Rádio WNews

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Desfile de Abertura 29º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria RS

29º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria RS

Estivemos sábado na abertura do 29º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria gostamos da organização e da boa estrutura do evento. A patronagem do CTG Porteira do Rio Grande está de parabéns pela organização. Estaremos hoje novamente cobrindo alguns eventos. Confira videos no http://www.youtube.com/jornalnegritude

Calçadas




A responsabilidade das calçadas não pode ser dos particulares
 
No dia 13/01/2012, protocolei e entreguei em mãos ao Prefeito em exercício, Vereador Mauro Zacher, Projeto de lei que transfere ao Poder Público Municipal a responsabilidade sobre a pavimentação, conservação e limpeza dos passeios públicos (calçadas). Hoje esta obrigação é dos proprietários, pois o Poder Público impõe aos particulares uma obrigação que é sua.
O cidadão que hoje tem de manter os passeios públicos, não tem nenhuma exclusividade sobre o uso do local, tampouco pode impedir os Órgãos oficiais e públicos de utilizá-lo.
Acredito então, que se o cidadão não tem direitos sobre a calçada, em frente ao seu imóvel  também não pode ter deveres sobre a mesma.
         Atualmente a Lei que regra a construção dos passeios públicos é a 12 de 07 de janeiro de 1975, que instituiu posturas ao município de Porto Alegre, mas esta lei está quase completando 4 décadas, e foi estabelecida em um período em que os valores do IPTU eram irrisórios, mas com as mudanças da Constituição Federal de 1988 e com os tempos atuais, o IPTU passou a ser cobrado em um novo patamar, e o erário municipal arrecada um valor altíssimo a titulo de IPTU e Taxa de Lixo, mas não retorna para a sociedade na forma em que deveria fazê-lo.
         Por isso minha proposta é de que o Poder Público assuma esta responsabilidade, que já é estabelecida na própria Constituição Federal de 1988.
         Além de ser uma causa justa, já que a atual Lei onera indevidamente o cidadão, que já paga Imposto para conservação das áreas públicas, contribui para a qualidade e a padronização das pavimentações, que muitas vezes não seguem as regras propostas devido ao comportamento de cada proprietário, que executa as obras a seu modo e tempo, gerando a criação de calçadas irregulares, sem padronização, e muitas vezes prejudicial aos utilizadores do espaço.
 
Bernardino Vendruscolo
Vereador
PSD – 51-32204296
 
 Nos ajude, divulgue este e-mail para seus amigos.

    Para saber mais sobre nosso trabalho acesse: www.vereadorbernardino.com.br

Telefone - 51-3220 4296
Facebook - Vereador Bernardino
Twitter - @verbernardino
Orkut - Vereador Bernardino


Para não receber mais e-mails do Vereador Bernardino, clique aqui

Desfile de Abertura 29º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria RS

Religião

Faz 12 anos, nesta mesma data que devido a um ato de intolerância religiosa uma sacerdotisa de Matriz Africana veio a óbito. A parte condenada no Superior Tribunal de Justiça tinha publicado uma imagem da Ialorixá com venda nos olhos chamando a sacerdotisa que estava em uma manifestação política dos caras pintadas, o famoso “Fora Collor”, de charlatã, macumbeira, na sequência dessa publicação,  um evangélico da mesma igreja que bateu com a bíblia na cabeça da Yalorixá Gilda de Ogum, mulher tida como forte, mas que veio a falecer dias depois, no dia 21 de janeiro de 2000.

Devido aos fatos acima, o presidente Lula sancionou lei, instituindo a data como o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, e incluindo-a no Calendário Cívico da União para efeitos de comemoração oficial. Sendo assim, o dia 21 de janeiro marca a passagem da morte da Yalorixá Gildásia dos Santos, conhecida como Mãe Gilda de Ogum.

Chocante começar um texto desta forma e certamente não desejava fazê-lo, mas se o faço é como forma de homenagem a Mãe Gilda e a todos os seus descendentes, em especial a Mãe Jaciara de Oxum... Clique aqui para ler na íntegra.
--

CEN Brasil.
Acesse: http://www.cenbrasil.org.br

Desfile do 29º Rodeio Crioulo de Vacaria RS

Desfile de Abertura 29º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria RS

Viva Favela


Informativo 01 – Janeiro de 2012
Editorial
Começamos 2012 a todo vapor, dando continuidade a atividades engrenadas em 2011, e já executando as novas ações planejadas. Entre as novidades está este informativo bimestral, que será enviado em meses alternados com a nossa Revista Multimídia. Nele, vamos informar como vai o Viva Favela, o que realizamos e o que estamos planejando. 
Nesta primeira edição, falaremos de produtos fresquinhos gerados a partir de iniciativas de 2011, e do que já está rolando em 2012. Boa leitura!
Oficinas e parcerias se fortalecem e multiplicamVejam só que presente! Nossos parceiros da TV Morrinho pintaram este muro na comunidade Pereira da Silva para celebrar a parceria. Valeu galera! 
Em janeiro, iniciamos a Oficina de Videografismo com o professor Pedro Sarmento, na sede do Viva Rio, e o segundo módulo da Oficina de Formação de Correspondentes Comunitários Multimídia iniciada em dezembro na comunidade Pereira da Silva, em parceria com o projeto Morrinho e com o apoio do Colégio Assunção/CENAM. Em fevereiro começam as inscrições para nossas oficinas em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, com turmas de formação de correspondentes comunitários em Irajá e Costa Barros já começando em março. No mesmo período, devemos inaugurar mais uma parceria, desta vez com o Programa Avançado de Cultura Contemporânea - PACC - da UFRJ e O Instituto, visando realizar mais uma oficina no primeiro semestre. E faremos também a formação de correspondentes na comunidade da Colônia Juliano Moreira, em parceria com o Campus Mata Atlântica da Fiocruz, com duas turmas ao longo do ano! A previsão para 2012 é ter mais que o dobro de alunos nas ações formativas do Viva Favela em relação a 2011, quando tivemos 52 alunos ao todo.


