Rádio WNews

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Vila Cruzeiro

AMEAÇA SONORA
Brigada reage contra funk com megaoperação
Até helicóptero foi usado em busca por cantor de música que intimida PM
Em razão de um funk, a Brigada Militar mobilizou ontem um forte aparato policial e até um helicóptero até a Vila Cruzeiro, na Capital. Os policiais percorreram as vielas em busca do cantor de A Revolta da Favela. A letra faz ameaças de morte a um PM que integra o grupo responsável pelo policiamento do local.Colocado em um site de compartilhamento há cerca de um mês, a música faz referências ao soldado Albarelo, das Patrulhas Táticas Móveis (Patamo) do 1º BPM. A canção seria uma reação à ofensiva contra traficantes nos últimos meses.“Então, Albarelo, vem que eu vou te matar, tu passa na Cruzeiro, a gente vai te furar”, canta o Mc DS.A ação da Brigada Militar ocorreu depois de o policial citado na letra registrar ocorrência. Além do helicóptero, os PMs levaram um número não informado de viaturas. A promessa do comandante do 1º BPM, major Jairo de Oliveira Martins, é manter o reforço na vila. Ele considera que a música representa uma ameaça não apenas o servidor citado no funk.– Não é o soldado que está sendo ameaçado. A ordem, a lei e a sociedade é que estão sendo ameaçados – afirma.Segundo o major, traficantes do local estariam obrigando os moradores a registrarem ocorrências contra os PMs logo após as investidas da BM em buscas de drogas. Jairo afirmou ainda que o soldado citado na música será mantido no policiamento do bairro.O nome completo do PM ameaçado não foi divulgado pela corporação. Até ontem à noite, a Brigada não havia divulgado se conseguiu capturar o cantor.carolina.rocha@diariogaucho.com.brCAROLINA ROCHA
Fonte: Zero Hora

Morte de Onésimo Duarte


23 de agosto de 2010 N° 16436
LUTO GAÚCHO
MTG perde o ícone Onésimo Duarte
Um dos ícones do tradicionalismo gaúcho, Onésimo Carneiro Duarte morreu ontem, aos 81 anos, em decorrência de complicações cardiovasculares. Ele estava internado há duas semanas no Hospital Mãe de Deus, na Capital.

O bancário aposentado do Banco do Brasil foi o presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) que mais tempo permaneceu no cargo. Duarte era natural de Vacaria, onde foi o patrão do Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Porteira do Rio Grande, em 1962. Foi ele o responsável por promover o Rodeio de Vacaria a nível internacional, trazendo turistas de outros países e Estados. Dirigiu o MTG em duas oportunidades, de 1975 a 1977 e de 1983 a 1985.

– Onésimo Carneiro Duarte foi um gaúcho serrano autêntico. Foi um dos maiores líderes do nosso movimento, do qual foi presidente mais de uma vez. Teve papel de destaque sempre no Rodeio de Vacaria. O Rio Grande do Sul fica mais pobre com a partida desse querido amigo – disse o tradicionalista Nico Fagundes, amigo de Duarte.

Levou a cultura do Estado a todo o país, com palestras sobre o assunto. Além de ter estudado e difundido o tropeirismo, militou sobre a importância das bibliotecas nos CTGs e da figura do gaúcho.

– Ele sempre se preocupou com a questão ideológica do movimento. Também se envolveu com a questão educacional. Ele defendia que o MTG não podia simplesmente fazer o movimento para si. Tinha que contribuir com o sistema educacional – afirmou o presidente do Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore e ex-presidente do MTG, Manoelito Savaris.

Duarte conduziu o MTG em busca de crescimento e com o futuro em vista. Por isso, investiu na aquisição da atual sede do movimento, que fica na Rua Guilherme Schell, 60, em Porto Alegre. Sua trajetória serviu de inspiração a outros presidentes, como o atual, Oscar Gress. O dirigente lembra que Duarte fez história na maneira como conduziu o tradicionalismo gaúcho.

– Quando ele era presidente, eu era ainda muito moço. Mas conheci a sua história. A gente se inspira nesses homens sérios. Foi um grande tradicionalista. É uma grande perda para o Rio Grande do Sul – destacou Gress.

