Rádio WNews

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

E-mails

Poa, 22/09/10
Para quem tiver tempo e interesse.Beijos.Deise Nunes.
E-MAILS TROCADOS ENTRE LIGIA RODRIGUES (PETISTA) E A SRA MARIA LUISA FARO (excelente mãe e mulher).

A propósito dos 80% que aprovam o Lula vale ver, apesar de longa, essa troca de e-mails entre duas eleitoras. Uma mãe mandou para a filha um e-mail sobre o passado negro da Dilma. A filha repassou o email para seus amigos, que por sua vez o repassaram para amigos. Aí uma petista, se achou no direito de dar uma lição de moral na mãe. Vale a pena ver as mensagens trocadas. Da Lígia para a mãe: "Mamãe que feio!!!!...ensinando a sua filhinha a acreditar nos absurdos que escrevem na internet? Acho melhor incentivá-la a estudar a história do Brasil e deixar que ela mesma tire as suas próprias conclusões, afinal quem estudar a história do Brasil, entenderá que nunca o nosso país esteve tão bem como hoje, tão forte na economia mundial, tão evidente, tão em crescimento e desenvolvimento quanto esteve nesses 8 anos de governo Lula!!!! E agora o que acontece? Acontece que a oposição está desesperada, porque está vendo o quanto o POVO está satisfeito ( gove rno Lula tem 88% de aprovação da população, aprovação que nenhum governo nunca tinha tido antes na história e aí vem me dizer que é porque o povo é ignorante? Não não meus queridos, o povo está satisfeito porque nunca teve tanta oportunidade, nunca teve tanta comida na mesa , nunca teve tanto emprego, isso sim) o quanto o Brasil cresceu e aí a única alternativa que resta é APELAR…. Apelar para a ignorância, para a mentira e para a ingenuidade de pessoas inocentes e que acreditam em todos os absurdos que circulam por aí…….então fica a minha dica: pesquisem!!!! Vejam o que realmente é verdade!!! Ligia Rodrigues" Ao que a mãe respondeu: "Cara Ligia:Da educação da minha filha cuido eu e decididamente não preciso da sua ajuda, embora agradeça seu interesse. Se você imagina que eu seja alguma semi -alfabetizada , desconhecedora da história e que me socorra apenas da Internet, para compor a minha (in) formação, como lamentável e invariavelmente procede a maciça maioria dos jovens da sua geração, saiba que so u do tempo em que se liam livros e se redigia em bom português. Tenho 58 anos, sou mestre e doutora em Direito Ambiental pela PUC –São Paulo, professora universitária e brasileira que lê. Porque leio, tenho a nítida compreensão do embuste que representam os tais 80% de popularidade disto que você chama de presidente e que eu prefiro chamar de populista barato, parte de uma corja que tomou de assalto este país, no maior estelionato eleitoral já visto na história brasileira. Estelionato, porque esta malta petista se elegeu sob as vestes imaculadas da correção, da ética e da transparência na política. Vendeu produto podre, cara Lígia. e você, consumidora desavisada, está comprando. Todos que fomos formados na hostes da esquerda brasileira, da década de 60 e 70, os que lutaram contra a ditadura (você seguramente não viveu o período sinistro da ditadura) , dando a cara para a polícia militar bater, não raro comprometendo vidas profissionais em razão de envolvimentos políticos, em nome da restauração da democracia neste país, sentem-se ludibriados, enganados e feitos de palhaços pelo PT de hoje. Eu, que já fui eleitora de José Dirceu, sou obrigada a assistir cenas explícitas de sua “competente” coordenação na montagem do mensalão, um deslavado programa de compra de apoio de parlamentares, cuja tarefa, em contrapartida ao dinheiro (seu e meu) que receberam mensalmente do PT, era invariavelmente votar a favor DE TUDO que se lhes fosse requisitado. Saiba que aí começam os 80% da “popularidade” do seu presidente. E Lula, que sempre dormiu dentro do pijama de José Dirceu, nunca soube de nada... Eleitora de José Genoíno que também já fui, igualmente, sou também obrigada a assistir cenas explícitas de suas atividades como gerente do mensalão, como chefe dessa organização criminosa que se instalou no poder, sob a batuta beneplácito e complacência de Lula, PA RA QUEM TUDO SE PASSA, COMO SE NADA SE PASSASSE (até porque ele já resolveu a situação econômica até da quinta geração de seus descendentes, através da fortuna amealhada por seu filho, um ex- vigia de um zoológico no interior São Paulo e hoje trilhardário,- dificilmente em razão de seu trabalho e sua competência....). Dólares na cueca , Waldomiros... a lista é infindável. Mas, o mais monumental e ousado estelionato perpetrado contra a população deste país pela malta petista, está no “golpe de mestre” engendrado para viabilizar a reeleição de Lula: tomar dinheiro público, do erário, portanto, seu e meu, e distribuí-lo aos borbotões para a sofrida população carente do norte e nordeste, literalmente comprando o voto desses coitados (cada bolsa-alguma-coisa rende, por baixo, 6 votos, que é o tamanho de uma família média do norte e nordeste). Então, faça as contas e veja de onde vem a popularidade de seu presidente: maciçamente oriunda da adesã o incondicional desses coitados, que não têm a menor idéia e nem sabem do que há embutido no dinheiro que recebem. Se eu fosse eles, tampouco quereria saber. Como não sou, sei: o PT copiou o projeto original de redistribuição de renda, concebido e operacionalizado inicialmente em Brasília, mudou o nome do programa como se cria sua fosse e, em mais um de seus estelionatos, assumiu a paternidade do programa, sem nunca ter tido a decência de dar CRÉDITO AO GOVERNO ANTERIOR QUE O CONCEBEU E IMPLANTOU. Com a abissal diferença, porém. O projeto original era vinculado a contrapartidas, como pré-requisito para a concessão da bolsa. Isto se chama investimento público e não aleluia com dinheiro público, distribuído obedecendo ao único e exclusivo critério de que cada bolsa-alguma-coisa, rende, como rendeu na reeleição de Lula, no mínimo, 6 votos. Então, Lígia, saiba que a popularidade desse presidente que lhe representa (a você, porque a mim n ão representa) tem o MESMÍSSIMO LASTRO, ORIGEM , NATUREZA, PERFIL E FORMATAÇÃO DO APOIO INCONDICIONAL que Lula recebeu dos parlamentares da Câmara Federal, durante o mensalão. E o dinheiro usado nessa mera transação comercial, aferível através de matemática simples, é seu, viu ? Lula passou sua vida fazendo bravatas, como ele próprio admitiu. Como parlamentar, teve atuação pífia. Nunca se ouviu falar de um projeto de lei de sua autoria. Claro, pouco afeito à leitura, como ele próprio afirma, dele não se esperaria nada diferente. Como presidente, sem a menor afinidade com a rotina e a disciplina inerentes ao expediente , gastou seu tempo - à guisa de entabular “negócios” com outros países- literalmente rodando mundo, fazendo propaganda de si próprio, como o "coitado" (!) que deu duro e venceu. Saiba que Europeu e americano amam o “exotismo” dos países periféricos (candomblé, mulher pelada no carnaval, favela et c.). Digo isto porque morei um ano nos E.U. em intercâmbio quando jovem, estudei Direito Internacional Público na Universidade de Edimburgo na Escócia, durante minha época de graduação em Direito e lecionei, por 7 verões consecutivos Direito Ambiental Brasileiro na graduação e no Mestrado da Universidade de Louvain, na Bélgica. Portanto, manjo bem o espírito com que europeus e americanos vêm o Brasil e a figura "exótica" de seu presidente. Pergunte se eles elegem populistas e políticos que mal sabem ler e escrever... Seu presidente, semi-alfabetizado que é (e isto é uma vergonha sim senhora! , para uma criatura que se dispôs a representar os brasileiros. Não obstante, ele carrega sua falta de estudo