Inter 3 x 0 Figueirense

Inter 3 x 0 Figueirense
Brasileiro B 2017

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Prefeitura de Porto Alegre

        A MANCHETE

Código de Convivência debaterá turismo, cultura e vizinhança

A segunda Audiência Pública do Código de Convivência Urbana será realizada na terça-feira, 28, no Plenário Ana Terra da Câmara de Vereadores de Porto Alegre. Os debates abordarão o eixo lazer, turismo, cultura, sossego e vizinhança. O tema contará com a participação dos painelistas e convidados especialistas nas áreas abordadas. O Grupo de Trabalho do Código de Posturas é coordenado pelo vice-prefeito, Sebastião Melo, sendo composto na secretaria executiva pelo diretor de Governança da prefeitura, Plinio Alexandre Zalewski, e pelo coordenador executivo do GT, Wambert Di Lorenzo. Leia mais...
        DESTAQUES

Novo secretário do Meio Ambiente toma posse na terça-feira

O novo secretário do Meio Ambiente, Cláudio Dilda, será empossado pelo prefeito em exercício, Sebastião Melo, na próxima terça-feira, 28, na sede da Smam (avenida Carlos Gomes, 2120), às 14h30. Dilda foi anunciado nesta quarta, 22, pelo prefeito José Fortunati, como novo titular da pasta, após encontro à tarde com Melo no Paço Municipal. Ele substituirá o atual secretário, Marcelo do Canto, que assumiu o posto interinamente e deverá retornar à Procuradoria-Geral do Município. Dilda, 62 anos, natural de Nova Prata-RS, tem perfil técnico. É professor, ex-secretário estadual do Meio Ambiente e diretor técnico da Fepam em governos anteriores. Leia mais...

Fortunati se reúne com pesquisadores da Singularity University

Um dos importantes contatos da missão gaúcha que visita o Vale do Silício sob a liderança do prefeito José Fortunati ocorreu na visita à sede da Singularity University, localizada dentro do Centro de Pesquisa da Nasa, em Montein View, Califórnia (EUA). Fortunati foi recebido por pesquisadores da instituição que falaram sobre o trabalho realizado a partir de discussões, exercícios e workshops, principalmente com foco no que eles chamam de tecnologia disruptiva, termo ligado à inovação tecnológica que transforma, destrói ou cria novos mercados. Leia mais...

Prefeito nomeia Embaixadores de Porto Alegre no Vale do Silício

O prefeito José Fortunati dará posse na noite desta segunda-feira, 27, aos embaixadores de Porto Alegre no Vale do Silício. Ao todo, seis personalidades receberão a honraria e terão a missão de fazer a conexão entre a capital gaúcha e o Vale, utilizando sua influência local na busca de desenvolvimento, novos negócios e oportunidades. Entre os nomes que integram a partir de hoje esse seleto grupo estão, por exemplo, o vice-presidente do Google, Nelson Mattos, o criador da linguagem de programação PHP, Rasmus Lerdorf, e o executivo do Citibank e integrante do Smater Cities Chalenge, da IBM, Patrick Brett. Leia mais...
        EVENTOS

Segurança realiza seminário sobre índice de homicídios

O Conselho Municipal de Justiça e Segurança (Comjus), por meio da Secretaria Municipal de Segurança, promove na terça-feira, 28, seminário sobre a situação dos homicídios em Porto Alegre, com objetivo de debater as políticas públicas na área de segurança. Para o secretário José Freitas, eventos desta natureza são fundamentais para implementar políticas públicas com o objetivo de reduzir a violência na Capital. “O assunto é essencial para a sociedade, a segurança pública é tema constante e de fundamental importância”, afirma. Leia mais...

Cerveja artesanal é destaque do Domingo no Campo

A primeira edição do mês de junho do roteiro Domingo no Campo, que ocorrerá dia 2, tem como destaque a produção artesanal de cerveja. Também estão incluídas na programação o ecoturismo e cultivo de plantas exóticas e ornamentais. O roteiro é uma boa oportunidade de conhecer as pequenas propriedades da rota turística Caminhos Rurais de Porto Alegre, na zona Sul da Capital. O passeio terá saída às 10h, na avenida Osvaldo Aranha, próximo ao Centro de Informações Turísticas (CIT) do Mercado Bom Fim, no Parque Farroupilha. Leia mais...

