Rádio WNews

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Sessão da Câmara de Vereadores de Vacaria RS parte 9

Viaduto da Borges de Medeiros em Vacaria RS


Sessão da Câmara de Vereadores de Vacaria RS parte 8

Próximo ao Antigo Postão em Vacaria RS


Sessão da Câmara de Vereadores de Vacaria RS parte 7

Audiência Pública Sobre o Fechamento do Comércio


Bom dia


Na próxima semana o Plenário da Câmara recebe dois eventos de interesse da comunidade: A segunda rodada do Comitê da Bacia Taquari-Antas(quinta, dia 12) e Audiência Pública sobre o fechamento do comércio nos últimos dois sábados de cada mês (quarta, dia 11). Para saber mais acessewww.camaravacaria.rs.gov.br


Agradeço o apoio dos meios de comunicação na divulgação desses dois eventos. 

Atenciosamente,

Giana Pontalti
Assessora de Comunicação
Câmara Municipal de Vereadores de Vacaria

Na Rua Próxima Antigo Postão

Na rua próxima ao antigo postão travessia com a Rua Borges de Medeiros em Vacaria RS.

Água saindo do chão

Água saindo do chão no passeio público da cidade de Vacaria RS.

Sessão da Câmara de Vereadores de Vacaria RS parte 6

Sessão da Câmara de Vereadores de Vacaria RS parte 6

Outras Palavras


bibliotecadiplô e OUTRASPALAVRAS

Boletim de atualização de Outras Palavras e Biblioteca Diplô - Nº 186 - 4/7/2012


Imagem inline 1
Filósofo contesta mitos sobre “geração despolitizada”, propõe intensificar choque de valores e sugere que é preciso hackear instituições conservadoras. Entrevista a Beatriz Macruz, Guilherme Zocchioe Rute Pina

Nacionalismo e Desenvolvimento Econômico (I)
Alemanha, Rússia e Japão marcaram a geopolítica, desde o século XIX, por suas estratégias econômicas nacionalistas. Agora, voltam a elas. Por José Luís Fiori

____________________
OUTRAS MÍDIAS 
Uma seleção de ótimos textos publicados na blogosfera brasileira

Legalização da maconha: novo passo na Colômbia
Corte Constitucional decide que cultivar canábis em casa, para consumo próprio, não é crime. Pergunta-se: quando novos ventos chegarão ao Brasil? Na Revista Sem Semente

Como a Medicina ainda controla o corpo das mulheres
Uma obstetra mostra como autoritarismo médico fere liberdade das mães -- e ignora evidências estatísticas em favor do parto domiciliar. No IHU Online
Israel: quem são os novos dissidentes
Eles sentem-se traídos porque percebem que seu Estado renega as promessas de origem. E manifestam-se simbolicamente, de maneira não-violenta, contra desigualdades sociais, políticas e raciais. Por Pierre Klochendler, da Envolverde/IPS
O Japão marcha contra energia nuclear
Dezenas de milhares tomam ruas de Tóquio e pressionam primeiro-ministro em sua casa, para dizer que chega de centrais atômicas. Por Tomi Mori, em Esquerda.net
Venezuela no Mercosul: o sentido de um ingresso
Presidentes ampliam integração sul-americana e desmascaram Senado paraguaio -- que se dizia defensor da democracia mas derrubou um presidente em 24 horas. Por Gilson Caroni Filho, em Carta Maior

-- Boletim de atualização dos sites Outras Palavras Biblioteca Diplô. A reprodução é benvinda. Interessados em recebê-lo devem clicar aqui. Para deixar de receber, aqui.
Acompanhe nossas novidades também no Facebook e Twitter

_______________________________________________
Boletimdiplo mailing list
Boletimdiplo@listas.tiwa.net.br
http://listas.tiwa.net.br/listinfo/boletimdiplo
Descadastrar: envie email a Boletimdiplo-unsubscribe@listas.tiwa.net.br

