Rádio WNews

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Outras Palavras


http://www.outraspalavras.net

Boletim de atualização - Nº 660 - 2/6/2016


França: a luta social pega fogo
Às vésperas da Copa Europeia, greves em defesa dos direitos trabalhistas paralisam transportes, refinarias - o país . População apoia. Mas insanidade do governo "socialista" pode abrir espaço à direita. Por Pepe Escobar (Outras Palavras)

O Orçamento dos Chacais
Novas decisões revelam: governo Temer produz rombo inédito do Tesouro cortando programas sociais e serviços públicos para cortejar Judiciário e marajás da burocracia estatal. Por Luis Nassif, no GGN (Outras Mídias)

Estupro, ato político
Retrospecto histórico da violência machista revela: cultura da mulher como objeto vem do escravismo e é alimentada até hoje por elites que jamais saíram da Casa Grande. Por Inês Castilho (Outras Palavras)
Ocupações: chegou a vez das universidades?Em São Paulo, onda secundarista chega ao ensino superior. Unicamp, USP e Unesp têm prédios tomados por alunos -- que protestam contra golpe e exigem cotas raciais. Por Débora Lopes, na Vice (Outras Mídias)

SP: Haddad continuará a atingir população de rua?
Padre Julio Lancelotti afirma-se como voz isolada contra barbárie da GCM; defesa de outras iniciativas da prefeitura não pode significar silêncio diante dessa violência. Por Alceu Luís Castilho (Blog do Alceu Castilho)

Um Camões para Raduan: refinado, recluso e anti-golpe
Ao atribuir maior prêmio da literatura lusófona ao escritor brasileiro, júri reconhece importância de uma obra incomum e amplia isolamento internacional de governo ilegítimo. Por Isabel Lucas e Luís Miguel Queirós, no Público (Outras Mídias)

O terremoto que devastou a Amazônia em 1690
Comprovado: com epicentro próximo a Manaus e 7 graus Richter, tremor espraiou-se por mil quilômetros e foi o maior da história do Brasil. Em que condições fenômeno poderia repetir-se hoje? Por Elaíze Farias, na Amazônia Real (Outras Mídias)

Agenda: para repensar a política em tempos áridos
Suely Rolnik e Tatiana Roque convidam a debater novos movimentos, choque com as forças reacionárias e atualidade – e ou reinvenção – da ideia de esquerda (Blog da Redação)

II Salão do Livro debate país em estado crítico
Em S.Paulo, evento desafia, a partir de hoje, pregadores da intolerância e macartismo. Além de lançamentos, preços reduzidos e debates sobre temas centrais da Política, Cultura e Comunicações (Blog da Redação)

Outras Manhãs: Crônica da cidade de Havana
Outras Palavras passa a publicar, em áudio, crônicas literárias e políticas. Na estreia, Eduardo Galeano e uma cena em Cuba. Machismo? Autonomia popular? Tudo ao mesmo tempo, em um país particular? Curadoria e Narração: Alexandre Machado Rosa (Blog da Redação)

--
Boletim de atualização do site Outras PalavrasA reprodução é bem-vinda. Interessados em recebê-lo devem clicar aqui. Para deixar de receber, aqui. Acompanhe nossas novidades também no Facebook






_______________________________________________
Boletimdiplo mailing list
Boletimdiplo@listas.tiwa.net.br
https://listas.tiwa.net.br/listinfo/boletimdiplo
Descadastrar: envie email a Boletimdiplo-unsubscribe@listas.tiwa.net.br

Preso Criminoso em Vacaria RS

A Polícia Civil PRENDEU, na tarde desta quinta-feira, DIONE ANTUNES XAVIER, homem de 26 anos de idade, suspeito de crime de homicídio qualificado em Vacaria.