Duarte, que era conselheiro vaqueano do MTG, cargo vitalício convocado em situações especiais, morava na Capital desde 1975. Ele deixa a mulher, Vani Ferrassi Duarte, com quem era casado havia 56 anos, seis filhos, 12 netos e dois bisnetos.



Fonte: Zero Hora

Morte de Onésimo Duarte

23 de agosto de 2010 N° 16436
LUTO GAÚCHO
MTG perde o ícone Onésimo Duarte
Um dos ícones do tradicionalismo gaúcho, Onésimo Carneiro Duarte morreu ontem, aos 81 anos, em decorrência de complicações cardiovasculares. Ele estava internado há duas semanas no Hospital Mãe de Deus, na Capital.

O bancário aposentado do Banco do Brasil foi o presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) que mais tempo permaneceu no cargo. Duarte era natural de Vacaria, onde foi o patrão do Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Porteira do Rio Grande, em 1962. Foi ele o responsável por promover o Rodeio de Vacaria a nível internacional, trazendo turistas de outros países e Estados. Dirigiu o MTG em duas oportunidades, de 1975 a 1977 e de 1983 a 1985.

– Onésimo Carneiro Duarte foi um gaúcho serrano autêntico. Foi um dos maiores líderes do nosso movimento, do qual foi presidente mais de uma vez. Teve papel de destaque sempre no Rodeio de Vacaria. O Rio Grande do Sul fica mais pobre com a partida desse querido amigo – disse o tradicionalista Nico Fagundes, amigo de Duarte.

Levou a cultura do Estado a todo o país, com palestras sobre o assunto. Além de ter estudado e difundido o tropeirismo, militou sobre a importância das bibliotecas nos CTGs e da figura do gaúcho.

– Ele sempre se preocupou com a questão ideológica do movimento. Também se envolveu com a questão educacional. Ele defendia que o MTG não podia simplesmente fazer o movimento para si. Tinha que contribuir com o sistema educacional – afirmou o presidente do Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore e ex-presidente do MTG, Manoelito Savaris.

Duarte conduziu o MTG em busca de crescimento e com o futuro em vista. Por isso, investiu na aquisição da atual sede do movimento, que fica na Rua Guilherme Schell, 60, em Porto Alegre. Sua trajetória serviu de inspiração a outros presidentes, como o atual, Oscar Gress. O dirigente lembra que Duarte fez história na maneira como conduziu o tradicionalismo gaúcho.

– Quando ele era presidente, eu era ainda muito moço. Mas conheci a sua história. A gente se inspira nesses homens sérios. Foi um grande tradicionalista. É uma grande perda para o Rio Grande do Sul – destacou Gress.

Duarte, que era conselheiro vaqueano do MTG, cargo vitalício convocado em situações especiais, morava na Capital desde 1975. Ele deixa a mulher, Vani Ferrassi Duarte, com quem era casado havia 56 anos, seis filhos, 12 netos e dois bisnetos.



Fonte: Zero Hora
23 de agosto de 2010 N° 16436

Voltar para a edição de hoje
document.write(display_name);
FUNK DAS AMEAÇAS
MC explica música contra brigadiano
Jovem de 19 anos da Vila Cruzeiro, na Capital, escreveu letra para soldado
Trinta minutos. Esse foi o tempo que o funkeiro Douglas de Souza Ribeiro, o MC DS, 19 anos, levou para compor os versos que provocaram uma operação da Brigada Militar na Vila Cruzeiro, no Cristal, durante o fim de semana.Filho da empregada doméstica Sueli de Souza, 47 anos, Douglas é o terceiro de sete filhos.Com medo das represálias da Brigada Militar após a divulgação da música, ele saiu de casa na sexta-feira. Disse que sua mãe e seus irmãos foram intimidados pelos PMs, um deles o soldado Albarelo, das Patrulhas Táticas Móveis (Patamo) do 1º BPM. O MC, que trabalha como carregador em uma empresa de mudanças e já gravou funks falando da vida de quem entrou para o crime, contou que a música foi um desabafo.Procurado pela reportagem sobre as acusações de Douglas à conduta de PMs do 1º BPM, o comandante do batalhão, major Jairo de Oliveira Martins, não vai se pronunciar.– Eu não entro em acareação com esse tipo de pessoa. Isso de alegar que PMs pegaram dinheiro ou enxertaram drogas é o que eu mais vejo no dia a dia. Entramos mesmo na casa de trabalhadores, como ele diz, onde sempre encontramos 50 pedras de crack, por exemplo. Trabalhadores do crime, isso sim – comentou o major.Sobre as declarações, indagou:– E por que ele até agora não procurou os órgãos competentes para fazer a queixa?carolina.rocha@diariogaucho.com.brCAROLINA ROCHA
Fonte: Zero Hora

Morte de Onésimo Duarte

Aos 81 anos, morreu ontem (22/08), em Porto Alegre uma das maiores lideranças do Movimento Tradicionalista Gaúcho, Onésimo Carneiro Duarte, que dedicou parte de sua vida à divulgação e promoção da cultura regional.