como um troféu) . Nós merecíamos, no mínimo, que ele tivesse se dado ao trabalho de dominar as regras básicas da língua portuguesa, porque teve sim chance, teve sim, tempo e teve sim, condições de estudar, se tivesse aptidão q ue não tem , para a disciplina inerente a qualquer atividade de aprendizado. Marina, por exemplo, alfabetizou-se aos 16 anos. Teve vida incomensuravelmente mais sofrida do que a de Lula e não envergonhou a ninguém como parlamentar e ministra que foi, e jamais vociferou discursos na base do “menas gente” e “entendo de que....” .Palanqueiro, demagogo, populista admirador das pataquadas de Chaves, de Ahmadinejad et caterva, seu presidente semi-alfabetizado confunde “prisioneiro político” com “prisioneiro comum”, como o fez, para a imprensa internacional, no episódio de Cuba (você se lembra, do prisioneiro político cubano que morreu em greve de fome exatamente no dia em que Lula chegou a Cuba, episódio sobre o qual seu presidente, no melhor estilo Odorico Paraguaçu, declarou: “se a moda pega, as cadeias brasileiras ficariam vazias!!!!?). Sem c omentários. Enquanto o mundo se empenha para banir a ameaça nuclear, seu presidente cruza o planeta com sua troupe , às custas de dinheiro público, para passar a mão na cabeça de um ditador sanguinário (vide dados recentes acerca das eleições e repressão à oposição no Irã) e negociar, sem ter mandato da comunidade internacional para isto, exatamente no papel de "bobo da corte" (foi assim que a comunidade internacional interpretou sua atuação no episódio) em torno do enriquecimento do urânio no Irã. No dia seguinte ao tal “acordo” , que Lula festejou para a imprensa internacional como um feito monumental, o ditador do Irã confirma para essa mesma imprensa, que “vai continuar enriquecendo urânio sim!!! como se Lula sequer lá tivesse estado. Bem feito! É isto que acontece quando se tem para conselheiro em política internacional “especialista” do calibre de um Marco Aurélio “top top” Garcia (lembra-se da com emoração furtivamente filmada no interior do Palácio do Planalto, assim que o jornal da Globo noticiou que o acidente da TAM se dera em razão de falha humana e não em razão das condições da pista de Congonhas?). Melhor teria sido até que as famílias das vítimas não tivessem testemunhado essa cena no Palácio, por parte de um assessor tão próximo do presidente). Escárnio, em nome de ganho político a qualquer preço. Esta é a política do PT atual, eleito com as vestais imaculadas da correção e da ética que vendeu e você comprou. Não satisfeito, obtuso por desconhecimento da história, seu presidente se arvora de “vírus da paz”, no conflito do Oriente Médio que é BIBLICO (sabe o que significa isto?). O mundo e a ONU se empenham HÁ DÉCADAS tentando compor este conflito de interesses que já produziu um número incalculável de mortes. Lula achou que ele era o cara!! É ter-se em alta conta demais, para quem seguramente sequer se debruçou sobre um manual de história geral do segundo grau. Diz o ditado : dá-se mala para andante, já pensa que é viajante... Alguém precisa dizer-lhe, “se manca Lula!!! . Seu presidente tem muitas qualidades, Lígia, mas levar a sério a expressão do Obama "that´s the guy" (que, SEM A MENOR DÚVIDA, foi proferida em razão das graças e piadas que são a forma através da qual Lula se afirma, nesses reuniões políticas, nas quais depende inteiramente de alguém para traduzir o que se passa....), é muita pretensão. Não acho que presidente brasileiro tenha por obrigação falar inglês, não. Mas, convenhamos, é uma vergonha um sujeito que sempre quiz ser presidente, não ter se dado ao trabalho de estudar uma língua estrangeira, em deferência aos brasileiros, para bem representar seu país. Mas não, dá-lhe pinga, piada e futebol. É assim a metá fora que faz, de nós brasileiros no exterior. A mim, me ofende como cidadã e me envergonha como brasileira. Ah, mas ele é super popular no exterior! É a admiração de que não precisamos. Americanos e europeus gostariam , tenha certeza, ainda muito mais, se nosso presidente fosse o Raoni ( com todo o respeito e reverência que devemos aos PARA sobreviventes das nossas comunidades indígenas, estes sim, vítimas de uma política indigenista de extermínio perpetrada por nós brancos, ao longo de todos os governos anteriores, inclusive por este, do PT). Eleito pela primeira vez porque significava a mudança e a ética, fez um primeiro mandato durante o qual NÃO TEVE CULHÕES para implementar nada do que apregoou durante a campanha. Literalmente DEU CONTINUIDADE às iniciativas do governo Fernando Henrique, pelando-se de medo da inflação voltar e não ter a env ergadura que teve Fernando Henrique, como estadista que foi, de aniquilar uma inflação que já estava no DNA dos brasileiros, de tão endêmica e embutida na psiquê do brasileiro. Descobriu, depois da posse, que os rumos do governo não poderiam nem deveriam ser diferentes daqueles adotados no governo anterior. Mas achou forma de “faturar” em cima do mérito alheiro Até os índices positivos de safras de grãos recordes, obviamente fruto de políticas agrícolas do período anterior, foram colhidos e computados pela máquina publicitária do governo petista como se fossem fruto do governo que mal iniciara.... Saiba que o que a máquina de propaganda deste governo apelidou de "herança maldita", foram os acertos dos governos anteriores que caíram no colo de Lula, ou alguém tem a ilusão de que implantação de políticas , de infra-estrutura etc. .. rendem respostas no dia seguinte em que são implantadas.. A crise internacional, que se festeja não ter chegado no Brasil, realmente não faz grandes marolas em um país que tem uma monumental parte da sua economia no plano informal, longe dos números oficiais. Este país anda, Lígia, com Lula, sem Lula ou com cover de Lula. Não é ele o artífice de nenhuma proeza política. É, sim, o artífice de uma monumental máquina de propaganda governamental, isto sim, "sem precedentes na história deste país" . Aliás, nem acredito que o mérito seja dele, porque ele é apenas a marionete à frente da cortina nesse teatro, por ser palanqueiro e empolgar a massa como Goebels fez no Alemanha nazista e menos votados como Jânio Quadros e Collor fizeram no Brasil. Deu no que deu., se você conhece história. Na era da televisão, usando dinheiro público na manutenção do circo, vende o produto Lula deslavadamente na embalagem que quer (vide esse programa virtual , que é mera versão e não fato, chamada PAC) para uma população infelizmente consumidora de novelas na telinha. A maciça maioria da nossa população não lê jornais. Ou você acha que é mera coincidência que ele não se elegeu nos estados de sul e sudeste, onde os índices de analfabetismo não muito menos drásticos. Lula é produto da desinformação e do analfabetismode um lado e, de outro, do oportunismo de segmentos que viram no governo Lula a chance de se candidatar a uma das tetas dentre as inumeráveis (vide o número de ministérios que criou, para manter com o seu dinheiro) para, na base do clientelismo, perpetuar-se nas benesses do poder e usufruir das mamatas que sobejamente conhecemos. A próxima mamata para os petistas é a nova estatal criada para cuidar do pré-sal. Aguarde para ver o número de cabides de emprego para acomodar petistas que serão criados. Ah, sempre foi assim? Ah bom, pensei que o PT d urante 20 anos pregando o contrário, fosse o partido da ética e de políticos honestos, porque foi isto que venderam a mim e à população brasileira... ? Era bravata? Ah bom. Então tá.Em tempo: assine um jornal. Se há alguém mal informado aqui, talvez não seja exatamente a minha pessoa.Maria Luisa Faro."

