“ Altera a redação do inciso I do § 5º do art. 5º; da descrição do nível I constante do art. 8º do art. 16; do inciso I do art. 25 do art. 28 e do art. 42, todos da Lei nº 2.092/2003”.
( O projeto tem por finalidade fazer com que o novo cargo de Professor de educação infantil – Creche e pré- escola se molde ao Plano de Carreira do Magistério Público Municipal). Este projeto teve o pedido de adiamento de votação do vereador Douglas Firmino Borges do PMDB para mais estudos sobre o referido projeto.

03 – Projeto de Lei Executivo nº 76/2010. Com Parecer.
“ Altera a redação das especificações do cargo de atendente de creche, constantes no anexo I da Lei nº 1.304 de 04 de janeiro de 1991”.
( O projeto objetiva alterar as especificações das atribuições do cargo de atendente de creche). Também este projeto teve o mesmo pedido do vereador Douglas para que possa ser melhor analisado pelos vereadores.

04 – Projeto de Lei Executivo nº 77/2010. Com Parecer.
“ Altera a redação do art. 3º da lei nº 1.304/91”.
( O referido Projeto objetiva incluir dois cargos de farmacêutico e dez cargos de Auxiliar de Saúde Bucal). O projeto foi aprovado por unanimidade.

05 – Projeto de Lei Executivo nº 66/2010. Com Parecer.
““ Institui o programa de Recuperação Fiscal de Vacaria – REFIS – Vacaria – 2010, para pessoas físicas e Jurídicas e dá outras Providências”.
( O referido projeto tem por finalidade implementar ações para o cumprimento da lei Municipal no que se refere a dívida ativa). Este projeto também foi aprovado por unanimidade.

06 – Projeto de Lei Executivo nº 63/2010. Com Parecer.
“ Abre Crédito Especial no orçamento em Execução”.
( O projeto tem por objetivo instituir em Vacaria o projeto Mulheres da Paz. O Valor é de R$ 597.991,82). O projeto foi aprovado por unanimidade.

Na noite desta terça-feira foi realizada Sessão Solene em homenagem ao Centenário de Nascimento do Médium Chico Xavier, autoria do vereador Chimia do PTB. O Plenário lotou com a presença de autoridades, Espíritas e simpatizantes do Espiritismo.


Data: 29/06/2010
Fonte/Crédito: Assessoria de Imprensa

Câmara de Vereadores de Vacaria Homenageia Chico Xavier

Câmara homenageia Centenário de Chico Xavier

Através de um projeto de autoria do vereador Valdemir Lira de Lima do PTB, a Câmara de Vereadores prestou homenagem em Sessão Solene na noite de terça-feira 29, ao Centenário de Nascimento do Médium Chico Xavier.

Ele nasceu no dia 02 de abril de 1910 em Pedro Leopoldo Minas Gerais. A homenagem contou com a presença do Presidente do Conselho Regional da 3ª Região da Federação Espírita do Rio Grande do Sul Jaime Perin, do Presidente da União Municipal Espírita Gilmar Vieira e dos presidentes de todas as Casas Espíritas de Vacaria.

Nos discursos dos vereadores e de Jaime Perin que falou em nome de todas as Entidades Espíritas, foi ressaltado o papel desempenhado por Chico Xavier ao longo de sua vida, através de seus mais de 400 livros que garantiram ajuda a quem mais necessitava.

Além disso foi um propagador do Espiritismo, levando sempre uma palavra de fé e esperança, mesmo aqueles que eram de outras religiões.

Data: 29/06/2010
Fonte/Crédito: Assessoria de Imprensa

Morte de Mulher em Vacaria RS


Jovem é encontrada morta em sua residência no bairro Municipal

Segundo um levantamento efetuado pelo departamento de jornalismo da Rádio Esmeralda FM, nestes primeiros seis meses do ano de 2010, aconteceram 14 homicídios em Vacaria. Durante todo o ano de 2009, foram registrados 13 homicídios.

Em Janeiro ocorreu um homicídio. Em março cinco pessoas foram mortas, em abril duas. No mês de maio três homicídios e neste mês de junho já aconteceram três homicídios.

O penúltimo homicídio, aconteceu na madrugada do último sábado, dia 26, quando foi morto na Avenida Militar, no bairro Glória, Patrick Camargo da Silva, de 16 anos de idade.

Já na noite de ontem (segunda-feira), dia 28 de junho, por volta das 19h30min, uma guarnição da Brigada Militar encontrou sem vida em cima da sua cama, a jovem Elizabete Vargas de Andrade (FOTO), de 37 anos de idade. A vítima morava com sua irmã Francine na Rua Professora Maria Chaves, 206, no bairro Municipal.