Diálogos no Museu apresenta palestra sobre a Vila Assunção

O Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo (Coordenação da Memória, Secretaria da Cultura de Porto Alegre) promove, dentro do projeto Diálogos no Museu, palestra com o arquiteto André Huyer no sábado, 1º, às 10h. A atividade tem como tema "Vila Assunção e o Conceito de Cidade-Jardim", abordando as características e singularidades do charmoso bairro da zona Sul de Porto Alegre. A inscrição deverá ser solicitada através de e-mail, e o ingresso é um agasalho para a Campanha do Agasalho 2013. Leia mais...
        SERVIÇOS

Gasômetro e supermercados recebem doações da Campanha do Agasalho

A partir desta terça-feira, 28, as doações à Campanha do Agasalho da Prefeitura de Porto Alegre podem ser entregues na Chaminé da Usina do Gasômetro ( avenida Presidente João Goulart, 551 – bairro Centro Histórico) e nos supermercados Zaffari da Fernando Machado, da Otto Niemeyer e do Shopping Bourbon Wallig (avenida Assis Brasil, 2611 - bairro Cristo Redentor). Além de roupas para pessoas em condições de vulnerabilidade, pelo segundo ano consecutivo o Gabinete da Primeira-Dama está recebendo itens para animais. “Qualquer peça de roupa, cobertor ou toalha que não serve para uma pessoa, serve para um animal”, lembra a primeira-dama e secretária da Seda, Regina Becker.Leia mais...

Secretários municipais de Saúde avaliam conjuntura nacional

O secretário municipal de Saúde, Carlos Henrique Casartelli, participa até quarta-feira, 29, de encontro do Conselho Nacional de Representantes Estaduais (Conares) do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems). A reunião, aberta nesta segunda-feira, 27, está sendo realizada em São Luís do Maranhão (MA) e inclui na programação o 29º Congresso do Conares e a comemoração dos 25 anos do Conasems. Os participantes vão debater a conjuntura da saúde pública e os critérios de rateio de recursos para aplicação em saúde transferidos pelo governo federal a estados e municípios, previstos pela lei complementar 141, de 13 de janeiro de 2012. Leia mais...

Procon promove atividades sobre Educação para o Consumo

Uma série de palestras sobre Educação para o Consumo será promovida em escolas municipais, estaduais e particulares pelo Procon Porto Alegre. Nesta terça-feira, 28, as atividades começam a partir das 8h50 no Colégio Israelita Brasileiro com apresentações para alunos das séries finais dos ensinos Fundamental e Médio.  “Nosso objetivo é qualificar o ensino dos estudantes por meio do conhecimento dos conceitos básicos do Código de Defesa do Consumidor, utilizando uma linguagem de fácil entendimento”, destaca a diretora executiva do Procon Porto Alegre e palestrante, Flávia do Canto Pereira. Leia mais...
        VEJA A IMAGEM DE SATÉLITE         VEJA A PREVISÃO DO TEMPO         VEJA PAUTAS DO DIA

Editado pela Supervisão de Comunicação Social
E-mail - Telefones (51)3289.3900 / (51)3289.3932 / (51)3289.3926

Você recebeu este e-mail porque faz parte da nossa lista de contatos. Se quiser ser removido acesse este link
Newsletter desenvolvida pela PROCEMPA.

Frente Pro Cotas Raciais

Estamos na labuta cotidiana de buscar as COTAS RACIAIS EM SP. A Etapa agora é referendar apoio ao texto organizado pelos Movimentos para ser o Substitutivo do PL de Cotas em SP.

Os apoio devem ser enviados para o email: frenteprocotassp@gmail.com

Sua subscrição e seu apoio em nos ajudar  a conquistar esse diretio.
Veja o enunciado. Os Doctos estão anexo.

Abraços e muito axé para sua vida!

====================================================================================================



Amigas e amigos, o seu apoio é muito importante!


Nos últimos meses o movimento negro e os movimentos sociais, organizados na FRENTE DE LUTAS PRÓ COTAS RACIAIS DE SP se dedicaram a uma ofensiva para exigir a aplicação desta política nas Universidades Públicas Paulistas.

Na contramão do anseio popular, o governador Alckmin, em conjunto com as reitorias de USP, Unesp e Unicamp apresentaram o PIMESP-Programa de Inclusão por Mérito, que nem de longe atende as reivindicações históricas de democratização do acesso.

Imediatamente reagimos. Formulamos o Manifesto a Favor das Cotas e contrário ao Pimesp. Provocamos as forças populares na Alesp e sobretudo, promovemos um amplo debate no seio das universidades e da sociedade como um todo. 