Sessão da Câmara de Vereadores de Vacaria RS parte 4

Sessão da Câmara de Vereadores de Vacaria RS parte 3

Cometário no Facebook

Férias Vieira 
Com o HNSO,em serias dificuldades era necessário adotar medidas com extrema urgência,e o PREFEITO SUSIN num ato corajoso optou por implantar através de contrato emergencial o plantão 24hs no CMM,que na época foi a solução mais adequada,pois se ele fosse esperar pelo processo licitatório,que por sinal e moroso e burocrático,com certeza vidas teriam se perdido,e com isso ele demonstrou ser uma pessoa de ATITUDE e extremo bom caráter,e que mesmo com a possibilidade de haver um processo futuro,optou pelo melhor para a população,salientando também que não houve desvio de verba pública,pois o SUSIN alem de ser um empresário bem sucedido,é uma pessoa idônia,e um ótimo administrador.Por tanto eu tenho certeza que ele agiu de boa fé buscando sempre o melhor para nos usuários do SUS.

Sessão da Câmara de Vereadores de Vacaria RS parte 2

PSTU




ProUni vira moeda de troca para “perdão” de dívida bilionária 


Wilson H. da Silva,
da redação
 do Opinião Socialista


 

• No decorrer da última semana, o Congresso Nacional protagonizou um escândalo que, ao contrário de uns tantos outros que estão sob os holofotes, passou quase completamente despercebido pela mídia.

Embutido em uma Medida Provisória (MP) que tinha como objetivo (pasmem...) permitir à Eletrobrás assumir o controle acionário das Centrais Elétricas de Goiás (Celg), os deputados, na semana passada, e senadores (no dia 27 de junho) aprovaram uma resolução que permite que uma dívida de nada menos do que R$ 15 bilhões, acumuladas por universidades particulares do Sul do país, seja “trocada” pela promessa de que as mesmas instituições irão oferecer, nos próximos 15 anos, 560 mil “bolsas” do Programa Universidade para Todos (o ProUni).

O agrado foi articulado particularmente e com enorme empenho pela ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, e irá beneficiar cerca de 500 instituições, sendo que metade é formada por universidades e faculdades privadas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina (estado natal da ministra).

Se a falta de vergonha na cara e o descaramento que cercam toda esta história já não fossem suficientes, o Governo Federal ainda comemorou a “negociação” com os “tubarões de ensino” afirmando que foi extremamente “positiva” na medida em que os reitores se comprometeram a saudar 10% da dívida bilionária e que recuaram na sua proposta inicial que limitava a oferta de vagas aos cursos menos concorridos, como as licenciaturas.

E ainda tem mais: o programa, batizado de Proies (qualquer semelhante com o Proer, o plano de FHC que “salvou” os banqueiros anos atrás, não é mera coincidência) ainda fez outra “concessão” às universidades, que serão retiradas do cadastro de inadimplentes do governo, o que lhes permitirá resgatar os créditos a que têm direito com o Financiamento Estudantil (Fies).

Ou seja, os tubarões que se apoderaram da Educação no Brasil ganharam algo como um “presente de natal” antecipado.

Um programa vergonhoso desde o início (...)

Leia matéria na íntegra no site do PSTU:
http://www.pstu.org.br/nacional_materia.asp?id=14367&ida=0