Alunos da oficina do Viva Favela no Festival Visões Periféricas, em outubro de 2011, caprichando em exercício na Cinelândia. Os resultados desta oficina podem ser vistos em vídeos, fotos e textos na nova seção "Tudojunto" do site, confira: "Cinelândia 360º" e "Cultura ambulante".

A consolidação do modelo colaborativo
Encerramos o ano de 2011 com 1776 cadastrados e 276 correspondentes ativos, ou seja, colaboradores que já publicaram conteúdos no site. De onze estados e 155 comunidades diferentes, estes correspondentes foram responsáveis pela publicação de 1681 conteúdos no site desde que este se tornou colaborativo. Foram 645 matérias em texto, 365 vídeos, 543 imagens e galerias, 112 áudios e 18 conteúdos que misturam todos estes formatos. No segundo semestre do ano, mantivemos uma média de 2,6 conteúdos publicados por dia.
As revistas multimídia, que em 2011 pagaram 53 remunerações aos correspondentes, terão mais seis edições bimestrais este ano, consolidando nosso modelo colaborativo de produção editorial que mantém seu pioneirismo desde 2010. E para não perdermos o hábito de inovar, vem aí a Web TV Viva Favela!
Mudanças climáticas em pauta


Carlos Alberto Muniz, Tião Santos, Sérgio Ricardo e Jocelino Porto na mesa do debate “Mudanças Climáticas e os Desafios enfrentados no Rio de Janeiro”, realizado na sede do Viva Rio no dia 17 de  janeiro de 2012.


Inauguramos o debate sobre o tema Mudanças Climáticas no Viva Favela reunindo correspondentes comunitários para uma conversa com o ambientalista Sérgio Ricardo, o líder comunitário Jocelino Porto, o coordenador de Meio Ambiente do Viva Rio Tião Santos, e o especialista em gestão ambiental de bacias hidrográficas Carlos Alberto Muniz, que é o atual Coordenador do Centro de Controle Operacional da Diretoria de Monitoramento Ambiental do INEA. Os correspondentes já saíram do encontro levando pautas para suas comunidades, abordando, por exemplo, o sistema de alerta para o risco de deslizamentos, e a falta de lixeiras em comunidades. As produções atraíram a atenção da TV Brasil, que cobriu tudo (veja aqui o resultado). 
Próxima Revista Multimídia Viva Favela falará de CLIMA
Atenção correspondentes! Está aberta a temporada de envio de sugestões de pauta para nossa revista. O tema é CLIMA. Chuvas de verão, calor, riscos e ações de prevenção de desastres, comportamento, história, opinião, memórias... Existem muitas formas de abordar o tema e trazer o debate ambiental para sua comunidade. Apresente uma! O ambientalista Sérgio Ricardo será o editor convidado da edição #10. Sérgio é gestor e planejador ambiental, pós-graduado pela COPPE/UFRJ. Fundou o Fórum de Meio Ambiente da Baía de Sepetiba, coordenou a Comissão Permanente de Defesa do Meio Ambiente da Alerj e também atuou como sub-secretário de meio ambiente da prefeitura de Nova Iguaçu. As reuniões virtuais acontecem nas segundas-feiras 06/02, 13/02 e 27/02, começando às 17h. Leia mais sobre a revista #10 aqui, e veja as revistas anteriores aqui!
Valeu a pena, eh eh! E vale a pena rever!

Em 2011, o Viva Favela comemorou seu décimo aniversário com uma grande festa no Circo Voador, reunindo artistas de favelas e periferias e os convidados especiais Elza Soares, Luiz Melodia, B Negão, Gerson King Combo e Boato. Agora começamos a divulgar trechos dos registros feitos pelos correspondentes que estavam o tempo todo de câmera em punho, enviando as imagens ao vivo para a transmissão pelo site, em streaming.

Viva Favela, o filme: 13 de fevereiro no Memorial Getúlio Vargas / Cine Glória
Também para marcar os dez anos do Viva Favela, fizemos, ao longo de dois meses de uma oficina de produção coletiva, o filme “Viva Favela, um documentário em construção”, que já foi exibido no Festival de Filmes do Sul, em Oslo, Noruega. Dos fundadores do projeto aos correspondentes do site 2.0, os entrevistados falam da história, das conquistas, das mudanças e também mostram um pouco de suas comunidades. No dia 13 de fevereiro, faremos uma exibição de pré-lançamento no Memorial Getúlio Vargas, na Praça do Russel, Glória, às 18h. Não perca!
 E o ano está só começando!