Como fruto desse processo, em comum acordo com o grupo de parlamentares favoráveis às Cotas, estabelecemos um Grupo de Trabalho composto por representantes da sociedade civil, cuja tarefa seria a elaboração de um novo texto que servisse de substitutivo ao PL de Cotas 530/04.

Após 2 meses de trabalho, encerramos essa etapa e apresentamos à sociedade civil organizada a proposta de PL de Cotas elaborada e, a partir da agora, defendida pelos Movimentos.

A apresentação do texto aos parlamentares da ALESP está pré-agendada para dia 4 ou 5 de junho (a confirmar). Até lá pedimos a adesão das diversas organizações, movimentos, ong's, sindicatos, partidos, igrejas, grupos e associações, bem como assinaturas individuais de lideranças sociais e politicas, religiosos, intelectuais, artistas, esportistas, etc.

A presente proposta, que seguirá à ALESP para os trâmites normais, será também objeto de uma ampla campanha estadual de PL de Iniciativa Popular que visará agregar 300 mil assinaturas, maneira pela qual será feita a pressão popular para que a ALESP aprove as Cotas.

AS ADESÕES E APOIO devem ser direcionadas ao e-mail: frenteprocotassp@gmail.com

Anexo segue o PROJETO DE LEI DE COTAS e sua respectiva JUSTIFICATIVA para seu estudo e adesão.

Muito axé para nossas lutas! Venceremos!


--
Douglas Belchior
Conselho Geral - Uneafro
(11)3105-2516 opção - (11) 7550-2800
www.uneafrobrasil.org
 
 
Chegará o dia
Não renuncieis ao dia que vos entregam os mortos que lutaram.
Cada espiga nasce de um grão entregue à terra,
e como trigo, o povo inumerável
junta raízes, acumula espigas,
e na tormenta desencadeada
sobe à claridade do universo.

Pablo NERUDA
 
Orkut: negrobelchior@yahoo.com.br
Blog: www.negrobelchior.blogspot.com
Twitter: @negrobelchior
FaceBook: Douglas Belchior

Casamento Civil Igualitário

Marisa Monte, Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes se reúnem para apoiar casamento civil igualitário


Para celebrar a regulamentação do casamento igualitário em todo Brasil pelo Conselho Nacional de Justiça e para fortalecer a luta pela legalização do mesmo no Congresso Nacional, Marisa Monte, Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes voltam a reunir-se, após 10 anos do grande sucesso obtido pelos Tribalistas no Brasil e no exterior, com a música "Joga arroz". 
Uma criativa e bem-humorada música sobre as diferentes e justas formas de amar, a música se soma às iniciativas da campanha do casamento civil igualitário iniciada em 2011 pelo deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), e à qual já aderiram outros grandes nomes da música, da teledramaturgia e da academia brasileira. 
“Agradeço muito aos três artistas - Marisa, Brown e Antunes - pela coragem de colocar seus talentos a serviço das liberdades individuais e dos direitos civis para todas e todos! "Joga arroz", que vai embalar  a 17ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, já nasce um sucesso na medida em que celebra a conquista do CNJ e impulsiona a luta para que essa conquista vire lei. Leve-a na ponta língua para todos os lugares em que o amor ouse dizer o nome e não se esqueça da chuva de arroz aos noivos e noivas”, diz Wyllys. 
A campanha, iniciada em abril de 2011, tem como objetivo apoiar a aprovação do projeto de lei e da proposta de emenda constitucional que legalize o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, de autoria dos deputados Jean Wyllys (PSOL-RJ) e Erika Kokay (PT-DF). Segundo o deputado Wyllys, apesar das decisões do Supremo Tribunal Federal que, em 2011, reconheceu a união estável entre pessoas do mesmo sexo, e do Conselho Nacional de Justiça, que, no início deste mês regularizou o casamento entre pessoas do mesmo sexo, o que vai dar força à essas decisões é o Congresso Nacional.
“Na prática, o casamento civil igualitário, a partir da decisão do CNJ, é uma realidade no Brasil. Agora o Congresso precisa votar um projeto de lei que altera do código civil e uma proposta de emenda que altera o artigo 226º da Constituição Federal do Brasil, onde os direitos ao casamento e à união estável estão reconhecidos. Estas duas proposições legislativas darão essa força de lei que precisamos para materializar essa igualdade proclamada na Constituição”, diz Wyllys. 
Já aderiram à campanha artistas como Chico Buarque, Caetano Veloso, Marisa Monte, Daniela Mercury, Wagner Moura, Isabella Taviani, Arlette Sales, Mariana Ximenes, Ney Matogrosso, MV Bill, Zélia Duncan, Sandra de Sá, Alexandre Nero, Bebel Gilberto, Mônica Martelli, Rita Benneditto, Serjão Loroza, Luis Miranda, Tuca Andrada, Fafá de Belém e Marcelo Tas, entre muitos/as outros/as, que vestiram a camisa da campanha, assinaram uma declaração de apoio ao casamento civil igualitário. Além de assinarem o abaixo-assinado, a maior parte dos ilustres apoiadores participaram de uma série de vídeos que a campanha vem produzindo, tais vídeos podem vistos no canal oficial da campanha no youtube: http://www.youtube.com/user/Casamentoigualitario.