Documentos para Votar

Atenção! Este ano são necessários dois documentos para votar !


1- Carteira de identidade, ou carteira de trabalho com foto (ou carteira de habilitação com foto, certificado de reservista e passaporte)

2- Título do eleitor.


Procure e separe seus documentos! E avise a todo mundo !
Uma segunda via do título de eleitor pode ser tirada até o próximo dia 23/9 !

Se necessário, vá até algum posto do TSE ou do TRE para tirar o seu.


==================================


Documentos para votação

Além do título, o eleitor terá de apresentar, no dia da votação, um documento oficial com foto.

A exigência dos dois documentos foi introduzida na Lei das Eleições (Lei 9.504/97) por meio da Lei 12.034/09.

Como documento oficial serão aceitos a carteira de identidade ou documento de valor legal equivalente (identidade funcional), carteira de trabalho ou de habilitação com foto, certificado de reservista e passaporte.
-----Anexo incorporado-----
_______________________________________________Cartaoberro mailing listCartaoberro@serverlinux.revistaoberro.com.brhttp://serverlinux

O Futuro da Esquerda



O futuro da esquerda

(*) publicado no Correio da Cidadania.


Escrito por Wladimir Pomar
15-Set-2010
O fim da civilidade, decretado pela direita tucano-pefelista, neste último mês de campanha, está trazendo à luz pelo menos três aspectos da realidade brasileira.
Primeiro, a natureza reacionária e antidemocrática dos novos representantes políticos da burguesia financeira e da burguesia agrária. Segundo, a oposição de grandes parcelas das camadas populares e das classes médias a tal reacionarismo. E, terceiro, as clivagens da esquerda diante dessa polarização.
A nova direita política é, em grande parte, formada por parcelas oriundas da intelectualidade política democrática e de esquerda que se defrontou com a ditadura militar. No curso da emergência das lutas operárias e populares e da formação do PT, assim como da ofensiva ideológica e política do neoliberalismo, muitos de seus membros se transformaram no oposto do que representaram no passado.
Com isso, repetem uma experiência histórica peculiar da esquerda brasileira, que teve em Carlos Lacerda seu expoente mais significativo. Quem conheceu esse personagem da história brasileira certamente se lembrou dele ao assistir ao candidato Serra deblaterando sobre a suposta tolerância de Lula com "quem rouba", e qualificando a candidata Dilma de "envelope fechado". A grande desvantagem de Serra é que não tem a oratória de Lacerda, nem um ambiente de conspiração militar generalizada. Mas a natureza golpista e reacionária é a mesma.
Essa truculência tucano-pefelista também está colocando em evidência algo que uma parte da esquerda se nega a ver. Isto é, que grandes massas do povo brasileiro consideram as atuais eleições como um acerto de contas com a herança de FHC e depositam uma firme confiança em Lula e no PT. Ou seja, além de encararem as atuais eleições como polarizadas e plebiscitárias, grandes parcelas do povo estão convictas de que as mudanças implantadas pelo governo Lula, mesmo contendo erros e problemas, relacionados ou não com suas alianças políticas, apontam para um caminho seguro de transformação social e política.
Uma parte da chamada esquerda democrática se encontra perdida na enseada tucano-pefelista, sem se dar conta de que está dormindo com o inimigo. É doloroso ver candidatos dessa esquerda, com discursos de mudanças democráticas e populares, sendo apresentados por FHC, Serra, César Maia e outros personagens que quase quebraram o Brasil e levaram o povão ao desemprego e à miséria.
A parte da esquerda que se considera revolucionária está na oposição. Embora procure se distanciar da direita que também é oposição, seu inimigo principal e alvo de seus ataques tem sido o governo Lula e a esquerda que apóia Dilma. Na prática, o povão acaba confundindo-a com seus inimigos de direita.
A maior parte da esquerda, que apóia Dilma, também se debate diante da realidade complexa do país. Isto parece ser mais evidente dentro do PT, onde havia uma corrente que pregava abertamente a impossibilidade de uma eleição polarizada e trabalhava para construir pontes com o tucanato. A evolução da campanha eleitoral, apesar da ausência de ataques petistas ao tucanato, está demonstrando que aquela corrente estava totalmente enganada, pelo desconhecimento da natureza antidemocrática e reacionária do tucano-pefelismo.
Também é dentro do PT que continuam se apresentando brechas relacionadas com a tibieza em adotar procedimentos ideológicos, políticos e organizativos condizentes com um partido de esquerda que quer transformar o Estado e a sociedade. Um partido desse tipo não pode ter aloprados, filiados facilmente cooptáveis por dinheiro fácil, nem agentes infiltrados que possam navegar tranqüilamente por suas fileiras. Se o PT não adotar procedimentos que o blindem contra os arrivistas e oportunistas que procuram fazer carreira em qualquer partido que seja governo, aquelas brechas podem se tornar voçorocas, deixando-o indefeso diante das armações que tendem a crescer nas disputas institucionais.
Nessas condições, a vitória do PT e Dilma não representará apenas um acerto de contas com a ideologia e as políticas neoliberais, condensadas na candidatura Serra. Nem apenas um impacto muito sério na esquerda que se aliou à direita, formal ou informalmente, nos ataques ao governo Lula e à candidatura Dilma. Ela deverá representar também uma reestruturação ideológica, política e organizativa do PT, se esse partido quiser enfrentar com sucesso os desafios para aprofundar as mudanças democráticas, econômicas e sociais que as camadas populares reclamam.
Wladimir Pomar é escritor e analista político. -----Anexo incorporado-----
_______________________________________________Cartaoberro mailing listhttp://br.mc1123.mail.yahoo.com/mc/compose?to=Cartaoberro@serverlinux.revistaoberro.com.brhttp://serverlinux.revistaoberro.com.br/mailman/listinfo/cartaoberro

Elite

UMA ELITE PRECONCEITUOSA


Laerte Braga


O preconceito não chega às claras. É politicamente correto disfarçá-lo. Vem embutido na ira e na forma sórdida como é distribuído pelos mais diversos canais de comunicação, até o boca a boca.

Falo da eleição de uma presidente e não de um presidente.

A campanha contra Dilma Roussef traz explícito o rancor e o preconceito dos porões onde se escondem os torturadores da ditadura militar e disfarçado no noticiário de jornais como a FOLHA DE SÃO PAULO, ou revistas como VEJA (não tão disfarçado assim). O JORNAL NACIONAL se imagina uma espécie de porta voz divino e acredita que o trono de Deus esteja no PROJAC. Os anúncios se materializam pelo anjo William Bonner e arcanjos são os Marinho.