O deputado Francisco Appio , na Assembleia Legislativa, registrou o falecimento do grande líder, vacariano de nascimento, e patrão do CTG Porteira do Rio Grande.

O Jornal Zero Hora, publicou reportagem especial, que transcrevemos em nosso site, acesse www.appio.com.br



E agora as últimas do www.twitter.com/franciscoappio
NEI MARCON comandou a banda da Noite Italiana de Antônio Prado. Alegria transbordou na maior festa do gênero. O melhor prato era "felicidade".
EXPOINTER começa sábado 28. Temas pontuais: vacinação da febre aftosa, suspensão do abate do javali, queima-de-campo, reserva legal.
FINAL FREIO DE OURO na Expointer com craques da minha região: Zás-Trás (Cabanha La Conquista - Caxias), Joaquina da Bezinha (Bom Jesus).
IMPERATRIZ DA BOA VISTA (Cab. Boa Vista-Vacaria), Meia Lua da Boa Vista (Cab. da Macena - Vacaria), Huracan da Boa Vista (Vacaria/B.Jesus).
HARAGANO DA BOA VISTA (Cab. Marupá - S.F.de Paula), Desgarrado do Portal Gaúcho (Portal Gaúcho/Vacaria), Sendero Talento (Reculuta/Sananduva).
EL GLADIADOR 43 do Cerro Velho (Atalia/Lagoa Vermelha) também é finalista do Freio de Ouro. Listagem completa saiu na ZH (Campo e Lavoura).
AEROPORTO DE CARGAS (Yeda constrói) na Chapada em Vacaria, servirá como pista de pouso alternativo para toda a região, golaço de doze anos.
ASFALTAMENTO DA PISTA de 2020 metros começará em seguida. Conclusão prevista para março, pode ser antecipada. Tudo começou em 1998.
TASSIANO BASSO (S.Marcos) sofreu acidente em Minas. Está hospitalizado em Curvero-MG, em estado grave.

Deputado Estadual Francisco Appio - www.appio.com.br

Violadores dos Direitos Humanos

Recebi informações e também tomei conhecimento que pessoas que já tiveram uma trajetória de violação dos Direitos Humanos em Vacaria RS, que sua trajetória de vida foram marcadas pelo abuso e agressividade foram homenageadas com nome de ruas e Ginásio de Esporte. Isso é lamentável tantas pessoas que fizeram o bem nesta cidade elevaram o nome da cidade no esporte, na cultura, na paz e em outras atividades, nunca tiveram seus nomes lembrados e homenageados em vida ou após a sua morte. Foram homenageados estuprador e torturador recebem nomes de rua e Ginásio de Esporte em nossa Vacaria RS. Isso é lamentável

Vila Cruzeiro de Porto Alegre RS

Observamos ação da Brigada Militar pela TV Record no Programa Balanço Geral na Vila Cruzeiro de Porto Alegre. Por causa de um imbecil marginal que ameaçou um soldado da Brigada Militar numa música de Funck e editado o vídeo no Youtube, toda a comunidade pobre e negra da Vila Cruzeiro sofreu a pressão, o constrangimento, abordagens discriminatórias e vila parecia uma operação de guerra. Os pobres e negros são sempre vitimas do abuso do poder do Estado, a comunidade paga por ações individuais de bandidos. Onde está os defensores do povo negro o Movimento Negro Unificado do RS?