Para ouvir e baixar a música entre nos links abaixo:

NPC

.
.

Boletim do NPC — Nº 236 — De 1 a 5/6/2013 Para jornalistas, dirigentes, militantes e assessores sindicais e dos Movimentos Sociais 


 Notícias do NPC


Curso "Estados Unidos: trajetória de desenvolvimento do país, hegemonia e imperialismo" é encerrado no Rio
Foi encerrado no último sábado, 25 de maio, o curso Estados Unidos: trajetória de desenvolvimento do país, hegemonia e imperialismo. Na primeira etapa, o professor Reginaldo Moraes tratou da história da formação do país desde o século 19. Ele destacou que houve forte investimento estatal na Marcha para o Oeste e também na formação dos seus grandes centros de pesquisa e tecnologia. Geografia econômica, estrutura educacional e desigualdade de renda no país também foram alguns dos temas abordados. Já na segunda parte do curso, realizada nos dias 24 e 25 de maio, os alunos puderam entender como a guerra foi transformada em um negócio e também em uma necessidade para movimentar a economia dos Estados Unidos. O modelo de sociedade excludente e desigual que o país exporta para o mundo hoje também foi discutido pela turma. 
.
."Trabalhador precisa compreender a realidade em que está inserido"
.O presidente do Sindicato dos Engenheiros do Rio (Senge-Rio), Olímpio dos Santos Alves, comenta a importância do cursopara os trabalhadores. "A formação de qualquer trabalhador, inclusive do engenheiro, não deve ser só aquilo que ele faz da vida. Precisa compreender o mundo, a realidade em que está inserido. Se ele não tiver essa compreensão, será um joguete na mão de poderosos", explica.  .
O curso foi uma parceria entre o Senge-Rio, o NPC e o INCT-Ineu. Os vídeos estão disponíveis em nossa página no Youtubee podem ser vistos nos links abaixo:
.
.
.
.
A Comunicação que queremos


Comitês Populares exibem, na ONU, vídeo sobre remoções da Copa 
.
.
A Articulação Nacional dos Comitês Populares (ANCOP) participou da 23ª sessão do Conselho de Direitos Humanos da ONU no dia 28/5 para falar das violações cometidas em todo o país nos preparativos para a Copa do Mundo. Em um evento paralelo à sessão do Conselho, a representante da ANCOP Larissa Araújo apresentou o vídeo "Who wins this match?" (Quem ganha esse jogo?).O vídeo traz os números e os depoimentos dos moradores removidos ou em risco de remoção - 200 mil, segundo o cálculo dos movimentos. Confira o vídeo.
.
.
.
Radiografia da Comunicação Sindical 


Santa Catarina realiza 1º Seminário Unificado de Imprensa Sindical
"Por que a luta dos trabalhadores não é notícia?" é o tema do 1º Seminário Unificado de Imprensa Sindical, que acontece nos dias 4 e 5 de julho em Florianópolis. O objetivo é debater o fortalecimento do setor e seu papel na disputa de hegemonia. O seminário contará com a presença do coordenador do NPC, Vito Giannotti, que debaterá os desafios atuais do sindicalismo e seus reflexos na comunicação sindical. A organização é fruto de uma parceria entre o Sindprevs/SC, Sinasefe, Sintrajusc, SEEB Florianópolis e Sindaspi. As inscrições vão até 21 de junho e o número de vagas é limitado. Confira a programação. Saiba mais.
.
.
.
De Olho Na Mídia 