Deus, o deles, de fato, está em Wall Street e espalhado pelas várias agências de propaganda que transformam esse cheiro fétido de ódio em sabão em pó que tira todas as manchas. Ou perfume que perfuma como nenhum outro o seu banheiro, acrescido do fato de ter vida inteligente.

No início da campanha eleitoral o jornal FOLHA DE SÃO PAULO, um dos braços da ditadura militar (Operações Bandeirantes e Condor), montou um currículo de Dilma Roussef insinuando assaltos a bancos, assassinatos de inocentes e ações terroristas.

A primeira reação veio de dentro do próprio jornal. O Onbudsman, um jornalista eleito para fazer a análise crítica dos fatos noticiados e corrigir distorções, levantou uma série de incorreções no tal currículo.

Ao contrário do que apregoa a FOLHA DE SÃO PAULO – UM JORNAL DE RABO PRESO COM O LEITOR –, o rabo está preso na FIESP e no esquema corrupto que tenta transformar o Brasil em colônia de um mundo gerido pelo terror nuclear com sede em Washington. Não foram feitas as retificações, ou correções. Prevaleceu a mentira dos donos.

Que Dilma Roussef foi integrante de um grupo de resistência à ditadura militar o País inteiro já sabe. Junto com ela milhares de mulheres e homens enfrentaram o golpe de 1964 e toda a barbárie que caracterizava o movimento.

Que Dilma Roussef foi presa e torturada, submetida a vexames diversos nem ela própria nega, nem jamais tentou negar e isso ficou claro na resposta que deu a um senador numa das muitas CPIs fajutas que os tucanos armaram para tentar atingi-la, só não sabe quem não quer.

Um dos filmes brasileiros que mais comoveu a opinião pública foi o que mostrou a saga de Zuzu Angel, a célebre figurinista, assassinada pela ditadura militar por exercer com bravura e dignidade o ofício de mãe, na busca de seu filho morto nos cárceres da ditadura. Pelos bravos “patriotas” que apregoavam a tal “democracia a brasileira”.

Bem mais que o ofício de mãe. O exemplo de dignidade da mulher como um todo, revestida do caráter que único, de ser humano em seu sentido pleno. Isso significa coragem, porque coragem aí não é bem um ato de heroísmo, mas bravura indômita de quem não se curva ao tacão dos poderosos.

Ademar de Barros, ex-governador de São Paulo e um dos protagonistas do golpe militar de 1964 (protagonista de segunda categoria) foi uma espécie de precursor do malufismo. Chegou a fugir do País quando a justiça quis prendê-lo pelas mais variadas formas de corrupção possíveis. Surgiu com Ademar o slogan “rouba mas faz”.

A Dilma se imputa uma ação onde um cofre do ex-governador teria sido roubado. No cofre, um milhão de dólares, guardado na casa de uma amante, resultado de propina.

Na prática, quando abjetos torturadores tentam desqualificar Dilma Roussef (e nem estou entrando no mérito de sua candidatura) estão tentando desqualificar também centenas de mulheres anônimas que foram vítimas da ditadura e todas as mulheres em todo o País.

É o preconceito odioso da supremacia da barbárie.

Há anos nos tribunais brasileiros maridos que se julgavam vítimas de traição e executavam a mulher e o suposto amante, eram absolvidos com um argumento solerte de “legítima defesa da honra” e adultério era crime. A própria palavra adultério, em si, é uma aberração.

Saiam aplaudidos ao final de seus julgamentos.

Há uma verdade em qualquer canto do mundo sobre mulheres submetidas a sevicias, quaisquer que sejam elas. A cara machista da sociedade se apieda num primeiro momento e rotula como mulher vulgar num segundo momento.

Está no assédio, na vulgarização, nas práticas deliberadas de transformar coragem em terrorismo, loucura, histerismo, um monte de ismos.

Numa cidade do interior mineiro, anos atrás, um comprador de cabelos para a indústria de perucas (era comum as mulheres não cortarem seus cabelos), assustou-se ao chegar a uma determinada residência onde compraria os cabelos das filhas de um lavrador com um detalhe que nunca poderia imaginar.

Eram três filhas e o pai iria vender o cabelo de apenas duas. Segundo ele, a terceira “já foi usada por um sem vergonha, o cabelo não presta”.

Não sei quantas mulheres tombaram na luta contra a ditadura. Aqui no Brasil, no Chile, na Argentina, nas Filipinas, na Indonésia, mas sei que muitas mulheres emprestaram dignidade e determinação à luta contra tiranos.

Entre nós a anistia na verdade não beneficiou a exilados, presos políticos e que tais. Como concebida e determinada em lei garantiu a impunidade de torturadores, estupradores, assassinos. Permanecem sob as sombras de sua covardia a destilar veneno. Foi conseqüência da percepção simples que os governos militares não iriam se sustentar por mais tempo, estavam sendo surrados nas urnas desde 1974 e para evitar derrotas maiores recorriam ao casuísmo da legislação autoritária que lhes garantia a maioria que não tinha.

Uma espécie de saída não tão devagar que pareça provocação, nem tão depressa que pareça medo. Mas saída. E aí, louve-se a capacidade de enxergar esse óbvio do presidente/ditador Ernesto Geisel. Mas registre-se o preço pago junto às hordas de assassinos dos DOI/CODI, a impunidade.

Dilma Roussef foi uma dessas resistentes. Como o seu adversário José Arruda Serra.

Ao contrário de Arruda Serra foi presa, torturada, submetida a humilhações, cumpriu pena. Arruda Serra trocou de lado ao primeiro aceno do dinheiro. Veio pelas mãos de seu mentor FHC (entre os traidores, dedos duros, havia um esquema de patente também. Anselmo era cabo, FHC general).

É mulher, é mãe, é avó, como milhões de mulheres no País e sobreviveu e superou toda essa caminhada, suportou todas essas provações, manteve-se e mantém-se incólume, preservada em seu caráter, em sua dignidade de ser humano e ser humano mulher.

A despeito dos avanços e conquistas da mulher na chamada sociedade civil organizada (trem também que é de lascar, sociedade civil organizada, parece clube de aleluia, aleluia), o preconceito ainda é imenso e se manifesta das mais variadas formas.

Neste momento a candidata Dilma Roussef simboliza essa luta que no dizer de Celso Furtado “a revolução feminista foi a mais importante revolução do século XX”.

A dela, de lutar pela presidência da República, a primeira a chegar ao cargo, a de mulheres que saem de suas casas ainda pela madrugada para jornadas de trabalho e se obrigam a lutar ombro a ombro numa tal sociedade que ainda se lhes vê como melancia, ou melão, ou pera.

Uma vez uma professora perguntou ao então deputado César Maia se ele sabia o preço do pão de sal. Ele respondeu que não. Ou da condução, do ônibus, ele respondeu que não.

A moça, perto de trinta anos de magistério, em sala de aula, salário miserável, mas caráter exemplar, dedicação absoluta, respondeu apenas o seguinte. “Pois deveria saber, afinal você é deputado, que não se vive sem pão e nem se vai ao trabalho sem ônibus”. “Será que você sabe o que é trabalho?”