O crime ocorreu no dia 21/05/2016, por volta das 19h30min, na Rua Vitória Quintela Li, no Bairro Municipal, quando o suspeito encontrou a vítima ALESSANDRO DE SOUZA RICARDO e o chamou, sendo que, quando a vítima atendeu, DIONE sacou de uma arma de fogo (pistola calibre .380) e desferiu vários tiros contra ALESSANDRO, a ponto de descarregar a arma. Carregou a arma novamente e voltou a atirar contra a vítima, fugindo em seguida numa motocicleta. A vítima morreu no local.

Em vista da gravidade dos fatos, o Delegado de Polícia ANDERSON SILVEIRA DE LIMA solicitou a prisão preventiva do suspeito e mandado de busca e apreensão para sua residência, ambos pedidos deferidos pelo Poder Judiciário.

No começo da tarde de hoje, policiais civis integrantes da seção de investigação da Delegacia de Polícia de Vacaria efetivaram diligências e encontraram o suspeito em via pública, efetivando sua prisão.

O suspeito irá responder a inquérito policial por crimes de homicídio qualificado.

Em anexo fotografia do preso. Mais fotografias no perfil das Delegacias de Polícia de Vacaria no facebook, no link abaixo:
https://www.facebook.com/policiacivil.delegaciasdepoliciadevacaria

ANDERSON SILVEIRA DE LIMA,
Delegado de Polícia.

Delegacia de Polícia de Vacaria.
(54.3232.0100 - 3232.0200)

CEERT

Caso não esteja visualizando, acesse aqui.
Boletim CEERT - Maio 2016
Direitos Humanos
Gênero e raça: o desafio das empresas brasileiras
Criança & adolescente
Brasília/DF receberá o Seminário Nacional "Direitos da Criança e do Adolescente e a Promoção da Igualdade Racial"
Evento gratuito tem vagas limitadas e acontece dia 15 de junho de 2016. O seminário faz parte do projeto "Direitos ... - Leia Mais...
Gênero & mulher
Anastácia: resistência negra santificada
Foi em mil oitocentos e oitenta e oito, então a 13 de maio depois da Abolição que o escravo, a... - Leia Mais...
História, cultura & arte
Menina faz campanha e reúne 4 mil livros com garotas negras como personagens
Marley Dias, apesar da pouca idade, 11 anos, ficou incomodada ao perceber o grande número de... - Leia Mais...
Comunicação, mídia & internet
Afroflix: uma plataforma de vídeo pela visibilidade negra no audiovisual
Se vencer a desigualdade racial é uma luta árdua e permanente, é fundamental que se criem... - Leia Mais...
Direitos Humanos
Filha de ator Alan Miranda é vítima de injúria racial na escola
A menina é a única que usa penteado black na turma; essa foi a terceira agressão esse ano. - Leia Mais...
Educação
ECUN - Minhas definições de academia foram denegridas
Nesse último final de semana (sex, sáb e dom) rolou o Encontro Nacional de Estudantes e Coletivos... - Leia Mais...
Violência & segurança
A história de Luana e o genocídio da população negra no Brasil
Quando um negro morre no Brasil, essas três frases são usadas de forma constante como as... - Leia Mais...


 
Links
Recomendamos
Programas
Fale Conosco
Vídeos
Publicações
Agendas
Evento
II RELEASE FESTIVAL AFREAKA 2016: encontros de Brasil e África Contemporânea
O 'Festival Afreaka: encontros de Brasil e África Contemporânea' ganhou novas dimensões, e agora...
Leia Mais...
 
 
Copyright@ CEERT. Todos os direitos reservados.
Descadastre-se caso não queira receber mais e-mails

