Grêmio 1 x 0 Botafogo

Grêmio 1 x 0 Botafogo
Libertadores 2017

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Arquivo

8 de dezembro de 2006

Caro leitor,

aqui estão os destaques da edição de VEJA desta semana.
Boa leitura e um ótimo fim de semana.
VEJA on-line (veja@abril.com.br)
*
Especial
Um Fidel com petróleo
Fidel está à morte. Com ele será enterrada a ruinosa experiência do socialismo caribenho. Com petrodólares e planos de expandir sua revolução, Hugo Chávez já se apresenta como novo líder da esquerda latino-americana. Fidel teve a história ao lado dele e muito carisma. Fracassou. Chávez tem petróleo e nenhuma auto-censura. Vai fracassar também. Mas a que preço?
Em VEJA on-line esta semana
Eu Digital: Um guia interativo com vídeos, jogos e seções "faça você mesmo" em que se pode aprender como editar um filme digital ou montar uma música. Ainda: vídeos, podcasts e games grátis.
Ed Motta: Músico estréia a coluna Manual Prático da Boa Vida sobre os prazeres da boa mesa e a desgustação de bons vinhos e outras bebidas
Brasil
As marolas do PT
Começam a aparecer os primeiros sinais da luta do partido para sobreviver depois de 2010, quando Lula deixará o governo. Desde a reeleição, o PT começou a arregaçar as mangas. Tem esperneado para entregar uma parte dos cargos que ocupa no governo federal. Em reunião de sua cúpula nacional, chancelou a coalizão com o PMDB, mas não escondeu a cara feia.

Falta comando Caos nos aeroportos instala-se também no governo: quem será o primeiro a cair? No ambiente caótico do governo, há quem defenda a demissão imediata de Waldir Pires, o ministro da Defesa que é sempre o último a saber das coisas e não tem trânsito com os militares que cuidam do tráfego aéreo.
Refém do jeitinho Em teoria, o Tribunal Superior Eleitoral pode provocar o maior terremoto político do país desde o impeachment do presidente Collor em 1992. Os técnicos da corte concluíram que empresas concessionárias do governo injetaram 90 milhões de reais na disputa eleitoral de outubro passado, o que é proibido por lei.
Entrevista
Na cola dos japoneses
O presidente mundial da DaimlerChrysler, Dieter Zetsche, diz que falta pouco para as fábricas de carros do Ocidente conseguirem enfrentar os asiáticos com sucesso. 'Não é uma exclusividade japonesa ter disciplina ou processos de produção perfeitos.'

DemografiaFilhos à francesa
Bebês fora do casamento ajudam a França a aumentar sua taxa de natalidade. Das crianças nascidas no país no ano passado, quase metade não eram filhos de pais casados.

BotânicaA mulher que amava bromélias
Sai em livro o maior levantamento já feito da obra da ilustradora botânica inglesa Margaret Mee. Nos anos 50, ela embrenhou-se muitas vezes na Amazônia, acompanhada apenas de um guia, e registrou em aquarelas deslumbrantes a variedade da flora brasileira.
No site: Galeria de imagens

PerfilFunkeira, encrenqueira e barraqueira
Tati Quebra-Barraco honra o nome: é briguenta, viciada em plástica e adora dinheiro, mas não tira o pé da cidade de Deus. 'Eu sou favelada, cresci com rato comendo meu pé. Agora as patricinhas ficam aí rebolando com a minha música.'
Turismo
Cruzeiro em casa
Empresário americano vende apartamentos residenciais dentro de um navio de luxo e 50% das unidades já foram negociadas. O preço varia de 2 a 8 milhões de dólares. O condomínio? 14.000 dólares.
No site: Galeria de imagens
SaúdeO hormônio da juventude
Médicos perdem o medo de receitar a reposição de testosterona para homens de meia-idade que apresentam queda acentuada de vigor físico. Faça o teste para saber a quantas anda o seu hormônio.

Cinema
Tudo de Bond
Agressivo, musculoso e quase feio, Daniel Craig não corresponde ao que se imagina de 007. Isso é ótimo porque esses 'defeitos' são, em grande medida, os trunfos desta nova encarnação do agente secreto em 007 - Cassino Royale, que estréia nesta sexta-feira em todo o país.
No site: Trailer do filme

LivrosAs décadas perigosas
No livro História da Guerra Fria, o americano John Lewis Gaddis impõe-se a difícil tarefa de resumir, para um público não iniciado, como nasceu, se desenvolveu e terminou o complexo conflito do título. A obra mostra como a Guerra Fria fez da segunda metade do século XX a época mais sombria da história.
No site: Trecho do livro

Escritores ruins de cama
Uma revista inglesa premia anualmente a pior cena de sexo em um romance. A brincadeira, porém, ressalta um dos maiores desafios do escritor. Descrever um ato sexual é bem mais difícil (e, claro, menos prazeroso) do que praticá-lo.

Veja São Paulo
As boas compras de Natal

300 dicas de presente

Veja Rio
As boas compras de Natal
250 dicas de presente
Clique aqui para cancelar o envio deste e-mail.
(Nosso serviço de cadastramento solicitará seu e-mail e senha. Se não souber a senha, digite seu e-mail e clique no item "Esqueci minha senha". Uma senha provisória será enviada para sua caixa postal para possibilitar o acesso ao serviço).