Mídia empresarial a serviço do sistema, em campanha contra o Mercosul
O jornalista Luiz Carlos Azenha, em seu perfil no facebook comenta a coluna de 28.05 de Eliane Cantanhêde, na Folha de S. Paulo. Diz ele. "Em Fogo de palha? Eliane diz que a economia brasileira está se desfazendo. 'Um dado mais concreto é a união dos pragmáticos México, Chile, Colômbia e Peru na Aliança do Pacífico, provocando um contraponto desconfortável com o ideológico Mercosul, que está sem rumo e, com a mesma mão esquerda, suspendeu o Paraguai e acolheu a Venezuela. Qual o resultado? Vem aí uma meia-volta, volver, do Brasil para os EUA'. Puro wishfull thinking da Eliane!"
.
.
UPP: o jornalismo transformado em propaganda
Em artigo no site Observatório da Imprensa a jornalista e professora da Escola de Comunicação da UFF, Sylvia Moretzsohn, comenta recentes acontecimentos no Complexo do Alemão, conjunto de favelas na Penha, Zona Norte do Rio. "Deveriam servir de alerta contra a inutilidade do jornalismo transformado em propaganda. Quem acompanha a cobertura dessa novidade que o governo estadual do Rio de Janeiro instituiu em fins de 2008  deve perceber os comoventes esforços que a imprensa carioca, especialmente os veículos das Organizações Globo, faz para sustentar o discurso oficial de 'retomada do território', cuja incongruência já foi criticada aqui (ver "O jornalismo veste a camisa" e "A novilíngua na cobertura das UPPs")."
.
.
.
NPC Informa


"Não é possível ter um judiciário democrático sem uma mídia democrática", diz juiz do Rio de Janeiro
.
No nosso próximo boletim, divulgaremos uma entrevista com Rubens Casara, juiz da 43ª Vara Criminal do Rio de Janeiro e professor de Direito Penal da Faculdade de Direito Ibmec/RJ. Ele é membro da Associação de Juízes pela Democracia (AJD), uma entidade que tem como objetivo a democratização interna do Judiciário e a defesa incondicional dos direitos de todos os cidadãos. Durante a entrevista, ele afirmou que muitas vezes os juízes procuram agradar à mídia tradicional, entendendo que ela evidencia a opinião pública - quando, na verdade, ela defende os interesses das grandes empresas de comunicação. E defendeu o controle social da mídia, a exemplo do que ocorreu na Argentina. "Quem estuda minimamente a história de aprovação da Lei dos Meios argentina sabe que foi um processo democrático, que ouviu vários setores da população", ressaltou. Para ele, deveríamos ter algo parecido aqui no Brasil, pois "não é possível ter um judiciário democrático sem uma mídia democrática".
.
[A entrevista completa será divulgada na semana que vem]
.
.
.
Democratização da Comunicação


Franklin Martins apoia Lei da Mídia Democrática 
.
.
O ex-ministro da Secom, Franklin Martins, assinou o projeto de Lei da Mídia Democrática durante evento em Porto Alegre. O PL de iniciativa popular pretende atualizar a regulamentação do setor, que ainda tem como base uma legislação de 1962. Quando esteve na chefia da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, o jornalista comandou a elaboração de um esboço do Marco Regulatório das Comunicações, cujo texto até hoje não foi divulgado pelo Governo Federal. Na capital gaúcha, Franklin Martins participou do evento Conexões Globais, que reúne ativistas da mídia livre de todo o mundo. Ao longo do debate "Comunicação e poder na era da internet", destacou a importância de uma nova lei para as comunicações e defendeu que a regulamentação seja feita de forma transparente. 
.
O Projeto de Lei da Mídia Democrática segue recolhendo assinaturas com o objetivo de ser apresentado no Congresso Nacional para votação. É necessário o apoio de 1 milhão e 300 mil brasileiros. Este PL é uma iniciativa da campanha Para Expressar a Liberdade, organizada pelo Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC). No Rio de Janeiro, a Livraria Antonio Gramsci é um dos pontos fixos de assinatura (Rua Alcindo Guanabara, 17, térreo, Cinelândia).
.
.
.
PL que destina 20% das verbas oficiais para meios alternativos é encaminhado à ALERJ
A deputada estadual Enfermeira Rejane (PCdoB-RJ) encaminhou no dia 23/5 à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) um projeto de lei que garante a meios alternativos e comunitários uma parcela da publicidade oficial dos órgãos do estado.  O primeiro artigo do PL nº 2248/2013 determina que os órgãos e as entidades dos Poderes Legislativo e Executivo do Rio devem destinar no mínimo 20% da verba reservada à publicidade oficial para jornais alternativos, blogs, sites, rádios e TVs comunitárias. Confira o texto completo do PL.  
.
.
.
Proposta de Pauta