Temer Recebe José Rainha Junior

Temer recebe Jose Rainha junior, da frente nacional de lutas
jose-rainha-fnl
José Rainha, presidente da Frente Nacional de Luta Campo e Cidade
O presidente interino, Michel Temer, foi alvo de uma nova pressão para recriar uma pasta na Esplanada. Militantes da FNL (Frente Nacional de Luta Campo e Cidade) cobraram do peemedebista a recriação do MDA (Ministério do Desenvolvimento Agrário), extinto após o afastamento de Dilma Rousseff da Presidência da República.
Se aceitar o pedido, o MDA será o 26º ministério de Michel Temer. Aos militantes, o presidente interino disse que aceita discutir o assunto e eventualmente fazer uma reforma ministerial, mas apenas após o julgamento definitivo de Dilma Rousseff, programado para ocorrer a partir de  meados de agosto.
Temer recebeu integrantes do movimento nesta 4ª feira, no final da manhã, no Palácio do Planalto. O deputado Paulinho da Força (SD-SP) acompanhou o encontro ao lado do líder da organização, José Rainha Júnior.
“Queremos a volta imediata da pasta. Criaram secretarias, mas não poderiam ter acabado com o ministério. Essa é uma pauta de 36 milhões de campesinos”, afirma Rainha.
Na reforma administrativa executada pelo peemedebista depois de assumir o governo, o MDA foi incorporado ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Secretarias ligadas a temas fundiários e o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) ficaram ligados à Casa Civil.
As informações são do repórter do UOL Luiz Felipe Barbiéri.
Os militantes apresentaram uma proposta de reformulação do Incra. Querem fazer do órgão um espaço para discussões sobre políticas de reforma agrária. Para Rainha, ex-líder e afastado pelo MST , é necessária uma “abordagem diferente''.
“Não faz sentido tratar dessa questão como colonização porque a reforma agrária não existe no Brasil. Precisamos, primeiro, definir uma política de reforma para depois avançar”, explica.
Integrantes do movimento também pediram que o presidente interino evite cortar recursos da autarquia. O valor destinado ao Incra em 2016 é de R$ 900 milhões.
Os militantes querem ainda quadruplicar o orçamento do órgão no ano que vem. Pediram a ampliação do aportes para 3,5 bilhões em 2017 e 2018.
Eis algumas das outras reivindicações de Rainha: 1) a criação de uma política específica para educação, esporte e lazer em áreas rurais; 2) a retirada de tramitação da PEC 215/2000, que transfere do Executivo para o Legislativo a prerrogativa de demarcação de terras indígenas; 3) mais equilíbrio no crédito oferecido aos pequenos, médios e grandes agricultores.
Blog está no FacebookTwitter e Google+.