Blog

DESABAFO DE UM PAI.... onde foi parar a justiça desse país
PS: Você recebeu esse e-mail, pois faz parte do mailling do Blog TÔ VENDO TUDO – Eticamicina5mg, caso não queria mais receber nossas mensagens, basta retornar o e-mail com a palavra "retirar"! Obrigado!
MENEZEShttp://eticamicina-5mg-3vezes-ao-dia.blogspot.com/Orkut : canminline@hotmail.comMsn : cidarama@yahoo.com.brtwitter : tovendotudo

Comentário do Leitor

Jeean deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Proibida a Caça ao Javali": Na serra gaucha, terra magra, um agricultor pagando arendo de terra, de 50 quilos de milho de planta, uma roça de 22 quilos de milho de planta, dependendo de veneno, trator, adubo, etc. Mais uma ração de 16 quilos de milho de planta, adubo, etc. Mais uma roça de 12 quilo de milho. Colheu só uma roça de 12 quilos de milho. Uma roça de 16 quilo de milho foi destruído pelos javalis. Outra roça de 22 de planta de milho não colheu nada. Quem ira pagar os gastos? Postado por Jeean no blog Jornal Negritude em 22 de agosto de 2010 20:31

Caminhada com Tarso


Operação Gabarito Condena Ex-Prefeita de Campestre

Julgada procedente ação do MP referente a Operação Gabarito
Foi julgada terça em 1º grau a ação do MP que visa anular concurso público realizado em Campestre da Serra e condenar em improbidade administrativa os réus que incorreram para a ilegalidade.O Juiz Mauro Freitas da Silva condenou os réus em ressarcir, solidariamente, ao Município de Campestre da Serra, do dano advindo da contração da empresa MARCESA pelo valor de R$ 2.990,00, mais importância total de R$ 5.765,51; à suspensão dos direitos políticos por oito anos; ao pagamento de multa civil equivalente a duas vezes o valor do dano e à proibição de contratar com o Poder Público ou dele receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual sejam sócios majoritários, pelo prazo de cinco anos.A ação é originária da Operação Gabarito, desencadeada pelo MP em 2007, onde escutas telefônicas revelaram que a então Chefe do Executivo, Orênia Gomes Goeltzer, em conjunto com Mário Cesar Sauer, representante da empresa Marcesa – Assessoria e Informática Ltda, decidiu a inversão da ordem da classificação de candidatos em concurso público, como por exemplo uma candidata que ficou classificada em último lugar para o cargo de Professora de Pedagogia "Educação Infantil", foi fixada em primeiro lugar. De acordo com o promotor de Justiça Luis Augusto Gonçalves Costa, o MP está analisando a sentença e possivelmente irá recorrer, pois acredita que a pena de multa foi baixa pelo dano ocasionado não só para os cofres públicos, mas também a todos candidatos e a comunidade, pois a imagem do município ficou extremamente abalada com o caso. Por fim, o promotor defende que deve ser feita uma lei de âmbito nacional em que disponha de regras básicas para a realização de um concurso público em todas as esferas, bem como os concursos sejam realizados por Universidades, Órgãos ou Fundações Públicas e não pela iniciativa privada, já que os fatos estão nos demonstrando que urge que sejam tomadas iniciativas fortes nesta área. Data: 20/08/2010 - 16:48
Fonte: MP