"Noite de Natal na Maré. Vista de laje no Parque União, na Maré, para o morro da Itambé"
. A Correspondente Rosilene Miliotti postou esta foto do Natal na Maré no dia 26 de dezembro de 2011. Achamos a imagem linda e compartilhamos com vocês aqui, desejando um 2012 de muitas realizações!


---

Desfile de Abertura 29º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria RS

ônibus

Ônibus do 'Transparência Hacker'
29/01/2012 09:40

Uma atividade diferente movimentou os jovens e crianças do Território de Paz da Restinga, nesta sexta-feira (27). O ônibus do projeto ‘Transparência Hacker', que percorre o Brasil promovendo oficinas e debates sobre a transparência pública e a participação política por meio da internet e de novas tecnologias, estacionou junto ao posto móvel da Brigada Militar, na Rua Belize. Seus integrantes promoveram debates e oficinas, envolvendo temas como o direito à cidadania, à educação, à saúde e à cultura digital. 

As crianças que estavam no local para participar das atividades receberam informações sobre a internet. Um dos integrantes do projeto, o estudante do curso de Direito, Henrique Trevisani explicou que a idéia da comunidade do Transparência Hacker é a troca de experiência com as pessoas das comunidades. "Queremos usar o conhecimento da tecnologia da informação para aprimorar a execução das ações nestas localidades. Nosso objetivo é estimular a população a apropriar-se das tecnologias e dos dados públicos e, com isso, poder se organizar e melhorar suas vidas". 

O diretor do Departamento de Gestão Estratégia Operacional da Secretaria da Segurança Pública, Carlos Frederico Hirsch, ressaltou a importância dessa troca de experiência proporcionada pelo projeto no Território de Paz da Restinga. Destacou que a SSP já assinou o protocolo de intenções de publicação de dados abertos e, hoje, já disponibiliza alguns de seus dados para que a população se aproprie, tome conhecimento e que possa utilizá-los para estudos e, "com isso, acabam colaborando para o aprimoramento da segurança pública". 

O coordenador dos Territórios de Paz, Carlos Alberto da Silva Souto, que esse tipo de atividade visa levar às comunidades da periferia cultura, conhecimento, além de proporcionar um debate sobre sua própria realidade e, a partir disso, poder construir formas e ações que vão resultar na melhoria de suas vidas. O ônibus da ‘Transparência Hacker' está participando do Fórum Social Temático, que prossegue até o dia 29 de janeiro, em Porto Alegre, Canoas, São Leopoldo e Novo Hamburgo. 

Texto e foto: Nilza do Carmo Scotti 
Edição: Redação Secom Fone:(51) 3210-4305




Jovens nos presídios são tema de Oficina da Susepe
30/01/2012 11:22

A Coordenadoria da Juventude da Susepe realizou neste sábado (28) a abertura da oficina "Juventude Negra em Situação de Vulnerabilidade", no auditório do Sindisprev, em Porto Alegre. O evento integra as ações do Fórum Social Temático.
Foram apresentados dados gerais dos jovens no sistema carcerário no Rio Grande do Sul. Hoje, 25% estão na faixa de 25 a 29 anos de idade, enquanto 20% tem entre 18 a 24 anos.
As coordenadoras Fernanda Bassani e Maristela Mostardeiro abordaram também o programa MC's para a Paz (Multiplicadores para a Paz). Em funcionamento desde 2007, fomentou debates acerca de sua eficiência como propulsor de auxílio na redução de reincidência no sistema prisional do RS.
Elas afirmaram que os jovens integrantes do MC's para a Paz, motivados pela cultura hip hop, se transformam em disseminadores de uma cultura de não-violência dentro das galerias prisionais. Muitos se identificam com a cultura musical que traz relatos, de toda uma classe socialmente vulnerável.
Por meio do programa, jovens gravaram CDs e se dedicam a escrever livros. A oficina reuniu educadores, ativistas de movimentos raciais e jovens de várias regiões do País.
Texto e foto: Neiva Motta
Edição: Redação Secom




Salva-vidas alertam para as áreas de risco em Torres, recordista de salvamentos
30/01/2012 11:29

Mesmo 44 dias após o início da Operação Golfinho, em 17 de dezembro de 2011, a praia de Torres permanece a campeã de salvamentos neste veraneio, com 169 casos. As guaritas 11, 10 e 8 registram os números mais altos, com 49, 34 e 27 casos, respectivamente. Isso representa 14% de todos os salvamentos registrados nos litorais norte e sul e também águas internas.
O major Jeferson, comandante dos salva-vidas do balneário, alerta para as condições do mar de Torres, incomuns pela presença de rochas - não só os paredões, mas também as bancadas rochosas sob a água -, que influenciam nas correntes de retorno. Praias como a da Guarita, da Cal e ponta da Praia Grande apresentam essas rochas submersas, que fazem com que as correntes de retorno (repuxo) fiquem aceleradas.
"Nas praias menores, essas condições ficam ainda piores, já que a faixa de areia é mais estreita e a distância entre as correntes diminui", afirma o oficial. Locais com foz de rios, como o Mampituba, em Torres, e do Rio Tramandaí, são locais de constante risco aos banhistas, e o banho é desaconselhado.
Também é importante destacar que os salva-vidas, além de realizar salvamentos quando necessário, têm a função de prevenir os afogamentos, sendo essencial que as pessoas respeitem as sinalizações de bandeiras e placas e obedeçam caso sejam orientadas a banhar-se em outro local. Mais importante do que alguns momentos de lazer é a preservação da vida.
Texto: Comunicação Social da Brigada Militar
Foto: Robson Alves, Brigada Militar
Edição: Redação Secom