Cada uma dessas afirmações recheadas da polidez do politicamente correto sobre Dilma e mulheres que não estão preocupadas em ser miss laje para aparecer no Faustão, traz em si, além do preconceito contra a mulher como ser humano, a arrogância das elites políticas e econômicas que enxergam apenas pernas, seios e bundas e acham que os cabelos de uma “mulher usada” já não servem.

O que a mídia privada tenta imputar a Dilma e deve reforçar esse tipo de canalhice no final da campanha é o que pensam da mulher brasileira. Objeto.

Mais que isso. Escondem, ou tentam disfarçar a prepotência na suposição que a tarefa de cada mulher é achar o desodorante certo para o banheiro.

São primatas na prática e na essência.
-----Anexo incorporado-----
_______________________________________________Cartaoberro mailing listCartaoberro@serverlinux.revistaoberro.com.brhttp://serverlinux.revistaoberro.com.br/mailman/listinfo/cartaoberro

373 Pessoas Presas

Brigada Militar detém 373 pessoas nessa quarta-feira
16/09/2010 18:20
A Brigada Militar está divulgando os dados atualizados da produção operacional, das atividades de rotina e das operações Centauro Lei Seca, Centauro Caixa Forte, Centauro Segurança no Campo, Centauro, Centauro Cadeado, Centauro Sensação, Centauro Capacete Limpo e Centauro Transporte Seguro.As ações foram realizadas pela Corporação nas últimas 24h, em todo o Estado.AÇÕES TOTALPosse de Entorpecentes 23 Tráfico de Entorpecentes 19 Total de Veículos Fiscalizados 33.205 Total de Veículos Autuados 1.313 Total de Veículos Recolhidos 240 Total de Veículos Recuperados 24 CNH Apreendidas 34 Prisões Realizadas (Exceto Foragidos) 360Foragidos 13 Total de Prisões Realizadas 373 Armas Brancas 06 Armas de Fogo Apreendidas 12 Apreensão Maconha (gramas) 419,52Apreensão de Cocaína (gramas) 16,30 Apreensão Crack (gramas) 105,07 Apreensão de Munições 145 Apreensão de Espécie (R$) R$ 6.818,05 Bares Fiscalizados 1.296Casas Noturnas Fiscalizadas 178 Desmanches Fiscalizados 36 Inspeções a Bancos 3.782 Inspeções a Escolas 420Inspeções a Postos de Saúde 255 Acidentes de Trânsito - Danos Materiais 89 Acidentes de Trânsito - Lesões Corporais 91 Acidentes de Trânsito - Morte 02 Art 306 - Dirigir Embriagado 03 Art. 165 - Embriaguez 08 Máquinas de caça-níqueis apreendidas 140 Máquinas de caça-níqueis lacradas 07 Barreira Policial 628Fonte: Ascom BM

Convocação

Repassem, por favor. E compareçam.


C O N V O C A Ç Ã O



Sindicato dos jornalistas sediaráato contra o golpismo midiático
(Dia 23, quinta, às 19 horas)
O Centro de Mídia Alternativa Barão de Itararé está organizando um importante ato de resistência às ações eleitorais da grande imprensa. O ato, no auditório Wladimir Herzog, do Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo, terá participação de Centrais Sindicais, movimentos sociais, partidos, profissionais de comunicação e personalidades das mais variadas correntes. O evento tem apoio do movimento de blogueiros progressistas.
O texto dos organizadores põe o dedo na ferida do conluio midiático: “Como num jogo combinado, as manchetes da velha mídia viram peças de campanha no programa de TV do candidato das forças conservadoras”. E alerta: “A onda de baixarias, que visa forçar a ida de Serra ao segundo turno, tende a crescer. Os boatos nas redações e bastidores das campanhas são preocupantes e indicam que o jogo sujo vai ganhar ainda mais peso.”
E, como nada acontece por acaso, o texto relembra: “No comando da ofensiva estão grupos de comunicação que – pelo apoio ao golpe de 64 e à ditadura – já mostraram seu desapreço pela democracia”.
Mais informações: www.baraodeitarare.org.br
O ato: 23 de setembro (quinta), às 19 horasLocal: Auditório do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo (Rua Rego Freitas, 530, próximo ao Metrô República, Centro, SP)Presenças confirmadas de dirigentes do PT, PCdoB, PSB, PDT, de representantes da CUT, FS, CTB, CGTB, MST, FST e UNE e de blogueiros progressistas.

contamos com a sua presença


A informação é um dos Direitos Humanos-----Anexo incorporado-----
_______________________________________________Cartaoberro mailing listCartaoberro@serverlinux.revistaoberro.com.brhttp://serverlinux.revistaoberro.com.br/mailman/listinfo/cartaoberro

Bambas


Sempre lembrada como uma das melhores quando o assunto é comissão de frente, a ala que abre passagem para os Bambas da Orgia está com vagas abertas para novos integrantes.
A oportunidade vale para homens e mulheres interessados em desfilar na comissão azul e branco em 2011. A seleção ocorre aos sábados, na quadra da escola, a partir das 18h. Basta chegar e falar com Aldir ou Vladi.

Vereadora Sofia Cavedon












Edição Especial
Dia da Juventude nesta Quarta-feira (22) em Porto AlegreÀs 11h - Concentração da Juventude no Instituto de Educação - Av. Osvaldo Aranha, 527, Bom FimÀs 18h30min - Concentração da Juventude na Cidade Baixa - Sofia Veloso e Republica.

Comício da Vitória com as presenças de Dilma, Lula, Tarso, Paim e Abgail, no dia 24 de setembro, a partir das 18 horas, no Largo Glênio Peres, Centro de Porto Alegre. Participe!

Debate na Faced/Ufrgs
Nesta terça-feira (21), a vereadora Sofia Cavedon participou, representando o candidato da Unidade Popular pelo Rio Grande, Tarso Genro, no debate promovido pela Faculdade de Educação da Ufrgs (Faced). No encontro foram debatidos os principais pontos do documento Lições do Rio Grande versus programa de Educação das candidaturas. Transcrevemos aqui alguns dos pontos abordados.

Lições do Rio Grande - Faced/Ufrgs
A Faculdade de Educação da Ufrgs tornou pública sua apreciação sobre as Lições do Rio Grande: referencial curricular colocado pela SEC para as escolas estaduais, propondo o debate e convocando o compromisso público dos candidatos ao governo do estado com uma futura intervenção coletiva que considere que: “O sucesso da implementação de políticas curriculares de governos ou de instituições está estreitamente ligado a políticas que incidam na formação docente – anterior ou concomitante ao exercício profissional –, bem como na disponibilização de outras condições, das quais fazem parte certos padrões básicos de qualidade da educação. Um conjunto de lições, isolado, não dá conta de iniciar uma inflexão expressiva no trabalho docente.”