Operação Neblina

Polícia Civil prende 149 pessoas na Operação Neblina
A Polícia Civil divulgou, na manhã da última quinta-feira, dia 19, no Auditório Cícero do Amaral Viana, no Palácio da Polícia, em Porto Alegre, os resultados finais da Operação Neblina. Participaram da Operação, 909 policiais em 293 viaturas para o cumprimento simultâneo de 384 mandados de busca e apreensão em 81 cidades das 29 Regiões Policiais. A Operação ocorreu das 6h de terça-feira, dia 17 até as 17h da quarta-feira, dia 18 na Capital, Região Metropolitana, e em pequenas comunidades do interior do Estado.A ação desenvolvida pelo Departamento de Polícia do Interior (DPI), e pelo Denarc, teve por objetivo reprimir o tráfico de drogas, em especial, nas pequenas cidades do interior do Estado, prendendo traficantes, foragidos e condenados, apreendendo drogas e objetos relacionados ao tráfico, armas e outros objetos.A investigação ocorreu no período de 29 de julho a 13 de agosto, identificando pontos de venda de drogas, traficantes e seus fornecedores, os meios utilizados, além de definir as rotas utilizadas por eles. A Polícia Civil atuou de forma intensiva nos locais e ambientes onde ocorrem esses crimes, culminando com o cumprimento de busca e apreensão e mandados de prisão entre os dias 17 e 18 de agosto. Segundo o delegado Luis Fernando Martins Oliveira, do Denarc, durante a Operação foram presas 149 pessoas, todas condenadas ou foragidas por tráfico de drogas. Destes presos, 77 foram em flagrante, 14 com mandado de sentença condenatória, 34 com mandado de prisão preventiva, 12 com mandado de prisão temporária, 12 estavam foragidos e dois foram mandados de busca de adolescente.Foram apreendidas 40 armas, 19 veículos, 178,23g e 24 buchas de cocaína, 1.431,67 kg e 78 pedras de crack, e 4.677,69 kg de maconha. Também foram apreendidos R$ 30.697,57 em espécie, R$ 1.725,00 em cheques, cinco dólares, além de 20 pesos uruguaios. Já no município de Porto Xavier, após o cumprimento dos mandados de busca e apreensão da Operação Neblina, a Polícia Civil vistoriou os portos clandestinos existentes ao longo da costa do Rio Uruguai, na fronteira com a Argentina. Nestes locais foi apreendido um barco a motor, utilizado para a travessia de mercadorias contrabandeadas, tendo sido apreendido em seu interior parte deste material. Foram apreendidos mais de 18 mil maços de cigarros, de procedência estrangeira, sendo que a maior parte estava em um depósito abandonado, não resultando assim em prisão por contrabando.Estiveram presentes nessa operação, o chefe de Polícia, delegado Álvaro Steigleder Chaves, o subchefe de Polícia delegado Joel Souza de Oliveira, o diretor do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos (GIE), delegado Hilton Muller, o titular da Divisão de Investigações Criminais, do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (DIC/Denarc), delegado Luis Fernando Martins Oliveira e a titular da Divisão de Assessoramento Especial, do Departamento de Polícia do Interior (DAE/DPI), delegada Áurea Hoeppel.A Polícia Civil de Vacaria também fez parte da Operação Neblina, quando realizou da região o cumprimento de mandados de busca e apreensão com prisões em Vacaria e Bom Jesus, quanto ocorreu à repressão ao tráfico de drogas.Através da DP Vacaria foi realizado operação no Bairro São José, e, posteriormente, em Bom Jesus.Em Vacaria, os policiais civis ingressaram em uma residência localizada bem em frente à Escola Don Henrique Gelain, encontrando: nove televisores; quatro aparelhos de DVD; dois fornos de microondas, um forno elétrico; um auto-rádio marca Piooner; um saco contendo objetos de estofaria; cinco botijões de gás; uma balança digital; dez telefones celulares; um vídeo-game, duas bicicletas; uma espingarda calibre 12; munição de calibre 12; calibre 32 e calibre 6.35; uma pistola calibre 6.35; 422 pedras de crack embaladas e mais 135 pedras já fracionadas, mas não embaladas, totalizando 557 pedras de crack, e mais uma bucha de cocaína. Dois homens, irmãos, foram autuados em flagrante por tráfico de drogas. Segundo o delegado Carlos Alberto Defaveri, o ponto vinha sendo investigado pela Seção de Investigações da DP Vacaria aproximadamente 30 dias. Os objetos serão confrontados com ocorrências de vítimas de furtos, pois provavelmente foram furtados em residências e trocados por droga.Em Bom Jesus, na continuidade dos trabalhos, uma pessoa, após investigações feitas pela DP Bom Jesus, foi presa em flagrante por tráfico de drogas em sua residência.Munidos de Mandado de Busca, os Policiais Civis da DP Bom Jesus, com apoio de policiais civis de Vacaria, ingressaram na residência de uma pessoa conhecida popularmente como “Cabeça”, encontrando 15 pedras de crack, embaladas e fracionadas, além de dinheiro.Segundo o delegado Vitor Fernando Boff, havia farto material que indicava que essa pessoa vinha realizando o tráfico em sua residência, utilizando também sua condição num clube em Bom Jesus. O homem foi conduzido até Vacaria, onde foi autuado por tráfico de drogas pelo delegado Carlos Alberto Defaveri e, posteriormente encaminhado ao Presídio Estadual de Vacaria.Em outro bairro de Bom Jesus, uma mulher também foi presa em flagrante por tráfico de crack. Após as operações de Bom Jesus, o delegado Vitor Fernando Boff, que comandou os trabalhos, autuou a mulher em flagrante por tráfico de drogas, sendo ela também conduzida ao presídio onde fica à disposição da Justiça de Bom Jesus.Data: 20/08/2010 - 14:35Fonte: DP de Vacaria

