Rádio WNews

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Comentário do Leitor

 

Josi:



Wilza Carla


A atriz Wilza Carla morreu na madrugada de domingo (18/6), aos 76 anos no Hospital das Clínicas, em São Paulo, de uma combinação de diabetes e problemas cardíacos. Morreu esquecida – tanto pessoalmente, já que sua memória não lhe servia como antigamente, como pelo público, que por décadas a acompanhou em telenovelas e também nos cinemas, e pelos amigos, que supostamente não a visitavam há anos.
“Sinto que para muitos ela já tinha morrido há muito tempo”, comentou Paola Faenza Bezerra da Silva, a filha da atriz, frente ao infortúnio. Ela tem certa razão: o público brasileiro em geral abandonou Wilza Carla quando os papeis começaram a minguar. Frente à morte e ao sepultamento tardio – só na terça (21/6) foi transferida para o Rio de Janeiro e velada sem maior alarde -, a atriz voltou ao foco na mídia que tinha também a esquecido.

A Rainha do Carnaval carioca dos anos 1950
As homenagens mapeiam seus momentos mais célebres em qualquer tela – em especial, na novela “Saramandaria” (1976), da Globo, onde ganhou notoriedade com a personagem Dona Redonda. Este foi, para todos os registros, um dos momentos definitivos do humor na ficção brasileira. Dona Redonda, o surrealismo em pessoa, um dia explodiu de tanto comer e deixou uma cratera no chão. Wilza, então nas graças do público, acabou retornando à atração no papel de Dona Bitela, a gêmea de Redonda.
Muito antes dessa popularidade, porém, a atriz já batalhava por seu arroz e feijão. Aos 17 anos, foi descoberta por Carlos Manga na porta da escola e, a seu convite, filmou participação no filme “Chico Viola Não Morreu” (1955) – e o fez escondida dos avós, seus tutores legais, que se opunham às suas inclinações artísticas e a impediam até mesmo de tomar aulas de ballet.

O humor farto da atriz nos anos 1960
À época da estréia de “Chico Viola”, Wilza havia sido expulsa do colégio, mas pouco importava: sua vocação estava definida.
A partir daí, seguiram-se décadas de trabalho incansável, em cinema, teatro e televisão. Ainda nos anos 1950, fez figurações em filmes como “Leonora dos Sete Mares” (1956) e na produção italiana “Pani, Amore e Carnavale” (1955), na época em que o cinema europeu era aberto aos talentos estrangeiros (vigorava a opção de filmar com cada ator desempenhando no próprio idioma, para que fossem posteriormente dublados em italiano).

A inesquecível Dona Redonda da novela Saramandaia
No teatro, atuou em peças “sérias”, mas foi mesmo o Teatro da Revista que lhe garantiu a reputação e serviu como escola para a comediante em formação. O gênero, marcado pelas apresentações musicais e a comédia ponderada por críticas leves, alçou-a à condição de uma das principais vedetes do país.
Na época, Wilza dominava o Carnaval carioca, no qual foi eleita Rainha em três ocasiões diferentes, todas elas consecutivas – feito inédito e até hoje inigualável. Àquela altura, Wilza já construia uma persona para si. Sempre fora cheinha, mas quando passou a usar modelitos cada vez maiores, agregou a silhueta enorme à seu charme.

Em Os Monstros de Babaloo, com Betty Faria
No início da década de 1960, passou a se dividir entre os palcos brasileiros e portugueses, encenando para os lusos os maiores sucessos de suas montagens tupiniquins. E as ofertas de trabalho fluíam da Europa: em 1967, participou do filme sueco “Palmeiras Negras”, rodado no Rio pelos diretores Lassen Ligrend e Iulin Bohi. Contracenou com Bibi Andersson, a mesma que acabara de ser conduzida por Bergman no clássico “Persona” (1966), e venceu um prêmio no Festival de Palermo pela interpretação.
Nos anos 1970, correu riscos, acertou e se consagrou. Fez desde produções baratas da boa do lixo, como o cult quase explícito “Os Monstros de Babaloo” (1970), de Elyseu Visconti, até clássicos do cinema brasileiro, como “Os Herdeiros” (1970), de Carlos Diegues, e “Macunaíma” (1969) e “Guerra Conjugal” (1976), estes de Joaquim Pedro de Andrade.