Faced/Ufrgs
São educadoras que não conseguiriam, por trabalharem o dia inteiro - já são educadoras em creches - por serem mães de família e por estar a muito tempo afastadas da escola, enfrentar o concorrido vestibular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e muito menos pagar uma universidade privada, porque os seus vencimentos são um pouco mais do que um salário mínimo. Uma creche comunitária, mesmo conveniada com a Prefeitura, não tem condições de pagar salários que garantam ao profissional buscar a sua própria qualificação. ...Esse curso foi um dos atingidos nesse movimento de asfixia da Universidade Estadual, que, infelizmente, vem acontecendo nesses últimos oito anos.
Para TARSO, assegurar uma Educação de Qualidade passa por
- Mobilizar todos os esforços para que as escolas e espaços educacionais se tornem lugares de organização, construção e difusão da cultura: no campo das ciências, das humanidades, das artes e da tecnologia onde crianças, jovens e adultos, aprendam a construir conhecimento. Tal perspectiva deve materializar-se no projeto da escola, por intermédio da clara definição dos fins da educação escolar, da reorganização dos espaços e tempos, da identificação de conceitos relevantes no processo ensino aprendizagem, da avaliação processual e diagnóstica voltada para a correção de dificuldades que impedem uma aprendizagem significativa, da utilização intensa e adequada dos recursos pedagógicos e tecnologias educacionais, do envolvimento da comunidade escolar, do planejamento e gestão coletiva do trabalho pedagógico, da qualidade do ambiente escolar e de suas instalações, e, sobretudo, no investimento na qualificação e valorização do trabalho docente , por meio da garantia de formação inicial e continuada e de salários condizentes com a enorme responsabilidade e desafio de ser professor.

Faced/Ufrgs
- São amplos os itens que compõe as condições indispensáveis a um trabalho pedagógico eficaz. Valorização dos profissionais da educação, disponibilidade – em quantidade e qualidade – de insumos pedagógicos e adequada infra-estrutura física das escolas estão entre eles. As escolas estaduais gaúchas recebem um repasse anual de recursos financeiros do governo estadual, que lhes disponibiliza, em média, 30 reais por aluno por ano. Esse é o principal recurso com o qual conta a maioria das escolas, fato que desnuda as limitadíssimas possibilidades de prover os estabelecimentos de ensino de certos insumos para um trabalho pedagógico de acordo com os requisitos de qualidade da contemporaneidade.
TARSO irá
- Promover a recuperação física das escolas viabilizando a construção, restauração e reforma dos prédios escolares, abolindo totalmente as escolas de lata.- Garantir o pleno funcionamento dos laboratórios de ciências físicas, biológicas e de informática, espaços pedagógicos importantes para a formação e preparação dos estudantes. - Readequar o repasse trimestral de recursos às necessidades das escolas a partir do diálogo com as comunidades escolares.- A implantação de um projeto que possibilite a cada professor ter seu computador, criando condições para o incremento de seu papel de educador pesquisador e facilitando a troca de experiências docentes.- Criar espaços de multimídia nas escolas estaduais, com recursos tecnológicos e em parceria com o governo federal

Faced/Ufrgs
- Outro fator é que o valor mínimo de remuneração (que não se confunde com piso salarial ou básico) pago a um professor da rede pública estadual, para 20h, é de R$ 510,00, valor que é um dos menores do país. Acresce-se a isso a descaracterização da carreira do magistério, pela prática, há anos, de fixação de um salário básico de baixíssimo valor, o que nivela os salários e, portanto, desacredita esforços de qualificação dos docentes.
TARSO irá
- Promover a escola de qualidade social através de uma política de valorização profissional dos trabalhadores em educação, buscando garantir a melhoria e modernização das condições de trabalho. Reconhece o Piso Nacional Profissional do magistério como vencimento básico da carreira, e assumimos o compromisso de criar as condições financeiras necessárias para o pagamento do mesmo.

Faced/Ufrgs
- A formação inicial e continuada de professores é também requisito da qualidade da educação escolar... nos parece urgente a abertura de diálogo para discutir política(s) de formação de professores. Propomos um diálogo interinstitucional e intergovernamental - incluindo, pelo menos, governo estadual, governos municipais, universidades e demais instituições formadoras de professores, entidades representativas das instituições formadoras de profissionais da educação, profissionais da educação e instâncias que os representam, conselhos escolares, conselhos de educação - no sentido de formulação de políticas de formação de professores e demais profissionais da educação, no bojo de um projeto de educação inscrito na proposta de constituição de um sistema nacional de educação.
TARSO irá
- Estimular e garantir suporte a promoção de uma profunda Reestruturação Curricular nas escolas, com ampla participação da comunidade escolar e apoio das Instituições de Ensino Superior, visando à garantia do acesso ao conhecimento-aprendizagem para todos os que estão na escola, a partir da realidade contextualizada historicamente; da articulação do saber popular ao saber científico; da superação da fragmentação do currículo através da integração das áreas do conhecimento (interdisciplinaridade); do respeito às questões culturais e sócio-antropológicas; do incentivo à pesquisa da realidade e da dialogicidade, como método de construção social do conhecimento; repensando a reorganização dos espaços e tempos da escola, as relações de convivência, o planejamento da ação coletiva do trabalho docente; aprofundando os processos de avaliação diagnóstica, sistemática, investigativa e emancipatória, respeitando os tempos e ritmos de aprendizagem dos educandos, diagnosticando avanços e dificuldades, capaz de apontar todas as possibilidades de intervenção, de provocação, de desafio intelectual necessários ao avanço e a construção do conhecimento.- Implementar a formação continuada e em serviço, financiadas pela mantenedora e em cooperação com universidades; intercâmbio e troca de experiências nacionais e internacionais, mantendo o professor atualizado na área da educação e promovendo a recuperação dos professores enquanto produtores de conhecimento e promotores culturais pelo apoio à produção coletiva de materiais pedagógicos.- Constituir no Estado um pacto de colaboração horizontal entre as instituições de Ensino Superior pela qualidade, ampliação do acesso, pesquisa e formação de professores, onde a UERGS terá um papel estratégico.

Faced/Ufrgs
- A rede estadual foi encolhendo nos últimos anos: de 1996 para 2008, passou de um atendimento de 65% para 57% da matrícula na Educação Básica pública gaúcha. Com a reorganização da rede estadual no governo atual, foram fechadas escolas, foi incentivada a municipalização da pré-escola, foi aumentada a proporção de número de alunos por sala de aula, foi reorganizada a distribuição de funções no âmbito escolar. O que tem se mostrado visível é a ligação desses ajustes com as razões do ajuste fiscal do estado, permanece invisível a maior disponibilidade de recursos para a rede pública de ensino estadual, bem como as razões pedagógicas ou de eficácia das ações públicas nestes movimentos.
TARSO não promoverá municipalização e fechamento de escolas. Vai
- Buscar a universalização do Ensino Médio através de um conjunto de ações que passam pelo investimento na qualificação curricular, em tecnologia e inovação, na aproximação com o mundo do trabalho e na formação permanente dos professores. Com políticas de suporte ao acesso e permanência com sucesso, como o transporte escolar - ampliando para os centros urbanos – a bolsa juventude e os estágios que complementem a formação e subsidiem a sustentação do jovem na escola.- Buscar, em colaboração com os municípios, a universalização do ensino fundamental através de sua qualificação pedagógica e da articulação de ações com outras políticas públicas, bem como criar o Pacto pela Educação Infantil consolidando políticas, diretrizes e ações destinadas à ampliação do acesso e qualificação deste nível de ensino no Estado.

Acesse aqui a integra do documento Lições do Rio Grande - Faced/Ufrgs
Clique aqui.

Conheça o Programa de Educação Tarso Governador
Clique aqui.

Acompanhe pelo Blog Sofia Cavedon:
Atividades da campanha Acesse aqui.Acontecendo na capital Acesse aqui.