Batalhão Ambiental da Brigada Militar fiscaliza atividades de pesca no litoral
30/01/2012 15:58

O período de proibição da pesca profissional na bacia hidrográfica do rio Tramandaí, que compreende os rios e lagoas de todo o litoral Norte, termina nesta terça-feira (31). Desde o dia 1º de novembro do ano passado, os pescadores estavam obrigados a respeitar o período de reprodução das espécies e não utilizar redes e tarrafas no pescado. A única exceção é a pesca do Bagre. A atividade continua proibida até o dia 31 de março, conforme a Instrução Normativa nº 17, do Ministério do Meio Ambiente, que estabelece os critérios técnicos e padrões para a atividade nesta área.
A fiscalização da pesca no litoral Norte é feita pelo 1º Batalhão Ambiental da Brigada Militar. Desde o início da 42ª Operação Golfinho, em 16 de dezembro, a equipe efetuou cerca de 40 prisões e uma centena de apreensões de materiais, como redes e tarrafas, devido ao descumprimento da norma. Também já houve 15 prisões nas lagoas próximas a Osório e mais de 600 kg de camarão foram apreendidos no litoral Sul, sendo destinados a instituições sociais.
Conforme o comandante do batalhão, major João José Correa da Silva, também não está liberada a pesca com redes no mar do litoral. Esta proibição vai até o dia 15 de março, conforme acordo firmado entre pescadores e surfistas, no qual o Comando Ambiental da Brigada Militar teve efetiva participação, com o lançamento da campanha Preserve a Vida no Litoral. "Com exceção de uma ocorrência em Cidreira, não encontramos cabos fixados nas praias, o que demonstra que as categorias estão se respeitando e cumprindo o acordo existente", comemora.
Representantes das associações de pescadores do RS e da Pastoral da Pesca de Tramandaí reuniram-se nesta segunda-feira (30) para avaliar os prejuízos do derramamento de óleo na praia de Tramandaí e seu impacto no início da atividade pesqueira. Após o encontro, realizado na Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), em Porto Alegre, o coordenador do Fórum dos Pescadores do Litoral Norte, Valdomiro Hoffmann, demonstrou incertezas e preocupações. "Ainda não sabemos o quanto isso afetará a produção do pescado, mas acreditamos que o camarão será a espécie mais atingida", alertou o pescador.
Comando Ambiental
Além do litoral gaúcho, o Comando Ambiental da Brigada Militar (CABM) atua nas bacias hidrográficas do rio Guaíba e do rio Uruguai. As equipes se dividem em três batalhões - com sedes em Xangri-lá, Santa Maria e Passo Fundo - e são equipados com embarcações de diversos tipos e tamanhos, desde pequenos barcos, passando por rápidas lanchas até os chamados "centauros", veículos utilizados em grandes operações no delta do Jacuí e na Lagoa dos Patos. Recentemente, o 1º batalhão também acompanhou o vazamento de óleo na praia de Tramandaí.
"Nossa competência é fiscalizar as águas internas, de rios e lagoas. O mar territorial já é responsabilidade da marinha e da Polícia Federal", explica comdandante do 1º batalhão, major João José Correa da Silva. Além da fiscalização das águas, o Comando Ambiental cuida da preservação da fauna e da flora, combate os maus tratos aos animais e previne queimadas e demais danos ao meio ambiente. "Além disso, atuamos preventivamente no trabalho de educação ambiental, desde com crianças até com especialistas nas universidades e cursos de agronomia e direito, por exemplo", acrescenta o major, que também é bacharel em Direito e especialista em educação ambiental.
Texto: Juliano Pilau
Foto: Claudio Fachel
Edição: Redação Secom (51) 3210.4305




Governo do Estado recebe demandas na área de Segurança Pública em Santa Rosa
31/01/2012 08:58

O governador do Estado, Tarso Genro anunciou, durante a Interiorização de Governo, em Santa Rosa, nesta segunda-feira (30) a contratação de um médio legista e de um auxiliar de perícias para atuar no município. Atualmente, alguns serviços periciais precisam ser realizados em localidades vizinhas que contam com médicos legistas.
Após o encontro, o coordenador do RS na PAZ - Programa Estadual de Segurança Pública com Cidadania, delegado Carlos Sant'Anna, que na ocasião representou o secretário da Segurança Pública, Airton Michels, deu continuidade às discussões em reunião específica para área da Segurança Pública, realizada na Fundação Educacional Machado de Assis (Fema).
Durante o encontro, que contou com policiais civis e militares da região, foram debatidas as principais necessidades e desafios da região e, entre eles, a falta de efetivo policial e de equipamentos. "As principais reivindicações já estão sendo encaminhadas, com o ingresso de 500 novos policiais civis e 2.100 policiais militares. As corporações também estão remanejando os policiais para áreas de maior violência e criminalidade para que possam ser transferidas para outras áreas do Estado provocando um efeito cascata a partir do ingresso dos novos policiais", declarou Sant'Anna. Também estiveram presentes à reunião o chefe da Polícia Civil, delegado Ranolfo Vieira Junior, o comandante da Brigada Militar, coronel Sério Abreu e o diretor-geral adjunto e corregedor, José Cláudio Teixeira Garcia.
A cidade de Santa Rosa está contemplada por políticas estaduais de segurança pública (o município é dos 27 municípios prioritários do RS na PAZ), e também por políticas federais, como a Estratégia Nacional de Fronteira (Enafron), programa do Ministério da Justiça que visa ações de fortalecimento da prevenção, controle, fiscalização e repressão dos delitos praticados na faixa de fronteira brasileira. "Muitas ações dos Enafron já estão sendo decididas no Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras, na SSP", ressaltou.
Texto e foto: Alexandra Saraiva
Edição: Redação Secom (51) 3210-4305




