Rádio WNews

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Homem joga agua em pessoas na Vacaria RS



Homem em prédio do Centro da cidade de Vacaria RS jogando agua em cima de pessoas.

Caminhão com mau cheiro

Caminhão com mau cheiro

Proprietário desse caminhão no Bairro Jardim América estaciona esse caminhão com mau cheiro na frente das casas dos outros e não residência dele.

Lixo no Bairro Glória em Vacaria RS

Na rua Marechal Deodoro no Bairro da Glória

Lixo no Bairro Glória em Vacaria RS

Rua Marechal Deodoro no Bairro da Glória

Arquivo


Imagens


*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~ *~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~ *~*~*~
Want Such Mails in your Inbox? Click here to Join Funnyedesi 
*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~ *~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~ *~*~*~*www.FunAndFunOnly.net

Arquivo


Mensagem

Mensagem

Prefeitura de Porto Alegre RS

        A MANCHETE

Trânsito na Capital foi menos violento em 2011

A redução de 10% no número de acidentes no ano passado, na comparação com 2010, representa impacto positivo no trânsito da cidade com menos atropelamentos, feridos e vítimas fatais. O balanço da acidentalidade no trânsito na Capital em 2011 foi apresentado nesta terça-feira, 3, pelo prefeito José Fortunati e o diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, no Paço Municipal. De acordo com dados da empresa, houve menos 9,17% de acidentes (24.065 a 26.495), menos 7,67% de feridos (8.539 a 9.248), menos 3,52% de vítimas fatais (137 a 142) e menos 11,72% de atropelamentos (1.378 a 1.561).Leia mais...
        DESTAQUES

Produtores iniciam colheita de frutas na Capital

Com o início oficial da colheita, foi aberta nesta terça-feira, 3, a 22ª Festa da Uva, Ameixa, Melão e Figo de Porto Alegre. O prefeito José Fortunati participou do evento, na propriedade do produtor Eli Moresco. “Somos a segunda Capital em área rural do país e estamos desenvolvendo políticas públicas para manter estes espaços produzindo, além de favorecer a venda direta ao consumidor”, destacou o prefeito. Nesta edição da Festa, pela primeira vez haverá também figos. A feira será nos dias 7, 8, 14 e 15 de janeiro, das 9h às 20h, no Centro de Eventos Vereador Ervino Besson (rua João Salomoni, 1340), no bairro Vila Nova. Leia mais...

Cerca de 60% dos contribuintes pagaram o IPTU com desconto de 20%

Os números finais, que serão fechados nesta quarta-feira, 4, apontam para uma arrecadação de R$ 260 milhões, superando o volume registrado no ano passado: R$ 226 milhões. De acordo com o secretário da Fazenda, Roberto Bertoncini, a significativa adesão dos contribuintes em aproveitar o desconto tem sido muito importante para o equilíbrio das contas municipais, uma vez que o ingresso dessa receita em dezembro equivale a quase 35% da arrecadação anual do imposto. "Com o pagamento do IPTU são honrados os compromissos com a folha de pagamentos, fornecedores e prestadores de serviços, além de permitir que o caixa tenha recursos para o cumprimento dos limites constitucionais com a educação e a saúde", enfatiza o secretário. Leia mais...

Turismo: mais 6 mil leitos na rede hoteleira da Capital

O ano de 2011 deverá ficar como uma marca para o desenvolvimento do turismo. Embora nem tudo tenha ocorrido neste período, foi nele que culminaram uma série de iniciativas, ações e projetos que vinham sendo trabalhados tanto pelo setor público como a área privada. Estimulada, e também acelerada pelo Mundial de 2014, a rede hoteleira partiu para a ampliação da sua capacidade instalada, e cerca de 6 mil novos leitos começaram a ser construídos na cidade. A retomada da Câmara Temática Turismo Copa foi outro impulso. Em janeiro, a Secretaria de Turismo e entidades do trade deverão colocar em prática os projetos definidos em 2011. Leia mais...
        EVENTOS