A vinda de médicos cubanos é necessária
[Por Sheila Jacob] O anúncio da vinda de médicos cubanos para o Brasil causou indignação no Conselho Federal de Medicina. Mas a realidade de nosso país é cruel em relação ao atendimento à saúde. Como mostrou o jornal O Globo (25/5) em coluna assinada por Zeca Dirceu, temos hoje um déficit de 168.424 médicos. Aqui são 1,8 médicos para cada grupo de mil habitantes, número bastante inferior ao de países como Espanha e Portugal.
O Brasil está seguindo exemplos de outros países, como Inglaterra, EUA e Canadá, que optaram pelo intercâmbio de profissionais estrangeiros como uma alternativa à precária condição da saúde no país. E o preconceito com a vinda de médicos cubanos não se justifica: é importante lembrar que Cuba é reconhecida por grandes êxitos na medicina, e tem 6,7 médicos por mil habitantes. 
.
Defender a vinda dos médicos cubanos, não significa que desconhecemos a luta dos médicos brasileiros por melhores condições de trabalho. Só com a valorização do trabalhador da saúde teremos o atendimento público de qualidade que tanto defendemos! 
.
.
.
De Olho Na Vida


Cemig terceiriza atividade sem qualquer fiscalização sobre condições de trabalho
.
.
O Sindeletro-MG denunciou na semana passada que o eletricista José Maria Fernandes Barbosa, contratado da Encel Engenharia, ficou três meses sem receber salário, sem tratamento médico e sem cartão alimentação, após sofrer acidente em 25 de janeiro. Naquele dia uma árvore de Natal caiu sobre a perna direita do operário, no município de Contagem. "No Pronto Socorro foi diagnosticada a necessidade de cirurgia no joelho. Por omissão da empreiteira e da Cemig, a operação não foi feita", diz o Sindicato. José Maria tem  26 anos. Ele saiu de são Francisco, no Norte de Minas, para trabalhar na rede da Cemig. Só após denúncia do Sindieletro ao Ministério do Trabalho, a empreiteira agendou perícia no INSS. 
.
.
Terceirização também no Banco do Brasil
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Edifícios - SP, Paulo Ferrari foi procurado no dia 9 de maio, por 30 mulheres, ascensoristas no Banco do Brasil, que estavam com os salários atrasados. Elas são funcionárias de uma empresa terceirizada que presta serviços para o Banco. De acordo com as ascensoristas, a empresa havia sumido desde a data do último pagamento. "Buscamos ajuda do Sindicato, porque não sabemos como agir; a terceirização está cada vez pior, pois tratam o trabalhador como um lixo", afirmou umas das ascensoristas.
.
.
.
.
Participantes do Curso sobre a trajetória de desenvolvimento dos EUA promovido pelo NPC, Senge-RJ com o prof. Reginaldo Moraes (INCT-Ineu e Unicamp) comemoram CD do Repper Fiell.
.
.
.
Charge da Semana


Homenagem de Latuff ao ex-dono da revista Veja Roberto Civita
 
.
.
.
Dicas


Mostra virtual apresenta belas fotos do Quilombo São José da Serra
.
.
Uma bela exposição virtual apresenta fotos da história de lutas, resistência, tradições e costumes do Quilombo São José da Serra, localizado em Valença, Estado do Rio de Janeiro. O projeto "Quilindo Quilombo", segundo o publicitário Davy Alexandrisky, não tem nenhuma pretensão além de deixar que os quilombolas se mostrem brasileiros, moradores de um local que já serviu, o passado, de refúgio para os seus antepassados que conseguiram escapar da opressão escravocrata. A mostra apresenta a cultura, a culinária, as famílias, a religião e os rostos de um grupo muitas vezes esquecido. Também retrata a mobilização daqueles que lutam pela posse da terra em que vivem há mais de 150 anos.
.
Acesse a exposição virtual em www.quilindoquilombo.com.br
.
.
.
De Olho No Mundo