Pedras de Crack

Policiais apreendem mais de 550 pedras de crack em residência
Casal foi preso suspeito de tráfico
Munidos de mandado de busca, policiais civis de Vacaria realizaram nessa terça-feira, 18/07, uma operação no bairro São José. Durante as ações, eles ingressaram em uma residência. No local foram encontrados nove televisores, quatro DVDs, dois microondas, um forno elétrico, um auto-radio, um saco com objetos de estofaria, cinco botijões de gás, uma balança digital, dez celulares, um video-game, duas bicicletas, uma espingarda calibre 12, grande quantidade de munição e uma pistola calibre 6.35. Todos os produtos não possuiam procedência. Na casa, foram encontradas ainda 422 pedras de crack embaladas e mais 135 já fracionadas, totalizando 557 pedras de crack, e uma bucha de cocaína. Agora, a Polícia Civil trabalhará na investigação, para verificar se os produtos são realmente provenientes de furtos e receptações. O casal, que estava na residência foi autuado em flagrante pelo Delegado Carlos Alberto Defaveri, e levados ao presidio.Segundo o delegado, o ponto de drogas em frente a escola do bairro São José vinha sendo investigado há aproximadamente trinta dias.
por Fábia Schüler - Fatima e Maisn vac (Rádio Fátima AM), dia 18/08/2010 às 09:04

Discriminação a Colunistas

Li a coluna do nosso colega João Amaro, que é grande colunista politico até ele que escreve num importante jornal de Vacaria sofre discriminação, imagine nós de um pequeno Blog como o nosso que busca levar uma informação qualificada como nós já sofremos isso por parte de alguns. Nós que trabalhamos com a comunicação é assim mesmo ainda mais numa cidade pequena como a nossa ouvimos de tudo e até besteiras.

Ex-Prefeita de Campestre é Condenada

Justiça condena ex-prefeita de Campestre a ressarcir os cofres públicos com valor gasto no concurso em 2007
Ministério Público deverá recorrer da decisão

Ministério Público de Vacaria (Foto: RD Fátima)
A ação é originária da Operação Gabarito, desencadeada pelo Ministério Público (MP), em 2007, onde escutas telefônicas revelaram que a então chefe do executivo, em conjunto com um representante da empresa Marcesa – Assessoria e Informática Ltda., decidiu a inversão da ordem da classificação dos candidatos em um concurso público. Nesta semana foi julgada em 1º grau, a ação do MP que visa anular concurso realizado em Campestre da Serra e condenar em improbidade administrativa as pessoas responsáveis pela ilegalidade. O Juiz Mauro Freitas da Silva condenou os réus em ressarcir, solidariamente, ao município de Campestre da Serra, o valor de R$ 2.990,00, mais importância de R$ 5.765,51, relativos aos prejuízos causados pela contratação da empresa; à suspensão dos direitos políticos por oito anos; ao pagamento de multa civil equivalente a duas vezes o valor do dano e à proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais pelo prazo de cinco anos. De acordo com o promotor de Justiça Luís Augusto Gonçalves Costa, o MP está analisando a sentença e possivelmente irá recorrer. Ele acredita que a pena de multa foi baixa pelo dano ocasionado não só para os cofres públicos, mas também a todos candidatos e a comunidade, pois a imagem do município ficou extremamente abalada com o caso. O promotor também defende, a criação de uma lei de âmbito nacional em que disponha de regras básicas para a realização de concursos públicos em todas as esferas, e que eles sejam realizados por universidades, órgãos ou fundações públicas e não pela iniciativa privada.
por Fábia Schüler - Fatima e Maisn vac (Rádio Fátima AM), dia 20/08/2010 às 08:13

Cobertura Política

Estivemos no ultimo sábado no Comitê da atual Vereadora Jane Andreola que é candidata a Deputada Federal e com a presença da Candidata ao Senado Ana Amélia Lemos. Fizemos uma grande cobertura politica que é de praxe desse Blog que é a informação qualificada. Estaremos em todos os comitês e partidos fazendo esse trabalho, somos um Blog democrático e plural. Buscamos manter um bom relacionamento com todos os partidos e personalidades politicas.