Desfile de Abertura 29º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria RS

MP Vai Investigar Plantão do Hospital em Vacaria RS

MP vai investigar falta de médicos no plantão do Hospital

Hospital Nossa Senhora da Oliveira (Foto: RD Fátima)
O MP instaurou investigação especifica para averiguar a falta de médicos e a superlotação do Plantão de Urgência e Emergência, tendo em vista que a partir de janeiro apenas 04 médicos estão fazendo o plantão, com médicos executando o serviço por mais de 12h diárias para não haver a interrupção do serviço, que é executado pelo HNSO e contratado pela Prefeitura Municipal de Vacaria, gestora plena da Saúde na região dos Campos de Cima da Serra.

A superlotação no plantão também será investigada, visto que a denúncia é de que foram dadas férias a médicos de Postos de Saúde Municipal de Vacaria e dos demais Municípios e nenhum plano para receber as pessoas que se dirigiriam aos Postos foi posto em prática, ocasionando um grande número de atendimentos e consequente demora. Ainda há informação que esta semana não haverá atendimento nos Postos de Saúde a tarde, o que poderá agravar a situação.

O MP está agindo com pressa para tentar evitar que pessoas venham a sofrer danos irreparáveis em sua saúde pelos fatos supramencionados, sendo que o MP já oficiou a Prefeitura e ao Hospital para que informem as soluções que serão tomadas em 24h. Não havendo resposta, o caminho será buscar ajuda ao Poder Judiciário para evitar a falta de atendimento adequado no Plantão de Urgência e Emergência.
por Fábia Schüler , dia 31/01/2012 às 08:34


NPC

foto
.
"Solo voy con mi pena
Sola va mi condena
Correr es mi destino
Para burlar la ley
Perdido en el corazón
De la grande Babylon
Me dicen el clandestino
Por no llevar papel
.
Argelino clandestino
Nigeriano clandestino
Boliviano clandestino"



De Olho Na Mídia


Calvin e Haroldo
foto


Sociólogo cobra resposta sobre projeto de marco regulatório da mídia
[Por Venício Lima - Observatório da Imprensa (678)] Uma pergunta profundamente incômoda.

"Afinal, o que será que impede o governo da presidente Dilma, mais de um ano após ter assumido o poder, de tornar público e discutir com a sociedade brasileira o projeto de marco regulatório que teria sido elaborado ao final do mandato do presidente Lula e teria sido reelaborado pelo ministro Paulo Bernardo?
.
Quem souber a resposta, por favor, diga qual é.
.
Os grupos privados que controlam a radiodifusão no país - diretamente ou por intermédio de seus representantes - conseguiram, ao longo do Congresso Constituinte de 1987-88, incluir no capítulo sobre a Comunicação Social da Constituição (Capítulo V do Título VIII) as regras básicas relativas às concessões desse serviço público: quem decide sobre elas (poderes Executivo e Legislativo); os prazos de vigência dos contratos (10 anos para rádio e 15 anos para televisão); a condição para não renovação (aprovação de dois quintos dos membros do Congresso Nacional, em votação nominal) e a condição para cancelamento (decisão judicial). Está tudo lá no artigo 223..
São regras totalmente assimétricas em relação a qualquer outro tipo de serviço público. Elas transformaram os concessionários de radiodifusão em privilegiados. Às vezes mais poderosos do que o próprio poder que concede o serviço, isto é, a União. E, claro, essas regras, só podem ser alteradas por emenda constitucional."
.


Clube da Mafalda
foto
http://clubedamafalda.blogspot.com/


Fundador do Wikileaks vai fazer programa de TV
[Fonte: Esquerda.NET] Julian Assange, fundador do Wikileaks, assinou contrato com a rede de televisão Russia Today, para trabalhar como entrevistador num programa no qual receberá "pensadores e revolucionários". O programa terá o título "O mundo amanhã", foi idealizado pelo próprio Assange e deve começar a ir ao ar em meados de março. Cada emissão terá 26 minutos. O canal Russia Today informou que as filmagens já estão em curso, na Grã-Bretanha, onde Assange permanece em prisão domiciliar, enquanto apela contra uma ordem de extradição para a Suécia. Assange convidará "10 atores políticos mundiais, pensadores e revolucionários", mas a sua identidade ainda não é conhecida. A série deve "converter-se no denominador comum da discussão mundial sobre o futuro do mundo", disse Assange, de acordo com um comunidade de imprensa da emissora. O canal de televisão por assinatura Russia Today é distribuído por televisão para 430 milhões de assinantes em todo o mundo. E também através do Youtube.