Marcha contra a Monsanto ganha força na web
[Por Rosângela Ribeiro Gil] É uma tentação diária, bastante compulsiva, dar a volta ao mundo, não mais nos 80 dias de Júlio Verne, mas em minutos, pela Internet para ver e saber o que os nossos pares estão fazendo. Num desses momentos, esta coluna se deteve numa mídia alternativa que fala nas línguas espanhol, francês, alemão e italiano, batizada "Marcha contra Monsanto", que tem a ajuda de vários movimentos sociais, destaque para os que se denominam The Anti-MediaActivists´Free Press e Activist Post
.
A unidade se dá para proteger a vida da humanidade dos alimentos da multinacional que nasceu nos Estados Unidos, em 1901, pelas mãos de John F. Queeny, e hoje domina grandes celeiros de terra em vários Continentes.
.
Josh Castro, organizador da marcha em Quito, quer proteger o seu país da influência do maior produtor de sementes geneticamente modificadas, os transgênicos. "O Equador é um lugar tão bonito, com a biodiversidade mais rica do mundo. Nós não permitiremos que este jardim do Éden seja comprometido por empresas multinacionais como a Monsanto. Biotecnologia não é a solução para a fome no mundo. Agroecologia é" defende.
.
No dia 25 último, foram realizados atos em mais de 30 países, em seis Continentes, totalizando atividades em mais de 250 cidades, inclusive nos EUA, contra a empresa - também líder na produção de pesticidas.
.
.
"Se não se pode dançar, então não é minha revolução", disse EMMA GOLDMAN
[Por Rosângela Ribeiro Gil] Vale à pena conhecer mais o trabalho do músico basco Fermín Muguruza lendo a matéria de Jorge Caballero, no site do La Jornada - en línea, sob o título de "Volver a México es volver al zapatismo: Fermín Muguruza"
.
Afastado dos palcos há seis anos, Muguruza diz o que fez no período: "Criei a trilha sonora do filme Mirant Al Cel sobre os bombardeios fascistas contra Barcelona durante a Guerra Civil, trabalhei no campo audiovisual em documentários musicais, primeiro Checkpoint Rock, sobre a música na Palestina, e em seguida uma série de 11 documentários sobre a música nos países árabes." 
.
O cantor, que também é compositor, cineasta e militante social, fala que entre as coisas que o incomoda "é a situação mundial, a ditadura dos mercados, a violência do capitalismo desenfreado nesta sua última fase, a perda da ideologia dos menos favorecidos, a destruição do planeta". E prossegue: "Parece uma visão apocalíptica, mas também me preocupo com a qualidade humana, conhecer pessoas e a ideia da feminista Emma Goldman:"si no se puede bailar, entonces no es mi revolución."Assista! 
.
.
.
Pérolas


Por Mia Couto, escritor moçambicano
.
"É preciso sair à rua, é preciso revoltarmo-nos, é preciso esta insubordinação. As pessoas, acho que todas, se compenetraram, principalmente nos últimos anos, que isto não é uma crise localizada, não é uma falha, nem é um erro de um certo sistema, mas que é o próprio sistema que tem que ser radicalmente questionado". 
.
logo após saber ser o vencedor do Prêmio Camões de 2013. 
 
..
Por Mino Carta, editor de Carta Capital 
.
"E por que chama pilantras notórios? Nelson Jobim na comissão da verdade? Paulo Sérgio Pinheiro na comissão da verdade? José Carlos Dias na comissão da verdade? Isso é uma piada! Ou a Dona Dilma está confusa ou enganada, está sendo enganada ou está tudo errado". 
.
Em entrevista a alunos da PUC-Campinas em 29.06.2012.
.
.
.
Memória


Comissão da Verdade do Rio realiza primeira sessão de depoimentos públicos de vítimas da repressão 
.
Lúcia e Dulce (Foto: Lula Aparício)
 .
[Por Marina Schneider-NPC] Os depoimentos da cineasta Lúcia Murat e da historiadora Dulce Pandolfi, barbaramente torturadas durante a ditadura civil-militar, emocionaram o plenário da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro na última terça-feira, 28 de maio. Elas participaram do primeiro evento da série Testemunhos da Verdade, atividade pública organizada pela Comissão Estadual da Verdade do Rio de Janeiro. O objetivo desta série, que também pretende contar com depoimentos de agentes da repressão, é mostrar à população que a tortura foi uma política de Estado. Dulce e Lúcia contaram detalhes sobre as sessões de tortura que sofreram enquanto estavam presas.   
 .
"Os testemunhos que estão sendo dados à Comissão da Verdade, embora sobre o passado, dizem respeito ao presente e apontam para o futuro, por isso espero que ajudem a construir um Brasil mais justo e solidário", afirmou Dulce Pandolfi. "Espero que a Comissão possa ouvir os que ainda estão vivos e a todos aqueles que foram reconhecidos para que possamos revelar por inteiro esse período", disse Lúcia Murat. Os depoimentos foram veiculados ao vivo pela TV Alerj. 
.
.
.
Comissão terá reuniões mensais abertas
[Por Raquel Junia-NPC] A Comissão Estadual da Verdade se reunirá sempre na ultima sexta-feira do mês com representantes de grupos e movimentos da sociedade civil que atuam no esclarecimento de crimes da ditadura militar. Na primeira reunião, realizada no dia 24 de maio, foi esclarecido que o objetivo dos encontros é prestar contas sobre o trabalho da comissão e também ouvir sugestões e críticas da sociedade civil.
.
"Nós não estaríamos aqui e não teria sentido a Comissão da Verdade do Rio existir se não fosse a sociedade fluminense, que hoje está aqui representada por pessoas que inclusive vivenciaram este período e que foram vítimas desse terrorismo de estado. Para nós é muito importante que qualquer passo que a gente dê seja caminhando junto com essas pessoas para que a gente consiga buscar uma verdade que conste nos livros de história, nos bancos escolares, para que as futuras gerações saibam que isso aconteceu muito recentemente e para que nunca mais isso se repita", ressaltou Nadine Borges, membro da Comissão Estadual da Verdade. A próxima reunião está marcada para o dia 28 de junho.
.
.
.
Entrevista