Festival de Tango entra no calendário oficial

O prefeito José Fortunati sanciona nesta quarta-feira, 4, a lei que inclui o Festival Internacional de Tango no Calendário de Eventos de Porto Alegre e no Calendário Mensal de Atividades. O ato será às 11h, em solenidade no Paço Municipal, com apresentações artísticas da Tanguera Estudio de Danza. O Festival ocorrerá entre os dias 7 e 10 de junho. A programação idealizada pela Tanguera Estudio de Danza reúne profissionais e praticantes do tango dos diversos estados brasileiros e dos países da América Latina, em atividades para troca de conhecimento como workshops, milongas e shows. Leia mais...

Rainha do Carnaval será conhecida sábado

A festa de escolha da Rainha do Carnaval de Porto Alegre será sábado, 7, a partir das 21h, no Ginásio Tesourinha. As 22 candidatas realizaram extensa agenda de apresentação, incluindo passeio no ônibus Linha Turismo e atividades beneficentes. Nesta terça-feira, 3,  as candidatas, acompanhadas pelo Rei Momo Fábio Verçosa, participam de coquetel na Secretaria Municipal da Cultura, organizadora do Carnaval. Na quarta-feira, 4, passeiam no barco Cisne Branco e, quinta-feira, 5,  serão entrevistadas pelos jurados na quadra da escola de samba Império da Zona Norte. Confira as candidatas

Revista levará a Copa 2014 a alunos da rede municipal

Para disseminar o clima da Copa 2014 entre alunos da rede municipal, as secretarias da Copa 2014 (Secopa) e da Educação (Smed) firmam nesta quarta-feira, 4, convênio com a Ediouro Publicações de Lazer e Cultura para a publicação da Revista Temática Coquetel Porto Alegre 2014. O prefeito José Fortunati assina o documento às 16h30, no Paço Municipal. Até 2014, dez revistas serão editadas por trimestre e distribuídas para alunos das 96 escolas da rede. Cada número abordará um tema específico relacionado à Copa com o objetivo de preparar o público infantil e adolescente para o Mundial com os passatempos da revista Coquetel. Leia mais...
        SERVIÇOS

Chafariz do Tritão volta a funcionar no Parque Farroupilha

A prefeitura reinstalou no Parque Farroupiha o “Chafariz do Tritão”. A obra de arte localiza-se na área conhecida como “Roseiral da Redenção”. Trata-se da representação de um tritão menino, que sopra água de sua concha, sobre bacias superpostas de ferro fundido. A obra, anteriormente conhecida como “O menino da Cornucópia”, foi produzida no final do século XIX na França. Originalmente instalada na Praça Parobé, está no Parque Farroupilha desde o início do século XX. Segundo o coordenador de Memória Cultural da Secretaria da Cultura, Luiz Custódio, a obra havia sido removida para restauração por causa da ação de vândalos. Leia mais...

Servidores municipais doam R$ 54,5 mil ao Funcriança

A destinação de parte do Imposto de Renda de pessoa física dos servidores municipais ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Funcriança) atingiu o valor de R$ 54,5mil, conforme apuração da Secretaria da Fazenda. Os recursos serão destinados a 52 mil crianças e adolescentes, atendidos por 118 entidades sociais. Os recursos permitem qualificar o atendimento, auxiliar no processo de inclusão de jovens em vulnerabilidade social e evitar que outras crianças e adolescentes ocupem a rua como local de subsistência e moradia. Leia mais...

Dmae realiza manutenção preventiva no Centro

O Dmae estará em 7 de janeiro, sábado, a partir das 14h, realizando manutenção preventiva na esquina das ruas Cel. Fernando Machado e Espírito Santo. O trabalho consiste na substituição de um registro. Para realizar o serviço, será necessário suspender o abastecimento de água no bairro Centro. A previsão é de que o abastecimento normalize durante a madrugada do dia 8, podendo demorar mais nas partes altas e nas extremidades do sistema. Em caso de mau tempo, o serviço será adiado.
        VEJA A PREVISÃO DO TEMPO        VEJA IMAGEM DE SATÉLITE

Editado pela Supervisão de Comunicação Social
E-mail - Telefones (51)3289.3900 / (51)3289.3932 / (51)3289.3926
Newsletter desenvolvida pela PROCEMPA.