Branco Oliveira


Branco Oliveira, uma lenda viva do reggae e da mpb

Branco Oliveira tem sua trajetória de vida associada à música. Nascido em Tapera, RS, aos cinco anos já acompanhava seu pai, acordeonista, pelos bailes do interior tocando pandeiro. Aos 18 anos, então residindo em Porto Alegre, colocou o pé na estrada e foi parar em Juazeiro da Bahia, terra de João Gilberto, sendo influenciado pelo estilo baiano. Em retorno ao RS no início dos anos 80, passou a tocar profissionalmente em bares e casas noturnas de Porto Alegre, do litoral e da serra gaúcha. Seu trabalho artístico também está associado ao Carnaval de Tapera. Na década de 90 foi mestre de bateria do Bloco Unissax, que recebeu diversas premiações regionais. Nesse mesmo período conduziu programa de rádio em emissora local. Ainda na década de 90, participou de shows em cidades do estado de Goiás e integrou tourné a Santiago do Chile, contratado pelo Governo do estado do RS, divulgando o turismo e a cultura gaúcha. Sua composição mais conhecida, o Reggae do Bom Fim (http://www.youtube.com/watch?v=lIhb_VCxR4E), integra o CD Hits 94 das mais tocadas no Brasil. Em 2008 lançou o CD "Praia do Rosa" que reúne, além dessa composição título, as músicas "Soltaram a Maria" (http://www.youtube.com/watch?v=6Cq1xb-ciJ8), "Não me Pire"(http://www.youtube.com/watch?v=5syqRfkMuE4) e a gravação original do "Reggae do Bom Fim". Com forte influência do reggae, o artista foi um dos precursores de uma nova página na história da música urbana e alternativa do RS e suas músicas traduzem o contexto social e político contemporâneo.Atualmente Branco gravou a música e o clipe Alto na Cidade Baixa (http://www.youtube.com/watch?v=GchfPk0LZTg) com diversos artistas da cidade, está gravando um novo cd e vem sendo convidado a tocar em diversas partes.  Há pouco tempo fez uma apresentação em apoio a manifestação dos professores em frente ao colégio Júlio de Castilhos (Parte 1http://www.youtube.com/watch?v=aV06FHzCfWo, parte 2http://www.youtube.com/watch?v=j8B9dGpJm5A e parte 3 http://www.youtube.com/watch?v=DqPQyXhqgMg)


Texto escrito por: Solange Maria Giacobo 
Complemento sobre a situação atual do artista e título do texto: Fabio da Silva Barbosa

Para maiores detalhes sobre Branco Oliveira, shows e para marcar entrevistas é só responder a esse e-mail.

Para curtir o som do Branco

Para baixar o som do Branco pelo 4shared







Anda


Se você não consegue visualizar esta mensagem corretamente, acesse aqui.
Para garantir o recebimento desta mensagem em sua caixa de entrada, adicione contato@anda.jor.br à lista de remetentes
confiáveis ou ao seu catálogo de endereços. Para saber como se faz, veja as instruções aqui.
Anda
05/07/2012EDIÇÃO 043
Um basta à tortura
Concepción torna-se a primeira cidade oficialmente antitaurina no Peru
Comércio cruel
Polícia chinesa intercepta tráfico e apreende patas de urso
EUA
Mulher quebra janela de carro para salvar cão que morria de calor
Comentário
Publicitária pernambucana demonstra preconceito e ignorância em relação à causa animal
Vida marinha
Baleias no mar de Okhotsk intrigam cientistas
Pensando Direito - Vania Maria Tuglio
Reforma penal e defesa animal
Um discurso emocionante pelos animais
 
"Depois de me tornar vegetariano, por princípios, considerando injusto ter que matar animais que teriam a vida toda pela frente para nos alimentarmos, pa..."
Ricardo Japinha
Baterista CPM22
+ LEIA MAIS
Faça
aqui sua doação
Gori.la
R2PRO
 