Produção de Mario Pedrosa como historiador da arte é tema de pesquisa na Unesp 
.
[Por Marina Schneider-NPC] Um intelectual antidogmático e versátil. De acordo com Mario Pedrosa, um dos primeiros trotskistas no Brasil, os artistas da Missão Francesa (1816) não foram convidados por Dom João VI para vir ao Brasil formar a Academia Nacional de Belas Artes, mas vieram fugidos por serem bonapartistas e naquela época Napoleão ter sido derrubado. Ou seja, vieram para o Brasil por terem uma chance de emprego, vieram para sobreviver. A afirmação derruba um mito da historiografia brasileira.
 .
.
.
Artigos


Os Estados Unidos se desenvolveram com forte investimento estatal
[Por Sheila Jacob] O capitalismo não é apenas um modo específico de organização da economia, mas também orienta o modo de se viver, pensar e organizar o cotidiano. Esta afirmação foi feita pelo professor Reginaldo Carmelo de Moraes em aula para os alunos do curso de comunicação popular do NPC, no dia 11 de maio, sobre o funcionamento do sistema capitalista hoje.
.
"Os países desenvolvidos nos dizem para não fazermos exatamente o que eles fizeram no passado. Os Estados Unidos, por exemplo, se desenvolveram com um forte investimento estatal. Mas hoje eles nos dizem o contrário: que devemos tirar o Estado da economia", explicou. Leia. 
.
.
Comunicação e integração latino-americana: um debate que se espalha
[Por Pedro Carrano, de Foz do Iguaçu (PR). Colaborou: Julio Cesar Carignano] Os debates construídos no Seminário Comunicação, Emancipação e Integração na América Latina, nos dias 22 e 23 de maio, na cidade de Foz do Iguaçu (PR), apontaram três eixos principais para debater a mídia: a democratização e o combate aos monopólios, no plano nacional e latino-americano. A outra frente é a construção de ferramentas próprias de comunicação da esquerda. Por fim, a Universidade pode ganhar um papel importante nesse processo. Leia. 
.
.
Morre Ariston Lucena, corajoso preso político trocado pelo cônsul japonês
[Publicado em 27.05.2013 - Blog do Laque] Ariston Lucena morreu sábado no anonimato perante a grande imprensa e os livros de História. Tremenda injustiça. Ariston se envolveu na luta contra a ditadura militar ainda menor de idade. Companheiro de guerrilha do lendário Capitão Carlos Lamarca, aos 19 anos ele escapou, com mais seis combatentes, dum cerco de 5 mil soldados montado no Vale do Ribeira, em São Paulo, que durou quarenta dias. 
.
.


Expediente



Núcleo Piratininga de Comunicação
Rua Alcindo Guanabara, 17, sala 912, Cinelândia, Rio de Janeiro - RJ -  CEP 20031-130
Tel. (21) 2220-5618 www.piratininga.org.br / npiratininga@uol.com.br
Coordenação: Vito Giannotti
Edição: Claudia Santiago (MTB 14.915)
Redação: Arthur William, Marina Schneider e Sheila Jacob



Se você não quiser receber o Boletim do NPC, por favor, responda esta mensagem escrevendo REMOVA.

 
 
 NPC - Núcleo Piratininga de Comunicação * Arte: Cris Fernandes * Automação: Micro P@ge


Se você não deseja mais receber nossos e-mails, cancele sua inscrição neste link