Mensagem

http://lh6.ggpht.com/-wpKMcxjqkdc/Tt_pur9wZfI/AAAAAAAACyE/5gvv8alireA/s800/cantinhodaduda.png

Mensagem

Ano-novo: 5

Futebol


NPC

LIVRARIA ANTONIO GRAMSCI


Catálogo de livros na internet
Amigos(as).
Em 2011 o Núcleo Piratininga de Comunicação (NPC) inaugurou a Livraria Antonio Gramsci, que reúne títulos sobre comunicação, história dos trabalhadores, América Latina, cultura, educação, sindicalismo, mulheres, direitos humanos, História da África, literatura, e outros. A ideia é divulgar obras da esquerda mundial, tanto grandes lançamentos e clássicos do pensamento marxista, quanto livros pouco divulgados, mas de grande importância para a memória e a luta da classe trabalhadora.
Estamos ainda em fase de atualização do nosso catálogo na internet, mas uma boa parte dos livros disponíveis já está cadastrada. Para acessar, basta clicar emhttp://www.piratininga.org.br/novapagina/livraria.asp 

Abaixo seguem algumas sugestões de leitura para este início de 2012.
..
Professores e estudantes de licenciatura têm 10% de desconto em todas as compras. Aproveite!
.
foto


Se você não quiser receber o Boletim do NPC, por favor, responda esta mensagem escrevendo REMOVA.

ÍNDICE
Clique nos ítens abaixo para ler os textos. 

Beleza Negra



Mensagem

Pesquisa em 2008

Pesquisa em 2008

Contradições


http://www.rodrigovianna.com.br/geral/contradicoes-da-6%C2%AA-economia-do-mundo.html