Museu Afro Brasil

Museu Afro Brasil promove sessão de cinema e exibe “Nossa União, Muita Confusão” (Fox Home)
domingo, dia 26. Grátis

O Museu Afro Brasil – Organização Social de Cultura e a Secretaria de Estado da Cultura exibem no dia 26 de setembro, às 15h, em única sessão, a comédia “Nossa União, Muita Confusão” em parceria com a Hacienda DC e a Fox Home Entertainment.
“Nossa União, Muita Confusão” é uma hilária e terna comédia interpretada por um elenco de astros que inclui Forest Whitaker [ganhador* do Oscar®] e o superastro da comédia de pé Carlos Mencia.
Quando os universitários Marcus e Lucia (Lance Gross, e America Ferrera de Ugly Betty) surpreendem a família anunciando seu noivado, seus pais (Whitaker e Mencia) ameaçam transformar o casamento dos sonhos em um verdadeiro campo de batalhas. Adicione parentes excêntricos e culturas diferentes e teremos uma receita infalível de diversão leve e agradável que você não pode perder!
Haverá sorteio de DVDs do filme “Nossa União, Muita Confusão” e de outras produções do cinema negro.
ASSISTA
Veja o trailer no filme no YouTube: http://www.youtube.com/watch?v=TIGJeTOffcQ
Saiba mais informações sobre o filme no Twitter: http://twitter.com/haciendadc
SERVIÇO
Dia 26 de setembro – 15h
Museu Afro Brasil - Organização Social de Cultura
Av. Pedro Álvares Cabral, s/n, Parque Ibirapuera, Portão 10 - São Paulo / SP, CEP: 04094-050 - Brasil
Estacionamento: Portão 03 – Zona Azul
Lotação: 150 lugares
Fone: 55 11 5579-0593
FICHA TÉCNICA DO FILME
Direção: Rick Famuyiwa
Elenco: Forest Witaker, America Ferrera, Carlos Mencia, Regina King, Lance Gross e Diana-Maria Riva.
Duração: 106 minutos
Classificação: 10 anos
Entrada Gratuita – (ingressos devem ser retirados no dia 26/09, a partir das 10 horas, na portaria do Museu Afro Brasil)
Sobre o Museu Afro Brasil
O Museu Afro Brasil – Organização Social de Cultura, vinculado à Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo, é um espaço de preservação e celebração da cultura, memória e da história do Brasil na perspectiva negro africana, assim como na difusão das artes clássicas e contemporâneas, populares e eruditas, nacionais e internacionais.
Localizado no Parque Ibirapuera, em São Paulo, foi inaugurado em 23 de outubro de 2004 e possui um acervo de mais de cinco mil obras. Parte das obras, cerca de duas mil, foram doadas pelo artista plástico e curador, Emanoel Araujo, idealizador e atual Diretor Curador do Museu. A biblioteca do museu, cujo nome homenageia a escritora, “Carolina Maria de Jesus”, possui cerca de 6.800 publicações com especial destaque em uma coleção de obras raras sobre o tema do Tráfico Atlântico e Abolição da Escravatura no Brasil, América Latina, Caribe e Estados Unidos. A presença negra africana nas artes, na vida cotidiana, na religiosidade, nas instituições sociais são temas presentes na biblioteca.
O museu mantém um sistema de visitação gratuita para todas as exposições e atividades que oferece; um Núcleo de Educação com profissionais que recebem grupos pré-agendados, instituições diversas, além de escolas públicas e particulares. Através do Núcleo de Educação também mantém o programa “Singular Plural: Educação Inclusiva e Acessibilidade”, atendendo exclusivamente pessoas com necessidades especiais e promovendo a interação deste público com as atividades oferecidas.

Diretor curador: Emanoel Araujo
Diretor executivo: Luiz Henrique Marcon Neves
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/ nº
Parque Ibirapuera- Portão 10
São Paulo- SP - Brasil
CEP: 040094-050
Fone: 55 11 5579 0593
www.museuafrobrasil.com.br
Funcionamento: de terça a domingo, das 10 às 17 horas (permanência até às 18h)
Estacionamento: Portão 3 – Zona Azul
Entrada: Grátis
Classificação: Livre
Para maiores informações: faleconosco@museuafrobrasil.com.br
Para agendar visitas: agendamento@museuafrobrasil.com.br ou
Fone: 55 11 5579 0593 ramal 121


Claudia AlexandreAssessoria de Imprensa comunicacao@museuafrobrasil.org.br

Museu Afro Brasil – Organização Social de CulturaAv. Pedro Álvares Cabral, s/n Parque Ibirapuera - Portão 10São Paulo / SP - Brasil - 04094 050Fone: 55 11 5579 0593// 11 7881-2688www.museuafrobrasil.org.br

Ouvioria

Região do Vale do Sinos recebe Ouvidoria Itinerante da Brigada Militar20/09/2010 19:00
A Corregedoria-Geral da Brigada Militar inicia, nesta quarta-feira (22), às 12h30min, mais uma edição da Ouvidoria Itinerante. O serviço estará disponível até a sexta-feira (24), das 12h30min às 18h30min, na sede do Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Rio dos Sinos, em Novo Hamburgo. O objetivo é possibilitar à comunidade o encaminhamento de eventuais reclamatórias decorrentes de infrações penais e/ou administrativas praticadas por policiais militares estaduais, durante a execução do serviço ou não. No mês de outubro será o Vale do Taquari a região atendida com a instalação da Ouvidoria Itinerante.
Fonte: www.estado.rs.gov.br

Cargas de Soja

Polícia Civil prende criminoso que furtou mais de R$ 1 milhão em cargas de soja no RS20/09/2010 19:20
Após nove meses de investigações, agentes da Delegacia de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas de Passo Fundo (DEFREC) prenderam, no final desse domingo (19/9), em Chapecó, CAC, responsável pelo desvio de pelo menos 43 carretas de soja da empresa Bunge, avaliada em, aproximadamente, R$ 1,3 milhão, e carregada na Região Norte do RS, com destino à exportação. O indivíduo foi trazido de Chapecó pelos policiais da DEFREC e está recolhido no Presídio Regional de Passo Fundo.O homem foi detido em um apartamento de alto luxo, em Santa Catarina. Segundo o responsável pela operação, delegado Adroaldo Schenkel, o indivíduo possui várias passagens policiais e prisionais no Estado. Ele aliciava os motoristas transportadores, desviando as cargas para outras empresas compradoras, apresentando agricultores, detentores de blocos de notas fiscais de produtor rural, como proprietários da soja, e, imediatamente após a entrega faturando o produto. Cesar repassava aos motoristas e agricultores pequena parcela do valor recebido pelas cargas a título de “comissão”, ficando com a maior parte do valor de cada carga (cerca de R$ 30 mil cada carga). Além da empresa Bunge, outras empresas também foram lesadas. O delegado Shenkel, chama a atenção de situação notada, sendo que uma das cargas desviadas foi carregada em unidade de conceituada Cooperativa da Região, destinada ao porto de Rio Grande. Ela foi redirecionada para outra filial da mesma cooperativa, apenas cerca de 30 km distante, e revendida no mesmo dia em nome de outro agricultor participante do esquema. A cooperativa comprou e pagou sua própria soja. Além de César, mentor do esquema, outros oito agricultores e sete motoristas foram indicados pela DEFREC, por participação no esquema. Fonte: Ascom/ PC