Francine foi quem encontrou o corpo da irmã Elizabete com sinais de ferimentos no rosto e comunicou a BM.

Segundo as primeiras informações o crime foi por latrocínio (roubo seguido de morte), pois foi constatado que havia uma janela aberta em um dos quartos da residência da vítima com sinais de arrombamento.

Os familiares de Elizabete deram por falta na residência de um forno microondas, um monitor de LCD e um teclado de computador além de um aparelho celular.

Com o assassinato de Elizabete, já são 14 homicídios registrados somente este ano, destes, 12 homens e duas mulheres foram às vítimas.

Estes dois últimos homicídios a Polícia Civil, já tem suspeitos e nas próximas horas deverá esclarecer os fatos.


Data: 29/06/2010 - 15:04
Fonte: Adelar Gonçalves/Rádio Esmeralda FM - 93,1
+ notícias

Morte de Paulo Jorge do MPLA

28-06-2010 / 10:24 / TPA
Morte de Paulo Jorge causa vazio no seio do MPLA

O Bureau Político do MPLA manifestou-se ontem, domingo, consternado pela morte do Secretário para as Relações Internacionais deste partido, o nacionalista Paulo Teixeira Jorge, ocorrida sábado por doença.

De acordo com uma nota de imprensa a que a redacção “On-line” da TPA teve acesso, Paulo Jorge "fazia parte do restrito grupo de patriotas que de forma organizada se batiam por uma Angola liberta e pela dignidade do povo angolano".

O nacionalista Paulo Jorge, refere o documento, "é detentor de uma trajectória política irrepreensível e invejável na luta pela liberdade e pela democracia em Angola e no Mundo".

Destacou-se como simpatizante, militante e dirigente do MPLA, sobretudo na luta de libertação, quer como representante do partido no Egipto, Congo Brazzaville e na Argélia, bem como Responsável do Departamento de Informação e Propaganda, na Frente Leste.

Na sua longa caminhada, assinala-se também, de modo marcante, o mandato que a Direcção do MPLA lhe conferiu para integrar a delegação do partido para as negociações com a potência colonial, que culminaram com os acordos de Alvor, em Janeiro de 1975.

Com a proclamação da independência nacional, a 11 de Novembro de 1975, Paulo Jorge desempenhou as funções de Secretário do Presidente da República para as Relações Exteriores, assumindo ainda o cargo de ministro das Relações Exteriores, período durante o qual se podem destacar as suas qualidades como diplomata, humanista e defensor de causas justas.

O Bureau Político regista, sobretudo, o papel de Paulo Jorge na luta pela independência da Namíbia, a admissão da República Sahraui Democrática como membro da OUA e a diplomacia de atenuação dos efeitos da Guerra Fria.

No plano interno, destaque para os cargos e funções executivas partidárias e governamentais que desempenhou nas províncias do Kwanza Norte e Benguela, e ainda na Assembleia do Povo, de que foi primeiro-secretá rio.

Na diplomacia partidária, lê-se no documento, assinala-se o papel de Paulo Jorge na luta que culminou com a admissão do MPLA na Internacional Socialista, assumindo hoje o Partido uma das suas vice-presidências.

Os cumprimentos de condolências à família realizam-se segunda-feira, dia 28, das 17 as 21 horas, na Assembleia Nacional, sala 3.

Casado e pai de dois filhos, Paulo Teixeira Jorge nasceu na província de Benguela, em 1929, e frequentou os estudos primário e liceal em Benguela e Luanda, respectivamente.

Em 1956, ingressou na Universidade, tendo frequentado o 1º ano de Geofísica e, posteriormente, por opcção, o curso de engenharia química.

No mesmo ano, ingressou no MPLA devido a acção mobilizadora de Arménio Ferreira e começou a participar nas actividades clandestinas e anti-fascistas, tendo sido preso por duas vezes por poucos dias, pela PIDE-DGS, em 1961 e em 1962.

De 1963 até 1965 trabalhou como operário em Paris (França), para assegurar a sua subsistência e desenvolveu, em paralelo, actividades a si encarregadas pela Direcção do MPLA.

Ainda em 1965, foi representante do MPLA no Egipto e, em 1967, representante desta mesma organização partidária na Argélia.

Em 1969 foi transferido para a 2ª região político militar, onde, posteriormente, é nomeado Representante do MPLA no Congo.

Em 1971, na Frente leste, foi nomeado Director do Departamento de Informação do MPLA, e em 1974 foi indicado para conduzir as conversações sobre a independência de Angola, com as autoridades portuguesas.

Em 1976, foi nomeado secretário da Presidência para às Relações Exteriores. No mesmo ano, foi nomeado ministro das Relações Exteriores da República Popular de Angola.