Contradições da sexta economia do mundo

terça-feira, 03/01/2012 às 11:45
Por Igor Felippe Santos
O maniqueísmo domina as análises sobre o Brasil e o desempenho do governo Lula/Dilma. De um lado, alguns avaliam que o governo é responsável por dádivas de Deus. Do outro, não fez nada que preste e merece as chamas do inferno. A leitura do estudo da consultoria britânica, especializada em análises econômicas, de que o Brasil ocupará o posto de sexta maior economia do mundo seguiu o mesmo padrão.
Nos últimos oito anos, o Brasil teve um crescimento baixo em comparação com os outros países emergentes, mas bem maior do que no sombrio período do FHC. No entanto, o principal fator para o Brasil chegar ao posto foi a crise capitalista de 2008, que derrubou países centrais.
O fortalecimento do mercado interno, com a valorização do salário mínimo, políticas de crédito e políticas sociais também foi importante, mas não central para o país se tornar a sexta economia do mundo. Isso acontece porque o mercado interno brasileiro, embora fortalecido, não está no centro da dinâmica da nossa economia, que é dependente do mercado externo.
Quem sustenta a economia brasileira é a exportação de matéria-prima mineral e agrícola, controlada por empresas transnacionais e do mercado financeiro que não paga impostos na exportação (por causa da Lei Kandir, uma herança maldita do governo FHC mantida até hoje), para China e outros países centrais.
Por isso, a “grande” vantagem comparativa do Brasil na disputa capitalista internacional é o baixo valor de troca da força de trabalho (nossos trabalhadores têm um nível de renda menor que dos países centrais, assim são superexplorados), a exploração de recursos agrícolas e minerais e o desrespeito a direitos sociais básicos.
O Brasil é uma formação social fundada na desigualdade social e violenta concentração de renda, riqueza e capital. Isso é o paraíso para as empresas transnacionais. Quanto maior essa concentração (viável pela falta de um sistema tributário progressivo, que taxe mais que tem mais e movimenta mais dinheiro), maior as possibilidades de investimentos e lucros.
Um dos elementos que garante essas condições é o pagamento de salários baixos. Segundo dados preliminares do Censo divulgados nesta semana pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a maioria dos postos de trabalho criados a partir de 2000 foi ocupada por trabalhadores com remuneração de até dois salários mínimos (igual a R$ 1.244 com o novo salário mínimo). Essa faixa de remuneração representa 63% do total em 2010.
Em relação à exploração dos recursos naturais, o país passa por uma ofensiva do capital estrangeiro, para controlar as nossas terras e a produção agrícola. A desnacionalização das terras e da agricultura chega a níveis inéditos, enquanto o governo não tem instrumentos para mensurar e controlar. De 2002 a 2008, empresas do agronegócio trouxeram uma avalanche de investimentos estrangeiros, que somaram US$ 46,91 bilhões, de acordo com dados do Banco Central.
Ao mesmo tempo, enquanto exporta matéria-prima mineral, para que os países centrais produzam máquinas, equipamentos e produtos eletrônicos, o Brasil passa por um grave processo de desindustrialização. Uma moção do Congresso Brasileiro de Economia, realizado em setembro, apontou que “o Brasil não pode continuar com o atual processo de aumento da dependência da importação de produtos industrializados. A atual substituição da produção interna por produtos importados ocorre antes que o país tenha alcançado o domínio dos processos tecnológicos estratégicos para assegurar a sustentabilidade de seu desenvolvimento soberano”.
Por fim, os direitos sociais dos brasileiros são desrespeitados, o que abre a perspectiva de investimentos do grande capital em empresas do setor de serviços e, ao mesmo tempo, “libera” o Estado de aplicar os recursos dos impostos nessas áreas para pagar os juros, amortizações e os títulos da dívida pública, que são controladas por bancos brasileiros e estrangeiros e empresas transnacionais. Do orçamento geral da União, apenas em 2010, R$ 635 bilhões (que representa cerca de 45% do montante total do orçamento) para o pagamento de juros, amortizações e o refinanciamento da dívida pública brasileira.
O que o Brasil oferece ao mundo, ou melhor, às empresas capitalistas transnacionais são trabalhadores mal remunerados, condições para concentração de renda e riqueza para novos investimentos, terras (além de sol e água) para a produção de commodities para exportação, minérios sem valor agregado para os países centrais e mercado para investimentos no setor de serviços.
Aplaudir com entusiamo e sem fazer necessárias ponderações ao 6º lugar do Brasil na economia mundial é comemorar a consolidação e expansão de um modelo econômico que se sustenta nas más condições de vida do povo brasileiro, na desigualdade de riqueza/renda e na desnacionalização/desindustrialização da economia, que fazem do Brasil o paraísos das empresas transnacionais.

Só valerá a pena para o povo brasileiro continuar crescendo na lista das maiores economias do mundo se foram realizadas mudanças estruturais – que possam garantir melhores condições de vida a toda a população, com maiores salários e a efetivação dos direitos sociais, e a independência econômica, industrial e tecnológica em relação às empresas estrangeiras – em torno de um projeto popular para o desenvolvimento do Brasil. Que o povo brasileiro se organize e lute para construí-lo em 2012!
Igor Felippe Santos é jornalista, editor da Página do MST, do conselho político do jornal Brasil de Fato e do Centro de Estudos Barão de Itararé.

Prefeito Elói Poltronieri

Conversando com amigos que me falaram que o Prefeito Elói foi membro de uma banda de rock foi baixista nos anos 90 eu sinceramente não lembro dele nessa época. O engraçado que na época eu estava na minha segunda candidatura a Vereador pelo PT estava tentando firmar o partido em Vacaria RS junto vários companheiros e estava militando na música também como baterista ao lado de Belchior Giordano. E com certeza na época o Prefeito Elói nem se interessava pelo PT ou pela politica. Mas são coisas da vida hoje ele é Prefeito pelo PT em Vacaria RS.

Palombini