26 Mil Veículos Fiscalizados

Brigada Militar fiscaliza mais de 26 mil veículos nas últimas 24 horas 21/09/2010 10:31
A Brigada Militar divulga os dados atualizados da produção operacional, das atividades de rotina e das operações Centauro Lei Seca, Centauro Caixa Forte, Centauro Segurança no Campo, Centauro, Centauro Cadeado, Centauro Sensação, Centauro Capacete Limpo e Centauro Transporte Seguro realizadas pela corporação nas últimas 24h.AÇÕES TOTAL Posse de Entorpecentes: 28 Tráfico de Entorpecente 12 Total de Veículos Fiscalizados 26.793 Total de Veículos Autuados 1.232 Total de Veículos Recolhidos 224 Total de Veículos Recuperados 16 CNH Apreendidas 52 Prisões Realizadas (Exceto Foragidos) 382 Foragido 7 Total de Prisões Realizadas 389 Armas Brancas 15 Armas de Fogo Apreendidas 14 Armas Impróprias 2 Apreensão Maconha (Gr) 202,06 Apreensão Cocaina (Gr) 130,89 Apreensão Crack (Gr) 31,75 Apreensão de Munições 61 Apreensão de Espécie (R$) 4.733,85 BO-COP Confeccionados 369 BO-TC Confeccionados 137 Bares Fiscalizados 1.138 Casas Noturnas Fiscalizadas 191 Desmanches Fiscalizados 11 Inspeções a Bancos 2.742 Inspeções a Escolas 89 inspeções a Postos de Saúde 132 Acidente de Trânsito - Danos Materiais 65 Acidente de Trânsito - Lesões Corporais 75 Acidente de Trânsito - Morte 2 Art 306 - Dirigir Embriagado 20 Art. 165 - Embriaguez 25 Barreira Policial 559
Fonte: Ascom/ BM

Cultura Digital


CULTURA DIGITAL
Ciber-favela

Como os moradores das favelas e periferias estão criando novos ambientes de convívio e troca nas lan houses e telecentros, partilhando sinal e inventando soluções criativas para se apropriar das novas tecnologias.
Lan house caseira


por Rodrigues Moura inhaúma RJ


Cantagalo Online


por Bárbara Rodrigues Cachambi RJ


Internet compartilhada


por Viviane Oliveira Maré RJ


Favela na rede local


por Dando rio de janeiro RJ


Cultura digital e seus contrastes: preconceito ou descaso?


por Ivan Luiz Rio Sena BA


Cultura 2.0

Estúdio em casa, web-rádio, fanzines digitais, militância no twitter. Surge um novo ativismo cultural e político que cria novas linguagens e muda os comportamentos.
Celular meu particular


por Karine Carvalho Boa Vista PR


Twitter: muito além da diversão


por Fernanda Lima Vila Nova SP


As rádios comunitárias na internet


por Lucadeoli Santa Tereza RJ


Do fanzine ao blog: literatura e periferia na era digital


por Dinha Parque Bristol SP


Quarto sonoro


por Renata Sequeira Jacarepaguá SP


A cidade e as redes!

Das antenas da Baixada à presença virtual das favelas e periferias na internet percebemos que a cidade real e virtual está conectada através de uma multidão de redes. Favela é cidade! Cidade são redes. E a rede somos "nós"!
Antenas da Baixada


por Walter Mesquita Centro RJ


Rocinha Virtual


por Landa Araújo Rocinha RJ

Stepan

Stepan:Nesta quinta-feira, dia 23, a rede de amigos de Stepan Nercessian federal 2323 está convocada para uma “Mobilização Digital”. Às 23 horas, Stepan estará em um chat em tempo real, no site www.stepan.com.br. A partir do meio dia, os internautas já podem deixar as suas perguntas para esse bate-papo ao vivo no e-mail: chat@stepan.com.br.http://www.youtube.com/watch?v=yj7if_4kvWw

As contradições dos Petistas

Como somos um blog democrática e plural publicamos as matérias dos petistas sobre a questão de mais corrupção na casa civil do Governo Lula. Como sempre quando e com eles os petistas atacam a imprensa chamando de golpista. Mas com certeza se fosse com os outros partidos eles estariam gritando pedindo "Fora Fulano de Tal" dos ditos candidatos da "direita". A contradição é tanta em 1999 fui chamado de traidor pelos setores negros do PT por fazer uma Frente Negra no MNU aliando-me a negros de outros partidos mas o Presidente Lula pode chamar para o seu governo os partidos ditos de "direitas". O candidato Netinho segundo informações dos veículos de imprensa da capital paulista já esteve envolvido com a Lei Maria da Penha mas está junto com o PT concorrendo ao Senado. A contradição de um partido que perdeu a ética e a moral. Que hoje só pensa na instituição, esqueceu as suas bandeiras de luta revolucionária da cultura e do comportamento humano. Eu como defensor dos direitos humanos, não preciso usar uma estrela no peito para ser socialista e comunista. Tenho a minha história de luta e busco através da comunicação procurar fazer as pessoas pensarem. Deixei a politica porque cansei de respirar o mesmo ar com cafajeste e mal caráter, cansei de ser passado para trás, de ser golpeado, por medíocres que ascendem a cena politica em postos de poder. A gente que é sério e buscar uma vida melhor para todos não é valorizado. Infelizmente não temos mais horizontes no mar de podridão que se tornou a politica brasileira. Hoje acredito em pessoas e não mais em siglas partidárias ou ideologias. Vamos votar certo no dia 03 de Outubro procurar analisar bem os candidatos para não chorar depois.

Procuara de Documentos


Aumenta a procura por segundas vias de carteiras de identidades e títulos eleitorais
Título de eleitor e documento com foto é obrigatório para votação (Foto: arquivo)
Título de eleitor e documento com foto é obrigatório para votação (Foto: arquivo)

As eleições 2010 não movimentam apenas os cartórios eleitorais. Em Vacaria, na região dos Campos de Cima da Serra também cresce a procura pela segunda via da carteira de identidade. O fato se deve a nova norma do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que torna obrigatória apresentação do título de eleitor e um documento com foto para votar no dia 3 de outubro.

De acordo com dados do Posto Regional de Identificação, a emissão da carteira de identidade aumentou cerca de 10% em relação à demanda normal dos meses de agosto e setembro do ano passado.

Quem ainda não pediu a segunda via do título eleitoral tem mais uma semana para solicitar o documento junto ao cartório eleitoral. O prazo foi estendido até a próxima quinta-feira, 30/09.
por Fábia Schüler - Fatima e Maisn vac (Rádio Fátima AM), dia 22/09/2010 às 09:47

Tarso Genro



Boletim nº 16





Tarso Genro participa do início da mobilização dos 13 dias

13 motivos para votar em Tarso Genro



A história de Emerson



22.09 - TARSO - Panfleteação com prefeitos da Região Metropolitana
22.09 - MOBILIZAÇÃO - Bandeiraços e panfleteações na Zona Sul



Programa de TV - Paim e Abgail - 17/09/2010

Agora, é Tarso! Vamos em frente. Faltam poucos dias!
Para opinar sobre esse assunto, envie e-mail para tarso13@tarso13.com.br.



www.tarso13.com.br