Ainda Agarro Esta Vizinha
Mas tornou-se conhecida mesmo ao enveredar pela pornochanchada em filmes com títulos sugestivos: “Ainda Agarro Esta Vizinha” (1974), “As Massagistas Profissionais” (1976), “A Ilha das Cangaceiras Virgens” (1976), “Socorro! Eu Não Quero Morrer Virgem” (1977), “As Eróticas Profissionais” (1977), “Será Que Ela Aguenta?”, “Loucuras, o Bumbum de Ouro” (1979), “Põe Devagar… Bem Devagarinho” (1983), “Bacanal na Ilha da Fantasia” (1984), etc.
Na TV, migrou das novelas da Tupi para arrebatar a Globo como a célebre Dona Redonda, consagrando seu estilo abusado e desinibido. E consagraria sua absoluta capacidade de extrair humor dos seus quilos extras sem soar apelativa ou grotesca, com um convite do lendário diretor italiano Federico Fellini para estrelar “Casanova” em 1977. Ela interpretaria uma mulher gigante. Mas as negociações não prosperaram. Uma pena.

A era das pornochanchadas
Na década de 1980, casou-se, teve a filha e firmou-se como jurada de TV, no Programa Silvio Santos e para Raul Gil. Continuava na mídia, mas a saúde começava a se debilitar cada vez mais. Em uma de suas internações – não só pela diabetes, mas também pela pressão alta e a trombose nas pernas -, precisou da ajuda dos amigos e artistas famosos para pagar as contas de hospital.
Em 1988, fez seu último filme, uma produção internacional com vários atores britânicos: “O Prisioneiro do Rio”, do polonês Lech Majewski (roteirista de “Basquiat – Traços de uma Vida”), baseado na vida de Ronald Biggs, o famoso criminoso inglês que cantou com os Sex Pistols e teve um filho na Turma do Balão Mágico.

Wilza Carla nos anos 1970
Em 1991, encerrou sua carreira nas novelas, no papel de Maria Gasolina em “Ana Raia e Zé Trovão”, da Manchete.
Wilza conservou alguns hábitos, como desfilar no Carnaval em fantasias extravagantes, até certo ponto da década de 1990. Foi quando os problemas de saúde se agravaram e perduraram por mais de 15 anos. Sofreu de depressão profunda e entrou e saiu do hospital várias vezes pelos anos seguintes.

Wilza Carla nos anos 1980
Em 1995, passou cerca de um ano na UTI e sobreviveu ao coma. A visão ficou comprometida – uma cirurgia na catarata se fez necessária -, a artrose lhe tirou o movimento das pernas e, nos últimos anos, Wilza quase não falou.
Sua morte não surpreende pelas condições em si. Sem o dinheiro e sem os amigos de outrora, amparada apenas pela filha e alguns outros familiares próximos, Wilza teve cada aspecto de sua personalidade corroído. O que surpreende é relembrar suas conquistas e colocá-las em perspectiva. Impressiona que novas gerações de brasileiros não tenham lembranças dessa grande artista.


Conteúdo relacionado:

Cai os pequenos furtos em Porto Alegre

Corpo da mensagem

Número de pequenos furtos no Centro de Porto Alegre caiu em 2011
21/06/2011 16:57

O registro de ocorrências das modalidades de furto no Centro Histórico de Porto Alegre e entorno teve uma queda de 16,1% nos primeiros cinco meses de 2011. De janeiro a maio deste ano, foram 792 casos de furto "punga" (quando o ladrão furta a vítima com um esbarrão, por exemplo), furto "chuca" (o ladrão subtrai algo da bolsa ou da sacola da vítima) e furto "mão grande" (quando o criminoso arranca o objeto da vítima com certa força e violência). No mesmo período do ano passado, foram 944 registros da prática deste delito.

Este balanço se refere aos registros feitos nas quatro delegacias da Polícia Civil que servem o Centro e os bairros próximos. A maior parte das ocorrências (69%) é registrada na 17ª DP, que tem em sua área de abrangência parte da Rua Voluntários da Pátria, o largo Glênio Peres e parte do bairro Floresta, entre outros pontos. Neste distrito policial há 547 casos em 2011, contra 698 ocorridos de janeiro a maio de 2010, com um decréscimo de 21,6%.