Em 1977, foi eleito membro do Comité Central do MPLA-PT, e em 1980, eleito deputado da Assembleia Popular Provincial do Bié e deputado da Assembleia do Povo.

Em 1978 foi nomeado secretário do Comité Central para a Cooperação, e de 1993 a 1994 exerceu o cargo de governador da província de Benguela.

Em 1995 foi nomeado secretário do MPLA para as Relações Exteriores, cargo exercido até à sua morte.


28-06-2010 / 10:24 / TPA
Morte de Paulo Jorge causa vazio no seio do MPLA

O Bureau Político do MPLA manifestou-se ontem, domingo, consternado pela morte do Secretário para as Relações Internacionais deste partido, o nacionalista Paulo Teixeira Jorge, ocorrida sábado por doença.

De acordo com uma nota de imprensa a que a redacção “On-line” da TPA teve acesso, Paulo Jorge "fazia parte do restrito grupo de patriotas que de forma organizada se batiam por uma Angola liberta e pela dignidade do povo angolano".

O nacionalista Paulo Jorge, refere o documento, "é detentor de uma trajectória política irrepreensível e invejável na luta pela liberdade e pela democracia em Angola e no Mundo".

Destacou-se como simpatizante, militante e dirigente do MPLA, sobretudo na luta de libertação, quer como representante do partido no Egipto, Congo Brazzaville e na Argélia, bem como Responsável do Departamento de Informação e Propaganda, na Frente Leste.

Na sua longa caminhada, assinala-se também, de modo marcante, o mandato que a Direcção do MPLA lhe conferiu para integrar a delegação do partido para as negociações com a potência colonial, que culminaram com os acordos de Alvor, em Janeiro de 1975.

Com a proclamação da independência nacional, a 11 de Novembro de 1975, Paulo Jorge desempenhou as funções de Secretário do Presidente da República para as Relações Exteriores, assumindo ainda o cargo de ministro das Relações Exteriores, período durante o qual se podem destacar as suas qualidades como diplomata, humanista e defensor de causas justas.

O Bureau Político regista, sobretudo, o papel de Paulo Jorge na luta pela independência da Namíbia, a admissão da República Sahraui Democrática como membro da OUA e a diplomacia de atenuação dos efeitos da Guerra Fria.

No plano interno, destaque para os cargos e funções executivas partidárias e governamentais que desempenhou nas províncias do Kwanza Norte e Benguela, e ainda na Assembleia do Povo, de que foi primeiro-secretá rio.

Na diplomacia partidária, lê-se no documento, assinala-se o papel de Paulo Jorge na luta que culminou com a admissão do MPLA na Internacional Socialista, assumindo hoje o Partido uma das suas vice-presidências.

Os cumprimentos de condolências à família realizam-se segunda-feira, dia 28, das 17 as 21 horas, na Assembleia Nacional, sala 3.

Casado e pai de dois filhos, Paulo Teixeira Jorge nasceu na província de Benguela, em 1929, e frequentou os estudos primário e liceal em Benguela e Luanda, respectivamente.

Em 1956, ingressou na Universidade, tendo frequentado o 1º ano de Geofísica e, posteriormente, por opcção, o curso de engenharia química.

No mesmo ano, ingressou no MPLA devido a acção mobilizadora de Arménio Ferreira e começou a participar nas actividades clandestinas e anti-fascistas, tendo sido preso por duas vezes por poucos dias, pela PIDE-DGS, em 1961 e em 1962.

De 1963 até 1965 trabalhou como operário em Paris (França), para assegurar a sua subsistência e desenvolveu, em paralelo, actividades a si encarregadas pela Direcção do MPLA.

Ainda em 1965, foi representante do MPLA no Egipto e, em 1967, representante desta mesma organização partidária na Argélia.

Em 1969 foi transferido para a 2ª região político militar, onde, posteriormente, é nomeado Representante do MPLA no Congo.

Em 1971, na Frente leste, foi nomeado Director do Departamento de Informação do MPLA, e em 1974 foi indicado para conduzir as conversações sobre a independência de Angola, com as autoridades portuguesas.

Em 1976, foi nomeado secretário da Presidência para às Relações Exteriores. No mesmo ano, foi nomeado ministro das Relações Exteriores da República Popular de Angola.

Em 1977, foi eleito membro do Comité Central do MPLA-PT, e em 1980, eleito deputado da Assembleia Popular Provincial do Bié e deputado da Assembleia do Povo.

Em 1978 foi nomeado secretário do Comité Central para a Cooperação, e de 1993 a 1994 exerceu o cargo de governador da província de Benguela.

Em 1995 foi nomeado secretário do MPLA para as Relações Exteriores, cargo exercido até à sua morte.