Democratização da Comunicação


Oi quer anular metas de qualidade da banda larga. Movimentos protestam
[Por Marina Schneider (NPC), com informações da TeleTime] A Oi pediu à Anatel a anulação das metas de qualidade da banda larga (fixa e móvel) que a Agência estipulou no ano passado. A operadora solicitou formalmente que a Anatel anulasse os indicadores de rede, entre eles os que estabelecem patamares mínimos de velocidade média e instantânea. Entre outras coisas que afetam diretamente o consumidor, a companhia pediu a anulação da obrigatoriedade de atender pedidos de instalação do serviço no prazo máximo de dez dias úteis.
.
A Anatel publicou uma notificação e abriu uma consulta pública para a sociedade se manifestar sobre os pedidos da Oi. Clique aqui para acessar a consulta pública.
.
Mais informações aqui.


Twitter anuncia censura seletiva
foto

O sistema de microblogging Twitter vai apagar mensagens publicadas pelos utilizadores do serviço em alguns países, sempre que estas violem as leis locais. As mensagens censuradas ficarão indisponíveis para os utilizadores daquele país, mas acessíveis para o resto do mundo.
.
A decisão, que ainda não foi aplicada, foi anunciada numa mensagem publicada no blog oficial da empresa. Os administradores do Twitter justificam-se dizendo que o que está em causa é respeitar os diferentes conceitos de liberdade de expressão dos vários países onde o Twitter está presente. O exemplo citado é o dos governos de França e da Alemanha que proíbem a publicação de conteúdos de cariz nazi.



NPC Informa


Lançado arquivo digital gratuito sobre arte latino-americana
[Agência Télam http://telam.com.ar/homepage.html] O resultado de dez anos de trabalho de mais de cem cientistas e pesquisadores de 16 países está disponível em um enorme arquivo digital dedicado à arte latino-americana do século XX. A iniciativa é do Instituto de Pesquisas do Museu de Belas Artes de Houston e pode ser visitada no endereço icaadocs.mfah.org. São mais de 10 mil documentos de diferentes países. Inicialmente 2.500 desses documentos da Argentina, México e Estados Unidos estarão disponíveis. Há artigos sobre arte, cartas e catálogos.
.
A página registra, por exemplo, o surgimento do modernismo na América do Sul nos anos 20 do século passado e do muralismo mexicano. Já documentos brasileiros, chilenos, colombianos, porto-riquenhos, venezuelanos e estadunidenses serão incorporados no acervo durante os próximos três anos. A seleção completa ficará disponível em 2015.


ONU lança concurso para blogueiros e prêmio será viagem ao Brasil
Em 2012, o Brasil irá sediar o Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho. O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, lançou um concurso para blogueiros em todo o mundo. O prêmio é uma viagem ao Brasil para as comemorações do Dia do Meio Ambiente. Informou Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York. http://www.revistareciclarja.com



De Olho Na Vida


Vídeo mostra a resistência popular contra a especulação imobiliária no bairro da Luz, em São Paulo
foto
.
http://t.co/0TS3bl2E. Este link contém uma pérola. Um vídeo de 20 minutos sobre a resistência dos moradores ao projeto da Prefeitura de São Paulo que expulsa os pobres da região da Luz, onde ficam o Memorial de Resistência, o Museu da Língua Portuguesa e a Pinacoteca do Estado. De acordo com os planos da Prefeitura, o bairro será demolido em 25 anos.


Impacto dos grandes empreendimentos é tema do Fórum Social Temático em Porto Alegre
.
Foto
Passeata de abertura do Fórum Social Temático - ANP
.
[Por Raquel Júnia -EPSJV/Fiocruz] No segundo dia do Fórum Social Temático, em Porto Alegre, os participantes do evento conheceram os problemas de saúde e socioambientais que a siderúrgica TKCSA tem causado à população de Santa Cruz, no Rio de Janeiro. O professor-pesquisador da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz) Alexandre Pessoa falou sobre as irregularidades no processo de licenciamento da empresa que fizeram com que os impactos fossem ainda maiores do que o previsto. Ele integra um Grupo de Trabalho da Fundação. Pessoa destacou a forte atuação da comunidade e dos movimentos sociais na luta contra a instalação da TKCSA e as várias evidências constatadas por ele e outros pesquisadores dos males à saúde causados pelo funcionamento da siderúrgica. "Desde o início a empresa dizia que o material que ela despeja no ar não faz mal à saúde. Não é a empresa que tem que dizer se o ar que as pessoas estão respirando está ou não prejudicando sua saúde, quem tem que dizer é o SUS. Então, com as pesquisas, foram detectados 14 elementos, muitos deles prejudiciais", contou. "Para nós os problemas de saúde ali estão muito claros, desde o início do projeto. Se o pescador que tem essa atividade desde criança e perde as condições de continuar exercendo seu trabalho, não consegue outra atividade, vai para o alcoolismo ou é forçado a ir embora de Santa Cruz", completou Alexandre.