Sessão da Câmara de Vereadores de Vacaria RS parte 1

Inter


Se você não estiver visualizando a imagem acesse este link .
Informações e imagens das obras de modernização do Beira-Rio – 5/7
As obras de modernização do Beira-Rio já alcançaram a marca de 107 dias e os avanços são notáveis. Quem passa pela Avenida Padre Cacique já pode observar a intensa movimentação de operários, máquinas e as demolições nas áreas visíveis de fora do Estádio. É que a Construtora Andrade Gutierrez iniciou as demolições de alvenarias da Bilheteria B, da Escola Rubra e da Marcenaria. Além de ter iniciado as escavações para executar os blocos das torres de circulação - as torres verticais de acesso aos diversos níveis do estádio.
Na parte interna do Estádio, a Andrade Gutierrez permanece com as demolições e escavações das arquibancadas do Quadrante 3. Neste mesmo Quadrante continua executando reforços dos camarotes. Houve um avanço significativo de pré-moldados nas arquibancadas inferiores do Quadrante 1 com a aplicação de degraus, pilares, vigas e estacas. No Quadrante 4 continuam sendo executados os blocos de fundação. O cronograma de obras permanece sendo seguido à risca pela obra e o prazo para a finalização dos serviços se mantém em dezembro de 2013.
Fotos e imagens das obras podem ser visualizadas e baixadas em alta resolução emwww.internacional.com.br/imprensa
Mais informações sobre as obras em www.internacional.com.br/modernizacao

Adaptações para o jogo diante do Cruzeiro
Com a liberação do anel superior do Gigante da Beira-Rio pela Justiça, o torcedor colorado terá cerca de 25 mil lugares para poder conferir o jogão entre Internacional e Cruzeiro, no sábado, a partir das 18h30, válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. A partir de agora o Check In Colorado passa a ser obrigatório a todos os sócios com ingresso garantido. Informações sobre preços de ingressos, novos locais de acesso (com mapas) estão em www.internacional.com.br.
Sugestão de fonte: Diretor de administração Regis Shiba, telefone 9348-3192, e Diretor da Central de Atendimento ao Sócio Norberto Guimarães, telefone 8130-8363.

Inter e Brigada Militar realizaram vistoria de segurança
O Internacional e a Brigada Militar realizaram uma vistoria de segurança no Estádio Beira-Rio, na tarde da última quarta-feira (04/07). Representantes do Inter, do Comando de Policiamento da Capital (CPC) e do Batalhão de Operações Especiais (BOE) definiram todas as questões para que o Beira-Rio esteja totalmente apto no próximo jogo do Colorado, no sábado, às 18h30, contra o Cruzeiro.
Se desejar incluir mais emails no mailing do Internacional, basta enviar a solicitação paraalcorrea@internacional.com.br.
Maiores informações com Alexandre Corrêa, telefone 8119-2577.
Contatos para fontes e informações da Construtora Andrade Gutierrez com Carmen Carlet, telefone 9986-8599.

Obs: as visitas semanais todas as terças às obras estão suspensas temporariamente a partir da mudança dos treinamentos do futebol profissional para o novo CT do Parque Gigante e da interdição do anel inferior do estádio.

Interdição

Buscamos informações que um determinado blogueiro de nossa cidade está sofrendo um processo de interdição e o Tribuna de Justiça acatou favorável a iniciativa do processo . Vamos aguardar os acontecimentos.

Esclarecimento da Oposição em Vacaria RS

Ontem conversamos com uma fonte séria ligada a coligação PMDB/PP  que nos explicou a questão da sentença condenatória em primeira instância do Ex-prefeito e agora Candidato José Aquiles Susin quando foi Prefeito na questão da falta licitação da empresa  da área da saúde pública no caso a falta de licitação. A questão foi a seguinte havia necessidade de contratação imediata para área na saúde no plantão 24 horas, para não deixar a população correndo até vida e sem atendimento médico via SUS e a pressão Ministério Público de nossa cidade por tal contratação, e como o ex-Prefeito Susin naquela época se morresse alguém em nossa cidade por problemas de saúde poderia se processado por omissão de socorro, ocorreu a tal contratação sem licitação da empresa na área saúde para atender as necessidade da população, não havia tempo hábil para licitação.  Mas no caso da condenação cabe recurso da sentença no Tribunal da Justiça. Foi uma questão de urgência para a população não ficar prejudicada com falta de atendimento de saúde na época não se tinha a UPA e tudo era canalizado no Hospital Nossa Senhora da Oliveira. Todo o administrador não está livre de passar por isso até o próprio Prefeito Elói poderá ter ações judiciais futura contra a si, o administrador público não está livre de nada no país.