A 3ª DP (bairro Floresta) teve o maior índice de redução: 26,6%. Foram 30 registros no ano passado e apenas 22 casos neste ano. A 10ª DP (bairro Bom e imediações) registrou queda de 4,9%, com 121 casos em 2010 contra 116 em 2011. Na 1ª DP (Centro) aumentou de 95 situações no ano passado para 107 neste ano, num índice de 12,6%.

A redução se verificou em todos os meses do período analisado neste balanço, em comparação com o mesmo período do ano passado. Em janeiro, a queda foi de 19,5%; em fevereiro, 24,5%; em março, 17,3%; em abril, 4,3% e em maio, diminuiu 14,9%. Estes números são resultados das ações das unidades das Brigada Militar e da Polícia Civil, específicas para a região central da capital gaúcha.

Texto: Renato Araújo
Edição: Redação Secom (51) 3210.4305



Mensagem do Leitor

Corpo de Wilza Carla é enterrado no Rio de Janeiro - 21/06/2011

Wilza Carla: Atriz morre aos 75 anos em São Paulo

PORTAL PS - O ultimo adeus à Wilza Carla

Questão de Guaiba

A tragédia da cidade de Guaiba RS na minha opinião a Brigada Militar acertou em ter feito a negociações pois o fato era um caso passional, em outros estados tanto no RJ e SP a Policias Militares erraram no caso de Santo André e no Rio no caso do Ónibus, pois precipitaram causaram a morte das vitimas. Nesse caso a pessoa que cometeu crime e se suicidou. Parabéns para Brigada Militar mas infelizmente não se pode evitar a tragédia.

Prefeitura de Porto Alegre RS

        A MANCHETE

Município nomeia Comitê de Enfrentamento à Situação de Rua

Amanhã, 22, às 10h, no Paço Municipal, serão empossados os integrantes do Comitê de Enfrentamento à Situação de Rua de Porto Alegre, com a participação do prefeito José Fortunati. Participam representantes do poder público, entidades não-governamentais e lideranças. O grupo vai trabalhar a criação de novas modalidades de atendimento e, entre agosto e setembro, apresentará ao prefeito um Plano Municipal de Enfrentamento à Situação de Rua, com o objetivo de reverter o cenário de situação de rua na capital gaúcha. Leia mais...
        DESTAQUES

Prefeitura lança campanha para economizar energia

Com o objetivo de reduzir os gastos públicos e conscientizar para o consumo consciente da população, foi lançada hoje, 21, na Usina do Gasômetro, a campanha de economia de energia e estímulo de práticas para o desenvolvimento sustentável da prefeitura. Na ocasião, foi empossada a Comissão de Gerenciamento e Planejamento Energético Municipal, que definirá diretrizes para a atuação de órgãos públicos e incentivará a iniciativa privada na busca da eficiência no uso de energia e do uso sustentável dos recursos naturais. Leia mais...

Termo garante realização do 12º Fórum de Software Livre

A prefeitura e a Associação Software Livre assinam amanhã, 22, no Paço Municipal, um termo de cooperação técnica. O ato será às 15h30 e contará com a presença do prefeito José Fortunati. O termo pretende formalizar a comunhão de esforços para a realização do 12º Fórum Internacional de Software Livre. Considerado o maior evento do setor na América Latina, o Fórum é sediado em Porto Alegre desde 2000 e possibilita a discussão técnica, política e social sobre software livre. O evento reúne discussões, palestras, personalidades e novidades nacionais e internacionais do mundo da tecnologia. Leia mais...
        EVENTOS

Congresso da Cidade nos bairros Teresópolis e Vila Assunção

Dando continuidade à Etapa “Bairros” do 5º Congresso da Cidade, mais dois dos 82 bairros de Porto Alegre realizam reuniões hoje, 21: Teresópolis e Vila Assunção. A reunião do bairro Teresópolis terá inicio às 19h, na Igreja Nossa Senhora da Saúde (Praça Guia Lopes, S/N). Já as lideranças comunitárias e empresariais do bairro Vila Assunção se reunirão a partir das 19h30, na capela da Igreja Nossa Senhora da Assunção (Praça José Assunção, nº 1). Os encontros moderados têm o objetivo de definir Motes e Metas para a comunidade dos 82 bairros até julho. Leia mais... 