Jornalista moçambicano fala sobre atuação da Vale em seu país
[Por Patricia Fachin - IHU] "Dividir para reinar". É assim que os cidadãos moçambicanos interpretam o reassentamento de aproximadamente 1313 famílias decorrente da conclusão da primeira fase do projeto de mineração da Vale no Distrito de Moatize, Província central de Tete. A instalação da mineradora brasileira em Moçambique tem gerado polêmica e diversos conflitos entre o governo e os órgãos de direitos humanos locais. Representando as comunidades reassentadas, a Justiça Ambiental submeteu uma Carta Queixa e uma petição à Comissão dos Assuntos Sociais, Gênero e Ambiente da Assembleia da República, mas as ações "foram ignoradas", segundo o jornalista Jeremias Vunjanhe. Confira a entrevista: http://bit.ly/AagqDC




Imagens da Vida


Somos todos Pinheirinho!
foto


De Olho No Mundo


Apenas um homem controla toda a TV a cabo mexicana
[Por Dênis de Moraes] Os monopólios transnacionais se alastram no setor de televisão por assinatura. Como se não bastasse Sky+DirecTV de Rupert Murdoch na TV via satélite, agora é a vez do magnata mexicano Carlos Slim, o homem mais rico do mundo segundo a Forbes, praticamente assumir o controle da TV a cabo no país, graças à autorização dada pelo governo Dilma para que a Embratel abocanhe a Net, que pertencia ao grupo Globo."

 

Equador: Rádios Comunitárias para preservar a cultura indígena
[Por Prensa Latina -19.01.12] Cerca de 200 mil indígenas equatorianos serão beneficiados por um projeto governamental que pretende garantir a transmissão de rádios comunitárias localizadas na Amazônia. Serão instaladas antenas para facilitar a emissão de mensagens radiofônicas aos habitantes da região em suas respectivas línguas.



Memória


EUA admitem que sabiam de roubo de bebês pela ditadura argentina
[Por Luciana Taddeo | Opera Mundi] O ex-secretário de Direitos Humanos do Departamento de Estado norte-americano entre 1981 e 1985, Elliot Abrams, admitiu nesta quinta-feira (26/01) que sabia que os militares argentinos tinham um plano para o roubo e apropriação ilegal de bebês nascidos em centros clandestinos de prisão durante a ditadura do país (1976-1983).
.
"Estávamos a par de que algumas crianças tinham sido roubadas quando os pais estavam presos ou mortos", afirmou, em depoimento, feito por meio de vídeo-conferência entre juízes de um tribunal oral federal de Buenos Aires e o consulado argentino em Washington. "Sabíamos que não eram só uma ou duas crianças, mas que existia um padrão, um plano, porque havia muita gente que estava sendo assassinada ou presa", complementou.
.
Calcula-se que 500 bebês tenham sido roubados e tido sua identidade ocultada durante a repressão argentina. Para encontrá-los, um grupo de mães de presos clandestinamente na época, por razões políticas, se juntaram em uma associação conhecida como "Avós da Praça de Maio", para tentar encontrar seus netos desaparecidos. Segundo o norte-americano, as crianças foram entregues a "famílias leais" ao regime militar.
.
Abrams, que atuou no Departamento de Estado dos EUA durante o mandato do presidente republicano Ronald Regan (1980-1988), prestou depoimento como testemunha do julgamento, iniciado em fevereiro de 2001, pelo roubo e apropriação ilegal de 34 bebês, no qual estão sendo processados os ex-ditadores Jorge Rafael Videla e Reynaldo Bignone, atualmente condenados e presos por outros crimes cometidos na época.
.
O ex-funcionário norte-americano afirmou ainda que como a desaparição de bebês poderia gerar um "enorme conteúdo humanitário e político", sugeriu ao ex-embaixador argentino em Washington no período, Lucio García del Solar, em 1982, que a Igreja "poderia ajudar" a mediar "este problema terrível". "Enquanto os desaparecidos estavam mortos, estas crianças estavam vivas e isso era, por um lado, o mais grave do problema humanitário", diz.
.
O relato da conversa, registrado em um memorando ao então secretario de Estado, George Schultz, é um dos 4677 despachos secretos sobre a repressão argentina abertos pelos EUA em agosto de 2002, e foi entregue às Avós da Praça de Maio no ano passado. Segundo Abrams, o então embaixador também se mostrou preocupado, afirmando que já tinha reportado o assunto às autoridades argentinas.
.
Apesar da existência de muitos governos militares na época, Abrams diz não lembrar de outro caso como o argentino, que implicou além do roubo e apropriação de bebês, em torturas, assassinatos e desaparições. "Foi o pior caso", afirmou, sobre as violações aos Direitos Humanos cometidas na região.



Pérolas


Por Mino Carta
"São Paulo tem a segunda maior frota de helicópteros do mundo e uma enorme área do país não conta com saneamento básico"
.
Publicado em Carta Capital nº 680, no artigo, Democracia e capitalismo: a hora trágica da incompatibilidade.



Por Carla Rodrigues
"Ninguém melhor do que Steve Jobs compreendeu o conceito de fetichismo de Marx, segundo o qual as relações sociais são mediatizadas pelos objetos."
.
Carla Rodrigues, jornalista - Valor - 20/01/2012


Por Raquel Rolnik
"Alguém poderia dizer - mas por quê os ocupantes do Pinheirinho resistiram? Por que não saíram imediatamente, evitando os feridos e as feridas da confrontação? .
Porque sabem que, para quem foi "desocupado" ou" lacrado" nestas e outras reintegrações e "limpezas", sobra a condição de sem-teto. Ou seja, para quem promoveu a reintegração ou a limpeza, o fundamental é ter o local vazio, e não o destino de quem estava lá, muitos menos as razões que levaram aquelas pessoas a estar lá naquela condição e seu enfrentamento e resolução. "Resolver" a questão é simplesmente fazer desaparecer o "problema" da paisagem."