Haiti


 
Haiti12.png
Apelo da Coordenação Haitiana pela retirada das tropas da ONU do Haiti
12 anos de ocupação, a Minustah tem que partir!
De 1 de junho de 2004 a 1 de junho de 2016: já fazem 12 anos desde que o Conselho de Segurança das Nações Unidas aplicou injustamente contra o Haiti o capítulo VII da carta das Nações Unidas. Haiti, o país mais pobre do continente americano não representa nenhuma ameaça para a paz e a segurança internacional.
O Haiti não estava em guerra com nenhum país. A situação de instabilidade que existia no início de 2004, momento em que a primeira República negra do mundo começava a comemorar o bicentenário de sua independência, foi a consequência de um golpe de Estado-rapto fomentado detalhe por detalhe pelas antigas potências coloniais e pelo imperialismo estadunidense contra um presidente eleito democraticamente.
Desde então, forças das Nações Unidas instalaram-se sob a etiqueta de: "Missão das Nações Unidas pela Estabilização no Haiti"(Minustah). A Minustah não resolve nada. Ela não é capaz de reforçar o Estado de direito, a boa governança e a democracia no Haiti. O Estado de direito tornou-se um Estado de não-direito. A corrupção gangrena a governança. A democracia está em perigo. Das três eleições organizadas sob a obediência da Minustah no Haiti, apenas a de 2006 não está marcada pela corrupção do golpe de Estado eleitoral. A Minustah trouxe outros sofrimentos ao povo haitiano. A cólera introduzida no Haiti já deixou mais de nove mil mortos e dez mil contaminados.
O povo haitiano jamais aceitou a presença das forças sobre a terra de Jean Jacques Dessalines e Toussaint Louverture. Ele continua a mobilização pela retirada imediata das tropas da ONU do Haiti. Segundo a ONU 2016 deveria ser o ano do fim da ocupação.
Nessa perspectiva, este ano, novamente, organizações sindicais, progressistas e populares já tomaram a iniciativa de realizar movimentos de protesto contra a presença da Minustah no Haiti por ocasião de seus 12 anos. Um calendário de atividades está sendo preparado.
12 anos de ocupação, já basta!
12 anos de violação da soberania nacional!
12 anos de violação ao direito à autodeterminação do povo haitiano!
12 anos de cólera, de estupros, de roubos, pilhagens, massacres, repressão!
12 anos de mentiras e crimes!
12 anos de fracasso da ONU no Haiti!
Mais do que nunca, o combate pela retirada das tropas da ONU, pela indenização das vítimas do cólera deve ser prosseguir sem trégua.
12 anos de ocupação NÃO! Tropas da ONU fora do Haiti!
Nós, trabalhadores, operários, camponeses, organizações sindicais, estudantes engajados, organizações progressistas do movimento democrático, organizações de mulheres, cidadãos dos bairros populares, mais do que nunca, nós apelamos uma vez mais à solidariedade internacional que nunca nos faltou durante todos esses anos para realizar uma ampla mobilização contra as tropas da ONU no Haiti.
Mobilizemo-nos em primeiro de junho, data em que se completam 12 anos de ocupação do país para dizer: FORA AS TROPAS DA MINUSTAH DO HAITI!
Pedimos às organizações e personalidades do movimento operário e democrático dos diferentes países, em particular do continente, que contribuam para o sucesso das mobilizações nesse período.
Organizações signatárias:
Movimento de Liberdade, Igualdade dos Haitianos pela Fraternidade (MOLEGHAF) : David Oxygene
Central dos Trabalhadores dos Sindicatos do Setor Privado e das Empresas Públicas (CTSP) : Jean Bonald G. Fatal
Movimento dos Estudantes pela Liberdade do Haiti (MELA) : Guy Laurore Rosenez
GRENADYE 07 : Lucien Gymps
Escritório dos Advogados Internacionais (BAI) : Me Mario Joseph
Sindicato Nacional das Artes (SYNTART) : Jean Philippes Stheves
Movimento Popular Geração Dessalines (MPJD) : Bely J. Ronald
GLOBS : Raymond Davius
Combatentes pela Mudança : Angelo Adrien
Jornal Liberdade Haiti : Yves Pierre Louis
Plataforma Filhos de Dessalines (Pitit Dessalines) : Gary Lindor
Movimento dos Empregados Demitidos de Empresas Públicas : Gardy Lumas
Movimento dos Estudantes pela Mudança : James Romain
Partido Revolucionário pela Organização e o Progresso (PROP)

Traficante Preso em Vacaria RS

A Polícia Civil PRENDEU, na tarde desta quarta-feira, ANDREI KRAMER TOLEDO, homem de 27 anos de idade, por crime de tráfico de drogas, em Vacaria.

O prisão ocorreu por volta das 16 horas, no bairro Porcínio Pinto, quando o suspeito foi flagrado por policiais civis da seção de investigação da Delegacia de Polícia de Vacaria na posse de novecentos e trinta gramas de maconha, fracionadas em cinco tijolos.

Segundo investigação, o preso vinha traficando drogas no local desde o começo do ano. O preso é ainda suspeito de participação em crime de furto abigeato utilizando-se de uma motocicleta para carregar a carne subtraída, um quarto bovino, fato acontecido há pouco mais de trinta dias.

O preso foi autuado em flagrante e irá responder a inquérito policial por crime de tráfico de drogas, sendo que possui antecedentes por crimes de tráfico de droga e furto qualificado.

Em anexo fotografia dos presos, da droga e demais objetos apreendidos. Mais fotografias no perfil das Delegacias de Polícia de Vacaria no facebook, no link abaixo:
https://www.facebook.com/policiacivil.delegaciasdepoliciadevacaria

ANDERSON SILVEIRA DE LIMA,Delegado de Polícia.

Delegacia de Polícia de Vacaria.
(
54.3232.0100 - 3232.0200)