Casa do Uruguai deverá fortalecer intercâmbio

O secretário de Coordenação Política e Governança Local, Cezar Busatto, recebeu hoje, 21, a comitiva uruguaia liderada pelo vice-ministro de Relações Exteriores daquele país, Roberto Conde. A prefeitura colocou-se à disposição para auxiliar na realização de um projeto que muito interessa à capital gaúcha: a criação de uma Casa do Uruguai para intercâmbio cultural, de negócios e turismo. A Casa do Uruguai em Porto Alegre seria a segunda no Brasil, já que existe um espaço semelhante no Rio de Janeiro. A diferença é que, em Porto Alegre, a estrutura fortaleceria laços históricos entre o Rio Grande do Sul e o país vizinho. Leia mais...
        RECONHECIMENTO

Prêmio de Ciência e Tecnologia será entregue nesta noite

Para homenagear pessoas e instituições públicas e privadas que contribuem para o desenvolvimento das áreas de Ciência e Tecnologia em benefício da sociedade, serão divulgados hoje, 21, os 11 vencedores da segunda edição do Prêmio Destaque em Ciência e Tecnologia Cidade de Porto Alegre, categorias Personalidades e Instituições. A cerimônia de entrega será às 19h30, na PUCRS, auditório do prédio 32. O prefeito José Fortunati irá mediar a cerimônia de entrega da premiação. O diretor-presidente da Procempa, André Imar Kulczynski, fará parte do cerimonial em reconhecimento às personalidades e entidades agraciadas. Leia mais...

Capital ganha troféu Roteiros do Brasil

Pelo segundo consecutivo, a capital gaúcha é distinguida nacionalmente entre as melhores práticas no desenvolvimento do turismo. Desta vez, a premiação foi dada à Escola Social de Turismo de Porto Alegre, criada pela Secretaria Municipal do Turismo e escolhida como case de sucesso em “sustentabilidade social” pelo Ministério do Turismo na implementação do Programa de Regionalização do Turismo - Roteiros do Brasil. Os casos vencedores receberão o Troféu Roteiros do Brasil, em cerimônia no 6º Salão Brasileiro do Turismo, em 14 de julho, no Parque Anhembi, em São Paulo. Leia mais...

Políticas municipais de saúde recebem destaque nacional

O projeto O Mapa de Porto Alegre e a Tuberculose: Distribuição Espacial e Determinantes Sociais, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde, é uma das cinco experiências que vão receber o Prêmio Pró-Equidade em Saúde, conferido pela 27ª edição do Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde. O evento ocorre de 9 a 12 de julho, em Brasília. A secretaria de Porto Alegre está também entre os quatro escolhidos para receber Menção Honrosa, pela implementação da Política Nacional de Saúde Integral da População Negra de Porto Alegre. Leia mais...
        SERVIÇOS

Grupo Pensando Porto Alegre será constituído amanhã

Os integrantes do Grupo de Trabalho - Pensando Porto Alegre, coordenado pela primeira-dama Regina Becker, serão empossados nesta amanhã, 22. Na solenidade, que ocorrerá às 16h30, no Salão Nobre do Paço Municipal, o prefeito José Fortunati assinará a portaria que constitui o grupo, formado por voluntários e servidores. Eles terão a incumbência, no período de 12 meses, de propor e acompanhar a implementação de ações que visem à qualificação e melhor aproveitamento dos espaços públicos, facilitem a mobilidade urbana, valorizem pontos referenciais e ou históricos, incentivem os cuidados e embelezem a cidade. Leia mais...

HPS precisa de todos os tipos de sangue

O Hospital de Pronto Socorro precisa de sangue de todos os tipos e solicita que os doadores compareçam ao Hemocentro, na Bento Gonçalves, 3.722, bairro Partenon, para fazer a coleta em nome do HPS. De segunda-feira a sexta-feira, o horário é das 8h às 18h. Leia mais... 
        VEJA A PREVISÃO DO TEMPO
        VEJA IMAGEM DE SATÉLITE
        VEJA PAUTAS PARA AMANHÃ


Editado pela Supervisão de Comunicação Social
E-mail - Telefones (51)3289.3900 / (51)3289.3932 / (51)3289.3926
Newsletter desenvolvida pela PROCEMPA