Por Walter Maierovitch
"A dupla Alckmin-Kassab busca a tortura físico-psicológica. Inventou um novo tipo de pau-de-arara. Procuraram, com o fim da oferta (do crack), provocar um quadro torturante e dramático de abstinência nos dependentes químicos. E, pelo sofrimento e desespero, os dependentes iriam buscar tratamento oficial."
.
Publicado em Carta Capital nº 680, no artigo, O terror higienista.




Artigos


Menos Google e Facebook, mais luta
[Publicado em 30.01.12 - Por Sérgio Domingues, no site Mídia Vigiada] Ferramentas como Google e Facebook podem até ajudar nas mobilizações sociais. Mas são mecanismos criados principalmente para aumentar o consumismo e a alienação. Só de forma muito eventual podem servir à transformação social. Leia o artigo completo.


Cristina Kirchner, a mídia e nós - Artigo de Venício Lima
[Publicado em 23.01.12 - Por Venício Lima, na revista Teoria e Debate] Desde o anúncio da intenção de elaborar um projeto de lei para substituir a regulação do tempo da ditadura militar, em processo rigorosamente democrático, o governo de Cristina Kirchner sofreu - e continua sofrendo - intensa oposição dos grupos dominantes de mídia e de seus aliados internos e externos, inclusive no Brasil. Por quê? Porque a lei argentina busca a regulação do, até então, oligopolizado mercado de mídia. Este, agora, divide-se em três partes iguais: para a iniciativa privada, o Estado e a sociedade civil. Impede-se, portanto, a continuidade da concentração da propriedade e da propriedade cruzada e, sobretudo, promovem-se a pluralidade e a diversidade através da garantia da liberdade de expressão de setores até aqui excluídos do "espaço público midiático", " povos originários, sindicatos, associações, fundações, universidades ", através de entidades sem fins comerciais. Leia o artigo completo.


Expediente



Núcleo Piratininga de Comunicação
Rua Alcindo Guanabara, 17, sala 912 - CEP 20031-130
Tel. (21) 2220-5618
www.piratininga.org.br / npiratininga@uol.com.br
.
Coordenação: Vito Giannotti

Redação: Marina Schneider e Sheila Jacob

Edição: Claudia Santiago

Web: Luisa Souto
.
Colaboraram nesta edição: Najla Passos (DF), Raquel Junia (RJ), Sérgio Domingues (RJ), Tatiana Lima (RJ)


Se você não quiser receber o Boletim do NPC, por favor, responda esta mensagem escrevendo REMOVA.


ÍNDICE
Clique nos ítens abaixo para ler os textos.

Especial
Moradores denunciam torturas e desaparecimentos após violenta remoção da favela Pinheirinho, em SP

Notícias do NPC
DIÁLOGOS NA GRAMSCI
Livros à venda na Livraria Antonio Gramsci!

Radiografia da Comunicação Sindical
Bancários do Rio começam campanha de denúncia das demissões no Itaú
GARRA: Revista anual do Sindsep-PE reúne diversos olhares sobre um grande tema de interesse social

A Comunicação que queremos
Jornal Brasil de Fato comemora nove anos
Revista Samuel pretende ajudar o leitor a se localizar na atual floresta de informações

Proposta de Pauta
A polêmica sobre os migrantes do HAITI: como o Brasil trata os que procuram aqui uma vida melhor?
Homenagem aos haitianos que vivem no Brasi

De Olho Na Mídia
Calvin e Haroldo
Sociólogo cobra resposta sobre projeto de marco regulatório da mídia
Clube da Mafalda
Fundador do Wikileaks vai fazer programa de TV

Democratização da Comunicação
Oi quer anular metas de qualidade da banda larga. Movimentos protestam
Twitter anuncia censura seletiva

NPC Informa
Lançado arquivo digital gratuito sobre arte latino-americana
ONU lança concurso para blogueiros e prêmio será viagem ao Brasil

De Olho Na Vida
Vídeo mostra a resistência popular contra a especulação imobiliária no bairro da Luz, em São Paulo
Impacto dos grandes empreendimentos é tema do Fórum Social Temático em Porto Alegre
Jornalista moçambicano fala sobre atuação da Vale em seu país

Imagens da Vida
Somos todos Pinheirinho!

De Olho No Mundo
Apenas um homem controla toda a TV a cabo mexicana
Jornalistas e professores criticam jornalistas da Globo
Equador: Rádios Comunitárias para preservar a cultura indígena

Memória
EUA admitem que sabiam de roubo de bebês pela ditadura argentina

Pérolas
Por Mino Carta
Por Carla Rodrigues
Por Raquel Rolnik
Por Walter Maierovitch

Artigos
Menos Google e Facebook, mais luta
Cristina Kirchner, a mídia e nós - Artigo de Venício Lima

Expediente
Núcleo Piratininga de Comunicação

 NPC - Núcleo Piratininga de Comunicação * Arte: Cris Fernandes * Automação: Micro P@ge