Memória- condolências à família do nacionalista angolano Paulo Jorge
28-06-2010 / 10:24 / TPA

Morte de Paulo Jorge causa vazio no seio do MPLA


O Bureau Político do MPLA manifestou-se ontem, domingo, consternado pela morte do Secretário para as Relações Internacionais deste partido, o nacionalista Paulo Teixeira Jorge, ocorrida sábado por doença.

De acordo com uma nota de imprensa a que a redacção “On-line” da TPA teve acesso, Paulo Jorge "fazia parte do restrito grupo de patriotas que de forma organizada se batiam por uma Angola liberta e pela dignidade do povo angolano".

O nacionalista Paulo Jorge, refere o documento, "é detentor de uma trajectória política irrepreensível e invejável na luta pela liberdade e pela democracia em Angola e no Mundo".

Destacou-se como simpatizante, militante e dirigente do MPLA, sobretudo na luta de libertação, quer como representante do partido no Egipto, Congo Brazzaville e na Argélia, bem como Responsável do Departamento de Informação e Propaganda, na Frente Leste.

Na sua longa caminhada, assinala-se também, de modo marcante, o mandato que a Direcção do MPLA lhe conferiu para integrar a delegação do partido para as negociações com a potência colonial, que culminaram com os acordos de Alvor, em Janeiro de 1975.

Com a proclamação da independência nacional, a 11 de Novembro de 1975, Paulo Jorge desempenhou as funções de Secretário do Presidente da República para as Relações Exteriores, assumindo ainda o cargo de ministro das Relações Exteriores, período durante o qual se podem destacar as suas qualidades como diplomata, humanista e defensor de causas justas.

O Bureau Político regista, sobretudo, o papel de Paulo Jorge na luta pela independência da Namíbia, a admissão da República Sahraui Democrática como membro da OUA e a diplomacia de atenuação dos efeitos da Guerra Fria.

No plano interno, destaque para os cargos e funções executivas partidárias e governamentais que desempenhou nas províncias do Kwanza Norte e Benguela, e ainda na Assembleia do Povo, de que foi primeiro-secretá rio.

Na diplomacia partidária, lê-se no documento, assinala-se o papel de Paulo Jorge na luta que culminou com a admissão do MPLA na Internacional Socialista, assumindo hoje o Partido uma das suas vice-presidências.

Os cumprimentos de condolências à família realizam-se segunda-feira, dia 28, das 17 as 21 horas, na Assembleia Nacional, sala 3.

Casado e pai de dois filhos, Paulo Teixeira Jorge nasceu na província de Benguela, em 1929, e frequentou os estudos primário e liceal em Benguela e Luanda, respectivamente.

Em 1956, ingressou na Universidade, tendo frequentado o 1º ano de Geofísica e, posteriormente, por opcção, o curso de engenharia química.

No mesmo ano, ingressou no MPLA devido a acção mobilizadora de Arménio Ferreira e começou a participar nas actividades clandestinas e anti-fascistas, tendo sido preso por duas vezes por poucos dias, pela PIDE-DGS, em 1961 e em 1962.

De 1963 até 1965 trabalhou como operário em Paris (França), para assegurar a sua subsistência e desenvolveu, em paralelo, actividades a si encarregadas pela Direcção do MPLA.

Ainda em 1965, foi representante do MPLA no Egipto e, em 1967, representante desta mesma organização partidária na Argélia.

Em 1969 foi transferido para a 2ª região político militar, onde, posteriormente, é nomeado Representante do MPLA no Congo.

Em 1971, na Frente leste, foi nomeado Director do Departamento de Informação do MPLA, e em 1974 foi indicado para conduzir as conversações sobre a independência de Angola, com as autoridades portuguesas.

Em 1976, foi nomeado secretário da Presidência para às Relações Exteriores. No mesmo ano, foi nomeado ministro das Relações Exteriores da República Popular de Angola.

Em 1977, foi eleito membro do Comité Central do MPLA-PT, e em 1980, eleito deputado da Assembleia Popular Provincial do Bié e deputado da Assembleia do Povo.

Em 1978 foi nomeado secretário do Comité Central para a Cooperação, e de 1993 a 1994 exerceu o cargo de governador da província de Benguela.

Em 1995 foi nomeado secretário do MPLA para as Relações Exteriores, cargo exercido até à sua morte.

http://www.tpa. ao/artigo. aspx?sid= 519efe0d- 8a99-4934- ba14-52ec482bce4 9&cntx=jej%2B2e% 2BgOEgkfnbMeM6Xg Kl0Qut7OyTUreZQ2 4uqyA77kRGE% 2FJRpzDcApjDY9Mj K